História You and I - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Arrow, Demi Lovato, Harry Styles, Little Mix, Martina Stoessel, One Direction
Personagens Harry Styles
Tags Harry Styles
Visualizações 23
Palavras 1.372
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 42 - Yo te amo a Ti


Fanfic / Fanfiction You and I - Capítulo 42 - Yo te amo a Ti

Londres -Hora da festa casa dos Petrovan.

[...]

-Já tem convidados lá em baixo.

-Então! Vamos a seção tortura.

-Você ta linda!

-Mamãe escolheu! Eu não sei por que tão chiq, mas.

-Você ta...

-Connor!

-Linda! Era que eu dizer... Oshe! Há antes de ir, tenho que te avisar uma coisa.

-Lá vem! Diz Connor

-Harry e a família dele vêm

-O que! A qual é, serio isso e por quê? Pensei que o Alex queria matar ele.

-Acho que a raiva passou! Enfim, sua mãe e Isabella insistiram.

-Tudo bem!

-Tudo bem mesmo?

-Tudo e só ele não querer vir falar comigo. E você nem ouse da uma de santo.

-Pode deixar. Vem vamos.

Pov's Harry

Ela desceu as escadas de braços dados com Connor! E como sempre linda, parece, mas magra e diria até cansada. Já se passou cinco meses desde que a vi, em Nova York e nós brigamos feio, suponho que nesse tempo ela esteve com Connor em algum lugar já que em Londres ninguém soube dela. Parece ter se ausentado da Vogue, e a julgar a ultima vez que vi Alex e Sophia em Holmes e isso foi há dois meses ela não estava mesmo com a família aqui. Eu ainda a queria eu ainda a amava, mais não sei se era digno, já que fui tamanho de um idiota.

Pov's Patty

Desci as escadas até sala,  convidados, amigos, família. Eu não pude deixar de notas Harry e os olhos dele em mim, ele estava bonito e ao lado de Gemma e Anne, que conversavam com Isabella, um nó se formou na minha garganta quando nossos olhos se encontraram eu apenas apertei  os punhos, respirei e desvie o olhar, voltei minha atenção, aos amigos e alguns convidados que vinham até mim e Connor falar, a festa estava esplêndida, mas nem por um segundo me sentia bem ali, minha garganta tava apertada, e volta e meia, Alex e Connor se revezavam ao meu lado, quando não Sophia ou Diego, acho que os quatro sabiam quanto era difícil pra mim estar aqui. O barulho, as pessoas, eu olhei em volta queria gritar, fugir dali, então pedi licença na roda de amigos, sai pra cozinha.

-Tudo bem com você?

-Olá Victor! Eu ainda não havia visto sim só pouco desconfortável com tanta gente.

-Imagino! Tempo de, mas escondida no quarto.

-Você soube.

-Claro! Depressão se chama, e eu disse a Diego e Sophia trilhões de vezes pra te tirar de lá, mas não me ouviram.

-Eu to bem Victor! Levantei estou aqui.

-Graças ao Connor pelo que sei. Os pesadelos voltaram?

-Meio inevitável, olha pra isso no meu braço, parece que fui espancada, mas não isso foi eu mesma.

-Vai ficar bem mesmo pequena?

-Vou vovó! Isso vai passar, prometi a Sophia de agora em diante, vou cuidar de mim, da minha cabeça.

-Fico feliz.

-Patty? Tudo bem.

-Sim! Só gente de, mas Connor! Tava com Victor.

-Ok! Alex vai falar quer todos na sala.

-Vamos até lá!

Eu sorri peguei no braço do Connor, e caminhamos com Victor até a sala.

-Queria a atenção de todos, por favor!

Agradeço amigos, família, presentes essa noite, e quero fazer pedido especial! Minha irmã agradeço presente que você e Connor me deram, mas posso pedir mas?

Todos me encararam e eu apertei o braço do Connor, que me olhou incentivando a não pirar ali mesmo.

-O que quiser Alex.

-Canta pra mim! Ouvir sua voz tem sido difícil! <ouve risos dos que sabia dos últimos cinco meses> E agora que esta aqui queria muito.

-Há...<Eu abri a boca pra negar e Connor me olhou rindo, mas sabia que ele me proibia de negar aquilo ao Alex, então.>.

-Claro eu canto, se você tocar!

-Feito!

Eu fui com Connor até grande piano porco recluso na sala, mas todos ali tinham uma visão boa do mesmo, Mamãe e Papai vieram bem próximos e eu fiquei ao em pé ao lado do piano, Connor se afastou pouco, não sabia o que o Alex iria tocar, ele começou a dedilhar e sorriu me lembrando da letra.

