História You Are My Favorite Drug - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias 30 Seconds to Mars, Amanda Hendrick, Avril Lavigne, Cara Delevingne, Christina Perri, Emma Roberts, Ezra Miller, Jared Leto, Kristen Stewart, Lana Del Rey, Margot Robbie, Will Smith
Personagens Amanda Hendrick, Avril Lavigne, Cara Delevingne, Christina Perri, Emma Roberts, Ezra Miller, Jared Leto, Kristen Stewart, Lana Del Rey, Margot Robbie, Matt Wachter, Personagens Originais, Shannon Leto, Solon Bixler, Tomo Milicevic, Will Smith
Tags Jared Leto, Jargot, Margot Robbie
Exibições 147
Palavras 1.968
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem a demora, obrigado Val por ter me ajudado ❤❤
E eu só queria avisar que... EU TROLEI VCS!!! kkk dscp gente :/

Capítulo 39 - Bebê


Fanfic / Fanfiction You Are My Favorite Drug - Capítulo 39 - Bebê

P.v Margot

Acordo assustada, olho para um lado e para o outro naquele quarto escuro, sento abraçada com meus joelhos e começo a chorar.

-Margot? -A voz de Jared ecoou naquele quarto. Senti sua mão passar em minhas costas e me arrepiei.  -O que foi? -Ele disse se aproximando de min.

-Sai Jared! Me deixa! -Falo e ele não entende.

-Margot.. O que eu fiz? Foi porque eu usei drogas? Desculpa não foi minha intenção. -Ele fala meio atordoado.

-Me deixa, vai dormir! -Falo em meio ao choro.

-Foi um pesadelo? -Ele pergunta sentando ao meu lado.  -Margot... Por favor,fala comigo meu anjo.  - levantei minha cabeça e assenti para o mesmo que estava olhando fixamente para meus olhos inundados em lágrimas.  -Poxa amor, já passou.. quer me contar? -Ele disse me abraçando.

-Jared... Eu tô com medo do Kurt -Falo e ele faz cara de desentendido. 

-Por?

-Eu não sei! Ele...ele tem um ar meio assombrado, eu sinto que ele veio por mal, ele matava nosso filho no sonho é você? Você tava rindo enquanto ele me estuprava! SEU BABACA!

-Ei! Não grita!! Isso foi um pesadelo,margot, você sabe que eu não faria isso. Se ele encostasse um dedo em você eu matava ele. - falou colocando uma mecha do meu cabelo que estava caída em meu rosto atrás de minha orelha.

-Mas jad... Ele me assusta, eu quero que se afaste dele, pelo nosso bem!

-Pelo nosso bem? Você tem um pesadelo com meu melhor amigo e só por isso eu vou ter que cortar nosso laço? Margot.. eu conheço ele à anos, ele é como um irmão pra mim... Eu não posso fazer isso.

-Jared, será que você não vê? Você é tão cego assim?

-Pare de pensar só em você!

-Só em mim? Eu tô pensando em nós Jared!

-Você so quer fazer o que você quer e quando quer e ainda quer controlar minha vida por completo!

-JA CHEGA! você é um merdinha! -Falei me levantando.

-Onde você vai Margot? -Ele parou ao meu lado que estava colocando algumas roupas em uma bolsa.

-Pra bem longe de você! -Falei colocando meu dedo indicador em seu peito.

Peguei um casaco largo de jared,vesti-o e coloquei a mochila nas costas saindo de lá.

-Margot! -Jared falou saindo de casa e indo até em frente da mesma, tentei não ser seduzida pelo corpo dele (já que ele estava sem blusa e seu short preto estava meio caído mostrando um pouco de sua cueca box)

Pra onde eu iria? Eu estava como uma louca, de pijama na rua, em plena cinco da manhã,eu não voltaria pra casa nem fodendo, pensei na casa de Cara, mas estava tão longe... Avril era uma boa opção, não era tão longe dali.

~~//

-Margot? -Ela diz espantada, sua cara estava inchada,estava dormindo.

-Eeeer... Eu posso ficar aqui?

-Entra ae... Fecha a porta por favor -Ela disse entrando.

Fiz o que a mesma pediu e fiquei calada.

-Então, o que aconteceu? -Dava pra perceber que ela estava desinteressada e só perguntou pra eu me sentir melhor.

-minha mãe me expulsou de casa e eu briguei com Jared...

-Vocês... Sempre brigando, então.. eu vou voltar a dormir, quer ir pro meu quarto? - assenti e a mesma me guiou até seu quarto. 

-Onde vou dormir? -pergunto.

-Dorme comigo ué -Ela disse se jogando na cama. -Agora se não for muito trabalho... Não incomode meu soninho -Ela fez voz de criança.

