História Yoonmin Pulfir - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts Lemon, Chimchim, Jimin, Jungkook, Min Suga, Min Yoongi, Namjin, Park Jimin, Rap Monster, Seokjin, Sugamin, Taehyung, Taekook, Vhope, Vkook, Yaoi, Yoongi, Yoonmin
Exibições 478
Palavras 1.603
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo extra :33

Espero que gostem

Boa leitura

<3

Capítulo 22 - Isso tem que acabar


POV'YoonGi

Quinta-feira
09:50hrs

Estava no final da aula de física. Logo o sinal tocou anunciando o começo do intervalo. Peguei meus livros e sai de sala indo até meu armário, precisava pegar meu livro de química para a próxima aula, mas só pegaria o livro depois, agora só deixaria os outros livros ali.

- hyung! - exclamou Jimin, me assustando. - saiu tão rápido de dentro de sala que nem me deu tempo de te acompanhar

- não me assuste assim, Jimin. - respondi abrindo meu armário. - precisava deixar esses livros aqui...

- Ah, desculpe pelo susto. - riu baixo. - já acabou aí? Estou com fome... - fez bico, achei extremamente fofo. Por um momento tive vontade de morde-lo, mas voltei a realidade.

- pode ir, não estou com suas pernas e você não precisa de mim para fazer tudo. - dei de ombros. - não nascemos grudados e você é independente

- tudo bem. - disse Jimin olhando pra baixo e saiu sem me dar tchau.

Talvez eu tenha sido um pouco grosso, mas não foi minha intenção fazê-lo se sentir triste. Eu faço as pessoas ficarem triste sem querer, é como se fosse um dom meu. Suspiro e termino de guardar tudo. Jimin tem ficado bem próximo de mim ultimamente. Não que eu não goste, eu gosto até... Mas também não gosto de grude, preciso de espaço mas ao mesmo tempo quero alguém perto de mim. Eu sou bem confuso, tanto que as vezes nem eu me entendo.

Fecho meu armário e ando em passos calmos até o refeitório, pego alguma coisa para comer e vou atrás da minha matilha, encontro o resto da manada em uma das últimas mesas. Vou até eles que conversavam e riam alto. Chego mais perto e vejo... Jimin? Por mais que a gente tenha se aproximado, nos tornados amigos e tal. Ele nunca tinha sentado comigo e com os meus amigos no intervalo, sempre ficava com Taehyung, mas este também estava ficando mais próximo de mim de um certo modo, afinal, ele namora Jungkook,os dois sempre estão juntos.

- olá. - disse me sentando ao lado de Jin. Observei Jimin que nem reparou que eu havia chegado e conversava animadamente com Kyungsoo a seu lado.

- se olhar matasse... Coitado do Kyungsoo... - disse Namjoon.

- que? - Jimin perguntou confuso. Olhei para Namjoon como se fosse matá-lo, o mesmo apenas riu e continuou conversando com Jackson.

- algum problema, YoonGi? - Kyungsoo perguntou.

- não, nenhum. - respondi sorrindo falso. Bebi um gole do meu refrigerante e revirei os olhos vendo Jimin rir porque Kyungsoo tinha contado uma piada, que na minha opinião não foi nada engraçada.

- acho que alguém aqui está com ciúmes... - Jin sussurrou no meu ouvido.

- quem? - perguntei confuso.

- não sei YoonGi, talvez uma vela andante que está aqui do meu lado. - disse Jin, revirei os olhos e peguei meu bolinho mordendo um pedaço do mesmo.

- está tudo bem mesmo, Suga? - perguntou Hoseok me olhando.

- claro, porque não estaria?

- não sei... Você está amassando o bolinho na sua mão... - respondeu olhando para minha mão. - e também está vermelho... E tá olhando de um jeito assustador para o D.O. - disse olhando para todos na mesa parando o olhar em Kyungsoo.

- está parecendo um psicopata. - disse Jackson.

- não estou. - respondi encarando Jimin que me olhava sorrindo de lado. - licença. - disse me levantando, andei até o banheiro e entrei no mesmo. -  "você é tão engraçado, Soozinho" "você é tão fofo envergonhado". - afinei a voz tentando imitar a de Jimin enquanto lavava as mãos. - aish, que ridículo... - revirei os olhos.

- falando sozinho, hyung? - Jimin perguntou me encarando da porta.

- sim. - respondi friamente enquanto secava minhas mãos.

- está tudo bem, hyung? - perguntou chegando mais perto.

- tô ótimo, Jimin. Estou ótimo...- respondi.

- mesmo? Não parece...

- eu estou bem, okay?! - exclamei, Jimin arregalou os olhos e deu um passo pra trás. - me desculpa por ter gritado com você...

- tudo bem. - sorriu. - hyung... Posso lhe fazer uma pergunta?

- sim... - respondi me escorando na pia tentando me acalmar.

- certo... Bem... - começou. - ... O Kyun... - o interrompi.

- se for pra falar daquele projeto de gente é melhor nem começar! - exclamei bufando.

- o que há de errado com você hoje, YoonGi? - ele nunca me chamava de YoonGi... Só me chamava pelo nome quando estava triste ou com raiva... O que eu fiz de errado agora?

