História You Can Always Find Me - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags 5 Seconds Of Summer, 5sos, Always, Ashton, Bryana Holly, Calum, Find, Find Me, Found, Luke, Michael, Sky
Exibições 13
Palavras 1.242
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiláááá!
Meu deus gente, desculpa pela demora auuhsauhda
devem estar querendo me jogar na fogueira, mas eu tive meus motivos.
E um deles foi o clássico bloqueio de criatividade. UM DELES.

Acho que esse capítulo ficou um pouco... Curto e meio fora do que estava acontecendo ultimamente, mas é necessário huahuauha todo quebra cabeça tem sua peça :)

Espero que gostem e me perdoem pela demora <3

E.N.J.O.Y!

Capítulo 30 - Falling Apart


Fanfic / Fanfiction You Can Always Find Me - Capítulo 30 - Falling Apart


Luke e Sky estavam extasiados pela presença do outro, havia uma única coisa que os deixava com um sentimento melhor que aquele e esse era a música, algo que eles podiam fazer juntos.

Por que melhor?

Já eram quase 20h30min quando eles decidiram voltar para o campus, já pensavam nos comentários dos amigos, mas não se importavam, não de verdade.

Mesmo assim, Sky não conseguia deixar sua ansiedade de lado, precisava saber se ia conseguir o emprego ou não.

-Eu preciso ir descansar. –ela disse desanimada para Luke.
-Eu te levo. –ele responde chateado com o desânimo dela - Tudo bem se eu te levar?
-Eu queria ficar um pouco sozinha, mas tudo bem, já que é você. –Ela disse forçando um sorriso.

Eles seguiram caminhando em silêncio, Sky olhou para a sua mão balançando ao vento e para as de Luke no bolso da calça. Eles caminhavam com certa distância, e a mesma incomodava Sky.
Havia um tempo que eles até mesmo andavam de mãos dadas ou senão bem próximos, mas nessa noite, mesmo depois de terem passado tanto tempo juntos ele estava a, pelo menos, cinco passos de distância de Sky.

Por quê?, Sky pensou.

Luke parou em frente às escadas da entrada do dormitório feminino e esperou Sky.

Seus olhos brilhavam no mesmo azul cintilante de sempre, mesmo que seu rosto estivesse sendo obscurecido pela posição que o poste de luz se encontrava perante ele.

Ela se aproximou e ele a olhou sorrindo de leve.

-O que foi? –Sky perguntou quando se aproximou.

Ele simplesmente a abraçou e ficou quieto até Sky retribuir o abraço.

-Eu não sinto o seu amor chegando a mim. Eu não sinto como se estivéssemos namorando ou coisa do tipo... Por quê? O que há de errado? Eu não quero te preocupar com esse tipo de problema, mas - Sky sentiu seu ombro ficar molhado e quente... Ele está chorando...-Eu quero sentir. Eu quero sentir que estamos realmente próximos, não quero me sentir sozinho quando estou com você.

-Luke... Eu realmente não sei o que dizer.
-Diga que vai tentar, que vamos mudar, não sei... –ele tomou distância para poder conversar olhando-a nos olhos. -Você realmente parece tão fora do espaço, tão longe. Volta pra cá, pros seus amigos, pra mim.

-Tudo bem, eu vou tentar mudar e parecer... Parecer, não, estar mais próxima. Tudo bem?
-Promessa vazia?
-Não, eu prometo mesmo, do fundo do meu coração, pinky promise.
-Eu acredito em pinky promisses. –ele disse sorrindo.
-Tudo bem, então?
-Tudo, eu acho. Eu acho melhor te deixar ir descansar logo... –ele disse envergonhado.
-Seria bom. –ela sorriu.
-Desculpa por te preocupar com essas coisas é que...
-Tudo bem, eu não me importo. Agora me deixa ir dormir, pelo amor de Deus. –ela disse rindo.
-Okay. Bye. –Luke disse antes de dar um beijo rápido e sair correndo para o seu dormitório.

Distante..., Sky pensou, Eu não odeio a distância.

Alguns dias se passaram desde a entrevista e Sky havia se acalmado um pouco quanto à preocupação de passar ou não.
Ela estava caminhando a sós com Luke quando recebeu uma ligação.

-Oi? ... Sim, é a Sky... Oi, tudo certo e com você? ... Claro... Tudo bem, eu entendo... –Luke observava Sky em estado de choque. Os olhos da menina pareciam brilhar, mas não de excitação e sim por conta de lágrimas prestes a caírem. -Não, tudo bem... O quê? ... Claro! Com toda certeza, seria até melhor, acho que eu daria conta sem problema algum... Certo, aham... Muito, muito obrigada, sr. Gilbert. Até mais.

