História Yoongi's Hope - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 16
Palavras 1.114
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeiramente, boa madrugada.

Segundamente, não tem nada pra falar não, na verdade.

Até as notas finais *

Capítulo 2 - Sobre o terrível reencontro


Fanfic / Fanfiction Yoongi's Hope - Capítulo 2 - Sobre o terrível reencontro

   As pessoas olhavam a cena meio  confusas, onde estaria  o cara que proporcionou o acidente ? Não havia nenhum outro carro ou pessoa ferida ali que não fosse Yoongi.

     Todos as pessoas que estavam ali já haviam chamado o socorro e a polícia, aquilo estava no mínimo muito estranho.

       O barulho de sirenes de ambulâncias e carros de polícia, ecoavam pelas ruas escuras de Seoul.

                              [×X×]

      O ruivo estava deitado de qualquer jeito no sofá, era muito raro ter uma folga do hospital onde trabalhava, então estava aproveitando  fazendo vários nada.

      Uma série qualquer passava na televisão, o rapaz estava tão mergulhado em pensamentos que não estava prestando tanta atenção no que a loira sem sal estava  falando.

        Bufou e desligou a televisão, foi para o quarto onde pegou um caderno de capa preta e  se deitou na cama.

      Ao olhar para o caderno, não pode evitar que um sorriso tomasse conta de seus lábios.

      Estava ali, os mais simples e puros ou nem tão puros as assim sentimentos de um jovem que estava na faculdade.

        Fazia um bom tempo que não pegava naquele caderno, mas por algum motivo seu coração o levou até ele.

        Abriu o mesmo, leu mais uma vez as palavras que ele mesmo havia escrito alguns anos atrás.

        Se perguntava como era possível, depois de tanto ainda gostar do garoto de cabelos verdes da faculdade, que com certeza deveria estar muito diferente.

         Hoseok sorriu triste ao ler a última folha do caderno, lá estava a sua maior confissão e talvez a prova de que era amor.

           Amor....

      O celular tocou, fazendo Hoseok despertar de seus pensamentos. Levantou da cama e pegou o aparelho.

    A tela mostrava o número que ele já conhecia muito bem, então apenas atendeu.

        Se arrumou rapidamentedepois de receber a notícia de que um novo paciente havia dado entrada no hospital em estado grave.

                            [×X×]


       < Yoongi On >

     Meu corpo não me obedecia, meus olhos pareciam pesar uma tonelada e era quase impossível manter os mesmos abertos, sentia o ar me deixando aos poucos e a única que eu conseguia sentir era uma terrível escuridão.

       Alguns flashs rápidos apareciam na minha cabeça, de momentos que eu já havia vivido e pessoas importantes pra mim. E no meio disso tudo, lá estava ele....

           Ver a imagem do rapaz, fez eu me sentir em paz e deixei que aquela escuridão me levasse, como se eu já estivesse completo apenas por ver uma simples imagem que só existia em minha cabeça.

            Meus olhos iam se fechando cada vez mais, até que senti uma pequena luz no meio de toda aquela escuridão e então, eu abri os olhos novamente.

            - Vai ficar tudo bem Yoongi, estou aqui com você - a voz doce falou meio trêmula.

          Mesmo com dificuldade, consegui olhar para o rapaz que repetia a todo segundo que ia ficar tudo bem.

           Era ele, o garoto da faculdade...

         - O-onde estou ? - pronunciei com muita dificuldade.

       Ele me olhou incrédulo e também esperançoso, sorriu pequeno pra mim e respirou fundo.

         - No hospital - respondeu.

      Depois que ele me respondeu, ainda o fitei por muito tempo até sentir aquela terrível escuridão novamente e dessa vez ela me levou ....

                         [X×X]

        Já no hospital, o coração de Hoseok falhou uma batida ao ver o rosto conhecido. Sentiu seus olhos arderem um pouco e correu até o mesmo para lhe prestar socorro.

        A esperança tomou conta de si, quando o rapaz consegiu pronunciar algo, mesmo que com muita dificuldade.

                          [X×X]


        Depois de tentarem de tudo, um Hosoek cansado e em lágrimas se sentou na poltrona do lado da cama de Yoongi.

          Segurou a mão gelada com certa força, como se quisesse passar segurança e esperança de que ele iria sair daquela situação.

             - Yoongi, acho que você não lembra de mim - falou e respirou fundo - mas eu lembro de você, e o senhor não pode me deixar - falou enquanto chorava.

                 - Eu ainda preciso te dizer muitas coisas, a gente ainda precisa viver muitas coisas - sussurrou para o outro - eu queria  muito de encontrar, mas não desse jeito, droga -.

     Tentou normalizar sua respiração e cessar seus soluços ao ouvir batidas na porta, murmurou um breve " entre " e viu a porta sendo aberta lentamente.

        - Doutor Jung, tem um moça lá fora querendo falar com o senhor - Clara disse para o rapaz.

        - Olhe ele pra mim, eu volto já - falou e sorriu fraco para a garota.

         Ao sair da sala, deu de cara com a garota e não soube como reagir muito bem. Sentiu os braços da garota em volta de seu pescoço, ele apenas deixou que ela lhe abraçasse.

         Ouviu os soluços baixos da garota, passou as mãos pelos cabelos cacheados afim de trazer algum tipo de conforto.

        - Como ele está ? - a garota perguntou se separando de Hoseok.

      As palavras se perderam em sua garganta, não era uma missão fácil dar tal notícia.

            - Não sei, eu não sei - falou baixinho.

           A garota sorriu fraco, ela sabia dos sentimentos do amigo por seu irmão e podia imaginar o quanto ele estava sofrendo com aquela situação.

           - Eu não sei como te contar isso - confessou.

          A mesma já se preparava mentalmente para qualquer notícia, porém ela tinha que se manter forte diante daquela situação, ela sabia que Hoseok iria precisar de alguém para ser seu chão.

          - Meu namorado está na lanchonete do hospital, vamos lá pra você tomar alguma coisa e você me conta - tentou parecer calma.

                           [X×X]

           Já na lanchonete, um silêncio incômodo estava no ar, Hoseok olhava pro nada, e de repente, as lágrimas começaram a cair de seus olhos.

            - Vai ficar tudo bem Hobi, você sabe que ele é forte e vai sair dessa - ela disse.

           - Ele parecia tão frágil, tão indefeso - respirou fundo - eu não esperava reencontrar vocês desse jeito.

           - Eu também não queria te reencontrar desse jeito - disse fazendo um carinho de leve no braço do ruivo.

            - Eu nunca falei com ele e quando tenho chance, na verdade, eu não tenho - falou escondendo o rosto entre as mãos.

           - Calma, vai dar tudo certo. Agora, eu quero que você me fale o que aconteceu com meu irmão - ela falou.

             - Pelo que eu sei, ele sofreu um acidente muito feio, o carro capotou e agora ele tá nessa situação - respondeu triste.

             - Que situação ? - perguntou.

            Hoseok mordeu o lábio inferior em sinal de nervosismo, os olhos sem vida encontraram o da garota e ele soltou o ar pesado.

           - Ele está em coma Becca...

 
     


Notas Finais


Primeiramente, erros ortográficos devem ser o que ? Isso mesmo, perdoados \●/

Segundamente, eu amo vocês ok ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...