História You Are My Star 2 - Without You - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Lucy Hale, One Direction, Shay Mitchell, Troian Bellisario, Wilmer Valderrama
Personagens Demi Lovato, Harry Styles, Lucy Hale, Shay Mitchell, Troian Bellisario, Wilmer Valderrama
Tags Casamento, Darry, Demi Lovato, Dilmer, Filhos, Harry Styles, Wilmer Valderrama
Visualizações 57
Palavras 702
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Lírica, Romance e Novela, Saga
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 36 - 08/08 & Spoiler


Olaaaaaaaa!

Acharam que nunca mais iriam me ver aqui, não é? Pois é, mas eu venho aqui trazer um grande spoiler para vocês.

Por que?

Porque hoje é dia 08/08, e, não sei se vocês se recordam, esse dia é o aniversário de casamento do nosso casal, Darry!! (sim, do primeiro casamento hauhau)

Tá, mas qual era o spoiler?

O Spoiler é... You Are My Star vai ter SIM uma terceira temporada!! (obviamente se vocês apoiarem a ideia) e, talvez alguns prefiram chamar de spin-off, mas enfim, em breve eu começarei a postar (quando terminar a fic que já está em andamento, You Make Me Beautiful, e que eu não atualizo há muito tempo, mas juro que vai ter continuação).

Vou deixar um trecho aqui, e me digam se gostaram e se lerão caso eu comece a postar. Confesso estar bem empolgada e cheia de ideias, mas isso depende de vocês então deixem a opinião sincera ❤



Pov’s Micaela

 

Já eram quase onze horas da noite e eu estava tentando estudar há horas. Apenas tentando já que minha irmã havia colocado suas musicas heavy metal em um volume tão alto que eu mal podia me concentrar no que fazia. Geralmente não reclamo de suas musicas agressivas que realmente me incomodam, pois tento ter uma convivência pacifica. No entanto, até minha paciência tem limites.

-Mia, abaixa o som, por favor – disse batendo na sua porta que ficava exatamente em frente a minha. – Eu preciso estudar.

-Cai fora, pirralha – gritou ela lá de dentro.

-Eu disse “por favor” – insisti.

-Eu disse "por favor" – ela me imitou fazendo voz fina quando finalmente abriu a porta. – E se eu não quiser desligar? Vai chamar minha mãe? Ou Harry?

Dei um passo para trás. Ela era apenas cinco anos mais velha que eu e usava pijamas de bolinhas e o cabelo preso em um coque em formato de Tinker  Bell, mas, naquele momento, ela parecia extremamente intimidadora. Algo em sua postura me fez ter medo, provavelmente pelo fato de nunca ter me confrontado diretamente ou talvez fossem os olhos castanhos claramente irritados. Irritados ­comigo. Eu que deveria estar brava com ela, mas, ao invés disso, só estou pedindo para que abaixe o volume.

-Mia – Ouvimos a voz de Demi a repreendendo. Parece que um buraco dentro do meu estomago se abriu, e eu queria ser capaz de entrar nele. Olhamos para sua direção enquanto ela olhava calculosamente cada uma de nós. – O que está acontecendo aqui?

-Estou tentando estudar, mas não consigo por causa do barulho então pedi para Mia baixar. – Expliquei omitindo a parte que ela se negou a isso.

-Isso é música, não barulho.

-Mia, se a sua irmã pediu para você baixar um pouco, por que você não o faz? – Ela aproximou-se de nós, ficando de frente a garota. – Já está tarde, e vocês tem escola amanhã, de qualquer forma.

-Ela não é a minha irmã.

-Mia Emma Valderrama! – Me encolhi, mesmo que a bronca não fosse para mim. Ambas pareciam bem irritadas e eu odiava estar no meio disso. – Isso não são modos.

Incapaz de responder, a garota bufou algo inaudível e bateu a porta, literalmente, na nossa cara e pouco depois o som foi desligado bruscamente. Demi suspirou para a porta, como sempre acontecia depois desse tipo de discussão, e se virou para mim com olhos carinhosos.

Nem ela nem seu marido, Harry, eram meus pais biológicos. Eles adotaram-me quando eu tinha quase oito anos e Mia doze. Ela nunca gostou de mim, embora não me recorde de ter feito qualquer coisa para ativar isso.

-Me desculpe por isso. – Ela disse amavelmente.

-Tudo bem, já me acostumei.

-Você sabe que, mesmo não tendo o mesmo sangue, te amamos igualmente, certo? Você é parte da nossa família.

-Sei sim, mãe. – Mesmo depois de anos, essa palavra ainda deixava um gosto amargo na minha boca e não sei por quê. Os Styles eram ótimos pais, e eu os amo assim, mas as palavras ainda parecem carregar algo diferente para mim. Nunca comentei com ninguém, afinal, eles poderiam ficar magoados e a última coisa que eu quero é fazer isso.

-Que bom – disse parecendo bem aliviada. – Quer ajuda com o dever?

-Não, tudo bem.

-Então, boa noite. Qualquer coisa é só chamar.

-Ok, boa noite. – Demi me deu um beijo na testa enquanto eu lhe respondia e depois foi para seu quarto.



...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...