História You and I - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 19
Palavras 1.590
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Destino


Fanfic / Fanfiction You and I - Capítulo 3 - Destino

Simples - riu - vou sacrifica-lo.

Taehyung apenas observou a reação do jovem analisando calmamente a confusão na face de jungkook, não era surpresa que ainda estivesse confuso sobre o que ouvirá era realmente real.
Continuou parado naquele instante sem reparar uma pequena mudança nos batimentos cardíacos de Jimin que aos poucos ia despertando remexendo-se desconfortadamente no colo do mais velho.

- você não está falando sério , está?

Ouviu a risada alta ao fundo vinda de um homem de cabelos acinzentados , tinha um porte alto e em mãos segurava o que parecia uma adaga que brilhava a luz do fogo.

- é preciso jungkook, dei- me o menino- taehyung ditou calmo suspirando longamente enquanto estendia os braços para segurar o menor.

Jungkook arregalou os olhos. Taehyung era realmente um louco.

-aqui está -jungkook o entregou recebendo um sorriso satisfeito do kim.

Taehyung deu as costas para jeon caminhando em direção ao mesmo homem que riu a minutos atrás , tinha o semblante sério dessa vez diferente da face debochada de antes.

- se me derem licença - o kim se curvou em reverência caminhando até um local mais afastado levando jungkook consigo.

- o que diabos está acontecendo taehyung? - perguntou sem esperar muito quando já estavam em uma distância considerávelmente segura longe de qualquer um que pudesse bisbilhotar sua conversa.

-eu não tenho muito tempo pra explicar jeon , não matarei o garoto

-você disse que…

- eu sei o que eu disse , e so uma fachada ele vai ficar bem , até deixo você provar um pouco dele- sorriu sádico fazendo jeon revirar os olhos.

- lembra do homem de cabelos castanhos a esquerda ?- perguntou e jeon balançou a cabeça negativamente.

-mentalize , você vai lembrar.

Jungkook fechou os olhos criando novamente a mesmo local.
Procurou por um homem de cabelos castanhos e embora a maioria dos que lá estavam presentes tivesse a mesma coloração de cabelo, um em especial chamou sua atenção.
Estava a frente de mais de trinta homens o que mais o chamou atenção foi o cordão em seu peito simbolizando uma bala de prata.

Abriu os olhos novamente indicando para que o kim prosseguisse.

- há muito tempo meu pai tinham uma rixa ,  digamos que os lobos e vampiros nunca foram de serem aliados ou coisa parecida

-mas seu pai morreu a muito tempo…

- não atrapalhe! Ele é o novo sucessor , filho de kim seokmin , meu atual inimigo.

- voce não está pensando em…

-sim.

- voce esta louco?! Não pode fazer isso!

-se eu não fizer vamos ter uma nova guerra, milhares vão morrer jeon , tudo isso só foi uma maneira de trazê-lo aqui e mata-lo.

-eles viram atrás de você, de nós!

-então fuja!

Jungkook se calou apenas encarando taehyung de maneira afoita. Fugir? Como? E pra onde iria?
Durante anos viveu as custas do kim afinal ele era seu criador e apesar de odia-lo tinham uma ligação de sangue algo que nem mesmo ele entendia, era somente ele é kim e agora havia uma chance de se livrar daquela prisão sem paredes, porque agora parecia tão desafiador e assustador?

Não intendia.

Não conseguia.

Não podia.

-pegue o menino e vá embora jeon, fuja pelas montanhas , essa briga e minha e não sua- falou por fim e seguiu em direção contraria .

-como vou saber quando ir?

- vou mandar um sinal.

-qual?

- voce vai saber.


Adentrou a porta de madeira caminhando em círculos em torno da sala, impaciente sem saber o que fazer ou o que passar

Era tão confuso.

Imprevisível.

Excitante.

Imaginar que finalmente teria um destino escrito por suas próprias mãos o animava apesar de que o maior obstáculo fosse o menino que havia trago. Não havia escolhas se não salva-lo, talvez o levasse para cada porem seria perigoso afinal ele poderia recordar do que foi vivido e isso era um perigo para jeon. Não podia deixa-lo voltar.

Ouviu passos da escada acabou-se por se assustar , pensava que estava só até aquele momento quando avistou o ruivo-vulgo hoseok-descer as escadas de mármore com um semblante confuso

-você está bem? Parece preocupado…- hoseok disse ficando a frente de jeon.

Era um dos únicos da casa que não tinha medo afinal jeon se mostrava uma pessoa boa que não era tão sedenta e sádica como outros vampiros que já havia visto nem tão  agressivo quanto taehyung.

- e que….eu…- lembrou-se do que taehyung disse preocupando-se com o que aconteceria com o jung pois segundo o kim aquilo terminaria em um mar de sangue e talvez por hoseok ser um mero humano , não sobreviveria se não fugisse dali.

