História Você me pertence! - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroshitsuji
Personagens Claude Faustus, Hannah Annafellows, Mey-Rin, Personagens Originais, Príncipe Soma Asman Kadar, Sebastian Michaelis, Sr. Tanaka, Undertaker
Visualizações 35
Palavras 750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 31 - Capítulo 31


Fanfic / Fanfiction Você me pertence! - Capítulo 31 - Capítulo 31

Aoi estava tendo um sonho ruim,estava no meio de uma floresta densa,era escura e havia neblina,andava sem rumo,procurava por alguém.Avistou um homem parado de costas para ela,parecia ser Claude. Correu até ele. -Claude? È você? Ousou tocar o ombro do homem mais este sumiu como se fosse fumaça. Sentiu um vulto passar por trás,virou rápido,mais não tinha nada.-T-tem alguém ai? Perguntava assustada.Uma mão tinha puxado com força seu cabelo a fazendo cair para trás,com o atrito,acordou. Ofegante,passou sua mão por trás de sua nuca,estava suada,era de madrugada.Levantou da cama mais cambaleou para trás caindo sobre a mesma,sentia-se tonta,sua barriga esta doendo. "Deve estar com fome não é mesmo ?" Sorriu. Tentou levantar-se mais uma vez,foi apoiando-se nas coisas de seu quarto até chegar a porta,chegou na cozinha e abriu a porta da geladeira,tinha uma tigela que estava descongelando carne,a pegou,não sabia porque,mais aquilo a estava deixando de água na boca.pegou uma faca dentro da gaveta e cortou um pedaço,mergulhou-a no sangue e a ingeriu,era horrível,mais parecia de que alguma forma aquilo iria aliviar a dor.Com muito esforço conseguiu engolir,colocou a mão sobre a boca para que não vomita-se,sua barriga que anteriormente doía,parou. Aquilo estava muito estranho,geralmente,as grávidas tem desejos de comer comidas normais,tipo já fritas,cozidas,assadas,pensou ela.Tomou um copo de água e virou-se para apagar a luz da cozinha quando assustou-se por ver uma silhueta preta parada na sala a olhando.Não era muito nítido,parecia esfumaçado,tinha dois pontos avermelhados,pareciam ser os olhos daquela coisa. -Q-quem é v-você? O vulto não respondia nada.Seu corpo tinha congelado,jamais tinha passado por aquela experiencia,nem quando era criança,via fantasmas,apenas em filmes. O vulto começou a andar em direção a ela parando a alguns centímetros de distancia. -Aoi... Disse.E depois desapareceu das vistas da garota.


As pernas bambearam e ela escorregou sentando no chão,finalmente seu corpo tinha voltado ao normal. "O que era aquilo meu Deus?" .Nagisa estava perto da cozinha e acendeu as luzes.Viu sua prima no chão e correu até ela.


-Aoi-chan,o que você esta fazendo aqui sentada no chão? A ajudou se levantar e levando-a até a sala. - Você esta tremendo,sua boca esta com sangue.Pegou um guardanapo para limpar. -Você se machucou?O que aconteceu?


-Não,este sangue não é meu,ane, eu tinha levantado para vir pra cozinha,e quando me virei,eu vi... alguma coisa.. Explicava a sua prima,esta estava limpando sua boca,por ter escorrido um pouco de sangue da carne.


-O que você viu? E de onde veio este sangue Aoi-chan? Terminou de limpar e se levantou para jogar o papel no lixo. Voltou a se sentar ao lado.


-Era um vulto negro,e tinha...olhos vermelhos...estava aqui na sala.Explicava a sua prima.-Eu acordei assustada pois tive um sonho muito ruim.


-Vamos voltar a dormir Aoi-cha,você teve um pesadelo,vou te levar até a cama,e esquentar um leite quente para você dormir melhor. E esta sua barriga,esta sentindo dores? Colocou a mão sobre a barriga que criava forma.-Esta se mexendo.Sorria.

-Sim,estou sentindo. As dores pararam. Sorriu de volta.Nagisa a acompanhou até o quarto fazendo ela se sentar sobre a cama e foi para a cozinha esquentar um copo de leite.Aoi pegou seu celular e selecionou uma foto de Claude. "Estou com tanta saudades,venha logo para mim,Claude." Colocou o aparelho perto de seu peito. Não demorou,sua prima voltara entregando o copo a ela. Aoi bebeu tudo e colocou-o sobre o criado mudo e se deitou,Nagisa a cobriu e colocou um beijo sobre a testa.Voltou para a sua cama ao lado e dormiu.


Claude estava em seu jato voltando para Osaka,não parava de pensar em sua amada.Olhou para o relógio,estava marcando 2:06 da madrugada,esperaria o dia amanhecer para partir,mais a saudade era grande,percebeu que agora ele era um homem inútil,não podendo ficar muito tempo longe de Aoi,dependia dela,olhou para as ultimas mensagens em seu telefone,aquilo o preocupou,algo dizia a ele que estava acontecendo alguma coisa estranha,tinha que ver por si só.A viajem tinha demorado uma hora e meia,o jato pousou no aeroporto e o mesmo foi até seu carro que o estava esperando na garagem,havia apenas ele e o piloto por ali,sentiu um sopro gelado passando pelo seu corpo. -Quem esta ai?Apareça. Disse sem olhar para trás virando a chave na porta do carro. Ouviu apenas uma leve gargalhada,parecia ser um riso debochado. -Claude,a quanto tempo. Não voltou mais para a sua casa.Um corpo aproximava-se do dele.


Claude então se virou para ver quem era,era um homem,aparentava ser mais novo que ele,os olhos vermelho marcante,mais vermelhos que os seus,e esse emanava uma energia muito ruim,e mais poderosa que a sua.


-Você...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...