História You Belong With Me - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~MinUnicorn

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Tags Jaebam, Jikook, Jinmin, Namjin, Vhope, Vkook, Yoonbam, Yoonmin
Exibições 96
Palavras 1.425
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ta ai, amanhã editamos as notas, estou postando bem rápido aquie, espero que gostem e desculpe qualquer erro.

Capítulo 7 - ChimChim, You Idiot.


Fanfic / Fanfiction You Belong With Me - Capítulo 7 - ChimChim, You Idiot.

P.O.V Park Jimin

 

[Quinta-feira; 18h07min]

 

Observei aquele moreno em minha frente, o que ele está fazendo aqui? Oh Deus, esse cheiro tira toda a minha sanidade.

Jungkook sorriu e adentrou no meu apartamento me empurrando levemente para dentro, logo fechou a porta atrás de si.

 

–Me ajude hyung. – ele disse manhoso e colou seu corpo no meu. Senti seu cheiro mais forte fazendo meu coração acelerar. – TaeTae saiu e me deixou sozinho. – ele disse e aproximou sua boca do meu pescoço lambendo e mordiscando o local, arfei com tais atos. Droga, ele sabe meus pontos fracos, mas eu não posso, tem o Yoongi e se ele ver... Creio que não vá gostar.

–J-Jeon, po-por favor, pare. – segurei seus pulsos e me afastei. – v-vá embora, por favor.

–Você está gaguejando Park, não quer que eu vá embora. Eu te conheço, sei que quer isso tanto quanto eu. – dito isso ele começou a beijar meu pescoço, afrouxei o aperto em seus pulsos e ele direcionou uma mão para a barra do meu moletom, adentrou no mesmo e começou a arranhar meu peitoral, já com a outra direcionou ao meu membro, soltei um gemido um tanto alto e fechei os olhos.

 

P.O.V Narradora.

 

[Quinta-feira; 18h25min]

 

Park já estava sentado no sofá sem o moletom que usava antes, o mais novo estava sentado em seu colo e rebolava lentamente enquanto beijava a boca do mais velho.

No quarto de hóspedes Yoongi dormia tranqüilo, até que...

 

AWWWN, JIMIN.

 

O pequeno ômega é arcado por um gemido alto, se senta na cama rapidamente e começa a mover suas orelhinhas.

 

–ChimChim? – o pequeno exclama se levantando da cama. Como não obteve respostas decidiu sair do quarto.

 

Aqueles sons aumentavam cada vez que o pequeno se aproximava da sala, sentiu um cheiro forte e sentiu seu coração doer, afinal, pelo cheiro forte sabia o que estava acontecendo, chegou à sala o pequeno viu aquela cena, Um moreno pálido, de lábios finos, sentado no colo de seu ChimChim, rebolando. Os olhos do pequeno encheram-se de lágrimas, formou-se um nó em sua garganta, tentava segurar o máximo as suas lágrimas, mas era algo impossível.

Jimin sentia aquele cheiro maravilhoso de morango, estava em um transe com aquele ômega maior que si sentado em seu colo, mas algo o tira do transe... Ele respira fundo, baunilha. Park gela, seu coração acelera e ele sente um pequeno aperto no coração, olha para o seu lado esquerdo e lá estava... Yoongi, o pequeno secou suas lágrimas rapidamente. Jimin continua a olhá-lo sem dizer nada, não sabia o que dizer, afinal não havia desculpas para aquela cena. Jeon havia parado de rebolar e agora beijava o pescoço do platinado, logo o mesmo ergueu-se um pouco e sentou-se novamente com força, fazendo os dois membros rígidos se chorem, assim arrancando um gemido de ambos.

 

–Yoon-Yoongi, volte para o seu quarto. – o platinado diz olhando para o pequeno que permanecia imóvel. – de-depois conversamos. – o menor encarou Jeon por alguns segundos e depois voltou a encarar Park, assentiu lentamente, e seu coraçãozinho que havia recém se curado de uma grande ferida, voltou então a doer.

 

O pequeno saiu se arrastando da sala, parou ao ouvir uma voz diferente, provavelmente, desse tal ômega que estava tocando no que não lhe pertencia; “Quem é ele Jiminnie?” logo ouve a voz de seu antigo ômega “Ninguém importante”.

Não deixou de derramar as lágrimas que restavam em seu corpo, correu para o “seu” quarto, jogou-se na cama e pôs seu rosto molhado contra o travesseiro, assim abafando o seu choro.

 

[Quinta-feira; 19h07min]

 

Yoongi ainda estava deitado em sua cama, suas lágrimas haviam cessado diferente de sua dor, essa dor poderia ser comparada com a que sentiu logo que perdeu sua mãe. Não era tão diferente, pois sentia que havia perdido o seu ChimChim.

Yoongi levantou-se da cama e saiu do quarto, assim voltando para a sala, onde viu a cena que jamais queria ter visto. Os mais velhos estavam lá, deitados no sofá, completamente nus e dormindo.

