História You are my sunshine — Jikook - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Bts, Hoseok, Jhope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Mpreg, Namjoon, Parkjimin, Rapmonster, Suga, Taehyung, Yoongi
Visualizações 385
Palavras 1.416
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


POV do JK como um bônus. ♡

Capítulo 20 - "Jeonlous"


Fanfic / Fanfiction You are my sunshine — Jikook - Capítulo 20 - "Jeonlous"

Eu estava em frente a casa de Jimin com muita ansiedade para ver meu pequeno e minha filha. Nunca fui um cara romântico ou meloso, mas Jimin despertou esses sentimentos em mim e aquela barriguinha rechonchuda ajudava ainda mais.

Ele estava a coisa mais linda do mundo, talvez eu tenha me apaixonado outra vez como se fosse a primeira vez. Jimin era lindo e tudo contribuía para que ele ficasse ainda mais perfeito.

Era louco pensar que eu seria pai, mas eu havia me acostumado tão rápido com a ideia. Não me via mais sem os dois em minha vida, eu precisava tê-los comigo.

Fui o babaca do ano e esse título ninguém poderia me roubar.

Toquei a campainha, segurando em minhas mãos uma cesta cheia de chocolates e um urso azul fofinho e grande. Eu queria agradar Jimin, mimá-lo de todas as formas possíveis mesmo sabendo que nada iria mudar o fato de que eu havia pisado na bola.

– Eu estava esperando por você... – Yoongi disse assim que abriu a porta, cruzou os braços e deu um sorriso ladino. O que me fez engolir seco, ainda precisava enfrentar o irmão de Jimin e sabia que Yoongi não seria amistoso comigo.

Yoongi deu um passo a frente e fez o que eu deduzi que era a sua vontade a muito tempo. Socou meu estômago com força, fazendo com que eu fechasse os olhos e um gemido baixo de dor saísse de mim.

Fazer o quê se eu merecia aquilo.

Quase que deixei os presentes caírem, porém apertei o ursinho como forma de descontar a dor que eu estava sentindo.

– Pode entrar ex cunhadinho... – Yoongi disse dando um sorriso satisfeito.

“Maldito.” Pensei enquanto andava curvado para dentro da casa, tentando recuperar o ar.

– Obrigado por isso... – Agradeci, mas a minha vontade era de retribuir o soco naquela cara.

Avistei a gangue na cozinha e acenei com a cabeça e um sorriso forçado. Não dava pra falar, aquele baixinho tinha um punho forte.

Eles pareciam um bando de guardas, só aguardando um vacilo meu pra cortarem-me a cabeça. Percebi que havia perdido o posto de protetor, quando – na verdade – eu deveria estar cuidando para que nada acontecesse com Jimin.

Falhei nessa missão, porém seguiria firme até conquistar esse posto com honra.

– Olá, querido vacilão... – Tae falou assim que me viu.

– Engraçado você... – Não podia reclamar de nada, eu não tinha esse direito. Além de reconquistar Jimin, teria que reconquistar os meus próprios amigos.

– Se você quer tentar conquistar Jimin com chocolates está no caminho certo. – Namjoon me disse erguendo os polegares como forma de apoio. Bem, não era a minha intenção... Longe de mim, porém se ajudasse eu ficaria feliz.

– Cala essa boca que meu bolinho não é desses... – Jin disse dando um tapa na cabeça de Namjoon.

– O que é isso? – Escutei a voz doce que eu mais amava atrás de mim. Virei-me com um sorriso estampado no rosto e quase soltei água pelos olhos com o tamanho da fofura em minha frente.

Jimin usava um moletom azul bem maior que ele e uma bermuda que ficava acima dos joelhos de cor branca. E, bem, digamos que a gravidez tenha o deixado ainda mais gostoso.

“Eu sou a pessoa mais apaixonada que existe.” Pensei.

– Oi pra você também... – Ri do seu interesse pela cesta de chocolate. Recebi em troca o sorriso mais lindo do mundo, que iluminava qualquer escuridão dentro de mim.

– Oi, Jungkookie... – Ele disse meu nome de forma tão carinhosa e eu quase o peguei no colo para enchê-lo de beijos. – É pra mim? – Falou lambendo os beiços.

– Sim, são pra você... – Entreguei o urso em suas mãos e coloquei a cesta em cima da mesa

– Ele é fofo... Obrigada! – disse se referindo ao urso. – Vou colocá-lo no quarto da neném. – falou sorrindo e abraçando o urso. – Chocolates? – falou com os olhinhos brilhando.

– Sim, eu não sabia quais você gostava... Então trouxe vários. – falei sorrindo e recebi um olhar vindo dele que quase fiquei em estado líquido.

– Segundo Jimin, a nossa princesa ama todos os tipos de chocolates. – Hobi falou, chegando perto de Jimin e acariciando a barriga dele.

“Como assim “nossa princesa”? Que papo mais sinistro. Ela só é minha e do Jimin.” Pensei, passando a língua pelas bochechas. Eu realmente havia me incomodado.

