História You Complete Me - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Apink, EXO
Personagens Jung Eun-ji, Kai, Suho
Tags Eunji, Exopink, Kai, Park Jihye, Scarlet, Suho
Visualizações 25
Palavras 1.526
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Ecchi, Festa, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Epílogo


Fanfic / Fanfiction You Complete Me - Capítulo 9 - Epílogo

Os dias da formatura não eram os mesmos, afinal os cursos eram diferentes, mas a festa organizada pelos alunos ocorreu na mesma noite após todos os eventos de formatura dos alunos.

 

O lugar estava lotado ja que cada formando levava no mínimo dois ou três convidados consigo. No princípio a festa corria como uma festa de gala. Os termos bem arrumados, cabelos com gel, penteados diferentes, vestidos bem arrumados. Uma verdadeira festa de luxo.

 

Depois da meia noite mais da metade dos convidados ja haviam abandonado a festa é apenas os mais baderneiros continuaram. Jongin e Ji Hye não eram lá muito fans de festa, mas decidiram ficar já que os outros dois queriam. E, claro, não deixariam de lado a própria festa de formatura.

 

Eunji e Ji Hye haviam se misturado as pessoas da pista de dança enquanto Jongin e Junmyeon encontraram alguns amigos e se juntaram em uma mesa. Longe do bar. Mesmo enquanto todos diziam que hoje era um dia especial, além de Junmyeon ser um homem 'livre', ele preferia não chegar nem perto do bar.

 

- Desculpa ter brigado com você. - Junmyeon falou aleatóriamente.

 

Os dois sentados lado a lado de costas para a mesa olhando a pista de dança e o nada ao mesmo tempo. A pergunta soara tão improvável que Jongin ficou confuso se teria ouvido certo.

 

- Han?

 

- Na praça. Eu te chamei pra conversar e acabei brigando. - riu sem humor.

 

- Ah... Sobre isso. - sorriu brevemente antes dr continuar - Desculpa por ter sentido vontade de te socar naquela hora. - falou em tom divertido e ambos riram. - Elas estão vindo. - apontou com o queixo na direção de Eunji e Ji Hye que saiam da pista sorridentes e animadas.

 

- Kai, porque não está aproveitando a festa? É nossa formatura! - Ji Hye falou se sentando entre os dois garotos juntamente com Eunji que se sentou ao lado de Jongin.

 

- Estou bem assim. - riu.

 

- Vou indo. - Junmyeon disse se levantando.

 

- Já?! - Eunji falou olhando com uma expressão engraçada que mostrava mais choque do que surpresa.

 

- Ei, que cara é essa? - Ji Hye falou rindo de forma escandalosa dando uma cotovelada mas costelas da amiga.

 

- Ai! - passou a mão onde foi acertada - É que é a primeira vez em toda minha vida que eu vejo o festeiro do Suho indo embora e uma festa. E o mais estranho: ele está indo antes de Kim Jongin. Tá doente, Suho?

 

- Não, não. - falou rindo um pouco sem graça balançando as mãos - Amanhã eu vou na empresa do meu tio. Ele disse que vai me empregar quando terminar a faculdade.

 

- Mas amanhã é domingo, Suho! - Jongin falou.

 

- Por isso mesmo. - Junmyeon respondeu - Eu vou conhecer a empresa então meu tio preferiu que ela tivesse mais vazia.

 

- Se o Suho já era rico vai ficar mais ainda quando começar a trabalhar. - Ji Hye comentou divertida 

 

Assim que terminasse a faculdade iria exercer a profissão. Junmyeon seria o próximo advogado da empresa de seu tio. Uma empresa muito bem sucedida e famosa.

 

Não muito tempo depois que saiu da festa os outros também foram embora. Sehun pegou uma carona com Junmyeon levando Jongin a ir embora pouco depois. Eunji foi junto e Ji Hye ficou mais um tempo na festa junto de algumas amigas de seu curso.

 

***

 

Na tarde de domingo, quando Eunji acordou, assustou-se por Jongin estar dormido ao seu lado. Normalmente ao acordar o garoto já rondava a casa por horas.

 

- Finalmente acordou. - ele falou calmo, ainda com os olhos fechados, fazendo com que a garota desse um pulo na cama. - Estava tão entediado que decidi dormir de novo, mas não consegui

 

- Entediado? Você me assustou! - chutou a pena do namorado. - Demorei tanto assim pra acordar?

 

- Mais do que imagina. - riram.

 

Logo Eunji levantou, fez sua higiene e trocou as roupas. Jongin estava na sala quando a garota terminou. 

 

Tomaram o desjejum juntos. Eunji gostava da simplicidade do namorado. Gostava quando ele fazia o café da manhã com várias opções, mas a mesa nunca parecia cheia. Mesas cheias sempre davam tristeza porque pensava adiantado em como seria chato limpar aquela quantidade de pratos e outras coisas mesmo que tivesse ajuda. Além dr Jongin gostar de fazer as coisas sozinho. Ela não queria que grandes farturas sobrassem para ele no final. Gostava também de como Jongin era prático, rápido e discreto. Sempre ia direto ao ponto, fazia sem delongas, mas mesmo assim parecia suave mesmo que fosse algo que precisasse e algumas voltas.