Sem nem pensar direito Yoongi abriu a porta central e saiu do apartamento e sem nem fechar a porta do mesmo saiu correndo em direção a escada, desceu-a correndo e assim saiu do prédio, olhou para o céu e o mesmo que antes estava nublado estava agora com poucas nuvens, assim deixando a mostra o céu um pouco escuro. O moreno começou a andar lentamente sem rumo algum, o que para si, tinha se tornado um costume em sua vida, e bom, parece que esse costume irá voltar.

Suspirou triste e continuou a andar, até que chegou em uma praça. Na mesma, sentou-se em um banco e deixou cair às lágrimas que segurava até agora, “ChimChim, seu idiota”, eram essas as palavras que ecoavam pela sua cabeça, tapou as mãos com o rosto, tinham poucas pessoas na praça e uma delas viu o pequeno chorar, o alfa de cabeleira em um tom rosa já desbotado aproximou do bando e sentou ao lado do ômega, o moreno se encolheu com medo.

 

–Ei pequeno, por que está chorando? – o alfa pergunta apoiando sua cabeça em uma mão. O moreno levanta a cabeça olhando para o mais velho que abre um largo sorriso, incrivelmente lindo, assim como o dono.

–Yoongi foi traído.

–Yoongi é o seu nome? – o pequeno apenas assente com a cabeça. – vamos, não fique triste. Aqui, você quer um algodão doce? – o alfa sorri largo novamente.

–O que é algodão doce hyung? – Yoongi tomba a cabeça para o lado.

–Você é muito fofo Yoongi. – o alfa, cujo nome ainda é desconhecido ri, Yoongi retribui o elogio com um sorriso gengival acompanho de um par de bochechas rubras. – vou comprar um algodão doce pra você e já volto. – o mais velho se levanta, mas Yoongi segura seu pulso.

–Bhuwakul. – o rosado sorri largo.

–Bhu... Bhu... Bhu o que mesmo? – Yoongi se atrapalha ao tentar falar o nome do mais velho, assim arrancando uma gargalhada gostosa de ouvir do mesmo.

–Pode me chamar do que quiser.

–Que tal... BamBam?

–Ótimo. Eu já volto. – o rosado sai de lá e vai em direção em uma pequena barraca onde vendia algodão doce, Yoongi estava feliz e por alguns minutos esqueceu completamente aquela terrível cena, o rosado voltou com um palito de algodão rosa. Os olhinhos de Yoongi brilharam apenas de ver aquele algodão em um tom rosado e não pode evitar o sorriso, pegou o palito na mão e tirou um pouco daquele algodão rosado e pôs em sua boca, o algodão desmanchou em sua boca e o gosto doce tomou conta de sua boca.

–ISSO É MUITO BOM HYUNG! – a animação de Yoongi era evidente em seu rosto, o mais velho estava encantado com tamanha fofura e inocência do menor.

 

Eles ficaram ali na praça conversando e dando gargalhadas como se já fossem amigos há anos.

Enquanto isso...

 

[Quinta-feira; 20h04min]

 

Park abriu seus olhos estava desconfortável naquele pequeno sofá, olhou para porta que se encontrava escancarada, assustou-se e olhou para o lado, vendo Jungkook dormindo tranquilamente. “Que merda que eu fiz?”.

 

–Jungkook! – o mais nova acorda assustado. – por favor, saia daqui.

–Jimin o que houve? – ele se senta no sofá assustado.

Apenas, saia! – Jimin usou sua voz de alfa, assim fazendo Jungkook se assustar e vestir suas roupas rapidamente e sair do apartamento de Jimin sem nem entender nada.

 

Jimin vestiu-se e foi correndo até o quarto de Yoongi, nada... No banheiro, vazio. Olhou por todo seu apartamento e nada, Yoongi havia sumido. Sem perceber Jimin já derramava lágrimas e sem saber o que fazer foi ligar para Jin, mas ouviu a porta ser aberta e correu para a sala, mas para sua má sorte era Jin.

 

–Jimin, o que houve? – o ômega vai em direção a Jimin que ainda chorava.

–E-Ele su-sumiu hyung, Yoongi sumiu. – Jimin disse embargado e Jin sentiu uma pontada no coração.

–O-O que? Por... – Jin não terminou, pois olhou para o sofá e o viu todo amassado e ali... Uma touca, uma touca de Jungkook. – Jimin! Por favor, não me diga que... – ele suspirou ao ver Jimin concordar. – JIMIN VOCÊ TEM NOÇÃO DO QUE FEZ? ALÉM DE TER TRANSADO COM UM ÔMEGA JÁ MARCADO PELO SEU MELHOR AMIGO, TRAIU A CONFIANÇA DO ÔMEGA QUE MAIS TE AMOU NA VIDA. VOCÊ É IDIOTA? ACHO QUE A SUA MÃE TE CAGOU, PORQUE NÃO É POSSÍVEL! – Jin explodiu, cuspiu todas as suas palavras vendo Jimin apenas ficar calado, pois sabia que tudo aquilo era verdade. Jin suspirou e abraçou o alfa, assim os dois chorando. – nós vamos achá-lo, eu prometo.


Notas Finais


Gostaram? Espero que sim.

Deixem ai um comentário, nos incetiva bastante.

Kissus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...