História You are my salvation - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Dean Winchester, Gabriel, Sam Winchester
Tags Depressão, Destiel, Romance
Exibições 41
Palavras 2.553
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - I wanna be the reason you smile!


Fanfic / Fanfiction You are my salvation - Capítulo 3 - I wanna be the reason you smile!


-Gente, o que vocês estão fazendo aqui?-Cas disse ainda com um sorriso cansado no rosto.
-Você quase matou a gente de susto maninho, já imaginou perdermos você? Deu nem tempo de te zoarmos ainda.-Gabe disse fazendo todos rirerm.
-Mas, Cas porque motivo aqueles caras te espancaram?-Charlie perguntou tentando ser o mais gentil possível.
-É Castiel você é...bem digamos...gay?-Sammy perguntou também tentando ser o mais gentil possível.
-Sou...-Cas disse em um tom triste-Me perdoem, eu tinha medo de não ser aceito por vocês já sofri tanto por conta disso-Abaixou os olhos-Espero que vocês possam me perdoar.
-Castiel, você não está sozinho olha, eu por exemplo sou bi, e não me envergonho disso.-Sam disse.
-E eu sou gay e não tenho vergonha disso também.-Gabe disse.
-Seja bem vindo ao vale Castiel, ninguém aqui vai te julgar, eu mesma sou lésbica já sofri muito por isso também, mas nem todo mundo tem preconceito.
-Eu mesmo, sou hetero porém não tenho preconceito-Disse.
A mãe de Castiel entrou no quarto sorrindo ao perceber que o filho estava bem.
-Meninos, o Castiel já esta de alta agora eu acho que ele precisa de um banho, e precisa tirar essa roupa de hospital.
-A gente podia sair hoje neh? Sabe pra comemorar a saúde do Cas?-Charlie disse dano pulinhos.
-Acho melhor não Charlie, o meu filho precisa descansar. Mas se vocês quiserem podem ir jantar lá em casa...eu posso fazer pizza.
-Pizza??Amooo-Gabriel disse também dano pulinhos.
Já era hora do jantar na casa de Castiel, eu vesti uma calça de lavagem escura e um pouco surrada, uma camisa preta e uma jaqueta jeans por cima.
Estava na frente do apartamento de Sam esperando ele chegar.
-Nossa Sammy você demora mais do que uma noiva pra se arrumar-Disse enquanto ligava o carro e ia em direção a casa de Castiel.
Chegando lá Castiel, Charlie e Gabe já estava comendo a pizza.
-Parabéns Sammy, você fez a gente perder a pizza-Disse cruzando os braços contra meu peito.
-Calma Dean eu guardei pra vocês também.
-Amém Judy Novak, você salvou uma alma.
A noite foi boa, assistimos TWD enquanto comíamos pizza e logo depois de acabarmos Judy trouxe torta.
Comi a torta quase toda, Cas so sabia rir do fato de eu enfiar vários pedaços enormes de torta de uma só vez.
Eu e Cas estavamos conversando sobre a série até sermos interrompidos pelo toque do celular do moreno.
-Licença é um antigo amigo.-mentiu.
Sabia quem era no telefone era Tomy o antigo namorado fiquei com raiva, porque? Também não sei, mas se eles dois tinham terminando? Porque motivos ele ainda ligava para Castiel?
-Ei, Dean? O que ta acontecendo?-Sammy que estava sentado ao meu lado no sofá perguntou.
-Era o ex do Cas, ligando pra ele- revirei os olhos.
-Para tudo você ta com ciúmes?-meurmurou no meu ouvido.
-Lógico que não Sammy.
-Você ta sim-soltou uma gargalhada mas logo parou de rir quando Castiel voltou pra sala.Murmurou algo no ouvido de Charlie e Gabriel.-Eu acho que já vou embora, eu tenho que fazer alguns trabalhos da escola.
-Ae mesmo Sem, lembra que nos combinamos de eu você e a Charlie fazermos juntos?-Gabe disse e Charlie assentiu com a cabeça.
-Mas meninos, eu fiz mais torta vocês não querem não?
-Desculpe Judy, eu o Sam e o Gabe temos que ir mesmo, mas olha o Dean vai adorar comer a torta que você fez.
