História Yoonmin Pulfir - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts Lemon, Chimchim, Jimin, Jungkook, Min Suga, Min Yoongi, Namjin, Park Jimin, Rap Monster, Seokjin, Sugamin, Taehyung, Taekook, Vhope, Vkook, Yaoi, Yoongi, Yoonmin
Exibições 551
Palavras 1.377
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ainda não estou muito contente com esse capítulo. Fiz ele umas sete vezes e ainda não estou satisfeita. ;--;

Espero que gostem ;-; <3

Desculpa aí qualquer erro ortográfico e boa leitura! 🌚🌸😌💕

Capítulo 24 - Apaixonado


Fanfic / Fanfiction Yoonmin Pulfir - Capítulo 24 - Apaixonado

POV'YoonGi

Espero não me arrepender de ter dado essa chance a Jimin. Estou bem confuso, tanta coisa aconteceu nesse pouco tempo. Realmente não quero que Jimin me decepcione.

- Hyung, preciso de sua ajuda. Agora. - disse Hoseok.

- o que foi, Hobi?

- preciso que você venha comigo até o shopping, preciso comprar algo e preciso da sua opinião e de sua ajuda. - pediu fazendo bico.

- ah Hobi... Eu estou cansado...

- cansado de que? Nem foi pra escola hoje! Não fez nada o dia todo. - cruzou os braços me encarando.

- não fazer nada cansa, sabia?

- vamos logo, por favor hyung.

- tudo bem. Só vou buscar uma coisa lá encima. - disse e subi as escadas indo em direção ao meu quarto, peguei minha carteira e meu celular.

- vamos logo, Suga!

- já tô aqui. Eu hein, pra que essa pressa toda?

- n-não é nada... Só quero ir logo.

- okay...

--//--

- o que acha? - perguntou Hoseok me mostrando uma peça de roupa íntima.

- ousado...

- vou levar essa aqui também. - ele disse sorrindo para a moça que estava lhe trazendo mais peças. - olha essa hyung, sexy, não é? - sorriu me mostrando uma outra peça, agora uma cinta-liga preta.

- você não vai comprar isso, não é?

- e porque não? - sorriu e chamou a moça. - Essa aqui também moça. - disse e entregou a peça.


Já estávamos naquele loja fazia uns quarenta minutos, e Hoseok não parava de escolher peças de roupas íntimas e acessórios. Ele tentou me fazer comprar alguma coisa, mas eu nunca iria usar algo do tipo, não que eu não goste, mas eu não me imagino usando algo do tipo. Só saímos daquele maldita loja por volta das cinco da tarde. Quase agradeci aos céus de joelho quando finalmente consegui tirar Hoseok de lá.

- devia ter comprado algo, Suga.

- já disse que não, Hoseok. - respondi comendo meu lanche. Agora estávamos na praça de alimentação.

- okay, seu chato - mordeu um pedaço de seu sanduíche. - Suga, você gosta do Jimin?

- não sei... - suspirei. - as vezes acho que sim... As vezes acho que não... - encostei minhas costas na cadeira tomando meu suco.

- entendo. Espero que vocês deem certo. - sorriu. - acho que ele realmente gosta de você, hyung.

- porque acha isso, Hobi?

- bem... O jeito que ele olha pra você, o jeito que sorrir quando está falando com você, ou quando rir de qualquer besteira que você faça. - olhou para trás de mim. - ou o jeito ciumento dele, mesmo ele não admitindo sentir ciúmes de você. Você não percebe?

- Oh... Sim. - cocei a nuca. - amo aquela risada...

- e eu amo seu sorriso. - ouvi aquela voz já reconhecida por mim atrás de mim.

- Jimin! - exclamei assustado. - você tem que parar de fazer isso, aparecer assim do nada. Vai acabar me matando de susto.

- desculpa hyung. - disse beijando minha bochecha. - olá Hoseok. - sorriu amigável para Hobi, o mesmo respondeu com um aceno.

- senta aí, Jimin. - disse Hoseok. Jimin se sentou ao meu lado. - veio sozinho?

- não, vim com Amber. - ele disse sorrindo. Resmunguei baixo e voltei minha atenção para o meu lanche.

- Amber? - perguntou Hoseok confuso.

- uma amiga, na verdade minha melhor amiga. - respondeu sorrindo.

- ah sim... - disse Hoseok sorrindo fechado. - tudo bem, Suga? - resmunguei um sim baixo. - eu acho que já vou indo... Tenho que fazer uma coisa... - sorriu travesso. - Tchau Jimin, tchau Suga. - se despediu e saiu me deixando sozinho com Jimin.

- então... O que vieram fazer aqui? - perguntou Jimin tentando iniciar uma conversa.