-O que aconteceu?
-Eu não consegui a vaga para assistente de montagens.
-Sério?
-Sim... –ela diz aborrecida, mas logo muda a expressão - Mas ele tem um amigo que é fotógrafo e quer me conhecer para ser modelo dele.
-Wow! Isso é ótimo, Sky!
-Não é? –ela sorri.
-Então... Eu queria dizer que provavelmente é culpa nossa de você não ter conseguido o emprego.
-Como assim?
-Nós decidimos te ajudar e fizemos a entrevista também, mas só porque Joey disse que tinham várias vagas e tal.
-Ah... Eu ficaria muito chateada se não tivesse aparecido outra oportunidade, mas já que aconteceu isso, eu não ligo. –ela sorri - Mas eu me importo sim, de vocês me ajudarem. Eu não quero que gastem esse dinheiro comigo, eu me viro, ok?
-Não, não está “ok”. Vamos ter uma séria conversa em grupo...

Luke a puxou pelo braço e foi até a cafeteria do campus, ligou para seus amigos e aguardou no local com Sky.
Logo que todos chegaram, Luke foi direto ao ponto e contou que Sky não queria ajuda deles. Uma chuva de palavras discordando dela veio em seguida até que ela aceitasse a ideia deles.
Todos trabalhariam e pagariam a mensalidade, enquanto ela se esforçaria para ganhar uma bolsa de, pelo menos, 50% off.

Depois disso, todos se separaram para curtirem um momento a sós antes de voltarem para os devidos dormitórios.

Sky e Luke foram até a parte de trás do dormitório feminino, sentaram no gramado e se abraçaram.
Assim... Em silêncio. Apenas ouvindo a respiração um do outro.

-A distância que ainda há entre nós está me desmoronando. –Luke disse após um longo tempo em silêncio.
-Desculpa. Você vai ter paciência de esperar até que eu consiga me sentir confortável com tudo isso? Acho que estou atrasando você e te perturbando... Não acho que você mereça alguém como eu.
-Prometo que vou esperar. Não importa o quê.
-E também, às vezes me sinto tão sozinha quanto você. Distante de mim mesma. Desculpa por isso.
-Sky, vamos apenas esquecer isso agora e aproveitar um pouquinho. Tudo bem?
-Melhor. –ela sorri.
 

Você não sabe, mas o seu amor me aconchega e me acalma... Espero que um dia eu possa fazer o mesmo. -Sky.

 

--------Mike & Gabe --------
-Gabe...
-Hm?
-Eu tenho uma coisa pra contar, sobre o festival.
-O que foi?
-Nós recebemos uma ligação hoje. Uma reunião, semana que quarta-feira da semana que vem.
-Reunião? –perguntou entusiasmada.
-Isso, eu acho que ligarão pra vocês também. –ele sorriu  –Não sei...
-Pois é, porque não saíram os resultados ainda...
-Aham. Mas assim, caguei pra isso por enquanto –ele riu –Quero ficar aqui contigo e te abraçar assim... –ele a abraçou apertado –E gastar meu tempo com você.
-Por mim, podíamos ir pra outro lugar. –ela disse rindo.
-O que sugere?
-A biblioteca.
-Para não ler os livros?
-Amo quando lê a minha mente. –ela riu.
-Ah, cara... Amo você. –ele riu e levantou na mesma hora.

Enquanto eles curtiam a presença um do outro na biblioteca, Calum e Ashton não paravam de pensar na ligação e não conseguiam curtir nenhum momento da presença de suas namoradas.
Isso as perturbava um pouco, mas elas tentaram ao máximo fingir que não percebiam.

No outro dia, elas se reuniram para o café da manhã antes de ir para a aula e Amy e Miri tocaram no assunto.

Acho que devo contar sobre a ligação..., Gabe refletiu.

-Mike disse que ligaram para eles, sobre o festival.
-Mesmo? –indagaram surpresas.
-Pois é... Achei estranho que não tenham ligado para nós. Marcaram uma reunião com eles na quarta-feira.
-Talvez liguem mais tarde. –Amy disse.
-É, talvez. –Sky disse. -Estou com o pressentimento de que logo iremos todos nos separar...
 

As meninas olharam-na assustadas.

-Eu vou... para o dormitório, não estou me sentindo bem.

Sky disse e saiu da lanchonete sentindo os olhares preocupados das meninas.
 


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Muito obrigada a quem ainda não desistiu \o/
Não esqueçam de comentar e compartilhar com seus abiguinhos <3 ahuauhuah

X.O


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...