-Ta bom então, voltem sempre.-Judy os levou até a porta.
-Eu acho que já vou indo dormir meninos amanhã tenho que acordar cedo.-Despediu-se de Castiel com um beijo na testa-Boa noite filho, boa noite Dean.
Eu e Cas estávamos sozinhos na sala, ficamos conversando sobre coisas aleatórias eu contei sobre minhas tentativas frustrantes em conseguir um emprego. Cas não parava de rir era bom ver ele sorrindo daquele jeito.
-Ta ok, Dean, eu preciso respirar-ele disse segurando a barriga e jogando a cabeça para trás e encarou o teto com um largo sorriso. Fiz o mesmo, então resolvi virar o rosto para o lado e pelo visto Cas fez o mesmo então o azul se encontrou com o verde e tudo parecia perfeito.
-Mas me fala Cas, o que você gosta de fazer?-apoiei o cotovelo no sofá ficando um pouco mais loge dos olhos azuis e o moreno fez o mesmo.
-Ah...-suspirou-Eu gostava de tirar fotos do Tomy...-abaixou a cabeça parecia que aquele nome trazia muitas lembranças, ele falava em um tom de saudade e arrependimento .
-Quem é Tomy?-Que diabos eu tava fazendo porque me importo tanto com isso?
-É meu ex namorado...pedi um tempo pra ele depois que eu perdi o papai...digamos que ele não gostava do jeito eu eu lidava com a tristeza, eu bebia de mais e...-parou de falar por um instante-tirar fotos dele me acalmava, podia ver cada traço bem feito de seu rosto por trás da câmera.
O que era aquilo que estava sentindo? Nem conhecia esse Tomy mas já tinha voltade de socar a cara dele, se ele não queria mais o Cas porque diabos ele ainda se fazia tão presente na vida dele? Qual o motivo de ainda mandar mensagens para Castiel?
Cas pegou o celular e ao olhar as horas ficou surpreso.
-Meu Deus Dean olha só a hora-Virou o celular para que eu podesse ver as horas. Caralho era 2:00 da manhã e eu ainda estava na casa de Castiel.
-Eu preciso ir-me levantei e Cas continuou na mesma posição.
-Ta tarde Dean pode ser perigoso, você não quer dormir aqui posso te emprestar uma roupa minha para banhar.
-Er...- Não, não diz que não isso vai da merda - Sim. - Droaga Dean como você é burro, okay agora ta feito é só segurar os hormônios e então tudo iria ocorrer bem.
Castiel se levantou e foi em direção ao corredor onde ficava seu quarto, não pude evitar em olhar o quão bonito ele ficava de costas, o quão suas coxas eram grossas e sua bunda então...ta ok Dean tire isso da sua cabeça agora!
Cas voltou a sala alguns minutos depois.
-Toma acho que serve em você-Jogou uma camiseta sem manga preta com um tecido fino, uma calça de moletom preta com uma listra fina branca na lateral, e uma cueca vermelha-Essa cueca é nova tá? Nunca usei ela-Disse sorrindo.-Vamos você vai ter que usar o banheiro do meu quarto, o outro o chuveiro queimou.
Chegamos em seu quarto, não era muito grande, tinha paredes brancas e era muito bem organizado, a estante com vários livros e HQS.
-Aqui é o banheiro, Dean banheiro, Banheiro, Dean.
O Celular de Cas vibrou, ao olhar pra tela do celular deu um sorriso largo.
-Quem é?-Puta que pariu Dean tem como ao menos disfarça?
-Ah, é só o Tomy-Cas me respondeu educadamente.
Me virei e fui banhar me xingando mentalmente, porque eu me importava com quem ele falava? E porque o fato desse Tomy madar mensagens pra ele me irritava tanto?
Liguei o chuveiro no frio para poder esfriar minha cabeça, quando sai Cas ainda estava sentado na cama e ainda olhava para o celular porém o sorriso que morava em seu rosto havia ido em bora e agora sua expressão era de ódio.
-O que aconteceu?-Me arrisquei a perguntar.
-Tomy sendo o idiota de sempre-Disse pegando uma toalha, uma roupa limpa e entrando dentro do banheiro.-Se quiser pode pegar meu computador e assistir a Netflix, a senha do computador é 091016.-Gritou de dentro dp banheiro.
