História You Are The Best Thing That Ever Happened To Me - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jared Leto
Personagens Jared Leto
Tags 30 Seconds To Mars, Drama, Romance
Visualizações 17
Palavras 1.374
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus leitores lindos e maravilhosos! Como hoje dia 15 de novembro é feriado eu resolvi ser boazinha e postar antes de domingo! Fiz com muito carinho pra vocês, e esse capitulo está menorzinho, mas o próximo que eu vou postar no domingo sem falta como eu prometi estará maior. Espero que vocês gostem e é isso. Boa leitura!

Capítulo 5 - City Of Angels


Assim que a moça encerrou a ligação, também desligou o objeto e viu a mãe se aproximar junto de Shannon.

- Como foi com os médicos? Ele vai ficar bem? – questionou assim que se aproximaram.

- Os médicos ainda não deram informações sobre como ele está, estão atendendo ele ainda. Você conseguiu falar com quem ele pediu? – respondeu sua mãe.

- Consegui falar com a moça que ele pediu pra ligar, ela já está vindo para cá. – respondeu a mãe.

- Vamos ficar aqui até a moça chegar pelo menos e ter informações sobre como ele está, isso está muito estranho, assalto não foi porque não levaram nada. – falou Shannon.

- O que aconteceu com ele eu não sei, mais que arrebentaram o cara arrebentaram. – respondeu ao irmão. – Vamos esperar sim até a moça chegar, mais mãe você não prefere ir para casa? Já esta tarde e eu posso ficar aqui sozinho esperando e Shannon leva você. – disse Jared preocupado.

- Não filho, obrigada pela preocupação mais eu quero ficar até saber como o rapaz está. – respondeu a mãe, ao que Jared somente assentiu.

Ficaram conversando baixinho por uns quinze minutos até uma movimentação na entrada do hospital chamar a atenção deles. Uma garota entrou apressada pelas portas do hospital seguida de um rapaz e ambos se dirigiram a recepcionista do local.

- Por favor, o meu irmão foi trazido para esse hospital, ele estava ferido, eu preciso saber como ele está. – disse a moça extremamente nervosa pelo que ele pode perceber.

- O nome por gentileza senhorita? – questionou a recepcionista do local.

- Felipe Monteiro Foster. – respondeu o rapaz no lugar da garota.

- Ele deu entrada sim no hospital mais os médicos ainda não disponibilizaram nenhuma notícia sobre seu estado de saúde, irão ter que esperar um pouco. – respondeu a mulher após dar uma olhada nos dados do computador.

- O QUE? Como assim esperar? – questionou a garota ficando vermelha de raiva e mais nervosa.

- Violet se acalma, por favor eu também estou preocupado mais brigar agora não adiantara nada. – disse o rapaz a abraçando e tirando-a de perto da recepcionista.

Jared vendo-os se aproximando decidiu se manifestar.

- Você é a Violet, não é? – questionou a garota, olhando-a com atenção pela primeira vez. Apesar dela ter claramente se arrumado bem rápido e estar um pouco desleixada, ainda assim ele pode perceber que ela era linda. “Pare com isso Jared”, repreendeu a si mesmo, não é hora para isso.

- Sim, sou eu. Você é Jared Leto? – questionou a garota a ele, olhando-o com atenção. – Foi você que me ligou, não foi? – perguntou a ele.

- Foi sim, eu e minha mãe e meu irmão que achamos seu ... – hesitou não sabendo como continuar.

- Irmão, ele é meu irmão. – respondeu a garota. – Muito obrigado por terem ajudado ele. Eu nem sei como agradecer. – agradeceu a garota sinceramente a eles, ele percebeu.

- Imagina querida, não precisa agradecer. Devemos sempre estender as mãos aqueles que precisam de ajuda. – respondeu a mãe de jared, atrás dele com Shannon ao lado dela. Estava tão absorto na conversa com a garota que nem percebeu eles se aproximando.

- Não são todos que tem essa atitude, sei por experiência própria. Vou ser eternamente grata pelo que fizeram por ele, mesmo. – falou a garota dando um rápido abraço nos três. Quando ela o abraçou pode perceber que ela ficou um pouco vermelha, e deu um sorriso de canto sentindo uma estranha satisfação por ter provocado essa reação na mesma.

Foi apresentado também o namorado de Felipe, Kevin, que assim como ela agradeceu pelo que fizeram. Ficaram conversando amenidades tentando fazer o tempo passar mais rápido, ele e Shannon com Kevin, e Violet com Constance, o que ele tinha que admitir achou um pouco estranho, já que era difícil sua mãe conversar tanto com alguém que acabou de conhecer, e parecer estar gostando tanto.

