História You Are Mine Wanting or Not - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Tags Comedia, Drogas, Sexo, Violencia
Exibições 162
Palavras 1.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Ela vai amar ouvir isso no discurso do casamento


Laura P.O.V

- Brendon? - Repeti suas palavras com desconforto.

- O que foi Laurinha? - Perguntou ele ao ver que eu não estava legal.

- Bieber! Como é bom Reve-lo e como sempre com uma vadia nova - Falou alguém antes de eu conseguir responder, virei me encarando a pessoa e desgraça era o Brendon.

- O que você quer? - Perguntou Justin.

- Quem é a azarada da vez? - Falou ainda encarando Justin mas seus olhos abaixaram e me encararam travando. - Laura?

- De onde vocês se conhecem? - Perguntou Justin exasperado.

- Não se lembra do meu ex amigo de escola? - Encarei Brendon.

- Caraca o possessivo! - Relembrou Justin.

- Eu não era possessivo - Respondeu ele indiferente.

- Some daqui. - Falei.

- Claro, mas você sabe que esta no campo inimigo agora, não sabe?

- isto foi uma ameaça?

- entenda como quiser. - Disse e saiu me fazendo revirar os olhos.

- Isso que dá começar a morar com bandido, eu falei que ia dar merda - Falei rindo me virando pra Justin.

- Vale a pena não vale? - Disse e fez uma cara de galã.

[...]

Depois da cena patética de Brendon ele foi embora e acabou nem competindo o que fez o Justin ter 100% de certeza que iria ganhar, já era umas 3 da manhã quando decidimos voltar embora e como eu estava faminta depois do banho decidi ir comer algo.

- Justin eu vou ir comer algo. - Avisei enquanto ele morria vendo um daqueles jogos chatos na cama.

Desci as escadas e virei para a esquerda em direção a cozinha. Entrei na mesma e dei de cara com Ryan comendo uma deliciosa pizza com cara de besta.

- Olá Ryan - Disse pegando sua pizza e dando uma mordida enquanto procurava algo pra comer - O que esta te deixando tão feliz?

- Vou te dizer o que não me deixa feliz - Veio em minha direção - você pegar minha pizza não me deixa feliz. - Disse risonho me tomando a pizza.

- Isso foi muito egoísta tá - Murmurei e ele riu. - Agora vai me dizer o porque estar tão feliz?

- Eu conheci uma garota.

- Coitada - Falei em seguida.

- Laura!

- Eu to brincando - Comecei a rir. - Quem é?

- Você vai saber, amanhã ela vem aqui. - Disse ele e então comecei a vasculhar o armário.

- Nossa!! Parece que a coisa é séria então - Falei e vi uma lata de feijão.

- Eu não sei, ela não é como as vadias que eu já peguei sabe...

- Muito romântico você viu! Ela vai adorar ouvir isso no discurso de casamento. - Ele riu.

- Vai fazer feijão as 4 da manhã?

- Espere e veja. - Falei pegando um pão no armário.

- Eu estou com medo do que vou ver. - Disse ele receoso.

- Um bandido com medo de pão com feijão? Que tipo de bandido vocês são?

- Ha Ha Ha - Riu sínico - somos legais com pessoas legais.

- Se você diz - Falei jogando feijão no meio do pão enquanto Ryan quase vomitava.

- Mas e você e Justin? - O encarei.

- O que tem?

- Estão tendo algo?

- Não. Fodemos mês passado e estou na seca desde então.

- Você não quer nada com ele?

- Ele é um bom amigo. - Dei ombros e finalizei meu pão com feijão. Encarei o pão exalando amor e saudade, segurei o mesmo e levava em direção a minha boca...

- LAURA NÃO COMEEE! - Gritou Chaz me assustando pegando o pão da minha mão e jogando na pia.

- PORQUE FEZ ISSO? - Perguntei indo atras do meu pão.

- Ryan ia te zoar - Disse ele e Ryan se engasgou.

- Bate nele ai antes que ele morra - Pedi ao Chaz que foi desengasga-lo.

- Eu não zoei ninguém! - Falou Ryan tossindo já salvo.

- Aposto que a Laura colocou Nutella no pão e você trocou sem a coitada ver por feijão.

- Pelo amor de Deus a louca que fez isso pra comer - Discutiam e eu finalmente consegui abocanhar meu pão.

- Que nojo! - Chaz disse indignado.

- Minha avó do Brasil fazia isso para mim as vezes, então pode parar! - Disse cerrando os olhos para Chaz.

- Eu vou ir dormir - Disse Ryan se levantando - Beijo Laurinha.

- Porque meu nome sempre no diminutivo não compreendo. - Murmurei risonha.

- É fofo - Jogou um beijo no ar e saiu.

- Também vou - Disse Chaz se levantando - Mas antes quero sorvete. - Abriu a geladeira e pegou o pote de sorvete - E camisinhas - O encarei abismada e ele saiu sem dizer nada.

Decidi voltar para o quarto porque estava morta e Justin já devia estar no quinto sono, abri a porta e me arrependi no mesmo instante. Justin estava por cima de alguém com sua bunda desnuda.

- Awww! Vai Justin! - Gritou a garota e logo saquei, Barbara. Fechei a porta sentindo o pão querendo voltar. Fiquei em frente a porta pensando o que fazer até que vi a luz do quarto da Lily se acender. Abri a porta com certo desespero a assustando e fechei a porta com minhas costas derrapando nela.

- QUE SUSTO! - Gritou ela com os olhos inchados de sono mas não consegui dar muita atenção - Laura pelo amor de Deus pare de gemer tão alto. - Franzi o cenho e então ouvimos mais um gemido chamando por Justin.

- Não sou eu. - Disse indiferente.

- Amiga... - Lily disse com voz de pena, o que estranhei afinal não sou nada de Justin.

- Posso dormir aqui? - A interrompi.

- Certeza que não quer um conselho amoroso de amiga?

- Tenho.

- Oh - Suspirou aliviada - Graças a Deus porque eu não sei fazer isso não.

Continua?!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...