-Ok né... -Falei jogando minha mochila no chão e tirando o casaco do jared, estava com o cheiro dele, aquilo era tão bom...
  Parei de ser melódica e joguei o casaco encima de minha bolsa e deitei ao lado de Avril.

10:35- Manhã

P.v Jared

Após Margot sair, entrei para dentro, chutei algumas coisas e discuti com Kurt, quase caímos na porrada, mas eu estava com muito sono pra isso e ele estava muito fraco.

Acordo na espectativa de abraçar Margot e dar um beijo nela, mas.. vejo que ela não estava ali, suspirei e levantei indo ao banheiro, escovei meus dentes e joguei uma água em meu rosto.
Fui até a cozinha pegar algo pra comer, peguei um pão de ontem e o comi puro.
Sento no sofá e pego meu celular para ligar pra margot mas, percebo que ela tinha deixado o celular em casa.

-Merda!

Ligo pra Cara umas 2 vezes seguidas,na terceira ela atende e escuto-a bocejar.

-Seja quem for, vai a merda! -Ela fala com sua voz meio embolada.

- Cara, Margot está com você? -pergunto.

-Que Margot oque, eu quero dormir. -Ela fala desligando na minha cara.

13:00h

Não aguentei ficar em casa como se nada tivesse acontecido, fui até a casa de Cara e pra minha sorte Margot estava lá.

-Margot por favor me desculpa eu sou mesmo um merda, você estava certa -Falei ao ver ela e abraçando suas pernas.

-Ai Jared, para credo que nojo -Cara fala revirando os olhos.

-Fica quieta aí cara -Falei.  -Você me perdoa? Eu não quis entender seu lado e..

-shhhh.. -Ela me interrompe, me puxa pra cima e me dá um beijo. -É melhor deixarmos isso pra lá... Não vai fazer bem pro bebê...

-Obrigado deus! -Falo olhando para o teto e abraço Margot.  - Eu vou me afastar do Kurt mag.. por nós e por mim...

-Aleluia! Glória deus! -Cara fala em tom alto.

[6 meses depois]
*Narrador

-Piter!

-Jony!

-PITER!

-JONY!!

-PIIITEEER!

-Calem a boca vocês dois! Nem petter e nem jony! Vai ser Luke! - Jared falava entrando na discussão de tomo e Shannon.

- É galera.. vai ser Luke.. -Margot chegou acariciando sua barriga.

Nesses seis meses que se passaram, um mês depois que a mãe de Margot a expulsou de casa, ela lhe pediu perdão e vocês já sabem o final, margot deixou de morar com ela, Jared arranjou um emprego e os dois moravam com Shannon que também prefiriu sair de casa.
Os dois homens trabalhavam e Margot cuidava da casa com ajuda de Cara.

-Aaah eu odeio esse lugar! -Ela dizia enquanto passava o pano pela sala.

-Não reclama, poderia ser pior -Margot fala bebendo um copo de suco.

Como ficou o Kurt? Kurt começou a namorar com uma garota chamada April,mas transava com amanda,emma e lisa, lisa era uma coitada inocente de apenas 15 anos.
Ezra e Cara estavam só em love, cara botou na cabeça que seria madrinha do bebê de Margot, e bom.. ela seria.
Margot teve que parar seus estudos por conta da barriga, quando começou a ser visível as pessoas começaram a julga-la muito mal, isso incluía Leonardo.

Hoje era de ultrassom, Jared estava animado, mas... Shannon e Cara iriam junto, ou seja, discussão e mais discussão.

-Cala a boca Shannon, seu macaco! - Cara falava escandalizando.

-você parece um porco! -Ele revidava.

-Ai gente! Parem, ja ta dando dor de cabeça, não sei nem porque vinheram.. -margot falava ja sem paciência.

Ao chegar no hospital, apenas jared podia entrar na sala com Margot, descobriram que o bebê poderia ser prematuro, e que o cuidado deveria ser dobrado, Jared era atencioso com tudo que moça falava.

Saindo do hospital, foram as compras, cara e shannon escolheram as roupinhas de bebê mais zoadas possível, Jared gostou das roupas escolhidas mas Margot não aprovou muito.

-Jared! Meu filho não vai sair de pintinho na rua! -margot falava irritada.

-O que tem ele sair de pintinho? -Cara se intrometia.

-vai se foder Cara! -margot falava dando dedo pra amiga.

-Tambem te amo -Ela disse beijando a bochecha de Margot.

