História You Are My Flawed System - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mr. Robot
Personagens Angela Moss, Darlene Alderson, Edward Alderson "Mr. Robot", Elliot Alderson, Tyrell Wellick
Tags Drama, Mrrobot, Romance, Yaoi
Exibições 46
Palavras 693
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi amores, se divirtam com esse capitulo maravilhoso. Espero que gostem. XX

Capítulo 15 - Sex Breakfeast


Fanfic / Fanfiction You Are My Flawed System - Capítulo 15 - Sex Breakfeast


Elliot POV:

Acordei cedo, tomei um dos meus remédios pra dor, levantei da cama ainda com os olhos fechados, chamei por Tyrell e ele respondeu da cozinha, fui até lá e o vi preparando o lindo café da manhã.

Tyrell: espero que goste, tem pão, nutella, morango, suco de laranja, queijo.

Elliot: me parece muito bom

Tyrell: Ah desculpa, bom dia. Disse me dando um selinho rápido. O que me pegou de surpresa mas eu sorri. 

Elliot: você sempre fica de samba canção e de meia quando acorda? Sorri

Tyrell: Olha quem fala. Disse olhando pra mim.

Eu sempre dormia de cueca, e com uma camiseta velha.

Elliot: a comida está muito boa. Mudei de assunto

Tyrell: que bom que gostou, mas não se acostume. Riu

Elliot: o que vamos fazer hoje?

Tyrell: não tem nada programado, acho que o Dark Army nos deu uma folguinha

Elliot: amém pra isso.

Tyrell: Angela sabe que está aqui?

Elliot: não falei com ela

Tyrell: hm

Elliot: falou com Joanna?

Tyrell: marquei um encontro com ela, não disse o dia e nem o lugar mas pedi pra que ela continuasse a rotina de sempre

Elliot: vai aparecer de surpresa?

Tyrell: eu acho melhor,Joanna pode me entregar pra policia ou algo do tipo, ela está brava comigo

Elliot: ela não te entregaria, tudo que ela quer é dinheiro

Tyrell:....................

Elliot: desculpe

Tyrell: tudo bem, tem razão.

Elliot: eu não tenho que me meter na sua vida. 

Levantei da mesa rapidamente e ele me seguiu.

Tyrell: estamos juntos agora,você tem direito de opinar no que quiser

Elliot: tenho?

Tyrell: Elliot, é assim que os casais funcionam. Sorriu

Elliot: Ok, então não está bravo pelo que falei?

Tyrell: não

Elliot: e se eu opinar sobre outras coisas vai ficar?

Tyrell: depende, mas isso faz parte

Elliot: tudo bem. 

Tyrell: vem cá. Me puxou para seus braços

Elliot: não me aperta muito, lembra que ainda estou me recuperando

Tyrell: um beijo sara tudo

Elliot: isso não é.....

Antes que eu pudesse contestá-lo ele me beijou, dessa vez foi um beijo mais feroz, mal pude perceber que ele havia me encostado na parede, o beijo foi ficando cada vez mais excitante, Tyrell começava a descer seus lábios pelo meu pescoço agora, eu sentia meu membro enrijecer e pude notar que ele estava na mesma situação que eu. Ele desceu sua boca até meu pau e abocanhou, parecia bem ciente do que fazia, o que me fez pensar que ele talvez já tivesse feito isso antes. Comecei a gemer seu nome baixinho e ele voltou a beijar minha boca, me pegou pelo colo e me levou até o quarto, já estavamos completamente pelados a essa altura, roçando nossos membros um no outro, Tyrell deixava manchas roxas por todo o meu corpo, ele me posicionou de quatro, e começou a me dedar devagarzinho, foi um pouco dolorido no começo mas a excitação falava mais alto que a dor, aos poucos ele penetrou seu pênis na minha entrada e foi estocando devagar, eu continuava a gemer seu nome e ele o meu, as estocadas foram se tornando mais rápidas quase que imediatamente, não demorou muito pra que ambos gozassemos, senti seu liquido quente dentro de mim, e o meu derramado por todo lençol e meu abdomên, o que deixou Tyrell satisfeito, ele lambeu todo o meu gozo. Depois nos deitamos cansados e suados um ao lado do outro, coloquei minha cabeça sobre seu peito, e ele a mão sobre meus cabelos revoltos.

Elliot: eu.....

Tyrell: não diga nada, eu sei. Acariciou minha cabeça.

Elliot: foi o melhor sexo da minha vida. Finalizei a frase com um beijo em seu queixo

Eu tinha medo de estar vivendo um sonho, uma história de amor destinada ao fracasso mas no momento, eu estava adorando tudo isso e aproveitando a felicidade que me dura tão pouco, não sei quando tudo isso vai acabar, espero que não, mas a infelicidade e os problemas me encontram de todo o jeito, eles estão sempre lá me esperando. Então prefiro deixar as coisas fúteis e preocupações pra quando estivermos em um momento ruim, agora eu só preciso ser feliz ao lado dele.


Notas Finais


Até o próximo capitulo, não esqueçam de comentar o que estão achando, aceito sugestões sempre XX.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...