História You and I. - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Gaasaku, Sasusaku
Exibições 1.504
Palavras 3.241
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 28 - Vem comigo.


Fanfic / Fanfiction You and I. - Capítulo 28 - Vem comigo.

 

Diga que me ama na minha cara

Eu preciso disso, mais do que do seu abraço

Só diga que me quer, isso é o bastante

Meu coração está se despedaçando pelos seus erros

 

Sasuke comprimiu os lábios, não pareceu surpreso com que a Sakura disse.

- Não vai dizer nada? – Sakura cobrou.

- Quem é Hideki? – Gaara perguntou se intrometendo na conversa, querendo também algumas respostas.

- Agora não, Gaara. – ela disse ainda fuzilando Sasuke com o olhar.

Gaara bufou irritado.

- Tanto faz, foda-se vocês. – latiu as palavras irritado antes de sair, irritado.

Sakura não pareceu se importar com o que Gaara disse ou com a saída dele, ela continuava encarando Sasuke esperando a explicação de Sasuke.

Sasuke suspirou parecendo indiferente ao drama que Sakura estava fazendo.

- Eu não disse que nós estávamos namorando. – colocou as mãos dentro dos bolsos da calça.

- E o que você disse pra ele? – ela estreitou os olhos.

- Dei a entender que se dependesse de mim e do Naruto, ele não chegava perto de você. – disse com a mesma emoção que diria “o dia está ensolarado”.

Sakura arregalou os olhos antes de estreitar os olhos, fechando as mãos em punhos. Seu rosto ficou vermelho de raiva, ela tremia de tanta raiva que estava sentindo.

- Como é que é?! – gritou pegando Sasuke desprevenido. – Sasuke, se isso for mais uma das suas idiotices com o Naruto pra me manterem longe igual  fizeram com o Gaara... – disse em tom de ameaça.

- Naruto não tem nada haver com isso. – ele a cortou.

- Então você admite que fez aquilo pra afastar ele?! – ela soltou uma risada, incrédula. – Por que fez isso?

Sasuke ficou em silêncio, com sua calmaria de sempre o que irritou mais ainda a garota. Sakura grunhiu, balançando a cabeça negativamente. Ela já estava pronta para ir embora e voltar para o vestiário quando Sasuke decidiu falar.

- Eu fiz isso porque gosto de você.

Sakura congelou no lugar arregalando os olhos. Seu cérebro entrou em pane por um momento e ela esqueceu completamente do contexto da conversa.

- Sasuke... – disse balançando a cabeça negativamente, se recusando a ter esperanças ao ouvir aquilo.

Inconscientemente, ela deu um passo para trás, cruzando os braços como se estivesse tentando se proteger do que Sasuke poderia falar.

- Eu gosto de você. – ele repetiu lentamente.

Ela deu mais um passo para trás.

- Se você diz isso como um amigo, por favor, não faça esse mistério todo. – ela deu uma risada nervosa sentindo sua garganta estranha, se fechando. – Péssimo assunto para decidir brincar, Sasuke. – mais uma risada nervosa.

Sakura começou a se desesperar no momento que viu o pomo de adão de Sasuke descer e subir quando ele engoliu seco. Com o desespero veio o suor frio, a tremedeira e o nervoso no estomago.

- Acho que por muito tempo eu quis acreditar que você era só mais uma fã , no máximo uma amiga próxima, mas te ver com outra pessoa... – ele desviou o olhar para o lado, estreitando os olhos com as sobrancelhas unidas numa expressão de confusão. –  Sakura, eu...

- Eu disse pra você não brincar com isso! – ela o interrompeu de forma bruta, raivosa. – De novo você vem, age como se se importasse, como se gostasse de mim. – cuspiu as palavras nervosa, tentando não pirar, porém já pirando. – E tudo isso porque algum garoto veio atrás de mim! Tudo o que eu disse naquele dia, ainda vale hoje. – recuou sem vontade nenhuma de brigar com ele de novo.

- Não sou tão babaca a ponto de fazer isso, Sakura. – Sasuke disse a fazendo parar. – Não posso pedir que esqueça tudo que aconteceu, porque nós também tivemos bons momentos, que aconteceu, mas posso te pedir desculpas por todos os outros que você sofreu.

