História You changed my life :c: - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Vkook/taekook
Exibições 18
Palavras 3.346
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aeeee!! Cap novo!! Desculpe não ter postado antes, acabei excluindo esse capítulo sem querer de novo e tive que refazer, e também estou em semana de prova e são as últimas finais , Então estou meio que sem tempo por isso estou adicionando apenas um capítulo por semana e acho que vai ser até melhor assim,mas vou ficar postando apenas um toda semana por um tempo, pelo menos um eu postarei, mas sempre quando der irei tentar postar dois.
Sem mais delongas vamos para a fic.

Boa leitura.

Capítulo 13 - Melhor remédio


Fanfic / Fanfiction You changed my life :c: - Capítulo 13 - Melhor remédio

Jungkook on- 

 

Me levanto logo cedo, já que não consegui dormir esperando por algum sinal de vida do Taehyung. Vou ao banheiro e lavo meu rosto na intenção de livrar todos os meus pensamentos e o cansaço presente revelando em mim, vejo que não muda nada Então decido tomar um banho na tentativa de me acalmar. Espero que ele vá ao colégio hoje. 

Acabando o meu banho me visto com o uniforme escolar, e desço até a cozinha como de costume. 

 

- bom dia oppa. - minha irmã dis.

 

-bom dia. O Jimin falou alguma coisa com você desde ontem de noite depois da festa ?

 

- não,  ele disse antes da festa que se não falasse era porque estava muito cansado e que o celular provavelmente estaria descarregado, mas ele disse também que iria faltar hoje, e que depois viria para aqui em casa de tarde, pois estaria de resaca. - ela dis enquanto eu tomo meu café.

 

- ah.

 

- não recebeu notícias do Tae, foi ?- ela sorri

 

-  não, ele deve estar dormindo ou não sei, só estou preocupado.

 

- não se preocupa, ele deve estar bem , deve estar com resaca também, depois você o vê. - ela sorri

 

- ok. - termino de tomar meu café e vou escovar os dentes junto a ela, assim que eu acabo vou até meu quarto pegar minha mochila e dentro dela coloco o presente do TaeTae.

 

- vamos? - ela dis pegando as chaves penduradas.

 

- pode ir na frente, irei esperar por ele, vai que ele venha.

 

- ok, só não espere muito para não se atrasar. - ela dis saindo e me sento no sofá, pegando meu celular começo a jogar. Fico esperando por umas meia hora, e termino vendo que irei me atrasar, Então decido ir embora já que ele não vem. 

Vou caminhando até o colégio, e entro no mesmo, mas fico do lado de fora da sala esperando a aula acabar sentado ao lado da porta pois estava muito atrasado para poder entrar. Assim que o sinal bate eu entro na sala e vou seguindo o olhar para o assento do Tae e depois do Jimin e do yoongi, nenhum deles estavam lá, eu agora estava sozinho. Me sento em minha carteira e fico esperando o professor chegar, se passa as duas aulas e vou para o refeitório logo em seguida, me sentando sozinho na mesa de  costume . Assim que termino de comer vou para a sala, antes mesmo do horário do sinal tocar. Fico sentando em minha carteira escutando música e jogando, até que vejo o Robert se aproximar de mim e sorri.

 

- bom dia, como vai ?

 

- oi, vou bem, e você? 

 

- também. Você sabe porque o Tae faltou hoje ?

 

- não. - mesmo eu sabendo do motivo dele ter faltado, não irei falar para ele, pois ele não é tão próximo do TaeTae para querer saber tanto. Mas pensando bem, acho melhor falar porque se não ele pode ir falar com ele outro dia e não quero isso. Deixa pra lá. 

 

- precisava falar com ele, mas tudo bem, depois eu falo.- ele sorri

 

- se quiser pode me falar, que aí passo o recado para ele, já que moro perto dele. 

 

- desculpe, mas eu prefiro falar com ele, é que tem que ser pessoalmente. - ele sorri sem jeito.

 

- ah, se quiser o número dele... - porque está falando isso Jungkook?!?!??

