História Yoongi is a Problem •Imagine Yoongi• - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias 4Minute, Akdong Musician (AKMU), Bangtan Boys (BTS), Block B, EXID
Personagens Hyerin, J-hope, Ji Yoon, Jimin, Jin, Jungkook, Lee Chan-hyuk, Lee Soo-hyun, Rap Monster, Suga, V, Zico
Exibições 126
Palavras 2.529
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Hyerin is a Problem?


Fanfic / Fanfiction Yoongi is a Problem •Imagine Yoongi• - Capítulo 8 - Hyerin is a Problem?

Acordei exausta e largada na cama, com Yoongi ao lado. A única coisa que lembrava do dia anterior, era da quantidade de provocações entre nós. Não foram tantas, mas foram torturantes para ambos.

Yoongi tinha sobre seu rosto uma faixa de sol que passava pela brecha da cortina. Fechei um pouco, para que ele dormisse um pouco mais. Refiz toda minha rotina; fui ao banheiro e etc.

Depois de um tempo, recebi uma ligação de Jimin. Ele parecia nervoso, apenas pedindo para eu me encaminhar para a Big Hit rápido, ou eu seria deixada para trás.

Yoongi e eu corremos, chegamos no prédio rápido.

- Ok, todo mundo está aqui? - Jimin vestia um boné vermelho e uma blusa branca, acompanhado de uma calça rasgada. Ele parecia um guia turístico velho estiloso, era engraçado. - Vamos, vamos! - Vi um sorriso no rosto do ruivo ir de orelha a orelha. Ele pegou na mão de Jungkook e saiu saltitando. Hoseok e Taehyung foram conversando, como amigos.

O tempo estava frio, por isso fui com roupas compridas e um casaco surrado. Coloquei um gorro qualquer, apenas queria me manter quentinha. Peguei o cachecol mais grosso possível, aquele clima realmente estava de sacanagem comigo.

- Então... - Yoongi colocou suas mãos no bolso de seu casaco - Está sabendo que as duplas de quarto irão ser sorteadas, não é?

- Ahn?! Não! Pra quê isto?

- Ah, nós somos pessoas bem infantis. Então, para não ter nenhuma discussão e deixar o passeio mais dinâmico, fizeram este sorteio.

- Mas, temos casais aqui, ninguém irá brigar. J-Hope e Tae, Jimin e Jeon...

- S/n e Yoongi. - Ri e lancei uma cotovelada fraca nele. - Está torcendo para ficar com quem?

- Com Jimin.

- Ah, fala sério! Eu vou sabotar este sorteio. - O loiro olhou para o lado.

- Não faça isso!

- Eu não aguento mais. Passamos o dia nos provocando ontem. Eu estava com a cabeça na lua quando comecei isso?

- Aish, você é tão pervertido.

Já tínhamos caminhado um pouco, e finalmente chegamos na van que nos esperava.

No caminho -que durou mais ou menos duas horas- sentei ao lado de Jimin. Eu não havia forçado ele ficar ao meu lado, nós simplesmente conversamos e acabamos ficando juntos. Yoongi sentiu minha falta e me puxou, deixando Jimin falando sozinho. Quando ele fez isso, todos olharam e lançaram um "hm" prolongado e malicioso. Eu queimei por dentro e por fora de vergonha, mas Yoongi apenas me puxou e me agarrou como uma pelúcia.

Assim que pisamos no hotel, a produção da Big Hit que nos acompanhava apenas para que nada resultasse em algo ruim, nos reuniu e um deles pegou um pote, com seis papeizinhos dentro.

- Aposto que todos estão sabendo do sorteio, certo? - Uma moça baixa de cabelos castanhos e curtos perguntou; nós afirmamos. - Ok, irei começar! - Ela tirou dois papéis enquanto olhava para cima. - Jungkook e... V! - O ruivinho se despediu do namorado e fez bico. - J-Hope e... Jimin! E por último, S/n e Yoongi. - Ela tirou os dois últimos papéis e nos mostrou. Vários risos finos e sacanas viram dos outros.

A moça nos deu o número do quarto e fomos até ele. Perguntei para Yoongi se ele realmente tinha sabotado o sorteio, mas ele disse que não.