<Ouça-Yo Te Amo A Ti- NAS NOTAS>

Por teu amor eu perdi o caminho

Não encontro o caminho

Pendurada em seus beijos vivos

Eu sou um suspiro

Eu chorei um mar de lágrimas

E meu coração falta a metade

Por seu amor eu perdi o caminho

Não encontro o caminho

Sophia me ajudou fazendo a segundo voz, volta e meia, mas essa canção Jorge cantava com Martina, então Connor ergueu a voz, fazendo Alex sorrir ainda, mas, eu sabia que meu irmão não queria só ouvir minha voz, ele queria me lembrar do amor, que eu era amada, e que haviam pessoas que fariam tudo por mim, nossa família, Connor, o que eu tinha era muito para me perder na minha magoa e medo.

 

Eu amo você

Só você

Oh, eu amo você

Só você

Connor se aproximou de mim, me puxou pros braços dele, ele me fazia o encarar, ele não era Jorge, mas cantava muito bem, ele sorria, o que fez sorriso brotar no meu rosto.

Embora você me machuque

Em meus sonhos vive

As estrelas brilham

Quando você sorri

Ainda eu amo você

Sempre será assim

Estamos enredados

Eternamente ligados

Como enfrentar o mundo separados

 

Meus pais se aproximaram de nós e eu do Alex, estava de mãos dadas com Connor e quando cansam acabou, os quatro me abraçaram, e Sophia disse pra que apenas nós ouvíssemos.

-Mesmo Connor, sendo agregado nessa família. <Risos> Nós amamos você minha pequena, e sempre vamos estar aqui, não importa quanto tempo passe nós vamos, amar, suportar e cuidar de você.

-Obrigado! 

Nós nos afastamos e todos aplaudiram a nós, Alex tomou a palavra, e todos brindamos a vida dele, e, mas um ano. Mamãe veio ate mim, e eu sabia pra que, de todos no salão, apenas Anne, Gemma e Harry eu ainda não tinha falado, e eu teria que ir até lá não por Harry mas por Anne e Gemma, então eu coloquei meu melhor sorriso no rosto e fomos até onde estavam.

-Olá! Gemma, Anne, Harry! <Eu cumprimentei Anne e Gemma com beijo, e apenas sorri ao Harry, que retribuiu.>.

-Patty, você realmente tem uma voz linda!

-Obrigado Anne!

-È Connor, cantando me surpreendeu.

-Ele faz isso pra me agradar Gemma. 

-Realmente, voz Linda, e esplendida.

-Obrigado Harry! <Eu sorri, fraco outra vez o encarei nós olhos.>.

-Minha nossa! O que isso no seu braço Patty, se machucou?

-Ou isso...<Sophia me interrompeu>.

-Ela se machucou brincando hoje com Connor na piscina. Conhece esse dois, parecem cão de briga, mas se amam, começo a tomar gosto, e Connor virar meu genro!

-Mamãe! <EU disse e Anne e Gemma riram pra não se formar clima>.

-Mas eles são irmão ate onde sei Sophia!

-È Harry esta certo, Connor eu somos como irmão.

-È você tem os irmão mas lindo de Londres Patty!

-Pior Gemma! <Risos>

-Patty! Com licença pessoal, posso rouba La pra dançar?

-Claro! Querido! <Alex me puxou da roda me fazendo então respirar>.

-Obrigado! <Dançando>

-De nada, o que foi mamãe e sua indireta de Connor podia ser genro?

-Ela fez de propósito pra alfinetar o Harry.

-Não que eu ache que ele não mereça! Mas foi bom. <Risos>

-Vocês se acertaram?

Sim! Holmes, a dois meses, somos amigos, eu sei você e minha irmã...

-Alex tudo bem! Não precisa me dar explicações, terminamos, mas ele ainda e amigo da família, e nós adoramos todos eles, então sem neura.

-É agora daqui em diante o que pretende fazer? 

-Bom eu sai da revista, não tenho muito o que fazer a não ser voltar pra minha depre! Mas com Connor aqui, meio difícil! 

-E mesmo se ele não estivesse, Patty Você precisa voltar a viver! Eu não, Connor me disse que vai fazer algumas viagens para bisbilhotar a concorrência em hotéis, por que não vai com ele pode ajudar? 

-Seria uma boa, mas Connor é eu viajando? 

-Eu não vou surtar, papai bom ele mamãe pode dar um jeito, apesar de que mamãe está associada partido que aceita vocês juntos. 

-Alex! 

-To brincando! É o Connor, vocês podem ir sem problemas maiores não podem? 

-Acho que sim! 

-Então faça! 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...