História You and I - Capítulo 84


Escrita por: ~

Postado
Categorias Behati Prinsloo, Candice Swanepoel, Justin Bieber, Kendall Jenner, Maluma, Max Irons, One Direction, Paul Wesley, Paulo Dybala
Personagens Candice Swanepoel, Harry Styles
Tags Candice, Harry, Romance
Visualizações 83
Palavras 2.900
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltando feito tartatuga uahsuahs
Mil lágrimas- Nicky Jam

Capítulo 84 - Cap. 84 - Parte I


HARRY POV's

 

Quando me dei conta já era véspera de ano novo e Candice e eu estávamos mais próximos que nunca. Não nos beijamos em público, nem nos tocamos de maneira mais intensa, isso não é nada que tenhamos que estar controlando, até porque a mãe dela quer nos ver juntos, mas só achamos que assim as coisas fluiriam naturalmente, como um jogo de conquista. 

 

Procurei entender que passamos muito tempo longe um do outro e não há lógica em tentar ser do dia pra noite algo que não somos. O foco agora é resgatarmos todo aquele sentimento que tínhamos e torná-lo melhor. 

 

Já conversei com minha mãe e deixei bem claro que Candice sabe de tudo (ou quase tudo) e ela no fim das contas só nos apoiou. 

 

Com todo esse clima de ano novo, me pego inúmeras vezes relembrando do ano passado, eu tava louco pra pegar ela, no fundo eu só queria que ela me desse uma chance,  agora um ano se passou e eu estou praticamente na mesma, mas meus pensamentos vão muito além do que só ter uma chance. Muita coisa aconteceu esse ano, e a única coisa que eu tenho certeza, foi que nesses 365 dias, eu nunca deixei de amar Candice.  Então hoje, espero relembrar ao seu lado aqueles momentos que vivemos e tentar fazer de uma maneira melhor nosso primeiro pilar juntos. Nem sei como cheguei a tais conclusões, mas visto que tenho praticamente a certeza do que ela representa na minha vida, sei que o caminho que escolho hoje não está nem um pouco errado ou precipitado.

 

"É este senhor?" A moça pergunta

 

"Sim, é esse sim" garanto 

 

Ela concorda comigo e começa a organizar tudo. 

 

CANDICE POV's

 

Já está tudo organizado no salão, ficou deslumbrante, muito melhor do que o esperado, e quando os últimos preparativos vão chegando, minha mãe, tia Magda, Bee e eu vamos nos arrumar. 

 

"O que esperar do próximo ano..?" Pergunto

 

"Um neto" Minha mãe responde aos risos

 

"Eu também queria" tia Magda concorda

 

"O que realmente esperar para o próximo ano? Tipo uma coisa que tenha nexo" ignoro as duas na brincadeira e pergunto a Behati

 

"Não sei.. Netos não, por favor" Bee acha graça

 

"Ah! Mas tem o Max e.." Merda, não devia ter dito nada sobre o Paul

 

"A única que pode me dar um neto agora é você" minha mãe tenta cobrir a merda que eu falei

 

"Eu não" rio

 

"Você sim, ou você acha que a gente não viu o Harry aqui o dia todo a ajudar? Super disposto, umas trocas de olhares alegres" tia Magda comenta

 

"Por enquanto somos amigos.." Digo

 

"Ah! Eu também sou amiga do seu tio.. Por sinal nós fortalecemos a amizade sempre que dá" ela dá uma gargalhada

 

"Vou fingir que não ouvi isso.. Foi só uma alucinação.." Bee fecha os olhos

 

Nós todas achamos graça.

 

"Mas enfim.. Eu e Harry não temos nada concreto, ele só é um amigo.. Não sei o dia de amanhã, talvez tudo mude pra melhor ou pior.. Não sei" admito

 

"Uhuuuum" elas comentam na mesma hora e mais uma vez o quarto se tomou de risos

 

As ultimas horas se arrumando é praticamente um show de humor, não há nada que falamos que a outra não faça uma piada idiota e todas nós

Votamos a rir.