- Uau - O loiro olhou para todos os lugares do apartamento luxuoso, que tinha um primeiro andar apenas para o quarto, que tinha duas camas de solteiro. O andar de baixo era ocupado por uma cozinha pequena, um banheiro e uma TV com um sofá pequeno. - Já estou tendo todas as idéias possíveis! - Yoongi fez sinais quando viu o quarto - Iremos juntar as camas e tudo ficará perfeito! - Não respondi nada. - Calma, você não protestou? VOCÊ CONCORDA?

- Vamos com calma. Não se anime.

• Tempo •

Passamos o dia explorando o lugar, indo da piscina até o restaurante do local.

A produção tinha todo o roteiro para os próximos quatro dias, exceto no primeiro, o primeiro dia era livre.

Já estava um pouco tarde quando cansamos de perambular e todos foram para seus quartos. Jimin não perdeu a oportunidade de lançar um "Feliz lua de mel, Yoongi".

Eu já estava pronta em minha cama, com meu pijama longo e fino, quando sinto minha cama mexer-se e o barulho horrendo dela se arrastar pelo chão de madeira.

- Eu falei que íamos dormir juntos!

- Ah... - Cobri meus olhos, com sono.

- Está com sono? - Afirmei. - Sei a maneira certa de tirar seu sono. - Ele deitou após colocar um cobertor entre o espaço que as duas camas deixaram quando se juntaram.

- Ah, vai a merda, Min Yoongi! - Ele percebeu que eu realmente falava sério, então respeitou.

- Ahn... Boa noite - Ele desligou a luz e ligou o abajur que ficava sobre um criado, um pouco longe da cama. Quando pensei que havia permanecido quieto, ouço o barulho que o abajur faz quando é ligado e desligado. Ele ficou lá, brincando, provavelmente esperando que a pequena lâmpada do objeto queimasse.

- O que está fazendo?

- Ah, não sei. - Falou pensativo. - Só queria me desculpar.

- Huh? Desculpas não é o seu tipo. - Me virei para o seu lado.

- É que eu sou tão... não sei o que sou. Eu só não sou romântico, certeza.

- Aonde quer chegar com isso?

- Eu só queria mudar. A partir de hoje eu não serei assim. É tão ingênuo. Não quero perder uma pérola como você.

- Você está bem?

- Eu sou tão covarde! - Ele parou de apertar o botão da pequena luminária e passou ambas as mãos em seu rosto, decepcionado. - Seja difícil. Seja muito difícil. Eu quero te conquistar. Só não desista de mim.

Seus olhos me encaravam; ele me transmitia insegurança e desespero. Nunca, nunca, eu tinha o visto assim. Fiquei sem palavras, achei que seria melhor deixá-lo desabafar, era um momento raro.

- É estranho você falar isso enquanto está deitado na mesma cama que eu.

- Eu só não deixei de ser louco por você. - Ele me abraçou, colando nossos corpos - Que tal começar a ser difícil amanhã? Já lhe tenho ao meu lado, deixa pra mais tarde.

Não tive escolha, ele já estava abraçado comigo, pronto para dormir.

• Tempo •

- ONDE ESTÃO? BOM DIA, ACORDEM! - Ouvi a voz de Jimin ecoar do andar de baixo, já subindo as escadas para abrir a porta do quarto.

Pulei da cama, saindo dos braços do loiro que não acordou com meu susto. Percebi que as camas estavam juntas, senti meu sangue ferver de vergonha. Corri até a porta e a segurei, fazendo pressão para que o ruivo inconveniente não a abrisse.

- Abre, S/n. Já te vi com peças íntimas, isso não me interessa.

- Você não acha isso antiético demais?!

- Eu só quero acordar o meu amigo Yoongi, não precisa ter vergonha.

- Eu mesma acordo.

- Não sei se ele é bom em segundas rodadas nesta hora da manhã.

- JIMIN EU VOU TE MATAR!

- Chega, Jimin. Deixe-os. - A voz de Hoseok invadiu o andar de baixo. SANTO J-HOPE! - Brincadeira, pode abrir. Vamos tirar fotos de Yoongi! - Soltou uma risada maligna e logo ouvi seus pés baterem nos degraus de madeira. Ele estava indo ajudar Jimin, sério? Ou melhor, tirar fotos? Que desculpa mais miserável.

