História You and me - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Danielle Campbell
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Danielle Campbell, Luke Hemmings, Michael Clifford
Tags Ashton Irwin, Calum Hood, Danielle Cambell, Luke Hemmings, Michael Clifford
Exibições 111
Palavras 979
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ei, my babies! Como estão? Espero que todos estejam bem <3
Eu espero que gostem desse capítulo. Eu estava esperando por ele dês do começo da fic KJSKJDKKAJHFJ ele é realmente muito especial pra mim. Tô felizona de estar postando ele hoje. <3
Não esqueçam da fic meus amores. Ela é uma das coisas mais importantes pra mim.
Eu preciso de opiniões sobre o que estão achando da fic. Então, por favor, falem comigo pelo whatsapp (o número vai ser separado porque senão o site remove ele) 6 2 8 5 8 5 9 1 3 8
Tenha uma boa leitura!

Capítulo 34 - Sua garota, sua namorada


"Amor, você é importante pra mim. Sei que ainda não somos namorados. Mas quem se importa com essa merda? Eu tenho você e você tem a mim''. 

-Luke, você tá totalmente bêbado. -Revirei os olhos.

-Hey, foda-se amor. Estando bêbado ou não, é um pedido. Então por favor, aceite. -Me abraçou. Senti sua respiração contra meu pescoço, ele aproveitou para dar vários beijinhos por toda a região. 

-Eu aceito, amor. Quando será o nosso casamento? -Perguntei rindo. 

-Ainda está muito cedo para escolher a dada. -Riu e eu concordei. -Primeiro tenho que conhecer o meu sogro. 

-Você não o conhecerá tão cedo. -Disse. -O que você diria a ele? 

-Olá senhor, vim aqui pedir a sua benção para namorar a sua filha. -Disse com um meio sorriso. -Mas agora sua filha também me chama de papai. 

-Você não diria isso! -Ri alto. 

-Ah, diria sim... -Riu.

-Ele iria pensar "merda, mina filha está namorando um delinquente". -Me sentei na areia. -E eu diria "foda-se papai. Eu realmente não me importo". 

-Mad? -Luke me chamou.

-Sim? -Olhei para ele. Ou especialmente, para seus olhos. 

Ah, os olhos de Luke... Se não for um dos olhos mais bonitos que eu já vi na minha vida, eu não sei qual é. Eles são de um azul bem claro. Que muda conforme a noite. De dia, é um azul contagiante, apaixonante e extremamente invejável. De noite é inexplicável, não da pra saber o que ele demonstra, se é dor, amor, raiva ou até mesmo ódio. A única coisa que eu consigo pensar ao olhar no fundo dos olhos de Luke Hemmings é que ele me conquistou de uma forma diferente. Ele me tem em suas mãos. E ainda, é a primeira coisa, primeiro nome e primeiro desejo que me vem a cabeça tem a ver com ele. 

-Você aceita ser minha namorada? -Perguntou com sua voz rouca e gostosa. 

-Luke, eu não sei se posso confiar em você. Está bêbado! 

-Não, Madison. Eu não estou bêbado. -Revirou os olhos. -Eu não consigo ficar bêbado quando estou perto de você.

-Porque? -Perguntei me aproximando. 

-Você acha que eu gostaria de perder esse momento ao seu lado por causa de uma bebida? -Perguntou. -Eu sou mais que isso, Madison.

-Eu aceito. -Disse. -Aceito ser sua namorada. 

Olhei para Luke para ver sua reação. Ele sorriu, um sorriso sincero. Me puxou para mais perto de si e me beijou. 

Eu agora, era a namorada de Luke Hemmings. Eu não acho que estou me iludindo. Ele disse com clareza que não está bêbado então se lembrará disso hoje, amanhã e quem sabe, sempre. 