Sakura arregalou os olhos se surpreendendo.

Ele... Ele estava se desculpando?

Ela virou para ele, ainda incerta de que ele realmente poderia falar algo do tipo. Quer dizer, ela podia contar nos dedos de uma mão as vezes que tinha presenciado Sasuke pedir desculpas a alguém. Pedir desculpas para alguém com a arrogância e pose como Sasuke, pedir desculpas era o mesmo que admitir a derrota, tinha um gosto amargo na boca.

Mas Sasuke não parecia desgostoso como ela acharia que estaria. Ele parecia nervoso, bem nervoso, olhava para qualquer lugar que não fosse a garota, suas sobrancelhas estavam unidas como se ele tentasse entender os próprios pensamentos e não conseguisse.

Ela engoliu seco, piscando rapidamente várias vezes. Tentando se recuperar do choque.

- Eu sei que você tem todos os motivos pra duvidar de mim, mas eu gosto de você.

- Eu, er... – ela tentou pensar em algo, qualquer coisa, para falar, mas não conseguia soltar nada.

Sakura uniu as sobrancelhas, completamente travada e, apesar de Sasuke ainda não a encarar, ela se sentia pressionada para reagir.

Sasuke Uchiha tinha acabado de se declarar e ela só conseguia abrir e fechar a boca como um peixe fora d’água.

Qual era a droga do problema dela?

- Sakura?

A garota quase suspirou aliviada ao olhar para o lado e ver Akira, uma das organizadoras da competição de natação, parada ao lado dos dois parecendo um pouco incerta se deveria estar ali ou não. Parecia um momento bem intimo dos dois.

Sasuke já vestia sua máscara de frieza e Akira se encolheu, não sabendo lidar com a presença de Sasuke.

- E-eu... – a garota gaguejou olhando para as próprias mãos e parecia estar suando frio.

Sakura sentiu pena, mesmo para ela, que tinha convivido anos com ele, viver sobre a intensidade da presença de Sasuke era um pouco opressora. Ela sabia que ele não tinha culpa, era algo natural para ele ser assim. Era uma elegância e postura de superioridade e pelo que tinha ouvido falar, devia ser algo da família dos Uchihas pois Itachi também tinha, se não pior do que Sasuke.

- Akira? – Sakura chamou a garota, tentando fazê-la prestar atenção nela e não em Sasuke.

A garota piscou várias vezes, ainda nervosa.

- Estamos te esperando. – ela engoliu seco. – A prova...

- Ah sim. – Sakura já tinha até esquecido da prova, se virou para Sasuke. – Eu tenho que ir.

Sasuke assentiu, uma pequena falha na mascara dele que Sakura duvidava que alguém  que não conhecesse ele teria percebido o nervosismo que passou em seu rosto.

Com uma pequena reverencia, as duas se despediram do garoto e foram para o vestiário. Sasuke entrou no ginásio e localizou na arquibancada onde os amigos estavam sentados, o que não foi difícil já que Naruto gritava, e foi se sentar junto deles.

Antes de sentar, lançou um olhar na direção onde Gaara estava sentado isolado que foi prontamente retribuído pelo ruivo.

Não muito tempo depois, Sakura entrou no ginásio junto com as outras nadadoras que foram classificadas. Depois de dada a largada, a prova não durou muito, terminando com Sakura em segundo lugar de novo perdendo depois de uma disputa muito acirrada com a que venceu.

E a melhor parte na opinião de Sakura, não teve mais nenhum incidente.

- A Sakura-chan foi demais! – Naruto disse rouco de tanto que gritou durante a prova.

Sasuke lançou um olhar irritado para ele, controlando a vontade de socar a cara dele. Por que mesmo o considerava seu melhor amigo?

A única pessoa de todos os amigos que realmente não parecia com vontade de enforcar ou morrendo de vergonha pela gritaria que Naruto fez torcendo pela amiga era Hinata, que só soltava algumas risadas quando ele extrapolava e fazia alguma idiotice.

Sakura ajeitava distraída a gola da camisa que tinha colocado depois do banho enquanto ia para a área dos armários  quando tomou um susto ao ver Gaara parado encostado em um dos armários.

- Puta merda, quer me matar do coração?! – brigou com a mão em cima do peito, sentindo seu coração bater rápido.

