História You Are My Lucky! ( Imagine ChanYeol) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Girls' Generation
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Kai, Lay, Tiffany, Xiumin
Tags Chanyeol, Lotto, Lucky One
Exibições 307
Palavras 2.346
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiee pessoinhas <3

Hoje o cap tá leve, eu acho, quase não consegui escrever ;/ mas não quis deixar vcs na mão.

Enfim, espero que gostem :*

Capítulo 11 - Confused


Fanfic / Fanfiction You Are My Lucky! ( Imagine ChanYeol) - Capítulo 11 - Confused

Eu me apaixonei por você mesmo. quando te vi pela primeira vez, Não posso fazer o que quero, Não posso fazer o que quiser, Hoje de novo, meu coração está confuso.

Vai mostrar ou não? Não consigo ver dentro do seu coração,Você vai ser capturado? Você está ficando mais distante, Eu não posso me apaixonar, Eu não posso te amar, Vou me deixar chorar, as lágrimas caírem.                                           AOA - Confused

 

 

Um abraço quente e aconchegante, era o que eu sentia naquele momento, uma brisa fresca passeava naquele campo, sim, era um campo, eu estava deitada na grama sendo envolvida pelos braços de alguém, eu estava de olhos fechados sentindo um leve carinho nos meus cabelos, aquilo estava tão bom, decidi abrir meus olhos para ver quem era, Sorri ao vê-lo, era ChanYeol, ele parecia um anjo e talvez fosse mesmo, ele me abraçou forte, como se eu fosse desaparecer do nada.

- Eu vou te proteger. - Susurrou em meu ouvido.

Eu estava me sentindo tão bem como se não houvesse problemas, fechei meus olhos novamente, temi, pois se eu os abrisse eu acordaria daquele lindo sonho, sim era um sonho, no fundo eu sabia, mas foi inevitável, quando abri meus olhos vi Tiffany, ela tinha um sorriso mínimo nos lábios, mas seu semblante, estava triste e abatido.

- Vamos, acorde, já está quase na hora de irmos. - Sentei-me ainda meu sonolênta e sem entender muito bem as coisas, foi dai que eu lembrei de tudo, Baekhyun havia me encontrado e Lay estava sendo mantido refém por minha causa, uma lágrima desceu de meu olhos, Tiffany sentou ao meu lado e me abraçou, eu chorei, chorei feito um bebê, eu precisa colocar tudo aquilo para fora, precisava encarar a realidade dos fatos e parar de viver em uma ilusão que eu própria criei, me senti inútil, não podia fazer nada, apenas observar a vida de alguém ser destruída por minha causa.

Depois de alguns minutos meu choro parou, parecia que minhas lágrimas haviam secado, Tiffany ainda me abraçava, me afastei limpando as lágrimas, ela me ajudou.

- Obrigada Tiff, por estar comigo. - Ela sorriu.

- Você não tem que agradecer ______, amigos servem pra isso, agora vá se arrumar, temos que ir daqui a meia hora.

Sem mais delongas me levantei, estava me sentindo um pouco melhor.

 

A viagem de volta foi tensa, ChanYeol não havia falado comigo desde que eu acordei e eu sabia muito bem por que era, ele estava escondendo a verdade por trás daquele encontro entre ele e Baekhyun, sim, eles se conheciam, mas como?, havia muita coisa por trás daquilo tudo, Tiffany também estava envolvida de alguma forma e consequentemente JongIn, outro que estava estranho, ele nem me olhou, nada, parecia triste, ele ficou quieto a viagem inteira, estava em seu próprio mundo, ele se afastou tanto de mim, me pergunto o por que, eu o considero muito como amigo, ele sempre me ajuda, mas agora estava distante, eu queria ir até lá e conversar com ele, mas não tinha coragem, não agora que as coisas estão complicadas.

Chegamos por volta das dez e meia da noite, Chen e Minseok se despediram logo quando chegamos, JongIn desculpou-se milhões de vezes pelo acontecido e como sempre eles foram compreensíveis, disseram para tomarmos cuidado, nos despedimos e eles tomaram seu caminho,  me senti triste por eles não terem aproveitado mais a Califórnia, enfim, Tiffany teve a brilhante ideia de ChanYeol e JongIn irem para meu apartamento, segundo ela tínhamos que conversar, o mais estranho foi que os dois garotos não diceram nada, apenas foram sem reclamar, não estou gostando disso.

 

 

- Fiquem à vontade. - Disse entrando no meu apartamento deixando as malas jogadas no chão, todos entraram e sentaram no sofá.

Fui até a cozinha beber um copo de água, quando todos estavam em silêncio, como se esperasse por algo, Tiffany olhava pro nada, JongIn fitava seus próprios pés e ChanYeol estava digitando algo no celular, aquilo estava sendo uma tortura, que diabos estava acontecendo com esses três

Voltei para sala e sentei ao lado de Tiffany, parecia que havia uma grande nuvem negra em cima de nossas cabeças, sinal de que uma grande tempestade víria, já não bastasse tudo que estava acontecendo, ainda tinha coisa pior para saber, decidi terminar logo com essa tortura.