Eram dois homens contra uma garota sedentária. Eu não era nenhuma versão feminina do Hércules, fui jogada para trás quando Hoseok resolveu ajudar. Ambos deram de cara comigo no chão, de pijama longo. Porém, as camas estavam juntas. Eu não podia me manifestar. No meio da confusão, a bela adormecida da história resolveu acordar. Ainda bem, ninguém aguenta um Yoongi de mau humor.

- O que diabos esses dois fazem aqui? - Seu olho esquerdo abriu-se.

- Então, não rolou nada? - Jimin fez uma cara sem-graça. Não entendi, aquela expressão poderia muito bem ter vindo antes de toda aquela confusão. Eu estava terrivelmente irritada.

- JIMIN, O QUE VOCÊ TEM NA CABEÇA? - Yoongi despertou, levantando com o punho fechado, pronto para ameaçar os dois (principalmente o menor) naquela hora da manhã.

Os dois, sem dúvida, saíram correndo. Ele esticou a mão e me ajudou a levantar.

- Não sabia que Jimin era assim. - Falei limpando as mangas de minha roupa que estavam um pouco sujas.

- Eles juntos não dão certo. Passam dos limites. - Yoongi colocou as mãos na cintura, indignado. - Preciso relaxar. - Ele se direcionou para sua mala, pegando um isqueiro e um cigarro. Ele fumava?

- Não, não! - Peguei o cigarro de sua mão. - O quarto irá ficar com um cheiro horrível! Aliás, não ouse fumar isto. - Fui até o banheiro e o joguei no lixo.

- Eu não tinha só este mesmo. E olha, eu preciso, tá legal? - Novamente, ele inclinou-se para buscar um outro cigarro.

- Mas que porra, Min Yoongi! Agora não! Quer que eu enfie um pente na tua garganta? - Ele suspirou.

- Não seja mãe, por favor. Não, calma, eu quero uma família! - Ele sorriu e eu revirei meus olhos.

Yoongi foi até o banheiro, com uma toalha no ombro. Fiz o mesmo; haviam dois banheiros no apartamento. Não demorou muito para eu receber uma mensagem de Taehyung, pedindo para irmos rapidamente para o restaurante do hotel, ou então perderíamos o roteiro da viagem.

Chegamos no local (que não era muito distante) e o vento matinal balançou meus cabelos, fazendo o frio triplicar a queda de temperatura, em minha mente, óbvio. Hoseok e Jimin conversavam sem parar, fingindo que não tinham nos visto. Também não dei bola, não queria passar por mais um desaforo naquela manhã. Tae e Jeon brincavam; risinhos ali e risinhos aqui.

Suspeito.

Todos estavam apenas nos esperando, provavelmente porquê a produção pediu. Assim que chegamos, automaticamente, todos se moveram e foram se servir. Montei meu prato e fui para mesa, onde apenas Yoongi e Taehyung não estavam presentes. Sentei um pouco longe dos outros, não pelo o que havia ocorrido, apenas sentei. Logo depois, vieram os outros dois. Taehyung sentou do lado de Jeon (?) que estava do lado de Hoseok (?). Como assim Jungkook não sentou do lado do próprio namorado? Eles estavam brigados? Senti vontade de perguntar para Jimin, mas eu estava realmente brava. Perdida em meus pensamentos, tentando resolver o quebra-cabeça que estava diante de meus olhos, Yoongi me cutucou, com o seu olhar baixo e atencioso.

- Hey! Coma tudo antes que eu roube seu prato!

- Ah, hm. - Despertei e segurei os hashis tentando manter o foco na comida que logo esfriará.

- O que há com você hoje?

- Nada - Sorri insegura. Ele tirou uma espécie de panfleto do bolso, imprimido de última hora, aparentemente. Era o tão falado roteiro da viagem. Do dia, para ser mais específica. - Wow, quanta coisa.

- Ah, que nada. Pelo menos temos duas horas antes de andarmos por ai. Afinal, nem tem tanta coisa. A cidade é pequena, estamos aqui apenas para ter um contato legal com a natureza.

- Ah. Parece que vocês não têm muito tempo de lazer, não é?