Sem nem tentar esconder, Gaara começou a rir da reação da garota.

- Para de rir. – ela bateu nele com a toalha molhada, ainda irritada pelo susto desnecessário. – Sabia que é proibido entrada de garotos no vestiário feminino? – resmungou tirando suas coisas do armário e socando elas dentro da mochila.

O ruivo levantou uma das sobrancelhas, trocando o peso de uma perna para a outra.

- Com esse mau-humor mais parece que você chegou em ultimo lugar e não em segundo. – comentou ainda fazendo graça. – Não sabia que levava essas coisas tão a sério.

 Sakura hesitou no movimento de fechar a mochila. Não se sentia confortável ainda pra falar sobre o assunto Sasuke com alguém, principalmente se esse alguém for o Gaara.

Com certeza não iria falar isso com ele, aquilo estava fora de cogitação.

- Não é por causa disso. – ela fez uma pequena careta, sua cabeça tentava pensar em uma desculpa em que Gaara poderia realmente acreditar. – Eu só queria dar o meu melhor, uma médica olheira da faculdade eu queria estava ai. – encolheu os ombros fechando a porta do armário.

Gaara uniu as sobrancelhas e Sakura não pode ter certeza se ele realmente tinha acreditado, mesmo que existisse um fundo de verdade no que ela tinha dito. Ele se desencostou da porta vindo na direção da garota.

- Não sabia que tinham mandado alguém de Konoha. – disse ainda parecendo desconfiado.

- Mandaram, Tsunade Senju, conhece?

Gaara piscou algumas vezes e Sakura pode ver a desconfiança dele sumir conforme ele parecia reconhecer o nome, Tsunade era realmente muito famosa. Ele trocou o peso de uma perna para a outra, descruzando os braços.

- Conheço sim. – ele parecia um pouco sem graça por ter desconfiado da garota . – Não sabia que ela tinha voltado a fazer visitas como olheira.

- Pelo jeito voltou. – ela disse ajeitando a mochila nos ombros.    

A conversa dos dois foi interrompida por batidas fortes na porta do vestiário, alguém socava com vontade a porta.

- Sakura-chan! – eles ouviram Naruto gritar do lado de fora.

Sakura olhou para Gaara com uma das sobrancelhas erguidas.

- Quero só ver sua explicação pra estar dentro do vestiário feminino.

Gaara sorriu de lado de forma debochada.

- Eu não tenho que explica nada, afinal, eles são seus amigos, não meus. – rebateu saboreando a expressão desacreditada de Sakura.

Ela bufou irritada.

- Eu saio primeiro e depois que eu tirar eles, você sai.

Gaara fez uma falsa expressão sentida.

- Desse jeito eu vou acabar pensando que você não quer ser vista comigo.

Sakura estreitou os olhos, balançando a cabeça negativamente não acreditando nem por um segundo que ele realmente tinha ficado chateado por uma coisa dessas.

Ele soltou uma risada.

- Anda, vai lá antes que ele arrombe a porta achando que você teve um derrame debaixo do chuveiro.

Sakura fez uma careta  ajeitando mais uma vez a mochila nas costas.

- As vezes você só fala besteira, percebeu? Quem brinca com derrames? – chiou.

- Eu brinco. – Gaara respondeu quando a garota se virou para sair do cômodo.

Sakura lhe lançou um olhar nada simpático e jogou uma das meias que achou perdida no chão, acertando Gaara no braço, antes de sair. Ela abriu a porta sem cerimônias e, por muito pouco, quase foi atingida por um soco de Naruto.

- Sakura-chan! – Naruto abaixou o punho, surpreso pela aparição da garota repentina. – Aconteceu alguma coisa? Você demorou. – disse arrastado.

A rosada riu, por lembrar do que Gaara tinha dito sobre Naruto invadir o banheiro pra ver se ela estava bem.

- Demorei mais porque não estava conseguindo tirar todo o cloro do cabelo. – disse inventando uma desculpa qualquer.

Soube que Naruto tinha acreditado quando viu o loiro abrir um dos seus sorrisos enormes e cruzar os braços atrás da cabeça. Querendo liberar o caminho para Gaara sair também, ela caminhou com Naruto para fora do ginásio.