- Então, quem vai ser o primeiro a falar? - Perguntei um pouco irritada, todos voltaram sua atenção para mim.

- ChanYeol tem algo para nos contar. - Tiffany falou, percebi que ChanYeol ficou tenso. - Pode falar, todos estão aqui, você não pode mais esconder a verdade. - Tiffany estava nervosa.

- Tudo bem Tiff, eu vou contar tudo. - ChanYeol tinha a voz calma e suave, talvez ele fosse falar algo muito ruim por isso estava daquela jeito. - Você lembra quando nossos pais resolveram fundar o cassino?

- Não muito, eu era criança, eu só lembro que o papai vivia falando de dívidas. - Tiffany deu de ombros.

- No começo o cassino não era tão famoso e acabou que nossos pais foram quase a falência, se não fosse por uma pessoa. - ChanYeol deu um longo e pesado suspiro, como se estivesse se aliviando.

- Byun Choihyun. - Foi a vez de JongIn falar. - Um empresário misterioso que apareceu para investir em um cassino quase falido, nossos Pais não negaram ajuda, estavam desesperados para quitar as dividas, mal sabiam eles que aquilo seria a causa de suas mortes.

Meu coração acelerou, eu conhecia esse nome, mas não lembrava de onde, parece que ChanYeol viu minha expressão confusa e me olhou pronto para dizer quem.

- Você sabe quem é Byun Choihyun ______? - Balançei a cabeça para os lados em sinal negativo. - Ele é o pai do Baekhyun.

Foi como um choque, agora tudo fazia sentido, o porquê do Byun conhecer Tiffany e ChanYeol, isso foi muito antes de Baekhyun me encontrar, pelo que eu sei Choihyun foi morto, eu nunca o conheci e Byun só falou dele uma vez, por isso não lembrei.

ChanYeol ia continuar a falar mas seu celular não parava de tocar, resolveu atender, saiu da sala por um momento  deixando novamente o silêncio ali, todos estavam pensativos, eu olhava para Tiffany e eu via seus olhos marejarem, era muita coisa para um dia só, ela precisa de tempo pra digerir isso tudo e eu também.

Depois de uns dez minutos ChanYeol voltou.

- Desculpe mas eu tenho que ir, é urgente, eu volto amanhã e termino essa história. - Vi JongIn bufar, porém ele não protestou. ChanYeol nem se despediu direito, pegou sua mala e saiu porta a fora, realmente ele estava apressado.

O silêncio novamente se fez presente, mas não durou muito.

- Eu vou dormir aqui hoje, não posso deixar vocês duas sozinhas com o Byun solto por ai, eu posso dormir aqui no sofá. - Falou JongIn Sério.

- Vocês devem estar com fome, vou preparar alguma coisa. - Fui até a cozinha e comecei a preparar ramém, afinal, só tinha isso na minha despensa.

Tiffany pegou nossas malas e levou para o meu quarto, ela nem olhou para JongIn, com certeza estava o evitando, ele suspirou triste, Depois de um tempo Ouvi o barulho do chuveiro, Tiffany estava no banho, então resolvi finalmente perguntar o que estava acontecendo.

Parei o que estava fazendo e me sentei ao seu lado no sofá, ele ficou surpreso com minha atitude.

- Está tudo bem JongIn? - Perguntei, mas eu sabia que não estava nada bem, foi uma pergunta muito tosca.

- As coisas poderiam estar melhores. - supirou e me olhou, seu olhar era triste.

- Eu senti você tão distante, eu fiz algo que você não gostou?

- Não é nada com você,  eu queria pensar um pouco, ficar sozinho. - Ele desviou o olhar, senti que algo o incomodava em relação a mim, Mas o que? - Tem coisas que eu quero parar de pensar mais eu não consigo.- Ele voltou a me olhar e eu senti que ele queria me atigir.

- Como o que ? - Foi a única coisa que consegui falar direito, ele me olhava tão profundamente que fiquei constrangida.

- Como vo....

- Amiga onde fica a lavanderia. - Tiffany chegou de supetão, pigarreei e me levantei do sofá tentando ao menos disfarçar o clima estranho.

- Perto do outro banheiro. - Apontei e ela foi até lá.

Fui até a cozinha com pressa, eu não consegui ficar mais nenhum minuto perto de JongIn, eu temia saber a sua resposta, tinha medo de que fosse o que eu estava pensando e sinceramente, espero que ele esqueça isso e volte a ser o JongIn de sempre.

- _______ eu vou dar uma volta, não vou demorar. - JongIn estava triste, eu sabia, mas eu não podia fazer nada, se minha suspeita estivesse certa eu não queria saber, não agora.

 

A noite foi ligeiramente longa, depois de eu e Tiffany comermos fomos dormir, JongIn não comeu conosco, mas quando ele voltou já íamos dormir então não trocamos nenhuma palavra, apenas avisei que tinha comida na geladeira e que eu podia pegar o que quisesse.