[1 mês depois]

,Jared e Margot prepararam um jantar juntos para reunir todos os amigos mais próximos, tomo e Shannon ajudaram a arrumar a mesa, não deu muito certo mas, dava pro gasto.
Avril chegou mais cedo e ficou jogada no pequeno sofá, não demorou muito para Cara chegar acompanhada de Ezra, ao terminarem de tirar uma lasanha pronta do fogo e colocar na mesa. Todos se reuniram e começaram a comer.

-Ta muito bom isso daqui! -Cara falou de boca cheia.

-Eu mijei ai -Jared falou fazendo  todos rirem.

-Seu mijo ta muito gostoso!  -Ela disse dando um joinha pra ele.

-Parem seus nojentos! -margot falou fazendo cara de nojo.

Ao começar a comer Margot sente uma leve fisgada no pé de sua barriga, ela releva, seu bebê chutava direito. A fisgada começou a aumentar e intensidade, até que ela olhou para Jared com seus olhos arregalados e apertou o braço do mesmo.

-Margot? O que foi? -Jared perguntava sério.

-Eu acho que é agora! -Ela falou parada como uma estátua. -aaaah. -Soltou um grito assustando todos.

-Pega o carro tomo!! -alguem gritava, eram muitas vozes falando ao mesmo tempo.

Tomo entrou as pressas ao carro e Jared levava Margot ao carro com certa rapidez.

-Calma porra! Ta doendo! -margot falava em meio aos gemidos de dor.

-Eu vou também! -Cara falou entendo no carro.

-RESPIRA FUNDO MARGOT! nunca achei que eu fosse falar isso -Cara falava sorridente e ao mesmo tempo assustada com a situação.

Tomo ia rapido mas cuidadoso, foram para o hospital mais perto.

-Aa..Ju..da.. -Jared falava tentando recuperar o fôlego ja que veio correndo ate o balcão.

-minha amiga, ela tá gravida, tendo bebê! -Cara falava fazendo mímicas.

O inspetor do hospital provodenciou uma cadeira de rodas imediatamente, logo levaram Margot com certa pressa.

Os médicos levaram Margot e Jared foi seguindo até que outro inspetor o barrou.

-Desculpe mas não pode passar daqui.

~~~//

O tempo passava e nada de notícias de Margot, Jared andava para um lado e outro pelo corredor do hospital, cara olhava pensativa para o chão, até um médico vir em direção dos dois.
Ao chegar perto de Jared o médico sorriu fazendo Jared e Cara abrirem um sorriso também.

-Ele está indo pra incubadora... Vai ficar em observação já que... É prematuro. -O médico falava enquanto caminhava.

-O que é prematuro? -Jared perguntou baixinho pra Cara.

-Cala a boca seu idiota! -Cara cochichou para Jared.

O médico parou de frente para os dois e apontou para um bebê um afastado doa outros.

-Aquele ali -Falou fazendo Jared e Cara olharem.

-Ele... É tão pequeno -Jared falou abobalhado.

-Que coisinha feia, parece com você! -Cara disse brincando.

-Bom.. vou deixar vocês um pouquinho mais ai. -O médico falou se retirando mas Cara o chamou.

-Hey, e Margot? Como ela está?

-Vocês querem vê-la? -Ele pergunta.

-Claro...

O médico foi até a sala onde Margot estava.

- só dez minutinhos! -Ele disse e Jared e Cara assentiram.

Ao entrar na sala, margot olhou para os dois e sorriu cansada.

-Vamos ter que ficar aqui por um tempinho -Ela disse.

- Deu pra perceber.. -Cara falou.



~~~//

O tempo passou, Margot e seu bebê receberam alta (o bebê demorou um tempinho a mais), registraram a criança e cuidaram do mesmo atenciosamente.

-Ele tem seus olhos... -Margot falou para Jared enquanto olhava para seu filho.

-você acha? - Jared pergunta dando um beijo na cabeça de Margot.

-Sim, ele é todo parecidinho com você.

-Por isso que é feio! -Cara disse entrando no quarto.

-Credo Cara! Não fala assim dele! Ele é lindo! -Margot falou deixando o bebê adormecido no berço.

-Só vim pegar minhas chaves que esqueci aqui, ja to saindo. -ela falou pegando as chaves.  -Bye bye!

-Garota maluca... -Jared falou.  -Ei... Que tal aproveitarmos esse momento só nosso... -Falou beijando Margot.

-Sem fazer neném de novo.. -Margot brincou.

-Afff.. broxou -Jared falou fazendo bico.

-Babaca! -margot falou se preparando para dar um tapa no mesmo mas ele a impediu a puxando para si.

Se beijaram intensamente, cheio de amor e carinho, cada beijo uma sensação diferente, deitaram na cama sossegados,margot estava por cima de Jared enquanto o mesmo acariciava seus cabelos.

-Sabe Margot..

-Hmm?

-Você é a minha droga favorita.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...