 

- tudo bem, eu já tenho,obrigado. - ele sorri, até o professor de filosofia chegar e ele volta para seu lugar se sentando distante de mim. _ passei o resto da aula só, algumas meninas tentavam puxar assunto, mas não liguei para isso, quando tocou o sinal da última aula indicando a hora de irmos embora, peguei minhas coisas e fui para meu armário, deixando algumas coisas ali e depois fui embora para casa sem esperar a Min para ir comigo, durante o caminho fiquei pensando nas possibilidades de nada ter acontecido com o Tae, chegando de frente da minha casa parei na porta e olhei para a casa do Tae do outro lado da rua, entrei em desespero e sai correndo até ela, batendo na porta e logo sendo atendido pela sua mãe.

 

- que surpresa a sua Jungkook.  Bom vê-lo novamente. - a senhora Kim sorri

 

- boa tarde. Bom vê-la também. - sorri ao me curvar.

 

- o Taehyung está? 

 

- sim, está dormindo. Pode entrar . - ela sorri ao dar passagem para entrar em sua casa.

 

- obrigado. - entro em sua casa e a sigo até a cozinha.

 

- quer alguma coisa? 

 

- não, obrigado.  Eu vim mesmo foi ver o Taehyung, ele faltou hoje Então achei que algo estivesse acontecido.

 

- admiro sua preocupação. Ele está bem, só está com resaca, o Namjoon o trouxe hoje de manhã, ele até agora não acordou. - ela sorri colocando algo em uma bandeja. _ vejo o pai do Tae descer os degraus e vim caminhando até onde estamos .

 

- olá, você deve ser o Jeon Jungkook, prazer em conhece -lo, o Taehyung nos falou sobre você. - ele sorri me  cumprimentando e faço o mesmo. - venho ver o Taehyung ? 

 

- sim. - digo.

 

- pode subir para o quarto dele, já está na hora dele acordar .

 

- antes de ir, pode levar para ele por favor esse chá e esse remédio?- a senhora Kim me pergunta colocando a bandeja ao meu lado.

 

- claro. - sorri, pego a bandeja e subo os degraus até o quarto do TaeTae, chegando lá bato em sua porta e não sou atendido, Então entro, vejo ele dormir tranquilamente e coloco à bandeja ao seu lado na escrivaninha, e me sento do outro lado da cama do seu lado.

 

- TaeTae. - fala calmo mexendo ele devagar de um lado para o outro, se ele não estivesse de resaca eu acordaria ele com cócegas mas fazer o que..._ ele vai abrindo os olhos lentamente, e dou um beijo em sua testa, ele acorda e depois logo senta em sua cama.

 

- bom dia. - ele dis.

 

- boa tarde isso sim. 

 

- que horas são?

 

- 02:03 PM, preguiçoso. - sorri.

 

- aí que dor, parece que jogaram uma pedra em minha cabeça. Como cheguei aqui? - ele fala passando a mão na cabeça.

 

- o Namjoon te trouxe. Isso é bem feito para você, quem manda beber muito. - sorri.

 

- aish, não tive culpa.

 

- magina, se lembra de alguma coisa de ontem na festa ?

 

- não, só quando uma menina tentou me beijar e o Namjoon a impediu e também quando eu falei com ele... - ele fica sério.

 

- tudo bem ? Aqui está o remédio e o chá que sua  mãe pediu para eu te trazer. - digo lhe entregando na mão seu chá e o remédio.

 

- o que está fazendo aqui? - ele perguntou calmo enquanto dava um gole em seu chá.

 

- fiquei preocupado com você, você não respondeu minhas mensagens nem retornou minhas ligações, achei que algo tinha acontecido.

 

- que fofo, se preocupou comigo. - ele faz aegyo me fazendo ficar corado.

 

- eu tinha que falar com você também, se esqueceu ? 

 

- não. E, me desculpe por não ter respondido suas mensagens, é que meu celular provavelmente descarregou . - ele dis colocando a xícara de chá em sua escrivaninha, pois já tinha o tomado e o remédio também. - estou com muita dor de cabeça, então vou dormir mais, por favor não faça barulho. - ele dia se virando para o outro lado e se deitando.