 

"Ai.. Estou pronta" tia Magda se levanta e tira os últimos grampos do cabelo

 

"Preciso por meu vestido" Behati se levanta

 

"Vou com você, Eileen já vou me vestir e subir pra cobertura, te espero lá" tia Magda avisa a minha mãe e segura a mão de Behati saindo do nosso "salão improvisado"

 

Ficamos eu e minha mãe, até que finalmente terminamos. Ela se levanta e puxa um papel da bolsa.

 

"O que é isso?" Pergunto

 

"A lista do seu pai.. Ele ficou preocupado quando contei da sua aproximação com Harry, se sentiu culpado por um nome" 

 

Pego o papel e abro aquela lista, não preciso nem procurar muito, meus olhos já batem no nome dele e respiro fundo.

 

"Ele sabe o que aconteceu?" Pergunto

 

"Não.. Não sabe, eu falei que vocês só estavam em momentos diferentes, decidiram isso juntos.."

 

"Hoje ele vai acabar percebendo.." Digo

 

"Eu acho que ele vem acompanhado, seu pai vai ver.. O que não pode acontecer é ficar aquele clima chato, mas acho que você e ele mesmo são adultos o suficiente pra evitar isso, não é? Pelo seu pai.."

 

Eu concordo. 

 

"Preciso me vestir.." Aviso

 

"Eu também" ela sorri 

 

Vou até uma das salas que praticamente se tornou um quarto e pego o vestido brilhante do cabide.

 

BEHATI POV's

 

Estou pronta e me sinto bem como nunca no dia de hoje. Cumprimento a todos e junto-me ao Max.

 

"Você ta linda" ele me elogia

 

"É de família" beijo seu rosto e sorrio

 

"Por falar em família.." Max olha para a entrada e eu acompanho seus olhos 

 

Paul entra sozinho e Elsa logo atrás, mas eles seguem caminhos diferentes a partir da porta. Sinceramente sinto até uma pena dela, nesses últimos dias ele não consegue demostrar nenhum pingo de afeto à esse relacionamento.

 

"E ai" ele se junta a nós

 

"Tudo bem?" Max olha pra Elsa

 

"Tá, ta tudo sim" ele sorri

 

"Vou cumprimentar a Lais" aviso pra Max e saio

 

PAUL POV's

 

"Vai entrar em mais um evento sem segurar minha mão?" Ela reclama ainda no carro

 

"O que você quer? Que eu desça e comece a assumir pra Deus e o mundo o que não temos?" Pergunto na sinceridade 

 

"É impressionante, nem com esse clima de fim de ano você consegue deixar de ser um grosso" 

 

"Ai meu Deus, vai descer ou não?" Estaciono o carro

 

Ela desce e ainda tem esperança de que eu desista da minha decisão, mas eu começo a andar e não olho pra trás. 

 

Depois que me livro dela e me junto a Max, Behati decide ir falar com a Lais.

 

"Até quando você vai ficar enrolando a Elsa?" Max pergunta em um tom irônico

 

"Não to enrolando, disse que era só sexo.. Ela que fica ai esperançosa"

 

"Não sente pena?" 

 

"Não tenho pena de ninguém" rio

 

"Já vi que veio abastecido.." Ele comenta

 

"Sempre" tiro minha garrafa de bolso e mostro 

 

Ele ri e bate no meu braço. Nós vamos nos sentar.

 

"Sua irmã ta bonita.." Ele comenta e seus olhos acompanham Candice cumprimentando o pessoal

 

"Você devia ter pego ela antes.. Devia ter aproveitado aquela chance que teve na festa, quando o Justin surtou" digo e peço um whisky ao garçom

 

"Não dava certo, eles ainda tinham muito o que resolver"

 

"Terminaram pouco tempo depois, ai teve o Harry, o Dybala.. E nada do Max"

 

"Você mais do que ninguém devia saber que as coisas não são simples assim.."

