História You are very muggle ~ Jikook - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Jikook vhope namjin, Kook Grav, Kookmin, Mpreg, Taegi, Tiros, Vhope
Exibições 946
Palavras 1.347
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OI, SÓ DIGO UMA COISA


PERDEU


O


BRIOCO :)

Capítulo 10 - ~10 -She wanna ride, She wanna fly


Fanfic / Fanfiction You are very muggle ~ Jikook - Capítulo 10 - ~10 -She wanna ride, She wanna fly

~ Jeon Jungkook ~¿

Acordo com poucos raios solares em meu rosto, abro os olhos lentamente me acostumando com a claridade, depois de uns 2 minutos me acostumando, me sento na cama e rolo o olho pelo quarto todo, até parar ao meu lado que está vazio,nisso flashbacks me golpeiam e junto deles,sinto o bolo na minha garganta por prender o choro, eu sabia que ia dar nisso, que eu seria somente mais um pra sua lista,mas mesmo assim eu o fiz, me sinto um idiota por me deixar levar duas vezes.

Mas não vou chorar, eu vou segurar meu choro o máximo que eu conseguir, e eu consigo?não, nesse exato momento,eu estou chorando feito uma criança quando perde a mãe no mercado, estou chorando por minha burrice,por minha tristeza,por meu amor não correspondido, por tudo.

-Idiota,desgraçado,vacilão,babaca,nojento,ridículo, tomara que caia e se quebre todinho aquele ridículo feioso.-resmungo enquanto me levanto,ignoro o arrepio que passa pela minha coluna com o contato do chão frio com os pés quentes.
Caminho até o banheiro e paro na pia olhando meu reflexo no espelho. Nossa,eu tô acabado,meu rosto 'tá inchado,to com olheiras e meu cabelo 'tá um ninho de num sei o que,porque ninho de passarinho perto disso aqui é apelido.

Jogo água no meu rosto,pego a toalha e seco o mesmo.

Pego a escova e o creme dental, e começo a escovar meus dentes, fico um tempo meio "afk" ( '-' quem não entendeu, vou dar outro exemplo: Tipo quando foca no nada e esquece que tem vida) sinto dois braços rodearem minha cintura,ai caralho.

-Dá pra tirar suas mãos de mim ?o universo e eu agradecemos.- Falo meio embolado por causa da pasta, e retiro suas mãos de cima de mim.

- 'Tá de mal humor ? O que aconteceu ?-Pergunta Jimin me abraçando de novo, filho da puta.

- Ah Jimin, já acabou o teatrinho? Agora tira suas mãos de cima de mim,se não quiser morrer com um chuveiro no orifício anal.-Digo e cuspo a pasta,passo a água pela boca,me seco e vou caminhando para quarto,deixando um Jimin com uma expressão...confusa ?

- Que teatrinho ? Não estou fazendo nenhum.-Jimin diz saindo do banheiro e vindo até mim parando na minha frente.

- Tsc, claro que não. -Rio sem humor- até porque me odiar,depois do nada vir todo carinhoso, e por fim transar comigo, é super normal não tem nada por trás disso, imagina,nunca que eu pensaria isso JUSTAMENTE de você né? não era você que é o moleque transante fudedor de novinha? -Falo tudo isso encarando sua cara com uma expressão de sarcasmo.

- Fudedor de novinha não sei,mas gostaria muito de fuder você de novo e isso não é um teatrinho Kookie-ah.-diz e caminha mais para frente e fica com o rosto extremamente perto,ao ponto de nossos lábios de encostarem.- Mas eu realmente sinto algo estranho quando estou perto de você.- Jimin fala olhando para meus lábios,ai meu jesusinho.

-P-Para desgraça.- Falo e desvio meu olhar para o chão.

- Kookie-ah?-Pergunta perto do meu ouvido, o que me causa um arrepio, resmungo um "hm?" Ainda olhando pro chão.

- Olha pra mim. -Pede, fico um pouco hesitante,mas mesmo assim me viro encontrando seus olhos,o encontro de nossos olhares fizeram meu coração disparar. Tem um Carnaval na minha caixa torácica, me pergunto se ele consegue ouvir. Será que ele se sente assim ? Provavelmente não.

Sou tirado dos meus pensamentos por seus lábios colado aos meus, o beijo era um simples selar demorado, logo sinto sua língua pedir passagem que logo cedo, sua língua longo adentra minha boca, sua língua explora cada canto da minha boca, o beijo era calmo por um momento eu senti que nele tinha amor talvez ? Acho que não. O contato da sua língua com a minha me fez arfar e ele rir durante o beijo, suas mãos descem para a minha cintura apertando a mesma me fazendo soltar mais arfares, rodeio seu pescoço com os meus braços e puxo alguns fios da sua nuca, suas mãos me apertam mais aprofundando mais o beijo, nossas línguas entraram em uma luta por espaço, onde a minha está perdendo, logo sinto aquela falta de ar e a vontade de arrancar meus pulmões.