 

- ah, mais não vai mesmo, não vou ficar aqui fazendo nada e te olhando enquanto você dorme, além do mais que a gente tem que conversar ainda.

 

- depois conversamos.

 

- depois nada. Vamos Taehyung ! - pulo em cima dele ficando sentado em seu colo com uma perna de cada lado em seu quadril, e começo a fazer cócegas nele e a balançar ele de um lado para o outro, ele começa a rir alto e eu o acompanho. 

 

- ta-ta bom ... Para !! Vou fi- car acordado! - ele dis com dificuldade enquanto ria. _ paro de lhe fazer cócegas e fico o olhando e ele faz o mesmo, até passar a língua em seus lábios e morde-los,ele deve estar tentando me testar mas não irei me render a ele mesmo querendo muito, ele sorri, é o sorriso mais bonito que já vi em minha vida, saio de cima dele até ele me puxar pelo meu pulso me fazendo voltar a posição anterior e me puxa para si selando nossos lábios de uma vez. Foi um beijo doce e muito bom,amava esses beijos com ele, era discreto, que foi se aprofundando cada vez mais, até nos separarmos. Me sentei ao seu lado, e sorri bobamente, estava com saudades.

 

- ah! Tenho uma coisa a você. - digo me levantando da cama e indo até minha mochila, tirando dr lá um pacote embrulhado, e voltando a me sentar na cama .

 

- o que ? - ele se senta novamente.

 

- aqui. -  sorri ao entregar a ele o pacote, ele vai abrindo o embrulho até ver uma blusa.

 

- que linda, gostei bastante. Obrigado .- ele sorri enquanto a via e a colocava sobre o seu corpo na intenção de ver como ficava. - mas porque o presente ? Não é meu aniversário.

 

- queria agradecer por ter sido muito gentil comigo ultimamente, e por estar sempre ao meu lado, além de ter cido a primeira pessoa que conheci aqui em Seul. - sorri, ele vem e me dá um abraço.

 

- obrigado. Você é muito especial para mim.- ele fala colocando o seu rosto contra o meu pescoço, até eu sentir um beijo sendo depositado ali que me faz arrepiar. - mas eu não tenho nada para te dar . - ele faz biquinho e sorri com o ato.

 

- não precisa. - sorri. - se eu quisesse alguma coisa em troca eu teria avisado. - digo ainda sorrindo. - mas podemos conversar já ?

 

- sim, estava até ansioso sobre isso. - ele dis se ajeitando na cama enquanto colocava o pacote junto com o presente ao seu lado na escrivaninha. - você primeiro.

 

- ok. Então... Esses dias, o Jimin e o Yoongi tinham chegados juntos, e eles estavam muito desconfiados e tudo mais, até que na hora da saída eu fui perguntar a ele se ele gostava de alguém e ele ficou muito vermelho na hora, e ficou enrolando o que iria falar então acabou não falando. Aí então pensei em te perguntar se ele gosta de alguém.

 

- nossa... Eu não sei , o Yoongi não é tanto de se abrir, também estava querendo saber.

 

- então, pensei que poderíamos nos juntar para tentar descobrir de quem é que ele gosta. - sorri.

 

- boa ideia, podemos até começar já.

 

- é só isso, pode falar o seu.

 

- quando fui fazer o trabalho na casa do Robert, ele me disse que estava gostando do Yoongi e fiquei até surpreso, aí ele me perguntou se ele gostava de alguém só que não o pude responder por que não sabia. Ai resolvi tentar juntar ele com o Yoongi, e eu queria sua ajuda para isso. Já que não sabemos de quem o Yoongi gosta poderíamos tentar...

 

- Então foi isso que ele queria falar com ele...- digo baixo para ele não escutar. - ok, eu ajudo, será até divertido. - sorri e ele faz o mesmo.

 

- então,por onde começamos?

 

- começamos a apresentar um para o outro. 

 

- verdade, mas agora não, amanhã.

 

- ok.

 

- o que vamos fazer agora ?

 

- vamos jogar. 