Eu não consegui dormir, eu só conseguia pensar no que JongIn queria falar, a curiosidade estava me matando. Ao contrário  de mim, Tiffany dormia feito uma pedra, meus pensamentos por um momento voltaram-se para Lay, será que ele está bem? Será que Baekhyun havia feito algo ruim a ele? Mas isso era óbvio. O que eu faria? O pior que todos estavam envolvidos nisso, eu queria acabar com isso, será que eu deveria ir até Baekhyun e fazer o que ele quer? Eu não tenho garantia nenhuma de que ele irá deixar Lay livre, eu sei muito bem que as promessas de Baekhyun são falsas assim como ele, eu precisava da ajuda de um profissional, talvez um agente, não, pode ser perigoso, Baekhyun ficaria furioso se soubesse, o que eu vou fazer?

Levantei com cuidado da cama que eu e Tiffany estávamos dormindo e fui até a cozinha, passei pela sala e JongIn dormia feito um bebê, seus cabelos castanhos estavam bagunçados e caiam levemente sobre seus olhos, ele estava com os lábios entre abertos, não contive o sorriso, JongIn havia ganhado um enorme carinho meu, ele me ajudou e ainda me ajuda, pode ser que eu esteja paranóica, mas eu sinto que ele não sente só amizade por mim e isso me deixava  com medo, Tiffany o amava e eu sabia, por mais que ela diga que superou mas eu sei que ainda dói, eu quero que minha amiga seja feliz com o homem que ela ama, eu não medirei esforços para isso acontecer.

Fiz um pouco de chá de camomila, eu precisava me acalmar e dormir um pouco, não ia adiantar eu ficar aflita e desesperada, eu tinha que ser calma e sensata se eu quisesse salvar Lay.

Fui até a pequena varanda, abri a porta com cuidado para não acordar JongIn, me encostei no batente de madeira e observei o céu estrelado, bebi um pouco de chá, estava frio aquela noite, a cidade de Las Vegas é realmente maravilhosa, as luzes dos cassinos e as esculturas tão altas e brilhantes faziam ela ser uma cidade única, eu amava aquele lugar, apesar de morar a pouco tempo ali, sentia que aquele era meu lar.

- A noite está linda. - Me assutei quando vi JongIn ao meu lado, estava tão distraída que nem o vi chegar. - Te assustei? Desculpe

- Tudo bem, eu estava distraida. - Sorri e ele fez o mesmo, senti falta de seu sorriso.

Ele olhou o horizonte e eu fiz o mesmo.

- Eu sei que você está preocupada com o Lay, eu também estou, mas fique tranquila, ChanYeol vai dar um jeito nisso.

- Eu ainda não sei o que o ChanYeol pode fazer para resgatar Lay, você sabe não é JongIn? - Ouvi JongIn suspirar.

- Sim, mas não posso te dizer, na hora certa ele mesmo vai contar, não só pra você mas pra Tiffany também.

Bebi mais um gole de chá e pensei no que ChanYeol escondia, seja lá o que for envolvia Baekhyun ttambém, ele queria faze-lo pagar pela morte de seus pais, mas ChanYeol tem dinheiro, poderia muito bem mandar alguém mata-lo, mas por que complicar as coisas? Será que... ChanYeol era da polícia ou algo do tipo? Isso responderia o fato dele sumir de tempos em tempos, mas não, não pode ser e se fosse ele estaria em enorme perigo, Baekhyun odeia leis e tudo que vem dela.

- _______? - Ouvi JongIn me chamar.

- Hum

- Você ama o ChanYeol? - Ele me olhou fixamente esperando uma resposta.

Aquilo me pegou de surpresa, será que eu amo o ChanYeol? É claro que existia uma atração forte entre nós, mas amor? Não sei dizer.

- Eu não sei. - Abaixei o olhar, eu não estava com cabeça pra pensar nisso agora, havia coisas mais importantes do que isso. - Isso não importa agora.

Eu voltei a olhar o horizonte, JongIn agarrou meus ombros e me virou para encara-lo, quando olhei em seus olhos eles estavam manejados, o desespero em sua face era visível, mas por que?

- Isso importa sim ______, importa para mim, eu preciso saber se você ama o ChanYeol. - Ele me balaçou.

- E porque isso importa pra você JongIn? Porque? - Aumentei um pouco minha voz sem perceber, ele me encarou, seus lábios tremeram e algumas lágrimas caíram de seus olhos.

- Porque...porque eu te amo _____.

Meu coração falhou uma batida, eu simplesmente paralisei, eu não ouvi o que eu ouvi, não pode ser, céus, Eu só conseguia pensar em Tiffany e em como ela ficaria se soubesse, eu não podia apunhalar minha amiga pelas costas.

Eu não tinha percebido mas JongIn agarrou minha cintura e colou meu corpo no dele Eu pude sentir de perto o cheiro de seu perfume doce e sem pensar e nem medir as conseqüências...

Ele me beijou.


Notas Finais


Não me matem por favor ;/ isso faz parte da historia.

O que vcs acham dessa declaração do Nini?? me contem qro saber.

Bjs e até a proxima :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...