História You Can Have My Heart - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Tags Jikook, Taegi, Yoonkook
Exibições 62
Palavras 1.315
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoas xD
Eu quero agradecer pelos amores na fic, e q venham mais rs

Desculpe os erros, e boa leitura^^

Capítulo 14 - Just Us


Fanfic / Fanfiction You Can Have My Heart - Capítulo 14 - Just Us

Tae On

Eu olhei atentamente ao meu redor, mas a silhueta sumiu, fiquei analisando cada canto minimamente e realmente não havia ninguém lá, o que houve com a minha cabeça hoje, já estava anoitecendo. Senti braços passarem pela minha cintura indo até as sacolas em minhas mãos.

-Podia ter me pedido pra fazer isso idiota. -Disse Yoongi.

-Aish esse hyung me trata mal. -Fiz um bico. Yoongi me analisou e ficou na pontas pés e me dando um selar demorado. -Hyung?!

-O que foi? -Disse rindo.

-Estamos na rua.

-Idai? Quanto mais bico fizer, mais eu vou te beijar. -Corei intensamente.

Yoongi está sendo tão fofo comigo, eu não posso me deixar levar pela culpa, afinal HoSeok me beijou no calor do momento, ou sei lá o que, eu não vou mais pensar nisso. Chegamos em casa e fui colocar as coisas em seus devidos lugares. Foi quando Yoongi me abraçou por trás depositando um beijo na minha nuca.

-Por antes me desculpe hyung.

-Tudo bem, ele se tornou importante pra você, não é?

-Sim. Acho sei que o motivo dele ir embora.

-O que?

-Outra hora.

-Faça como preferir meu amor. -Disse apertando a minha cintura.

Me virei ficando de frente pra ele e o olhei com atenção, os olhinhos pequenininhos, a pele clara, as bochechas levemente rosadas, e lábios finos uma junção perfeita. Me aproximei e acariciei seu rosto com leveza e depositei um selar demorado em seus lábios que logo começou a se mover contra os meus, era um beijo calmo, delicado que passava os sentimentos que eu havia contido por anos. Yoongi aprofundou o beijo apertando a minha cintura ainda mais, levei minhas mãos ao cabelo alheio acariciando-os, quando o ar faltou nos separamos entre selinhos e mordi seu lábio inferior, arrancando um sorriso do outro. Foi quando ouvimos uma voz conhecida.

-Eu não acredito no que os meus olhos presenciaram. 'O' AMOOOOOOOOR, ELES FINALMENTE ESTÃO NAMORANDO!

Eu estava um pimentão de tão vermelho e com o baixinho não era diferente.

Maldito SungJae!!

HoSeok On

Faziam horas que eu estava sentado ali, não consegui ir pra casa ainda. Me sentei em um banco aleatório em uma praça perto do apartamento do ruivo e não consegui me mover desde então, já estava ficando escuro quando decidi ir pra casa. Olhei pro lado oposto em uma despedida silenciosa e vi algo que me despedaçou ainda mais.

Há muitos metros dali eu vi uma cena desagradável pra mim, o mais novo e o mais baixo cheios de sacolas rindo um para outro indo pra casa, simples mas invejável, o desejo que fosse eu ali me doía. Eu não posso te-lo.

Narrador On

Os dias se passaram, 1, 2, 3 semanas haviam se passado e Taehyung e Yoongi ficavam cada vez mais próximos, embora não estivessem em um relacionamento ainda, Taehyung via nas aulas porém longe de si HoSeok que sempre dava um sorriso e trocavam poucas palavras, já que o moreno tornou-se mais calado, talvez suas feridas ainda estivessem abertas. Era uma sexta-feira e Yoongi teria uma entrevista de emprego, pois já fazia um tempo que queria e precisava de um.

-Tae acordar vai se atrasar!

-Hyung deixa de ser chato.

-Aish seu moleque, eu estou indo. Se você perder aula te mato, ouviu?! -Diz o mais baixo tirando o coberto do ruivo.

-Acordei. -Diz um ruivo emburrado.

-Bom garoto. -O beijou nos lábios. -Ei?

-Sim.

-Parece doente, tá bem?

-Tá sim hyung.

-Não tá, você pegou chuva não foi?

-Claro que não, vai pra entrevista logo.

-Respeite o seu hyung pirralho.

-Vai se atrasar.

-Okay.

Dito isso saiu de casa apressado. Já Taehyung voltou a se deitar estava destruído, febre alta, dor de cabeça tudo por causa de um resfriado.