Ficaram conversando por meia hora até um médico aparecer perguntando sobre os familiares de Felipe Foster. Violet e Kevin foram imediatamente em direção ao médico, e mesmo não sendo da família, ele, sua mãe e Shannon também se aproximaram para obter informações.

- Como ele está doutor? – questionou Violet ao médico.

- Bem, seu irmão precisará ficar de repouso no hospital por pelo menos dois dias, ele teve muitas escoriações, cortes pelo corpo, mais não fraturou nem quebrou nada, nós já verificamos. Somente o manteremos aqui para medicá-lo corretamente para não haver riscos de infecções nem nada do tipo em alguns dos machucados, mais dentro do tempo que eu falei logo depois ele poderá ir para casa. – respondeu o médico.

- Nós podemos vê-lo, por favor? – pediu Violet.

- Ainda não, ele está dormindo agora sobe medicação só deve acordar amanhã. É melhor irem para casa e amanhã vocês voltam, porque ele está sendo medicado e não deve ser incomodado. Entendo que estejam preocupados, porém amanhã poderão vê-lo. – respondeu o médico. – Tenham uma boa noite. – completou e saiu do local.

- Pelo menos ele está bem e é isso que importa. – disse Violet.

- Ficamos felizes por ele estar bem, e apesar das circunstancias foi um prazer conhece-la querida, espero que possamos nos ver mais vezes em circunstancias mais agradáveis. – disse Constance.

- Obrigada por tudo novamente, e eu também espero dona Constance. – disse Violet.

- Ah não, não. Nada de dona, somente Constance. – disse a mulher repreendendo-a amavelmente. – Kevin, foi um prazer conhecer você também.

- Também foi um prazer Constance, e vocês também rapazes. Obrigada pelo que fizeram, não sei o que faria se algo acontecesse ao Lipe. – desabafou deixando uma lágrima solitária cair.

- Ele vai ficar bem Kevin. – confortou Violet ao cunhado.

- Eu sei que vai. – disse Kevin se recompondo. – Mas conhecer o Jared e o Shannon é um  sonho realizado para você não é Vivi, echelon até a alma? – brincou o rapaz relaxando um pouco o clima tenso, ao que todos riram e a mesma corou envergonhada.

- Você é uma echelon? – questionou Jared.

- De corpo e alma, totalmente fã de vocês. Tanto como artistas e agora também como pessoas. Meu irmão significa muito para mim, obrigada por tudo. – disse a garota novamente.

- Foi um prazer poder ajudar. – respondeu Shannon, que estava até então calado, pois tinha certeza que já tinha ouvido a voz daquela moça em algum lugar, algumas pessoas poderiam achar besteira, mas ele como músico tinha uma audição mais sensível e aprendera a reconhecer a voz das pessoas, e a dela lhe era familiar.

- Bem, nós já vamos indo, vocês também vem? – questionou Jared.

- Vamos sim, não é Violet? – perguntou Kevin.

- Vamos. – disse e foram se direcionando a saída do local, mas antes passando na recepção pegando os documentos do irmão e recebendo o celular dele de volta de Jared.

- Violet querida, pode passar seu número para que possamos pedir notícias do seu irmão? – pediu Constance.

- Claro, sem problemas. Quem vai anotar? – disse Violet pegando o celular.

- Jared, anote. – mandou ao filho, ao que ele imediatamente pegou o aparelho e anotou o número da garota. – Nós manteremos contato. – disse se despedindo abraçando aos dois.

- Tudo bem, obrigada. – disse ela e Kevin se despedindo deles e indo em direção ao seus carros e dando partida.

Foram em direção ao carro de Shannon e saíram do local do hospital, indo em direção a casa da mãe conversando amenidades. Assim que chegaram a casa ela se despediu dos dois e entrou. Shannon se dirigiu a casa dele então, foi deixado pelo irmão na porta, se despediu do mesmo com um abraço e se dirigiu para dentro do local. Entrou e foi direto para o seu quarto, tomou um banho rápido e se dirigiu a cama, deu uma olhada no celular vendo o número de Violet anotado e mandou uma mensagem para ela.

“Boa noite, Jay. Xoxo”

Não sabia o que tinha dado nele para mandar seu nome em forma de apelido para ela, mas quando viu já tinha feito. Se deitou na cama somente com uma boxer preta quando ouviu o celular apitar.

“Boa noite para você na cidade dos anjos. Pegou a referência? Kkkk. Xoxo”

Sorriu entendendo o que ela quis dizer e adormeceu logo em seguida. 


Notas Finais


Link com a imagem do Kevin para quem se interessar em dar uma olhadinha.
Kevin: http://www.talentsmodel.com.br/wp-content/themes/duotive-fortune/includes/timthumb.php?src=/wp-content/uploads/2016/06/Thiago-G-40.jpg&h=&w=739&a=t&zc=1&q=100

Beijos, ótimo feriado para vocês e até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...