 

"Eu e a Behati fomos um acaso" 

 

"Agora virou um acaso? Ta certo"

 

"Olha, não mete a Behati nisso, você podia ter acabado com essa festa toda da Candice e não quis.. Ela fica ai perdida achando que vai encontrar um príncipe encantado e você parado esperando que em algum momento ela vai virar e falar 'hey, Max! Vamos tentar ficar juntos!' Por favor.. As coisas não acontecem assim"

 

"Eu acho até engraçado você achar que eu tenho algum sentimento pela Candice" ele da uma risada e bebe

 

"Pelo menos sexo você repetiria.. Então já é algum sentimento" dou de ombros e pego o whisky que o garçom serviu

 

"Você repetiria a transa com minha irmã?" Ele me encara

 

Reviro os olhos e continuo bebendo. 

 

CANDICE POV's

 

Harry ainda não chegou e por enquanto cumprimento o pessoal que conheço, tentando evitar as mesas de homens cheios de conversas e ternos de luxo, não os conheço e nem quero correr risco de estar falando com jogadores.

 

Quando percebo Behati indo até a Lais, me apresso para acompanhá-la.

 

"Aqui ta lotado!" Digo

 

"Sim! Eu também não imaginava tantas pessoas assim" ela comenta

 

Nos juntamos a Lais e começamos a conversar sobre o desfile e as garotas que provavelmente serão promovidas próximo ano. 

 

"O.. Esquece" Behati se distrai 

 

"O que?" Eu olho pra onde ela está olhando.

 

Paulo entra muito bem acompanhado de uma morena, cabelos longos e postura elegante. Ela é linda. As mãos dele seguram a sua cintura, os dois se olham e o sorriso dela deixa evidente a paixão que circula entre os dois. 

 

"Desculpa, eu não devia ter alarmado assim.." Behati fecha os olhos e nega com a cabeça rapidamente

 

"Ta tudo bem" garanto 

 

Talvez ele nem me veja aqui no canto, então não sei se devo ou não ir cumprimentá-los.

 

"Olha quem chegou logo atrás.." Behati muda de semblante do seu rosto e começa sorrir

 

Olho mais uma vez e vejo Harry. 

 

"Se eu for falar com ele agora, terei que passar pelo Paulo.. E sinceramente não sei o que fazer" digo

 

"Eu ia lá, cumprimentava os dois e depois lascava um beijão no Harry" Lais comenta com muita certeza

 

"Ah, gente.. Vou falar com os dois, é educação.. Né?"

 

"Vou com você, pra dar aquele apoio moral" Behati descansa sua taça na mesinha perto de onde estamos

 

"Certo.."

 

Vou na frente e ela vem atrás de mim, já parando pra falar com outras pessoas.

 

Harry me ver e caminha até minha frente, de imediato sinto os olhares da Paulo sobre nós, ele está a poucos metros de distância.

 

"Oi.." Digo pra Harry

 

"Você não facilita.." Ele me olha

 

"O que?"

 

"Não dá pra ir aos poucos quando você fica assim" ele me olha dos pés a cabeça 

 

"Para.. Olha, se apresenta como quiser, certo?" Digo rapidamente e seguro sua mão

 

"O que?.." Ele pergunta baixo

 

"Oi!" Falo para Paulo 

 

Ele olha diretamente pra mim e as lembranças do primeiro dia juntos vem à tona. 

 

"Oi!" Ele responde 

 

Sua acompanhante se vira pra mim e sorri. Puta merda, ela é linda mesmo. 

 

"Am.. Bem vindos" sorrio

 

"Obrigado pelo convite.. Essa aqui é a Antonella, minha namorada.." Paulo fala desconfiado

 

Ela olha pra ele e depois pra mim, se aproxima e nos cumprimentamos.