 

- mas isso vai ser ruim para mim, já que estou com resaca.

 

- a culpa não é minha por você ter bebido muito. Mas a festa foi boa ? Pegou várias meninas de novo?

 

- foi, e não, não peguei ninguém, o Namjoon também empatou uma menina de me beijar, mas tudo bem.

 

- e você queria ? - digo mexendo em meus dedos.

 

- acho que não. - ele dis sem jeito .

 

- ah. Vamos jogar agora. - pego em sua mão e o levanto junto comigo ,nos sentamos no chão de seu quarto e ligamos o vídeo game, colocamos o jogo e começamos a jogar.

 

- sua irmã sabe que você está aqui?

 

- não, tinha esquecido de avisar a ela, mas ela deve estar com o Jimin. Vou avisar agora a ela. - ele pausa o jogo e pego meu celular e mando uma mensagem a minha irmã pelo kakao talk avisando que eu iria chegar tarde em casa pois estava na casa do Tae com seus pais . Depois depósitei meu celular em sua cama e voltei a jogar, ele ficou rindo de mim por ter perdido três vezes seguidas.

 

- para , eu não fico jogando todo dia .

 

- é que fui aperfeiçoando minha técnica para poder jogar com você e te vencer.

 

- pelo menos eu fico estudando, não jogando.

 

- eu nem jogo muito. - ele sorri e faço o mesmo. Acho que a dor de cabeça dele passou, o remédio deve ter feito efeito.  

 

- Jungkook, Taehyung! Desçam para comer um lanche. - a mãe de Tae grita um pouco para podermos escutar. Ele pegou minha mão e desceu comigo, assim que chegamos na cozinha nos sentamos ainda de mãos dadas um do lado do outro, ficando com as mãos de baixo da mesa.

 

- aqui está. - a senhora Kim fala colocando em cima da mesa o lanche.

 

- onde o pai está?

 

- ele saio para uma reunião que irá ter no trabalho. Eu não fui porque é de outra área de serviço.

 

- ah. - ele sorri comendo um pouco com a mão solta.  Paço levemente o meu polegar nas costas de sua mão e ele faz o mesmo, soltamos nossas mãos e fomos comer, sua mãe foi para seu quarto e disse que qualquer coisa que a gente precise era chamar, ficamos brincando de pedra, papel ou tesoura para quem iria lavar os pratos que tínhamos utilizado, ele acabou perdendo Então ele foi lavar, e já que sou uma boa pessoa fui o ajudar, mas acabamos brincando de guerra de água terminando nos molhando todo,assim que acabamos de lavar a louça fomos para o seu quarto.

 

- parabéns Taehyung por ter me molhado todo , vou ter que ir para minha casa agora me trocar. - digo indo em direção a porta enquanto ele está sentado na beirada da cama.

 

- não!! Eu irei te emprestar uma roupa. - ele dis pegando na barra da minha blusa me impedindo de andar. - e não me chama Taehyung que eu sinto que está brigando comigo. - ele faz bico, Então segurei em seus ombros e coloquei minha boca ao lado do seu ouvido.

 

- pode ser hyung ? - digo de uma maneira doce, calma e gentil, com um leve tom sexes e o vi arrepiar todo virando o seu rosto para mim enquanto eu sorria, vi que ele estava corado e me afastei rindo um pouco e o vi resmungar alguma coisa até eu colar nosso lábios os fazendo um só, me aproximo dele em busca de mais contato entre nós,   aprofundando cada vez mais o beijo, seguro em sua cintura enquanto suas mãos iam passando pela minha nuca e pelo meus cabelos, o deito na cama sem me separar dele, me afasto do mesmo para tentar recuperar o ar, ele me vira ficando agora por cima de mim e logo volta a me beijar, agora ele estava segurando em minha coxa enquanto tentava se encaixar mais comigo e eu o segurava pela cintura ainda apertando o local e o ouvindo arfar baixo, ele passa uma de suas  mãos dentro da minha blusa me fazendo arrepiar com o contato de sua mão um pouco gelada contra minha pele, e a outra permanecia em minha coxa, vou até seu pescoço e começo a deixar beijos no local e alguns chupões de leve para não deixar muito a marca, ele segura na barra da minha camisa e tenta tira- lá mas é impedido por nossos corpos estarem muito colados mas ele continua tentando.