 

Jongin tinha tudo que Eunji não tinha. Ele a ensinava como ser como ele e ela o ensinava a ser como ela. Assim continuavam em perfeito equilíbrio.

 

- Ei. - Jongin chamou. Agora estavam sentados no sofá, abraçados de forma desajeitada, olhando para a televisão, nenhum assistia realmente ao que passava na tela.

 

- Hm? - ergueu a cabeça para olhar o garoto.

 

- Eu te amo.

 

Jongin nunca havia dito isso. Eunji sempre acreditou que qundo ele a dissesse começaria a chorar ou daria pulinhos de alegria, mas isso não aconteceu. Porque, apesar de agora ser dito em palavras, Jongin sempre a dizia com ações. No fundo, ela sabia disso, e foi com Jongin que Eunji aprendeu a observar e valorizar ações.

 

- Eu também te amo, Kai. - sorriu. Jongin a roubou um beijo rápido. Eunji procurou o controle da TV na mesa e assim que o achou desligou. - Não vamos assistir TV. Precisamos conversar.

 

- Conversar? - ergueu as sombrancelhas.

 

- É. Sobre como você me ama. - Jongin riu.

 

- E vai começar por onde?

 

- Por um beijo. - riu e abraçou o pescoço do namorado o beijando.

 

- E até quando essa conversa vai durar?

 

- Até o fim.

 

Jongin abraçou a cintura da garota se levantando do sofá carregando a namorada junto. As mãos quentes do namorado tocaram sua cintura embaixo da blusa causando arrepios.

 

Acreditava que o valor fosse típico dos homens porque Junmyeon também tinha o corpo quente e Ji Hye o frio como o seu, mas era apenas as mãos de Jongin que a arrepiavam por inteiro.

 

As blusas foram largadas na sala mesmo. A calça do garoto ficou pelo corredor. Os shorts de Eunji no chão do quarto. Ela tinha certeza que faria arte por toda a casa com suas roupas e de Jongin.

 

 

***2 anos***

 

- Preciso ir trabalhar, pessoal. Vamos nos encontrar outro dia novamente. - Jongin, agora com os cabelos descoloridos por perder uma aposta, falou já se levantando da mesa.

 

Aquela mesa da cafeteria já havia se tornado exclusiva como a antiga mesa da faculdade. Sempre se encontravam aos finais de semana, os quatro, e jogavam conversa fora durante o dia inteiro se possível.

 

- Mas é sábado, Kai! - Junmyeon falou.

 

- Mas hoje tem o encontro dos meus garotos. Não posso perder por nada.

 

- Não se esqueça que eu mandei um grande abraço pro Sehun. - Ji Hye falou sorridente.

 

Jongin dava aulas na faculdade e também aula de dança em uma turma de Ballet na mesma academia onde Sehun trabalhava. A turma de Sehun era mista porém a sua era exclusivamente masculina, devido a isso era até menor. Hoje os meninos da turma se juntariam, apenas um encontro casual, mas Jongin era apegado demais aos garotos para deixar de ir.

 

Não se passou meia hora que Jongin saiu, Eunji recebeu uma emergência no hospital e teve que sair correndo. Não era a primeira vez que deixava o encontro para atender uma emergência, mas os outros sempre se preocupavam quando isso acontecia. Nem sempre voltava com boas notícias.

 

- Agora somos nós. - Junmyeon comentou empurrando sua xícara agora vazia para o canto.

 

- É... Esses dias eu estava pensando no Kai. Mas não me senti triste, na verdade fiquei feliz por ele e a Eunji estarem bem.

 

- Eu também venho me sentindo assim. Estamos melhorando - riu.

 

- E quando vai arrumar uma namorada? Tenho certeza que garçonete gosta de você. - apontou com o rosto para a garçonete que sempre os atendida nos finais de semana que se encontravam. - Devia chamá-la pra fazer alguma coisa.

 

- Talvez eu chame qualquer sua desses. Ela parece legal pelo pouco que conversamos. 

 

- Suho não vai ter problemas com uma namorada. É bonito, legal e rico - deu ênfase na última palavra fazendo os dois rirem.

 

Junmyeon se levantou pagando a conta, os quatro sempre se revesavam para pagar a conta, e logo saiu do estabelecimento com Ji Hye.

 

- E você? Quando vai arrumar um namorado?

 

- O Sehun é uma gracinha não acha? - perguntou imitando a voz de uma das colegas de Jongin que trabalhava na academia junto com Sehun.

 

Os dia riram alto na rua. Uma pessoa que passava do lado até mesmo deu um pulinho assustada com as risadas altas e repentinas.

 

Entraram no carro de Junmyeon e foram até um shopping. O final de semana estava apenas começando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...