- Hobi quis comprar umas coisas e me pediu ajuda. - dei de ombros. - e o que você veio fazer aqui com a, Amber?

- ela veio comprar um presente e pediu minha ajuda.

- e onde ela está agora?

- com Dahyun, provavelmente...

- ah... - respondi e um silêncio prevaleceu. Continue comendo o resto do meu lanche, acabando o mesmo em uma última mordida. Sinto o olhar de Jimin sobre mim, e o encaro. - o que foi?

- seu rosto... Tá sujo. - disse rindo.

- porque você não limpa? - sorri maroto.

- não sabia que era assim, hyung. - disse rindo e pegando um guardanapo.

- você se acostuma. - respondi e o puxei lhe dando um selinho rápido o vendo corar. - você fica fofo assim.

- A-assim co-como?...

- gaguejando e vermelhinho.

- para, hyung. - disse e escondeu seu rosto em suas mãos pequenas.

- aigoo, Jimin. - sorri e tirei suas mãos de seu rosto e lhe dei outro selinho rápido o fazendo corar ainda mais, se é que era possível. - tão fofo.

- melhor você parar, se não daqui a pouco o tomate vai ficar com raiva de mim. - riu.

- tudo bem. O que acha de ir na sala de jogos?

- ótima ideia! Vamos. - me puxou animado. Ri de sua atitude infantil e me deixei ser arrastado por Jimin.

- vamos naquele, sou bom em basquete. - o puxei até um brinquedo onde tinha que  arremessar a bolinha na cesta para ganhar pontos.

- você é bom...

- eu sei.

- convencido... Vamos naquele ali. - me puxou até um de dança.

- fique sabendo que eu sou o mestre da dança. - eu disse me alongando.

- veremos. - Jimin escolheu a música e veio para o meu lado antes do jogo começar.

- é sério isso? - olhei para Jimin que estava rindo. O jogo começou e a música da Lady Gaga começou a tocar.

Eu sabia que estava parecendo uma minhoca sendo eletrocutada mas eu não me importava. Jimin ria alto e aquilo me fazia sorrir. A risada dele me fazia me sentir feliz, incrivelmente feliz. Foi aí que eu percebi que esse som era o melhor som que eu já tinha ouvido em toda minha vida, eu queria gravar aquela risada e ficar ouvindo por horas e horas, dias, semanas, meses, anos, décadas... Pra sempre.

- venci! - exclamou Jimin dando pulinhos. - quem era o mestre da dança mesmo?

- fique sabendo também que eu deixei você ganhar. - respondi tentando normalizar minha respiração, isso cansa muito. Eu tô morrendo alguém chama o samu.

- gostou? - perguntou Jimin.

- sim, claro.

- vamos de novo então! - disse animado.

- Jimin! Eu acho melhor irmos em outro... Por favor...

- porque?

- porque... Porque tem outras pessoas querendo dançar. Vamos naquele. - o puxei até uma máquina de urso.

- eu quero aquele! - Jimin disse apontando para um coelho branco e azul.

- okay... - coloquei o dinheiro na máquina e tentei pegar o coelho. Não foi dessa vez. Coloquei outra moeda na máquina, dessa vez foi quase. - merda. - resmunguei e tentei novamente, e nada. - sua máquina sugadora de dinheiro! Eu vou pegar a merda daquele coelho nem que eu tenha que quebrar essa bosta. - disse irritado e tentei novamente, tava quase... PEGUEI! - Aah! Eu disse que ia conseguir. - comemorei fazendo a dancinha da vitória.

- pensei que teria que ficar aqui até amanhã. - disse Jimin rindo. - obrigado hyung. - agradeceu pelo coelho de pelúcia, quase esmagando o mesmo em um abraço.

- já está ficando tarde... Acho melhor irmos. - disse olhando a hora em meu celular.

- tudo bem.

Chamei um táxi e o mesmo não demorou muito. Primeiro deixei Jimin em sua casa, me despedi dele com um beijo em sua bochecha e fui para a minha casa. Paguei o táxi e finalmente entrei em casa. Subi as escadas quase me arrastando, estava exausto. Vida de sedentário é difícil. Me joguei em minha cama e me permiti sorrir ao lembrar de hoje mais cedo, tinha sido um dia incrível e muito divertido. Estávamos nos dando tão bem. Jimin era tão adorável, fofo, lindo, divertido... Acho que eu realmente estou apaixonado por Park Jimin, só não sei se isso é bom ou ruim.




......


Notas Finais


Como vocês leram, o capítulo é fofinho 😄😄😊

Espero que tenham gostado

Até o próximo capítulo :333
Fui 💕😌🌸


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...