Sempre pra mim é uma palavra longa e cansativa. Aposto que se Luke estiver ao meu lado, não será tão cansativo viver o meu ''sempre". Há, pelo menos até lá espero não ter me matado. A humanidade é cansativa. Acho que preferia mil vezes ser uma flor ou a Lua. Todos gostam de flores e da Lua. Não conheço alguém que não goste! 

Se eu fosse a Lua, Luke provavelmente seria o meu Sol. 

Paramos o beijo por falta de ar. 

-Me diga mais sobre você. -Luke passou seu braço envolta do meu pescoço. -Adoraria saber tudo sobre você. 

-O que quer saber, amorzinho? 

-Data de aniversário? -Perguntou. 

-07 de Dezembro. -Falei. 

-Porra. Mas o que? -Luke gritou. -07 de Dezembro? Madison já tá chegando o dia do seu aniversário.

-Eu sei. Que a minha juventude descanse em paz. -Disse sem humor. 

-Não gosta do seu aniversário? -Perguntou e eu neguei. -Porque? 

-Eu não sei. -Ri fraco. 

-Então amore mio, se prepare, porque esse ano acontecerá uma das melhores festas de aniversário. -Me deu um selinho. -Nós não apenas transaremos como faremos tudo o que você tem direito. 

-Tudo bem. Quero que no mínimo, convide um dos meus ídolos para a minha festa. E por favor, torne-a inesquecível. -O beijei. 

-Quer ir para a minha casa? -Luke perguntou parando o beijo. 

-O que faremos lá? -Perguntei inocentemente. Como se eu não conhecesse bem a pessoa com que eu namoro. 

-Um bebê... Mas se você quiser fazer outra coisa. -Disse ironicamente. 

-Idiota. -Revirei os olhos. -Eu tenho que ligar para minha mãe. Se eu não ligar, ela provavelmente pensará que eu virei uma vadia de esquina. -Levantei e peguei meu celular. 

-Tudo bem. Estarei te esperando no carro meu amor. -Me deu um selinho rápido. -Não demore. 

Disquei o número de minha mãe e esperei que ela atendesse. Não é tão tarde para ela. Sei que agora ela está acordada perguntando aonde está sua filha. 

[...]

Eu estava mais uma vez prensada contra a parede, Luke explorava o máximo do meu corpo que conseguia alcançar, eu arranhava a bse das suas costas, deixando hora outra minha mão em meio termo com a sua bunda. Comecei a levantar sua camisa e ele se afastou para tirá-la Eu o empurrei em direção á cama, ele caiu como um baque mudo e eu me sentei em seu colo. Tirei minha camisa lentamente, a surpresa era que aquele não era um dia que eu quis ficar presa a um sutiã desconfortável. Ele prendeu o fôlego por alguns segundo e então disse:

-Há, sabia. 

-O que? -Preguntei confusa, me abaixando me aproximando da sua boca. 

-Olha você não está com seu sutiã. -Ele disse molhando os lábios com a língua dividindo seu olhar para minha boca e para meu olho. 

-Uau. -Disse beijando-o.

Ele analisava minha cintura, apertava conforme o ritmo do beijo. Ele me passou para baixo, sem quebrar o beijo. Ele mordeu meu lábio enquanto levava sua mão esquerda para meu seio. 

Namorada de Luke Hemmings e agora... Bom, eu estou na cama dele. Tudo parece certo e normal. Mas pra ser sincera, estou nervosa e com medo. 

Seja o que Deus quiser. E bem, ele quis. Quis que eu fosse a garota de Luke Robert Hemmings. 

 

 

CONTINUA...

 

 

 

 


Notas Finais


HOT NO PROXIMO CAP ME DESCULPEM PELA FALTA DE CRIATIVIDADE E PELO CAPITULO BOSTA MAIS OS DOIS PROXIMOS SERÃO MARAVILHOS
LUKE E MAD NAMORADOS
AAAHA O OTP É SENSACIONAL.
Comentem
P.S:Falta apenas 10 capítulos para a fanfic acabar. Beijos, amo vocês.. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...