- O pessoal quer comemorar seu segundo lugar. – Sakura uniu as sobrancelhas, não entendendo porque queriam comemorar um segundo lugar. – Eles queriam ir no karaokê, mas ai eu falei que não dava, né? Ainda to tentando me recuperar do ultimo showzinho do Lee cantando Hannah Montana. – ele estremeceu parecendo lembrar do episódio. – Ai a Tenten falou que tava com fome e o Neji, claro, apoiou a ideia, só eu to achando estranho como eles tão se dando bem? – ele perguntou, mas não deu chance de Sakura responder e continuou sua tagarelice. – Eles queriam ir numa pizzaria, mas ai eu falei que o Ichiraku é muito mais legal e que ia encher bem mais que pizza, fora que... – ele pareceu sem graça. – eu ainda to pra resolver um problema lá com o dono da pizzaria.

- Naruto! – Sakura brigou, o loiro se abraçou parecendo temer a reação da garota.

- Sakura-chan, não foi culpa minha! – tentou se defender. – Eu pensei que o pãozinho era de graça, aí eu fui lá e comi o da minha mesa... – coçou a cabeça, nervoso e envergonhado. – e das outras mesas também...

 

A garota suspirou passando a mão pela testa.

- Não se estressa, Sakura-chan! – a abraçou pelos ombros, a balançando. – Nos vamos comer no Ichiraku e eu nunca mais vou pisar naquela pizzaria. – disse animado.

Ela riu balançando a cabeça negativamente. Naruto não tinha jeito mesmo, nem adiantava brigar. O sorriso dela foi morrendo lentamente quando os dois saíram do ginásio e Sakura viu Sasuke no meio dos amigos.

Ele estava entre Neji e Shikamaru, prestando atenção em algo que Tenten falava, sem indiferença ele parecia estar  realmente prestando atenção .

Mesmo antes da aproximação de Tenten e Neji, ela já se dava muito bem com os garotos, mas depois que ela e Neji começaram aquilo, seja lá o que eles tinham agora, os garotos, em especial Sasuke e Shikamaru que eram os mais próximos de Neji, faziam um esforço maior para interagir com Tenten.

Devia ser uma forma que eles encontraram de mostrar tanto para Neji quanto para ela que eles davam apoio a relação dos dois.

Como se soubesse que estava sendo encarado, Sasuke olhou na direção dos dois, mais precisamente, ele olhava para Sakura.

- Eu... Eu to meio cansada, acho que vou pra casa mesmo. – ela disse desconcertada, forçou um sorriso de desculpas. – A gente pode comemorar outra hora, né?

Naruto uniu as sobrancelhas, encolhendo os ombros e Sakura se sentiu culpada na mesma hora por acabar com a noite entre amigos que Naruto estava tão animado para ter.

- Ahhhh, sério, Sakura-chan? – disse em gemido desanimado. – Faz tanto tempo que a gente não come no Ichiraku. – fez sua melhor cara de cachorrinho que caiu do caminhão de mudança. – Ia ser muito da hora se a gente fosse pra lá, a gente ia fechar com chave de ouro, sabe? – ele mordeu o lábio inferior, parecendo apreensivo. – Fora que, eu meio que... – bagunçou o cabelo nervoso. – Meio que prometi que iria pagar uma tigela de ramen para a Hinata.

Sakura arregalou os olhos levantando as sobrancelhas, aquilo definitivamente tinha pegado ela de surpresa.

Então quer dizer que aquilo era como um encontro?

Talvez ele e Hinata estivessem mais adiantados do que pensava, ela forçou um sorriso se sentindo culpada por estar tão ausente a ponto de nem Hinata, nem Naruto, que era seu melhor amigo, comentarem nada sobre o assunto com ela.

- Bem, se é assim, acho que posso tomar um energético e ir com vocês. – ela se rendeu ao pedido do amigo, poderia sobreviver a algumas horas ao lado de Sasuke sem surtar pensando na declaração dele. – Só pra ter certeza que você não vai falar merda e espantar ela.

- Sakura-chan!

Ela riu, entrelaçando seu braço ao dele.

Os dois se aproximaram do resto dos amigos, esperando Lee terminar de contar o que estava contando para se prenunciarem.