 

"Sou a Candice, é um prazer te conhecer" digo

 

"O prazer é meu" ela diz educadamente 

 

"Esse é o Harry.." Digo e torço pra que ele nos coloque em algum tipo de status 

 

"Namorado dela" Harry entende segundos depois de me encarar e estende a mão pra Paulo, em seguida cumprimenta Antonella

 

"Fiquem a vontade.." Digo 

 

"Obrigado" Paulo sorri 

 

(Si pudiera yo controlar el tiempo y volver atrás                                           Y si pudiera yo controlar el tiempo y volver atrás                            Cambiaría todo lo que te hice mal Sigo extrañándote//                            Se eu pudesse controlar o tempo e voltarEu mudar tudo o que eu te fiz mal     E se eu pudesse controlar o tempo e voltar                                                     Eu mudar tudo o que eu te fiz mal    Eu continuo sentindo sua falta//        Mil Lagrimas-Nicky Jam)

Nós vamos saindo e aos poucos estamos sozinho, respiro aliviada e solto a mão de Harry para pegar um drink.

"O que ele ta fazendo aqui?" Harry me pergunta sério

"Meu pai convidou o pessoal do time, uns representantes.. Essas coisas, inclusive ele"

"Foi com ela..?"

"Foi.."

"Ta tudo bem?" 

"Ta, ta tudo bem sim" digo

"Vou cumprimentar seus pais" ele sai sem muita cerimônia

Percebo que não dei muita atenção pro fato dele ter chegado, eu fiquei mais nervosa com o Paulo do que com o próprio Harry, e acho que ele sentiu isso. Maravilha Candice. 

"E aii? Como foi lá?" Behati volta pro meu lado

"A menina é linda.. Linda, só isso.. Foi um verdadeiro tapa na minha cara isso" 

"Eu vi.. Ela é bonita mesmo" 

"Ei! Eu falar isso tudo bem, você é minha amiga, tem que encontrar algum defeito nela pra tentar diminuir minha frustração" 

"Certo.. Ela.. Deixa eu ver aqui.. A bolsa dela! Não gostei da bolsa dela.. Meio brega" 

"Ela pode trocar de bolsa.."

"Ela não tem o que você tem" 

"Se você falar mais uma vez de coisas materiais eu dou um tapa na sua cara"

"Deixa de ser boba" ela aponta pro Harry

"Ele fica tão bonito conversando assim com o pessoal né.." Olho pra ele

"Ele parece intrigante.." Ela o observa

"É.. Ele fica charmoso.. Dá um ar de homem de negócios, que tem umas ninfetas escondidas num quarto com um monte de objetos sexuais" 

"Isso é quase cinquenta tons, calma ai" ela acha graça

"Desculpa.. É que a gente não faz nada.. Sabe.. Uma gota de álcool e eu já sinto vontade de pular em cima dele"

"Você é doente" 

"Olha pra ele.. Olha pra boca dele se mexendo, o olhar, os dedos segurando o copo.." 

"Vou dar uma volta" ela sorri quando ver que Harry está voltando pra cá

"Não some.." Aviso antes dela sair

Harry se aproxima já abrindo o sorriso e tenho certeza de que ele deve está achando graça da minha cara de bobona o observando.

"Seu pai está super animado" ele para do meu lado

"É.. Eu falei com ele a pouco tempo.." Digo e quando o garçom passa eu pego mais um drink

"Eu.. Espera só um minuto" o celular dele começa a tocar e não pude deixar de ver o nome dela rapidamente 

Eu concordo e ele sai do meu lado.

