História Yoongi is a Problem •Imagine Yoongi• - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias 4Minute, Akdong Musician (AKMU), Bangtan Boys (BTS), Block B, EXID
Personagens Hyerin, J-hope, Ji Yoon, Jimin, Jin, Jungkook, Lee Chan-hyuk, Lee Soo-hyun, Rap Monster, Suga, V, Zico
Exibições 111
Palavras 1.654
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Jeon Jungkook isn't a Problem


Hyerin não estava disposta a casar, e sim a desobedecer seus próprios pais. Não ligava se não receberia apoio no futuro tão próximo. Ela estava segura do que ocorria a sua volta, e queria apenas viver a vida com seu filho e marido, nada demais. Em uma coisa, uma única coisa, ela era igual a Min Yoongi. Ambos eram donos de pensamentos semelhantes, que traziam clareza do quão o ser humano é impotente, por isso anda criando regras. Mas ele discordava sempre que algum atrevido notava, já que não ia tanto com a cara dela.

Dentro do quarto, Jimin coçava os braços, nervoso. Ele sentia frustração, ao perceber que não tinha notado tudo antes. Ele podia dar um jeito na Jiyoon, não? Ele sabia que ir a Macau era uma ideia melhor; seria mais longe para aquela vagabunda ir.

- Hum. Fala o que tem de falar, te conheço bem. - Ela olhou para o aquário repleto de peixes saudáveis. - Não consegue se segurar por muito tempo, Park Jimin.

- Tem razão... - O ruivo resolveu sentar na cama, ao lado dela. - Antes de tudo, queria saber se tem algo para me falar. Algo sério. Deve saber do que estou falando.

- Não, não sei mesmo. - S/n duvidava de que ele soubesse de algo.

- Ah, pois bem. - Levantou, colocando comida para os peixes, como haviam lhe dado as instruções. - Duvida de quem seja a bendita substituta? Tem pelo menos alguma ideia de quem seja a peste?

- Peste? A conhece?

- Todos nós. Até o diabo, eles são gêmeos. - Jimin sabia muito bem como tratar de assuntos sérios com piadinhas ideais. - É ela, tinha que ser. - S/n não demonstrou surpresa. Apenas foi um pouco mais para trás, encostando as costas na parede branca. - Não sei o que quer, mas não deve ser algo contigo. Min Yoongi não me contou nada, porém, imagino que Jiyoon queira mexer novamente com o psicológico dele. 

- E se ele voltar a usar drogas? Sabe, o cigarro é uma droga muito melhor que as outras, apesar de me preocupar tanto. - Suspirou. - E se ele trocar o cigarro comum por coisas piores?

- Há chances. Quem sabe?

- Tenho vergonha de admitir, mas eu não liguei quando vi Yoongi triste anos atrás. Eu fui tão burra? Eu ignorei ele de verdade?

- Vocês nem se falavam. Praticamente eram desconhecidos. Ele apenas te ajudava, por mais que a senhorita não desse a mínima. Deu para perceber que ele mudou depois que você resolveu acordar, sair daquela vida com o Namjoon, sabe?

- Nem me lembre. - Puxou a boca para o lado, tentando sorrir. - O que eu tinha?

- Doença. Se fosse eu, agarrava o Yoongi e não soltava mais. A fila anda, tá? - S/n riu, e ele não esperou nenhuma resposta, já que apenas dissera verdades.

- Anda, é? - Jeon Jungkook resolveu aparecer. - Deve saber muito da vida do hyung, não é? Vocês são realmente melhores amigos.

- Procura algo para fazer, Jungkook. Nós somos amigos.

- Yoongi é hétero, certo? - S/n indagou. Não havia motivos para Jeon não gostar da relação dele e do namorado, restava ela se preocupar à toa.

- É claro! Ele anda assim, fazendo papel de otário. - Apontou para o moreno.

- E Kim Taehyung? Onde ele está? - Carta velha sendo usada, Jimin já não se importava mais.

- Pegando Hoseok, talvez? Ah, cresce! Tentando usar o próprio amigo contra mim, que idiota.

- Nossa, que fome. Vou na cozinha. - S/n saiu correndo, não queria assistir um assassinato ali à sua frente.

- Okay Jeon, senta aqui. Devemos conversar.

- Não quero.

- Vem logo, vamos fazer algo útil.

- Eu já tentei! - O mais novo cruzou os braços. - Você é difícil de lidar...

- Sou, é?

- Sim! - Encarou o baixinho. - Mas que porra, Park Jimin! Eu não quero conversar.

- Como quer que algo se resolva num passe de mágica, então? Eu preciso saber de algo, Jeon Jungkookie.

- Um pedido de desculpas é pedir demais? Seria como te crucificar? - O ruivo se assustou com tamanha brutalidade.

- Desculpas, então. - Sorriu fraco, organizando as próximas palavras.

- Wow, sou bem barato. Vai se foder. - Levantou.

- Desculpas por dar atenção à Min Yoongi, ele merece também. Para a sua felicidade, ele arranjou alguém importante, que pode cuidar dele. Sinto muito por ter sido babá daquele garoto por muito tempo, devo ter esquecido de você. Mas agora posso ser seu, e você meu, seria pedir demais?

- Sim, até demais. Não irei te perdoar tão fácil.

- AH, PRA QUÊ ISSO? EU ABRI O MEU CORAÇÃO, JOGUEI O MEU MELHOR AMIGO NO LIXO, APENAS PORQUÊ EU TE AMO! - Jeon riu, se aproveitando do momento e puxando o mais baixo para um abraço.