Liguei o computador e vi que a foto de papel de parede era de dois olhos em um tom mel, provavelmente eram os olhos de Tomy, ignorei o fato e fui procurar o filme escolhi invocação do mal, eu amo filme de terror e eu ia adorar ver o Cas com medo de assistir o filme, iria ser a oportunidade perfeita para assustar ele.
-E ai qual filme você escolheu?-Disse Cas saindo do banheiro e secando os fios de seu cabelo escuro, o cheiro de seu perfume doce e delicado invadiu o quarto.
-50 tons de cinza!-O moreno me olhou com uma cara espantada-Mentira eu escolhi o invocação do mal.
-Ah não Dean, filme de terror? Não tem nenhuma comédia romântica ai não?
-Não! Eu quero esse.
Castiel olhou para mim fazendo biquinho .Ficava tão lindo daquele jeito quase me convenceu a mudar de idéia mas não.
-Nem vem com carinha fofa não, que tal fazermos pipoca? 
-Ta ok vou na cozinha fazer, procura alguns cobertores ai pra gente se cobrir, afinal eles são a nossa proteção contra os demônios desses filmes ai.
Procurei pelo quarda roupas de Castiel algum cobertor e encontrei um na parte de cima do guarda roupas o puxei e ao puxar caiu uma pequena caixa azul, peguei para ver o que tinha dentro e vi que tinha lâminas lá, fiquei totalmente sem reação então só juntei tudo e deitei na cama enrolado no cobertor. Será que Castiel se mutilava? Não, talvez aquilo tivesse outra explicação lógica, mas se bem que pensando bem o moreno sempre estava com blusas de manga comprida e isso era suspeito, mas não Castiel é a pessoa mais feliz que eu conheço, mesmo após ser espancado ele ainda mantinha um sorriso no rosto.
-Chegueei-Castiel entrou no quarto uma bacia com pipoca e duas latinhas de refrigerante.
Nos sentamos na cama em uma distância considerável e assistíamos ao filme.
Castiel não parava um minuto de conversar com a televisão ele parecia uma velhinha de 90 anos assistindo novela mexicana. Acabamos com a pipoca e com o refri nos primeiros minutos de filme, coloquei a bacia de pipoca na mesinha que estava ao lado da cama e aproximei mais um pouco de Castiel.
No primeiro susto do filme o moreno soltou um grito alto, então tampei sua boca e encarava os olhos azuis do menino.
-Xiu sua mãe ta dormindo Cas-Sussurei.
-Ta ok Dean, ninguém mandou você colocar essas coisas do Satanás pra mim assistir.-Disse tirando a minha mão de sua boca.
O filme já havia acabado, fui me deitar no sofá da sala fiquei lá por alguns minutos até Castiel vir me cutucar no meio da noite.
-Dean, eu to com medo, olha eu sei que isso vai parecer estranho e extremamente infantil mas dorme comigo?
Ai meu Deus eu deveria responder não pois eu e Castiel na mesma cama indo dormir não sei se poderia segurar os meus hormônios para isso.
-Ai Cas- Dei um leve sorriso- Ok cara eu vou lá colocar o bebê pra dormir.
-Nossa como você é engraçado hahaha podia até ir para a praça é nossa.
Fomos para o quarto Cas dormiu virado para um lado da cama e eu para o outro.
No meio da noite fui ao banheiro, quando estava voltando de lá vi o celular de Cas em cima da mesinha que estava do lado da cama onde Castiel dormia um sono profundo, ele respirava e espirava levemente e parecia um anjo dormindo.
Eu estava curioso para saber o porque de Castiel estar tão chateado com o tal de Tomy então peguei o celular coloquei a senha e fui ler as mensagens.
Mensagens on
Tomy ♡:Hay meu anjo, você ta bem? sua mãe me disse que você estava internado fiquei preocupado.
EU: Oi Tomy, eu to bem sim, já sai do hospital, e estou morrendo de saudade♡
Tomy♡: Castiel? Você não foi parar no hospital pelo motivo que eu to pensando não neh?
Eu: Ah qual é Tomy, por favor neh não vem fingir que ta preocupado comigo pq não rola mais ta?
