História You are my determination - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Auundertale, Chara, Frisk, Genocide, Mistério, Romance, Sans, Sansxfrisk, Undertale, Violencia
Exibições 64
Palavras 1.367
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey amores, mais um capítulo pra vcs, acho que agora o próximo só sai terça pois terei prova, acabando com meu tempo...
O próximo capítulo eu acho que já um dos meus favoritos, se for acontecer nele o que ta pra acontecer, fiquem curiosos shuashuashuas

Capítulo 4 - Andando em círculos


Fanfic / Fanfiction You are my determination - Capítulo 4 - Andando em círculos

     Acordo bem melhor, desço as escadas e me despeço da atendente e seu filho. Arrumo os meus poucos itens no baú e sigo em frente.
    Estou em frente ao Grillby's, não sei se entro, tenho medo, para ser mais específica não quero ouvir mais as palavras do Sans. Provavelmente ele não está aqui ainda, então acabo decidindo entrar.
     O ambiente é agradável como sempre, quente, contrastando com a cidade em si, eu sempre achei cômico um barman feito de fogo morar numa cidade de neve, mas ok, não vamos julgar os amiguinhos.
     Sento em uma das mesas do canto, onde a cabeça de coelho, a qual sempre me esqueço o nome está, fico encostada na parede, ela não se importa. Pra ser sincera, ironicamente eu só estou aqui para "matar o tempo".
 
    Não sei se sorrio ou choro com esse trocadilho, argh

     A única coisa que me resta agora é passar pelo Papyrus, e eu ainda não decidi como vou fazer isso sem magoa lo, afinal se eu for gentil ele irá querer seu amigo, e se eu for grossa ele arruma um jeito de reverter tudo que eu falo para o bem. Realmente, como eu tive coragem de...
     Não pense nisso Frisk, pelo o amor, pare com esse "drama". Apenas seja o que o destino quiser. Me levanto da mesa e me dirijo a porta, assim que eu abro dou de cara com ele. MERDA, é óbvio que isso ia acontecer, tão óbvio, xingo baixinho. Nos encaramos por provavelmente 10 segundos, mas pareceu uma eternidade, por fim ele se afastou permitindo que eu passasse, mas não o bastante, acabei esbarrando nele.

"Desculpe"-murmurei tão baixo que não sei se ele escutou

     Porém não falou uma palavra, e eu sentia seu olhar sobre mim enquanto me afastava do local.

《POV Sans/on》

     Observo Frisk sair apressada do local e entrar na biblioteca, balanço a cabeça e entro no Grillby's. Sento na bancada e peço o de sempre, uma garrafa de Ketchup.
     Quando nos encontramos na entrada, eu achei que ela ia começar a tagarelar de novo. Mas ela não disse uma palavra, apenas saiu. Ela esta com... medo de mim? Heh, eu também teria. Falo sério quando digo que não a quero perto do Paps.
     Arhg, as coisas não deveriam ser assim. Viro a garrafa de Ketchup. Uma grande piada eu falar que a farei ter tempos ruins, quando eu já estou os tendo. A única razão para a traição ser tão dolorosa é que ela nunca vem de quem esperamos, mas de quem confiamos. E então, o que acontece quando você ama alguém mesmo ela te machucando?
     Eu não devia estar tão mal, eu tenho o controle da situação certo? Mas... me faltam as PILHAS. Heh estou ficando bom.
     Essas pilhas seriam sua determinação, mas eu não a tenho (N/A: hahaha que inocente, ele leu o título dessa história?)
     Ela em breve vai ver o Papyrus, eu deveria estar lá agora, vigiando isso, mas eu simplesmente não posso, fazer mudanças muito grandes nas timelines pode acabar dando muita merda. Ela acha que esta acima das consequências, mas tenho responsabilidade o bastante pra ter conciencia de que não é verdade. Porém, não posso correr o risco, não sabendo que eu posso impedir, eu...
  
"Desgraça! Parece que eu não vou conseguir não AGIR, isso vai ser um OSSO duro de roer mas vamos lá"

     Saio do Grillby's apressado, e corro até a divisa entre Snowdin e Waterfall o mais rápido que eu posso, o motivo de não estar usando o teletransporte? Óbvio, ninguém da cidade pode ver.

《POV Sans/off》

     Estou de frente para o Papyrus agora, acabei decidindo que não vou deixar ninguém me abalar, eu sei que estava errada, eu sei que eu não mereço nada de toda essa gentileza. Mas eu realmente quero concertar as coisas e para isso, vou fazer tudo certo. E Sans gostando ou não serei amiga no Papyrus.

