História You are my determination - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Auundertale, Chara, Frisk, Genocide, Mistério, Romance, Sans, Sansxfrisk, Undertale, Violencia
Exibições 80
Palavras 617
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey, primeiro capítulo amores leitores, espero que gostem, esta muitoooo pequeno pois estou guardando o resto para o próximo ent levem isso como uma introdução, tentarei postar todos o quanto antes, pois já tenho grande parte da história em minha mente só falta escrevê la. Vou ser sincera estou nervosa, já escrevi algumas histórias, porém nunca publiquei em nenhum canto, então claro que bate aquele medinho de ser ignorada ou chamada de lixo, mas eu supero huehuehue

Enfim, já falei demais, daq a pouco isso fica maior q o cap, bjs bjs.

Capítulo 1 - Julgamento (Introdução)


Fanfic / Fanfiction You are my determination - Capítulo 1 - Julgamento (Introdução)

     Eu... resetei tantas, tantas vezes, que nem consigo mais contar. Quanto mais eu repetia meu caminho, mais próxima eu ficava de todos. Filha, amiga, companheira, amor... eu me tornei todas essas coisas.
     Porém, quanto mais eu resetava, mais fraca eu ficava, mais... manipulável, e agora eu simplesmente não faço ideia de como permiti que isso acabasse dessa maneira.
     Uma voz, uma voz pequena que não sai da minha cabeça, e todo o sentimento de que algo estava incompleto, que algo faltava, faltava informações, me fizeram cometer esse Genocídio.
     Todo esse mal que causei, os sangues desses inocentes que eu derramei, me matam aos poucos por dentro. Eu temo que em alguma hora, seja tarde demais, que eu perca controle. Me sinto menos determinada.

     Finalmente estou chegando perto do salão de julgamento, local onde por todas as vezes recebi palavras de alegria e boa sorte, mas dessa vez não será assim.
     Da última vez que vi o Sans, estavamos em Snowdin...

《Flashback/on》
"Sans: Heya, o que está fazendo criança?
Frisk: o que você acha? Saco de ossos
Sans: Vamos lá kiddo, resete enquanto há tempo, sabemos que essa não é você
Frisk: Fique quieto, e por favor, longe de meu caminho, eu sei o que estou fazendo
Sans: hehe, ok, apenas esteja avisada. Se tocar no meu irmão, você vai passar por uns mals tempos"
《Flashback/off》

     E então ele sumiu. Solto um suspiro e sigo em frente, sei que vai ser difícil, eu só espero que ele atire palavras contra mim e não ossos ou algo do tipo, não sei bem se eu conseguiria mata-lo também, não depois de tudo que passamos, e se ele lutar, não tenho escolha. Matei seu irmão, Papyrus, e todos os meus amigos, pensar nisso me trás uma dor tão grande que não consigo descrever, quando percebo já estou chorando.

Entro no salão, aciono o botão de save e obervo a sala vazia, enxugando minhas lágrimas. Me aproximo do centro, sei que ele estará lá para me parar.
...
...
...
Sans : Heya, esteve bem ocupada certo? Tenho uma pergunta pra te fazer... Você acredita que, até a pior pessoa pode mudar? Que todos podemos ser boas pessoas se apenas tentarmos? Heh heh, aqui vai uma pergunta melhor...
Você quer ter um dia ruim? Pois, se você der MAIS UM PASSO, você não vai mesmo gostar do que vai acontecer depois

     Continuo parada, eu não consigo esboçar mais nenhuma reação, mas meu corpo se projeta para frente, parece que minha alma tem planos diferentes que meu coração.

Sans: ok né, foi mal Tori, é por isso que não gosto de fazer promessas...

     Então, antes que eu conseguisse ao menos notar, ele me atacou com vários canhões, acho que já tinha ouvido falar disso antes, eram gasterblasters. E antes que pudesse esboçar qualquer reação, eu já estava morta...
E de novo...
E de novo...
E de novo...
   
"SANS, POR FAVOR ME ESCUTE, eu, eu não sei bem por que estou fazendo isto, mas eu vou resetar ok? Eu só preciso ir até o fim" - falei em desespero

Sans : Vá pro inferno, você não estende como isso é, não é mesmo? Anomalias no espaço tempo, timelines sendo jogadas para lá  e para cá. Você acha que está acima das consequências, mas eu me lembro Frisk, me lembro de cada segundo antes disso tudo, você não pode brincar com todos assim.

     Mais ossos voando em minha direção, dessa vez consigo desviar. Ele aplica sua magia em mim me jogando do outro lado do salão. Ossos surgem da parede me matando novamente.



Notas Finais


Rapidinho né? Mas acho q já posto o 2° hoje ou amanhã, sim a frisk vai narrar por enquanto , mas relaxe, que muito em breve vai ter "POV" dos outros personagens no decorrer da história


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...