- nada, agora se me dar licença eu tenho que ir. - disse já vermelho de raiva.

- toda. - respondeu revirando os olhos. Bufei e sai do banheiro indo até a quadra.

Sempre que eu estava com raiva, ou precisava ficar sozinho eu ia para a quadra, pegava uma bola de basquete e ficava arremessando a mesma na cesta. Isso de alguma forma me acalmava. Fiquei lá não sei quanto tempo. Já estava suado e continuava arremessando a bola na cesta, sempre acertando todas as jogadas.

- você joga bem. - disse Jimin da arquibancada me assustando.

Fingi que não tinha o ouvido e continuei arremessando a bola. Jimin continuou ali, percebi isso sentindo o seu olhar pesar sobre mim. Aquilo já estava me incomodando. Arremessei a bola uma última vez na cesta e fui até o vestiário. Como eu fazia parte do time de basquete sempre deixava uma roupa minha reserva no meu armário. Eu estava bastante suado e precisava de um banho urgentemente. Odiava suor.

- que bela visão estou tendo, privilegiada. - ouvi a voz de Jimin atrás de mim. Me virei e vi o mesmo escorado no batente da porta sorrindo de lado.

- o que você quer, Jimin? - perguntei entediado.

- você, hyung. - disse, arregalei os olhos não acreditando no que acabara de ouvir. Fui virado bruscamente por Jimin, o mesmo me fez olhar em seus olhos. - olhe pra mim, hyung...

- Jimin... - o que ele estava fazendo? Eu estava com raiva dele, e ele sabia disso.

Jimin me empurrou me fazendo sentar no banco que tinha no meio do vestiário.

- hyung. - disse manhoso subindo no meu colo.

- Jimin... Pare com isso... - tentei dizer, mas Jimin começou a rebolar encima do meu membro me fazendo soltar um gemido baixo.

- hyung... Está com raiva de mim? Hum? - começou a mover sua cintura de forma lenta.

- pare com isso... - quase implorei, se ele não parece agora, não iria responder pelos meus atos depois.

- você quer que eu pare, hyung? - me olhou nos olhos. - quer? - o encarei, o mesmo mordeu seus lábios de forma sexy.

- J-jimin... Não faz isso... - ainda tentava pará-lo, mesmo não querendo.

- isso o que, hyung? - sussurrou no meu ouvido, me encarou novamente mordendo os lábios. Meti o foda-se e o beijei, sim, eu o beijei.

Não me importava mais com nada naquele momento, ele estava me provocando e conseguiu o que queria. Selei nossos lábios em um beijo selvagem e cheio de luxúria. Pressionei sua cintura pra baixo, fazendo com que nossas intimidades se tocassem. Jimin gemeu manhoso me fazendo ficar ainda mais ereto.

- você é tão lindo. - disse enquanto beijava seu pescoço, marcando o mesmo com um chupão não me importando se ficaria a marca depois, pelos menos isso serviria para o Kyungsoo ver que Jimin tinha dono. Pera, que?! O que eu estava pensando? Ah YoonGi, o que você está fazendo?!

- oi? Tem alguém aí?! - alguém perguntou. - YoonGi? Está aí?

- ah, merda! - exclamei baixo e Jimin me olhou com uma cara de interrogação.

- Alguém? - a voz foi se aproximando mais, percebi ser Jungkook. Jimin saiu do meu colo entrando em uma das cabines.

- no vestiário! - gritei para que ele pudesse me ouvir. - o que quer aqui? - perguntei furioso.

- ainda de mal humor? Só vim ver se você estava bem...

- sim, sim. Estou bem. - respondi. - mais alguma coisa?

- está bem mesmo? Você está tão estranho hyung. - me olhou curioso. - H-hyung... Porque... Está excitado? - perguntou corando. Merda.

- n-não... E-eu... Não tem interessa Jungkook! Agora que já viu que estou bem, pode ir indo. - disse nervoso.

- tudo bem... Você viu o Jimin? Não o vejo já tem algum tempo... Tae hyung disse que ele não estava na sala... - neguei com a cabeça. - que estranho... Bem, eu já vou indo... Boa sorte aí. - e saiu.

- puta que pariu, essa foi por pouco. - disse Jimin saindo de dentro da cabine. Peguei uma toalha e entrei em uma das cabines, trancando a mesma, só por precaução. - não quer ajuda aí não, hyung? - perguntou Jimin, senti a malícia em sua voz, não respondi, apenas comecei a tomar meu banho tentando raciocinar direito. - hyung... Não vai me responder? Ainda está com raiva de mim? - perguntou de forma fofa, mesmo eu não vendo já sabia que Jimin estava fazendo um bico extremamente adorável.

- vai embora Jimin, depois conversamos direito. - respondo.

- tudo bem hyung, até depois. - respondeu e saiu cantarolando.

- o que eu fiz?... - perguntei a mim mesmo não acredito no que acabara de acontecer. Quase transei com Jimin na escola pela segunda vez? No vestiário para ser mais exato... Quantas vezes nós já quase transamos?

Isso tem que acabar....


Notas Finais


Desculpe qualquer erro ortográfico

Espero que tenham gostado e até o próximo capítulo
Fui <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...