PAPYRUS: humana! Eu o graaaande Papyrus, te capturarei e...

Sans: se afaste dela Paps

     Que?

PAPYRUS: Sans você não deveria estar no seu posto?

Sans: É por uma boa causa, agora vamo embora

PAPYRUS: Mas Sans, ela não pode passar, tenho que captura la, só assim Undyne irá me reconhecer

Sans: Ela é um monstro Paps, vai trair todos, não perca seu tempo, venha vamos para casa, eu descobri uma nova receita de espaguete

PAPYRUS: Eu me preparei a vida toda para isso e.... veja a humana está chorando. Por favor não chore Humana, esqueça a captura, eu o grande Papyrus serei seu amigo

Sans: NÃO será, você quer entrar na guarda certo? Isso da trabalho pra OSSO, então vamos, deixe a para Undyne ela sabe o que fazer

PAPYRUS: Nyeh heh heh, muito engraçado, mas estou farto das suas piadas Sans, além do mais, não posso deixar a humana para Undyne nesse estado, veja ela está em prantos.

Sans: Mas... Vo-você n-nao pode...

     Parecia derrotado, ele não consegue discutir com Papyrus, não sei se estava prestes a chorar ou ficar com muita raiva, de qualquer forma ele apenas se virou e sumiu dentro da floresta, provavelmente para se teletransportar sem que Papyrus veja. Não sei o que deu em mim na hora, não consegui esboçar nenhuma reação apenas chorar...

PAPYRUS: Vamos Humana, vamos ter um encontro de amigos e relaxar, eu acho que é disso que você precisa

"Obrigada Paps, eu..."

PAPYRUS: não ligue para meu irmão ok? Ele só está meio chateado, talvez por nunca ter visto um humano, então não sabe lidar com a situação ou talvez esteja com ciúmes do GRANDE Papyrus aqui

     Ele me deu um de seus sorrisos enormes, e eu sorri também, agora eu sei que, não importa o que aconteça, que linha do tempo eu esteja, Papyrus sempre vai acreditar em mim, entendo porque o maior juramento de Sans é protege lo, estou jurando a mesma coisa agora.

     Após um longo período lá na casa deles, finalmente me despeço do Papyrus, ele me dá seu número de telefone e pega o meu também, me dizendo que o que eu precisar posso ligar.
     Chegando em Waterfall, falo com monster kid e avisto Sans em seu posto. Sua cara é de que como nada mais cedo tivesse ocorrido.

Sans: Heya, hora da minha pausa, bom eu te chamaria para vim comigo, mas você já estava lá mais cedo, certo criança?

     Ele quer brincar de ironia? Ok eu posso entrar no jogo dele
"Na verdade, estou com fome, vamos?" - Consegui deixa lo sem reação

Sans: hehe, por essa eu não esperava MESMO Kiddo, deve se achar muito esperta não é?

"Bom, você que deve, escondendo toda a sua angústia e tristeza  por trás desse sorriso cômico, acha que eu não percebi, lá na floresta com o Paps? Eu te conheço Sans, muito, você fica tentando me tachar de inimiga, mas esquece justamente isso, que eu te conheço"

Sans: Sua...

"Anda me xinga de novo, pois é a única coisa que você vem fazendo desde que resetei"

Sans: Você esperava diferente? puta merda Frisk, você acabou de dizer que me conhece, entenda: eu não posso enconstar um dedo em você, mas se não fosse pela minha promessa você já estaria morta, e eu não estou brincando desta vez

     Eu não tenho nem mais lágrimas para chorar
"Eu realmente não queria que as coisas fossem assim, eu odeio isso tudo, eu queria tudo de volta, a gente de volta.." - Suspiro -"Mas eu já sei que não vai rolar, então, apenas pare de me trucidar o tempo todo com suas palavras, tente me perdoar pelo menos um pouco"

Sans: ... esta pedindo muito Frisk, sabe disso, apenas se coloque no meu lugar também, eu não acredito que você ache que eu não estou sofrendo, e acredite bem mais do que você.

     Dito isso, ele sumiu, deixando para trás apenas uma garrafa meio vazia em cima da mesa do seu posto, lavo meu rosto na água de Waterfall, e agora apenas a beleza desse lugar e a esperança de dias melhores, me enchem de determinação pra continuar.



Notas Finais


Lalalalalala, teve POV do Sans, farei mais U.u
Eu não sei se vocês já pararam pra ver mas uma das minhas maiores inspirações pra criar uma histórias vinheram de fanarts e músicas no yt, no próximo cap coloco o link de umas aqui ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...