Tomy♡: Sabe qual é o seu problema Castiel? Você não se importa com você mesmo, qualquer coisa que acontece já é motivo pra você começa a se cortar, a beber, tentar se matar, você quer o que aparecer? Se fazer de vítima?
Eu: Olha só Tomy se você acha que a morte do meu pai foi qualquer coisa saiba que pra mim não foi não, eu sempre aguentei xingamentos na escola, as pessoas me julgando pela minha opção sexual, enquanto você vivia escondido atrás do armário, com medo de se demonstra quem realmente era, se isso for exemplo de coragem meus parabéns...mas saiba que eu sempre tentei me manter forte, mas ninguém é forte para sempre.
Tomy♡: Olha meu anjo, me perdoa eu sei, eu te falei coisas muito idotas, mas foi no impulso eu tava com medo de te perder, me perdoa?
Tomy♡: Castiel?
Tomy♡: Caaaastieeell?
Tomy♡: Me responde pls....
Tomy♡: To indo pra Lawrence agora, chego amanhã de manhã.
Mensagens OFF
Será que Castiel era suicida? Mas porque ele nunca contou do pai dele pra gente? Porque escondeu ser gay? Pelo visto aqueles olhos azuis cheios de brilho também eram cheios de mágoa e tristeza.
[Castiel]
Era uma manhã ensolarada em Lawrence.Me acordei e ao olhar para o lado pude ver Dean dormindo ele abraçava minha cintura com um de seus braços, não pude evitar o sorriso, ele ficava lindo dormindo, pra ser sincero ele ficava lindo de qualquer jeito.
Fui até o banheiro escovei meus dentes e fui até a cozinha preparar algo para eu e Dean comer, já que era domingo e minha mãe sempre ia para a missa de manhã.
Estava fervendo a água pro café e foi então que alguém bateu na porta.
-Essa merda de porteiro que não avisa quem ta subindo-murmurei.
Abri a porta e Tomy estava lá me olhando com um sorriso no rosto.
-Será que eu posso entrar?
-Não sei não.
-Castiel, vamos conversar como duas pessoas civilizadas.
Abri passagem para que ele entrasse.
Ele se sentou em frente a bancada que separava a cozinha da sala. Fui para o outro lado da bancada e coloquei meus cotovelos em cima dela e encarei os olhos cor de mel do moreno que estava na minha frente.
-Então, porque você não me responde?-Ele começou a falar.
-Você só fala merda!-Me distanciei dele.
-Me fala Castiel, você tem outra pessoa?
-Como você é idiota.-revirei meus olhos.
Logo depois Dean somente de toalha entrou dentro da cozinha.
-Cas, o chuveiro do banheiro...-parou sua fala ao perceber que havia mais alguém no local-...queimou-Continuou.
-E depois você me diz que não tem outra pessoa não é senhor Novak??-Tomy disse gritando.
-Eu acho melhor você falar com ele direito- Dean respondeu no mesmo tom de Tomy.
-Cala a boca idiota, ele nunca que vai ter algo sério com você Castiel me ama!-Tomy disse partindo pra cima de Dean.
-Escuta aqui Tomy foi-se o tempo em que eu te amava agora tudo mudou.-Disse afastando ele do loiro.
-Por causa de que? Desse dai?
-E se for?
-Duvido!
Me virei com raiva segurei no pescoço de Dean o beijei.
Meu Deus eu o beijei de onde foi que eu tirei coragem pra fazer tal coisa? Também não sei mas o que mais me impressionou foi o fato dele ter respondido ao beijo.
Ele segurava minha língua com força e o beijo foi lento e calmo, pude sentir bem os seus lábios macios se chocando contra os meus, enquanto eu massagiava os fios molhados de seu cabelo, sentia sua pele ainda molhada contra o meu corpo, enquanto ele segurava minha cintura calmamente tentando não encostar nos machucados que estavam ali.
Quando finalmente nos separamos do beijo nos olhamos nos olhos, olhar para aquele mar verde me trazia uma sensação de paz, e de carinho.


Notas Finais


Sinceramente, eu achei esse capítulo meio pombo, mas né kkk
Espero que vocês gostem mesmo
Beijos até o próximo capítulo♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...