– Tá tudo muito lindo aqui, mas ele não vai comer nada disso agora... – Yoongi falou entrando na cozinha. – Da última vez que dei chocolate pra ele e para o projeto de Jimin, tive que passar a madrugada inteira acordado assistindo bob esponja porque eles estavam sem sono. – falou sentando-se. – Até hoje tenho pesadelos com aquela coisa amarela e irritante.

– Não foram os chocolates que me deixaram sem sono, hyung... – Jimin falou enquanto fuxicava a cesta. – Só vou comer um. – disse enquanto desfazia o laço e abria o embrulho.

– Seu irmão está certo, bolinho... Depois do almoço você come, nosso convidado vai já chegar. – Jin tirou a cesta de cima da mesa e Jimin fechou a cara.

Quase achei engraçado se não fosse por um detalhe: que convidado?

Antes que eu perguntasse, a campainha soou e Jimin foi – correndo – atender. Quem poderia ser? Não me lembrava de mais ninguém que pudesse estar no clico social dele.

– Chanyeol! – Ouvi a voz animada de Jimin e um sentimento estranho se instalou de mim.

Com quem não quer nada, me inclinei um pouco para ver quem era esse tal de Chanyeol. Não me lembrava se Jimin já havia falado sobre ele para mim.

O indivíduo abraçava Jimin e consequentemente abraçava minha filha. Quis pular no pescoço dele e pedir metros de distância, mas eu não podia desapontar ninguém ali.

– Quem é o elemento? – Cheguei de fininho perto do Hobi, vendo-o levar um susto.

– Está com ciúmes? – Ele perguntou me cutucando e eu bati de leve em sua mão. – Aish, tá de TPM? – resmungou.

– O que é isso? – perguntei confuso.

– Me recuso a conversar com você. – disse e saiu de perto de mim. Oras, eu não sabia o que era... Seria uma doença? Um novo nome para ciúmes?

– Quem é o elemento? – Fui até Tae e perguntei baixinho.

– Não sei... Mas é gatinho, né? – Ele falou rindo e eu dei um peteleco em sua orelha.

Ninguém me dava uma informação útil naquele recinto. Péssimos guardas.

– Eu te digo quem é o “elemento”. – Jin enfatizou e agradeci por aquela luz no fim do túnel. Eu realmente estava interessado em saber quem era o cara conversando animado com Jimin. – Ele era o melhor amigo de Jimin na infância, mas eles se afastaram quando o Chanyeol teve que se mudar. – Jin disse e eu lembrei de relance sobre Jimin ter comentado sobre ele comigo. – E digo mais, Jimin tinha uma paixonite por ele... O primeiro amor dele. – falou e saiu dando risinhos.

– Ei, volta aqui... – sussurrei confuso. Como assim ele solta uma uma bomba daquelas que me deixou com as estruturas abaladas.

Primeiro amor? Paixonite? Talvez eu estivesse sentindo uma leve tontura com toda aquela informação.

– Jungkookie! – Sai da minha tortura interna quando escutei Jimin me chamar. – Esse é o Chanyeol... Lembra que lhe falei dele? – O cara sorriu para mim na maior tranquilidade e me estendeu a mão. Retribui com firmeza para mostrar segurança, mas na verdade eu estava me tremendo todo por dentro só de pensar em perder meu pequeno. – Chanyeol, esse é o Jungkook... – Vi Jimin pensar um pouco. – Pai da minha filha. – falou por fim e sorriu envergonhado.

Fiquei desapontado por não ter escutado que eu era pai e namorado? Fiquei desapontado! Porém ninguém precisava saber.

– Prazer... – falei dando um sorriso que com certeza soou forçado. Ele me olhava com as sobrancelhas arqueadas e talvez havia percebido meu incômodo.

– Vem, Chanyeol... Precisamos conversar. – Jimin pegou nas mãos do amigo e eu quase tive um ataque do coração.

– Claro, Chimchim... – O elemento respondeu e piscou pra mim antes de sair da cozinha, sendo puxado por Jimin.

“Que intimidade toda é essa para amigos que não se viam há tempos?” bufei.

Ok, eu definitivamente estava incomodado. Não queria privar Jimin de ter seus amigos e sua própria vida, mas era inevitável não me sentir mal em saber que ele provavelmente ainda sentia algo pelo seu amigo.

Eu havia errado feio e entenderia – mesmo contragosto – se Jimin não estivesse mais gostando de mim. Porém não estava preparado para perdê-lo ou para vê-lo com outro.

Me apoiei no balcão da cozinha e respirei fundo, tentando me acalmar. “Eu acho que estou com TPM.” falei suspirando para mim mesmo.


Notas Finais


Oi, galera!

Um capítulo narrado por Jungkook, vocês gostaram?

Me digam nos comentários! 🤔

Eu realmente gostei de escrevê-lo, a fanfic entrou em uma fase mais leve. Esse capítulo era descontraído demais para eu narrar, até tentei mas não consegui.

Então, levem como um bônus. Ok?

No próximo eu volto a narrar. Porém depende de vocês, querem que eu faça mais personagens narrando? 🤔

Estamos aqui pra nos distrair e espero que gostem. 💜

Senti que vocês precisavam ver Jungkook falando de seus sentimentos. 😂

PS. O JK DE TPM KKKK


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...