Por outro lado sabia que mesmo taehyung sendo egoísta do jeito que era e um bruto sem limites, o mesmo tinha um fascínio pelo ruivo não era de deixa-lo perto de desconhecidos e quando acontecia, virava um bicho perigoso. Nunca entendeu a relação dos dois, no começo pensou que o kim apenas tinha prazer no sangue do moreno mas depois de um tempo percebeu que não havia razões para o vampiro deixa-lo vivo se não tivesse um motivo importante.
Talvez o seu sangue fosse bom…nunca saberia pois nunca provou, e nem ousaria provar.
Enfim talvez seok saisse vivo, ou talvez não.

-taehyung está armando algo perigoso, talvez fosse melhor você ir lá pra cima…

-onde ele está?

-la fora…

- vou ir ate lá.

Jeon arregalou os olhos. O que diabos hoseok estava pensando?

-o que ? Você 'tá louco, não pode ir lá!

- eu quero ver ele- disse andando até a porta sendo impedido por jungkook que segurou forte seu braço suspirando.

Sabia que seok era alguém decidido então….

- eu vou com você.


Andaram silenciosamente por detrás da casa apenas vendo a claridade aumentar cada vez mais. Ficaram proximo o bastante porém camuflados pela escuridão do local.

-por favor…- ouviu um choramingo junto a alguns soluços altos logo ouvindo o som estalado do que parecia um tapa.

-cale-se!- ordenou alguém de voz grossa.

-acalme-se yoongi não o mate agora- outra voz surgiu, a de taehyung.

- eu conheço essa voz…-hoseok pensou baixo andando perigosamente para mais perto possível vendo um homem ajoelhado ao chão com as mãos amarradas a uma corda grossa.
Tinha os cabelos de cor flamejante com uma expressão assustada, seus olhos estavam fechados fortemente enquanto os lábios rosados tremiam pelo medo que sentia.
Trajava uma roupa escolar que estava suja pela terra , em seu rosto tinha a marca de uma mão.
Seok desconfiou. O conhecia de algum modo. Nem percebeu quando começou a andar para frente acabando por pisar em um galho. O barulho ecoou alto o assustando, tanto que acabou caindo no chão.
O menino abriu seus olhos e naquele momento hoseok achou que iria infartar.

-jimin?!

-hoseok?!

Ambos estavam assustados. O que faziam ali? Ou melhor porque diabos estavam ali?

-droga hoseok!- taehyung ditou furioso correndo até o ruivo.

-o que significa isso? Você está cuidando de um mortal? - outra voz surgiu, dessa vez jeon resolveu se amostrar de uma vez.

-droga jeon porque não esperou?- gritou

- eu…

-taehyung você nos enganou? Esta querendo guerra?- o lobisomem começava a tomar uma cor diferenciada no olhar rosnando , todos seus homens o acompanhavam entrando em posição de ataque.

-jeon, corre! - dito isso mal demorou muito para pegar o ruivo ajoelhado no chão e correr em direção às montanhas.

Jimin mal conseguiu acompanhar a velocidade com que o outro corria, tudo passava de maneira veloz como uma pintura repleta de esboço, tudo parecia turbo, sentia o vento bater forte contra seu corpo como se seu corpo de tornasse leve como uma Folha.

Quando parou percebeu que estava no topo de uma alta montanha com o brilho da lua iluminando sua visão. Como havia parado ali tão rápido? Quando foi solto acabou caindo ao chão se afastando rápido de jungkook.

- sai de perto de mim! Seu…seu monstro! - gritou com a voz falha. Jeon mesmo assim andou ate o mais baixo segurando suas pernas para que não fugisse. Jimin fechou os olhos esperando o inevitável quando inesperadamente sentiu as cordas de afrouxarem em torno dos seus pulsos. Percebeu que o outro estava atrás de si o libertando.

Se sentiu confuso e momentaneamente culpado de chama-lo de monstro afinal estava ali o soltando porém isso não diminuía o fato de que não era humano

-quem é você?- perguntou mais calmo jungkook se afastou um pouco dando tempo para o Park se levantar.

- Jeon Jungkook

Jimin se sentiu enfeitiçado pela voz suave do outro que o encarava com certa profundidade, se encantou pelas orbes negras que refletiam o brilho da lua. Ele era branco parecia…morto.

-o que…o que eu estou fazendo aqui? Isso não faz sentido…até minutos atrás eu estava andando pela escola e..agora eu estou aqui…e aquele menino…eu lembro dele mas …eu estou tão confuso, o que está acontecendo? - começou a chorar novamente se ajoelhando no chão e cobrindo sua face com as pequenas mãos deixando que suas lágrimas fluissem livremente.

Jeon sentiu pena.

Era sua culpa.

Se tivesse opcionado por não obedecer taehyung…

Mas estava feito.

Seu destino estava ligado ao de Jimin enquanto vivesse e dessa vez tinha a chance de ter um motivo para continuar vivendo. Protegeria jimin nem que fosse a última coisa que faria.

- não chore, eu explicarei tudo, eu prometo- tirou as mãos do rosto do menor observando seu rosto avermelhado. Park assentiu olhando triste para jeon.

Seria uma longa noite.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...