- Se eu soubesse que queria tanto um abraço, teria lhe dado antes.

- Como assim, garoto?

- Estressado. Pode pedir uns abraços quando estiver assim. Só lhe garanto que não pode pedi-los para Yoongi, aquele ladrão.

- Ladrão? - Jimin o encarou, rodeando seus braços pequenos o corpo de Jungkook. - Possessivo! Não gosto quando não confia em mim, magoa.

- Não é a minha intenção. De modo algum. - Selou seus lábios, sentindo o gosto doce do namorado. - Desculpas. Prometo não te incomodar mais.

- Melhor incômodo que Deus me deu. - Jimin o puxou para um beijo demorado, com saudades daquilo.

S/n quase gritou quando uma mão larga pousou em seu ombro.

- Te assustei, bisbilhoteira? - Yoongi sorriu, curvando suas costas e vendo a cena. - Que horror, não sabia que curtia ver isso!

- Não é isso! - Ela o puxou para mais longe. - Estou apenas vendo se não iria rolar tapas. Nunca se sabe quando eles realmente vão se reconciliar. - O som forte da porta do quarto mais próximo ecoou, assustando os dois que dialogavam.

- Wow, não somos os únicos que fazemos as pazes dessa forma.

- Idiota.

- Vem, não estou afim de escutar gemidos alheios. - Yoongi a puxou até a sala, sentando numa cadeira qualquer. - Uma pena aquela nossa conversa acabar tão de repente. Eu estava preparado.

- Ah, cala a boca. - S/n procurou Hyerin pelo cômodo, mas parecia ter ido embora. Aquilo tudo era mesmo uma desculpa para relações maliciosas. Yoongi percebeu também.

- Okay, se foi tudo uma desculpa para eles, eu vou dormir. - Mentiu, indo até a porta. - Vai ficar plantada aqui? Estou com sono.

Ele saiu, e S/n foi junto, como um patinho idiota, tão tolo quanto uma porta.

O loiro não perdeu tempo quando escutou a porta do próprio apartamento ser fechada, e prendeu a garota contra a mesma.

- Ya, quem pediu para você vir? Não quis ficar lá por qual motivo?

- Quer que eu volte para ficar com o quarto inteiro para ti?

- Não, não! Prefiro dividi-lo com alguém especial. De preferência, na mesma cama - Sussurrou, mordendo o lóbulo dela, o lambendo em seguida.

Hot On

A puxou até o quarto, com certa dificuldade, por causa dos degraus. Selou seus lábios com velocidade, mudando constantemente a posição de sua cabeça, procurando ainda mais contato no ato. S/n o jogou na cama, marcando seu pescoço, logo tirando sua camiseta. Arranhou com leveza seu abdômen, o fazendo arrepiar por inteiro. Lambeu a região, depois indo diretamente aos seus lábios e liberou o loiro para que mudasse suas posições. Yoongi desabotoou sua blusa, que era repleta de botões na parte da frente. As mangas longas o incomodaram, mas conseguiu tirá-la fácil. Fitou os seios ainda cobertos pelo sutiã rosa claro, sentindo saudade daquela cena agradável.

- Seria pecado te desejar ainda mais?

- Ainda mais? Não seria impossível? - Falou a menina entre risos, sendo surpreendia pela mão do garoto, que escorregou até os cós de sua calça justa.

- Odeio e amo calças justas. Ficam bem em você. Mas nessas horas... - Ele riu. - Seu corpo complica as coisas. Complica de modo tão bem...

Rapidamente, tirou a calça. S/n tirou a calça jeans do garoto, tendo a visão de sua box estragada de pré-gozo, sufocando seu membro, que a fazia sentir um roçar na própria intimidade.

- Deixe-me aproveitar, apressada. - O sutiã da garota saiu fácil, e Yoongi logo atacou seus seios, explorando um, e estimulando o outro, a fazendo arfar. A garota aproveitou o momento e desceu a peça íntima dele, brincando com o membro, chupando os próprios dedos depois, um por um. - Ah, S/n. Não faz isso.

Logo, ambos estavam despidos. Yoongi posicionou dois dedos, os estocando de leve, fazendo com que S/n se contorcesse. Em seguida, levou os dedos à boca, como de costume. S/n inverteu as posições, baixando sua cabeça, deslizando a língua pela glande rosada, depois lambendo toda a extensão do membro rapidamente, até senti-lo pulsar mais que o normal. Yoongi rapidamente pegou uma camisinha do móvel ao lado; um criado branco. Ela se perguntava quando ela havia sido inserida ali. O loiro rapidamente a colocou, penetrando devagar, para provocá-la, ouvindo gemidos baixos da mesma.

- Você gosta assim, huh? - Apenas escutou um gemido manhoso como resposta. - Okay, e assim? - Aumentou a velocidade, a beijando de jeito desengonçado, já que a garota se movia, morta de prazer.

Yoongi jogou a cabeça para trás, escutando gemidos altos de S/n. Sem perceber, a velocidade aumentou, e o som de seus corpos se chocando apenas ecoou, emendados com gemidos baixos de Yoongi, diferente dos da garota. Ela sentiu o membro pulsar dentro de si, logo depois liberando seu líquido. O loiro soltou um gemido, e deitou ao seu lado, cansado. Selou seus lábios num beijo demorado, e ambos sabiam o que queriam dizer.

- Eu te amo. - Disseram em uníssono

 

 


Notas Finais


CURTO POR CAUSA DO HENTAI <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...