 

- hyung...- falo arrastado em seu ouvido quando sinto ele me me dar alguns chupões em meu peitoral, eu nem tinha percebido que ele já havia tirado a blusa.

 

- hyung, sua mãe está em casa. - eu digo aos gemidos baixos tentando me conter, mas parecia difícil.

 

- é só não falarmos alto. - ele dis ainda me beijando. 

 

- Taehyung, é sério, ela pode entrar aqui. 

 

- ok. - ele fala se afastando de mim rapidamente e se levantando da cama enquanto arruma seu cabelo e via no espelho se tinha alguma marca no pescoço. 

 

- o que foi ? Está bravo agora? - digo me sentando e colocando a blusa.

 

- não, só comecei a pensar se ela entrasse ... 

 

- ah. Você deve estar ainda sobre o efeito do álcool, porque nunca o vi assim, hoje você está muito carinhoso. - sorri, e ele vem se sentar ao meu lado, logo vendo que estava sem marcas.

 

- é que eu estava com saudades, nem nos falamos direito. - ele dis baixo quase num resmungo.

 

- Taehyung admitindo que estava com saudades de mim ?! - sorri e o vejo corar enquanto encaixava seu rosto na curvatura do meu pescoço tentando o esconder. - também estava. - tentei reconforta-lo e o vi me olhar.

 

- desculpe, eu não sou assim, não sei o que deu em mim. 

 

- tudo bem, você não fez nada de errado, só não foi o momento certo. - sorri dando um leve empurrão nele o fazendo sorrir também. - já vou indo, amanhã nos veremos, já está ficando tarde, boa noite. - sorri me levantando da  cama e pegando minha mochila.

 

- ok, mas você nem trocou de roupa. 

 

- não precisa. - vou descendo os degraus e paro de frente de porta já aberta pelo Tae.

 

- boa noite kookie, até amanhã, e muito obrigado pelo presente e por ter passado o dia comigo, deveríamos fazer isso mais vezes.

 

- sim, que tal amanhã sairmos depois do colégio? Vamos a algum parque ou sei lá.

 

- pode ser . - ele sorri 

 

- ok Então, eu te mando uma mensagem. E deu boa noite a senhora Kim, e diga que foi um prazer revê- lá novamente.- sorri

 

-ok, direi a ela. apesar de tudo, você foi meu melhor remédio hoje pois me livrou rapidamente da resaca, obrigado.- ele sorri. - até mais. - ele me abraça .

 

- eu que agradeço por estar bem. -sorri - até amanhã *hyung* - digo ao pé do seu ouvido logo após sorrindo para o provocar e me afasto ainda sorrindo, e vejo um bico em seus lábios.

 

- aish, não me provoca. - ele dis.

 

- tchau TaeTae. - sorri.

 

- tchau kookie. -ele sorri e dou um selinho nele logo me virando e indo embora.

 

Chegando em casa vejo a Min deitada no sofá no peitoral do Jimin e sorri com isso, acho que finalmente ela encontrou alguém que ela posso ficar pelo resto da vida. Pensando nisso me fez lembrar no hobe, faz um tempo que não falei com ele, amanhã eu falo com ele,agora vou me deitar. _ subo para o meu quarto  e fecho a porta do mesmo indo para o banheiro e tirando a roupa no caminho, quando chego lá tino um banho rápido e assim que saio coloco minha cueca box e me deito por debaixo das cobertas,pego meu celular é vou falar com o TaeTae, fico até 00:45 falando com ele mas acabo dormindo por estar cansado.

Agora de uma coisa eu tenho certeza, eu gosto mesmo do Taehyung.


Notas Finais


Um ótimo dia a vocês,( não sei mas o que falar aqui) obrigado pelos favoritos e comentários, se quiserem podem me fazer perguntas pois irei responder.


Bejuuu pands :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...