HARRY POV's

"Eu cancelei nosso barco.. Estou em uma dessas festas com um pessoal animado, mas não consigo dar um sorriso sincero.. Tudo isso porque eu me apaixonei por você.. E me prendi a você, agora eu não tenho muito rumo.. O que me resta é te ligar e contar tudo, porque eu sinto a sua falta.. E ninguém melhor pra ouvir isso do que você próprio" Kendall diz ao telefone e pela voz me parece bêbada

"Eu.. Eu to em uma festa.. Desculpa, não dá pra falar agora.. Acho que as mensagens que eu te mandei já foram esclarecedoras o suficiente.." Digo

"Eu entendo que você ame ela, mas você não pode me negar que fomos incríveis em alguns momentos.. Você não pode ousar falar que pensou nela 100%.. Porque eu sei e você sabe que nós tivemos bons momentos, boas risadas.. E ela nem ao menos passou pela sua mente.."

"É.. Posso te admitir isso, haviam sim horas que eu pensava em nunca mais ver ela de novo, que eu tentava imaginar como seria se ficássemos juntos.. Eu realmente gostei de você, mas não é nada que se compare quando ela aparece de novo na minha mente.. Kendall, desculpa, mas você não é suficiente pra preencher o vazio que ela deixou quando eu terminei tudo"

"Eu que te peço desculpa, Harry.. Queria ter sido melhor, espero que saiba disso. Feliz ano novo" ela desliga na minha cara e não me dá oportunidade de falar mais nada

Respiro fundo. Não quero que ela se sinta culpada por não ter conseguido "substituir" a Candice, isso não é sobre ocupar o canto de alguém.. É algo além e espero que um dia ela entenda isso. 

Volto pra onde estava e Candice está sentada com olhos perdidos e o pensamento longe. Me sento e ela "desperta" e olha pra mim.

"O que somos?" Pergunto

"Como assim..?"

"Sou o cara que você ama ou o rapaz que vem a sua festa pra você não ficar sozinha na frente do ex?" 

"O que? Ficou louco?" 

"É.. Eu estou louco. Me responde Candice, ficaremos juntos ou isso é só pra você se vingar? Porque se for.. Mete logo o pé na minha bunda e pronto, ta todo mundo contente"

"Contente..? Você ficaria contente se eu resolvesse que isso aqui não é nada?.."

CANDICE POV's

Ele voltou alterado depois da ligação dela, e até dá pra entender, mas quero que ele perceba o que está falando. 

"Não.. É que eu tenho quase certeza de que você ta pensando no seu ex, isso ta me tirando do sério"

"Eu me recuso a falar sobre isso.. E sinceramente, se você quiser ir.. A porta tá aberta.. Licença" me levanto educadamente 

A mão dele desliza pelo meu braço rapidamente e me para. Eu viro pra olhar pra ele, mas seus movimentos são rápidos e quando vejo estou colada em seu corpo. 

"Casa comigo.." Ele diz, imediatamente suas mãos descem para minha cintura e sua testa encosta na minha

É automático. Ele abre a boca e meu coração só falta sair pela boca. Meu peito parece ser pressionado por uma pedra e minhas mãos começam a tremer. Eu queria ouvir isso, eu sonhava  em ouvir, mas.. Não.. Não pode ser assim,não deve nem de longe ser assim. A sensação é boa, mas sinto como se estivesse me afogando e minha visão vai ficando um pouco turva. 

Infelizmente a única coisa que consigo fazer é, com certa dificuldade, me livrar de seus braços e sair apressada pra fora do salão. 

Minha respiração está fora de controle e eu aperto inúmeras vezes o botão do elevador, até que ele abre e eu entro. As portas se fecham e a sensação é ainda pior. Me sinto presa, parece que isso vai parar e eu ficarei presa a noite toda aqui até que alguém se dê conta. Pensar nisso, nessa possibilidade, só faz com que meu desespero aumente. Desisto de tentar chegar ao térreo e aperto um dos andares para tentar me livrar. 

Acabo no 46º andar e me deito no corredor escuro com a voz de Harry ecoando na minha mente. Eu só tento respirar fundo e chorar tudo o que está preso. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...