Quebramos o beijo por falta de ar, e nos entreolhamos. Tive a melhor visão da minha vida, um Jimin com os lábios vermelhinhos, cabelo bagunçado e ofegante. Eu não estava diferente, desvio meu olhar do dele, não queria sabe,mas a vergonha é maior, e me afasto um pouco.

Abaixo minha cabeça e fico fitando meus pés, acharia isso fofo se não fosse comigo,óbvio.

- Você é fofo.- Jimin diz e caminha até mim apertando minhas bochechas.

- Fofo vai ser quando eu enfiar uma vassoura no seu rabo,idiota.-Falo e levanto meu rosto,por um momento achei que tinha sangue em seu nariz.( N/A: QUEM ASSISTE ANIME VAI SABER E VAI GANHAR LAMBIDA E CHUPADA NO DENTE,UIUIUIUI )

Jimin me empurra e me prensa na parede, o olho assustado e vejo um sorriso malicioso de abrir, ele passa a mão pelas minhas coxas,pega as mesmas e entrelaça em sua cintura.

- Prefiro enfiar meu pau em você.-Diz lambendo meu pescoço.-Você gosta de forte e fundo né Kookie-ah?- Diz a última parte sussurrada e estimula uma estocada.

- A-Aaah.-Solto um gemido de surpresa e ele ri contra meu pescoço.

- Já disse que seus gemidos são deliciosos?- Pergunta tirando o rosto de meu pescoço e me encarando.-Olha como você deixou o Daddy.- Diz e pega minha mão colocando por cima de seu membro.-Merece ser punido,o que acha babyboy?- Coro com seu ato,eu sei o que significa isso, e isso me deixou corado porque eu gostei.

Sinto uma ardência na minha coxa esquerda e logo percebo que Jimin tinha dado um tapa.

- Me responda. Ou quer ser punido da pior forma?- Pergunta me olhando com um sorriso malicioso e seus olhos dilatados.

-S-Sim D-Daddy, seu babyboy m-merece ser punido.-Digo e surge um sorriso em meus lábios.

- Ótimo.-Diz e me leva em seu colo até a cama.- Tire suas roupas,mas permaneça só de boxer e deite de bruços,apenas com a bunda empinada.- Diz e sai do quarto.

Não vou negar,isso em excitou e muito, acho que sou um pouquinho trouxa.

Faço o que ele mandou e logo ele chega com uma caixa média de veludo.

Ele coloca a caixa do meu lado e a abre, lá tinha uma venda,uma bolinha e uma algema.

Ele coloca a algema e a venda do meu lado e se levanta da cama, retira sua blusa e eu achei que gozaria apenas em ver seu abs definido, ele percebe meu olhar queimando sobre ele, e o mesmo morde o lábio inferior desabotoando alguns botões da calça.

- É o seguinte babyboy, você não poderá gemer, se tocar e nem me tocar, poderá apenas com a minha permissão, estamos entendidos ?-Pergunta passando a mão pelas minhas coxas,parando na minha bunda apertando a mesma, me segurei para não soltar um gemido,mas quem sabe eu não vá provocar um pouco meu daddy ?

- S-Sim Daddy.-Ele sorri e pega a venda colocando em meus olhos.

Sinto suas mãos abaixarem minha boxer logo a tirando, ele passa suas mãos em minha bunda,dando tapas fortes e fracos.

Jimin me vira de barriga pra cima e vai deixando chupões pela minha coxa,subindo para minha virilha e lambendo a mesma.

Sua mão agarra meu membro e aperta fortemente,tenho que me segurar para não gemer,se não meu daddy vai me dar uma punição pior.

Sua mão começa a fazer movimentos de vai e vem, mordo meus lábios para conter um gemido que quase que escapa.

Sua língua passa sobre minha glande, deixando chupadas e mordidas na mesma, Jimin lambe a extensão do meu membro voltando para a glande, ele assopra minha glande me fazendo estremecer, Jimin logo abocanha meu membro e eu não contenho um gemido.

Merda

Ele retira meu membro de sua boca,fazendo um som erótico.

-Parece que alguém aqui quer ser punido.- Diz e dá um tapa estalado na minha bunda e aperta a mesma.




Vrau


Notas Finais


Eu to
Full
Fudi
Dassa


:v QUERO VER COMO TA O CU DE VOCÊS? TRANCOU ?TRANCOU ?


KKKKKKKJKJJKKKJJKK

~Sendo normal agora~

Então gente, desculpa a demora,em minha defesa eu digo "Eu só queria dormir mais um cadinho" Então né
Foi falta de criatividade e preguiça mesmo. :)

Mas tamo ai pras bandidagens e os trancamentos de orifícios ❤


~ GANHOU UMA LAMBIDA NA CARA E UMA CHUPADA NOS DENTES,E UMA SUGADA NA LÍNGUA DE BRINDE ~

< Até o próximo >

~Beijasso da Min Suga ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...