- Ultimamente temos. Mas tem épocas, que nem paramos para dormir. Isso é péssimo. Não para Jimin, que dorme de quatro a seis horas por dia. POR DIA! Ele faz isso porque quer, dá pra acreditar?

- Não - Ri. - Sobre hoje de manhã...

- O que eles queriam? - Yoongi interrompeu minha fala, cochichando.

- Ah, não sei. Queriam nos estressar. Jimin não deveria estar fazendo isso, é irritante.

- Jimin é irritante.

- Para você todos são.

- Quando tiver a oportunidade, irei afogar aquele Smurf na piscina. Prometo.

- Piscina? Quer ter hipotermia? - Fechei ainda mais meu casaco surrado, fazia muito frio.

- No verão, talvez? - Ironizou.

Conversa pra lá, conversa pra cá, e acabei descobrindo o quão atencioso era Yoongi. Ele insistia em me questionar, perguntando se estava incomodada com algo, se queria conversar... Ele também parecia chateado pelo que Hoseok e Jimin tinham feito.

A produção nos levou até a van e assim que todos entraram ela deu partida. Passeamos um pouco, visitamos vários monumentos e lugares de paisagens bonitas, sempre acompanhados de um guia turístico. Ele falava muito rápido, muitas vezes não entendia o que havia dito e Yoongi ria da minha cara, mas logo ajudava. Tiramos bastante fotos, eu estava tranquila. Até ouvir a mulher de cabelos curtos mencionar que as fotos iam ser postadas no Twitter dos Bangtan. Eu não queria receber ódio gratuito, então parei de posar para as fotos.

Eu já estava exausta e desanimada, ainda tínhamos dois lugares para ir. Já estava escurecendo, e o frio ia ficando cada fez pior.

- Isso é uma tortura - Falei encostando na janela, me encolhendo.

- Já está cansada? Mas que fraca. - Yoongi tira um mangá do bolso e liga uma pequena luz que ficava acima de cada passageiro, lendo atenciosamente o gibi.

- Nós somos obrigados a fazer isso?

- Nós, idols, temos que sair sorrindo nas fotos, falando que estamos adorando tal lugar e blá blá blá. Fazemos isso pois é considerado falta de respeito você não visitar ou fazer tal coisa na Coréia. Deveria saber disto.

- Eu sei, apenas pensava que ignoravam essa regra.

- Ignorar... - Ele soltou uma risada nasal. - Se ignorarmos seremos mortos por nossas fãs coreanas. No Brasil ignoram muitas regras?

- Ahn? Não. Claro que não. - Virei o rosto para o lado, não querendo trazer uma má imagem de meu próprio país.

Mais a frente, quando estávamos a caminho do último ponto turístico (já haviam sido sete no mesmo dia), a moça de cabelos curtos, Hyerin, nos entregou pequenos papéis coloridos. Ela explicou que serviriam para a próxima parada, para deixarmos aqueles papéis num mural de visitas. Quando chegamos, todos escreveram suas mensagens. Eram carinhosas, repassavam amor e alegria. Fiquei orgulhosa de minha mensagem, dava um status para WhatsApp perfeito.

- Satisfeita? Já estamos indo. - Yoongi colocou as mãos no bolso de sua jaqueta.

- Sim, muito.

- Poxa, não precisa ser tão ingrata assim. Acho que a produção iria ficar decepcionada se ouvisse isso.

- Ah, só estou com sono. Não enche.

- Nem andamos tanto assim.

- Espera, repete! Nem minha mãe anda tanto assim num shopping, venhamos e convenhamos.

- Se quiser viajar mais vezes conosco, trate de caminhar três horas por dia. Andamos muito.

- Percebi, da pior maneira possível.

Quando chegamos no hotel, não pensei duas vezes antes de me jogar no sofá e dormir. Acordei com o barulho da porta sendo aberta. Olhei para a entrada e vi Yoongi saindo com um isqueiro em mãos. Ele havia ido fumar. Não o impedi. Além de sonolenta, não queria me estressar. Apenas subi as escadas e dormi, desta vez, com a minha cama de um lado e a de Yoongi do outro.


Notas Finais


Queria pedir desculpas pelo capítulo ruim, sinto uma série de bloqueio criativo chegar, estou tendo problemas pessoais </3. Talvez demore um pouco para o próximo capítulo sair, não me matem sz.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...