Ainda que sem força ou vontade alguma pra ir a faculdade, decidiu que fica sozinho não iria ajudar e dormir o dia inteiro seria um tédio já que ele não dormia tanto quanto Yoongi. Se arrumou e ligou para MinHyuk, mas este não atendeu menos ainda SungJae. Taehyung nem quis imagina o que está ocupando aqueles dois, se convenceu a ir, mesmo com as dores do corpo.

Tae On

Hoje o dia será longo, talvez ficar em casa seria bom, segui meu caminho até a faculdade mais ao chegar lá vi a merda que tinha feito, meu corpo estava tão fraco que eu decidi me senta debaixo de uma árvore e espera por forças para voltar pra casa. Aquele vento ao meu rosto me dava calafrios e a fraqueza só aumentava e me permiti dormir ali mesmo.

HoSeok On

Caminhava tranquilamente no campus até ouvi um bater de dentes que me intrigou, então fui procurar. Vi cabelos ruivos conhecidos o que fez meu coração apertar, me aproximei e vi Tae sentado meio encolhido no jardim e suas costas apoiada na árvore, estava pálido e queimava em febre o balancei na tentativa de acordo-lo porém ele só abriu os olhos pela metade e não disse nada.

-Vamos para o hospital.

-N...não. -Falou com certa dificuldade.

-Vamos pra onde então? Porque você veio hoje se tava assim? E cadê o Yoongi? Eu o deixei com ele e ele não serve nem pra te cuidar? - Ele já mantinha os olhos fechados.

-Ca...sa.

-Okay, vamos pra casa!

O coloquei nas minhas costas e chamei um táxi até seu apartamento. Estava com sempre tudo no mesmo lugar, coloquei Taehyung em seu quarto e depois procurei por remédios e tentei diminuir sua febre para depois fazer algo pra comer, por sorte tinha tudo que precisava para fazer a sopa, terminei e levei para o ruivo que dormia.

-Ei você precisa comer. -Falei o acordando. Ele abriu os olhos vagarosamente e quando me viu corou um pouco.

-Seokie hyung? -Disse com a voz fraca, ainda dando um sorriso leve.

-Não fale nada agora, fiz sopa pra você e você vai comer.

Ele se levantou com dificuldade e tentou segurar a tigela mais quase a deixou cair e então nossas mãos se encontraram novamente era uma sensação boa. Dei comida pra ele já que não conseguia fazer isso sozinho pela fraqueza, assim que terminou ele voltou a se deitar.

-Hyung?

-Sim.

-Obrigado, mas porquê?

-Hum?

-Está cuidando de mim.

-Porque não cuidaria? Volte à dormir.

Me levantei e meu pulso foi puxado fracamente, me fazendo voltar.

-Fica?

-Claro.

Fiquei ali o vendo dormi, senti falta dele lógico, mas não podia me aproximar não quando eu ainda tenho sentimentos pelo mesmo. Passado um bom tempo, me levantei para levar as louças que ainda estavam ali.

Terminava de lavar tudo que tinha sujado e a porta se abriu.

Yoongi On

Assim que abri a porta, estranhei pois havia um par de sapatos a mais ali. E então HoSeok sai da cozinha, o que ele faz aqui?!

-Oi Yoongi.

-Olá quanto tempo né. Cadê o Tae?

-Dormindo agora, bom eu já vou indo.

-Espera? Porque ele tá dormindo?

-Você não sabia que ele estava doente?

-Doente?

-Relaxe ele já está bem melhor agora, bom eu vou indo.

-HoSeok?

-Sim.

-Obrigado.

-Não foi nada.
.
.
.
.

Narrador On

Tae acordou com Yoongi ao seu lado, se levantou, tomou banho, preparou o café, e foi para seu lugar favorito da casa, à varanda. Dias passaram, assim como semanas, meses e anos, havia se formado, casado. Sim, Yoongi o pediu em casamento a 3 anos, na formatura, e logicamente que o ruivo aceitou, todo bobo com o pedido. Foi uma cerimônia simples, apenas família e amigos íntimos, até mesmo HoSeok, esse agora que não está no país, mas sempre em contato com o ruivo.

-Porque não me acordou? - Disse o mais baixo se aproximando.

-É domingo. -Falou o ruivo simplista.

-Por isso mesmo, tenho que aproveitar ao máximo com você.

-Esse hyung dramático. - Disse o beijando longamente.

    O clima era fresco, a brisa tocava seus rostos com delicadeza, enquanto se abraçavam docemente.


Notas Finais


Olá pessoas xD
Obrigada à tds q leram até aki 😆
Obg por comentar^^
Obg pelo seu amor deixado aki❤

Saranghaeyo *w*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...