- Então, vamos? – Naruto disse animado erguendo o polegar, sorrindo animado.

Os outros assentiram e foram a pé mesmo para a Ichiraku, não era um lugar muito perto, mas eles não se importaram com a distancia, na verdade nem perceberam. As brincadeiras e zoações fizeram o tempo passar rápido, teve até um momento onde Naruto quis pular nas costas de Sasuke para andar de cavalinho.

Obviamente, o Uchiha negou, mas não impediu de Naruto insistir pulando em cima dele. Sasuke desviou e o loiro acabou indo de cara no chão.

Sakura até tentou não rir, mas não teve como. Todo mundo riu, até mesmo Hinata.

Eles passaram pelas cortinas que funcionaram como a porta o restaurante de ramen, se acomodando ao redor do balcão. Sakura olhou procurando os assentos disponíveis, vendo entre Sasuke e Naruto e outro do outro lado do loiro e Tenten.

Sasuke a olhou a tempo de ver Sakura hesitar antes de seguir para o assento no meio de Naruto e Tenten.  Ela não se atreveu a olhar na direção de Sasuke, sem coragem de olhá-lo, desviando o olhar somente uma vez lançando um olhar de desculpas para Hinata, que teve que se sentar entre os dois.

Algum tempo depois, graças a indecisão de Naruto e Lee sobre qual sabor de ramen iriam comer, eles fizeram seus pedidos.

Sakura estava no meio da sua tigela de ramen quando, por um descuido de Naruto, o loiro se empolgou demais na hora da explicar alguma coisa para Hinata e acabou batendo o cotovelo na tigela del fazendo a comida respingar e acabar caindo na roupa dela.

- Sakura-chan! – Naruto exclamou, arregalando os olhos  ao ver a mancha que tinha ficado na blusa dela. – Me desculpa, eu não queria! – foi até o porta guardanapo, tirando vários, ele tentou limpar, mas Sakura recuou.

- É melhor não, eu... Eu limpo sozinha. – disse apontando pra mancha que ficava perto do peito dela.

Ela levantou e foi em direção aos banheiros, ignorando todas as desculpas berradas de Naruto.  Tentou limpar o melhor que pode a mancha, mas não pode fazer muita coisa já que a única coisa que tinha era sabonete líquido de limpar as mãos que nem fazia espuma.

Sakura resmungava consigo mesma enquanto saia do banheiro quando sentiu seu sangue ser drenado quando levantou o rosto e viu Sasuke escorado na parede oposta a saída do banheiro feminino. Ele estava de braços cruzados e, pela intensidade com que ele a olhava, Sakura teve a certeza que ele estava a esperando.

- Sasuke? – disse o nome do garoto ainda sem reação. – Aconteceu alguma coisa?

- Por que está me evitando? - ele perguntou sem rodeios.

Sakura arregalou os olhos e desviou o olhar para o chão.

- Não estou te evitando. – mentiu.

- Mentirosa. – rebateu.

Sakura fechou os olhos com força, odiando como Sasuke era observador. Por que ele simplesmente não podia deixar pra lá?

- Bem, o que eu queria que eu fizesse? – ela cuspiu as palavras, revoltada, gesticulando sem parar com as mãos. – Você joga uma bomba daquelas e quer que eu faça o que?!

Sasuke manteve o olhar nele por alguns instantes antes de suspirar, se desencostando da parede descruzando os braços, ele se aproximou dela parando a centímetros dela.

 - Pode vir em um lugar comigo?

Sakura piscou os olhos, confusa com a mudança repentina de assunto.

- Eu, er... – encolheu os ombros ainda confusa. – A gente em que voltar, quer dizer, daqui a pouco o Naruto tá aqui.

- Ele consegue sobreviver o resto da noite sem você, fora que com a Hinata do lado ele não vai reclamar muito. – Sasuke tombou a cabeça para um dos lados, trocando o peso de uma perna para outra.

Sakura  balançou a cabeça, encarando o chão.

- E então, você vem comigo?

 


Notas Finais


Eaeaaaaaaaaaaeaeaea gente como tão?Felizes com o horário de verão? Eu to odiando, como sempre kkkkk
O que acharam do capitulo? Sasuke tá fazendo bem? Ou vocês acham muito rápido?
Falem comigo corações.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...