História You Control My Heart - Destiel - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Chuck Shurley, Crowley, Dean Winchester, Gabriel, Lúcifer, Meg Masters, Personagens Originais, Rowena MacLeod, Sam Winchester
Tags Controlador, Destiel, Drama, Mistério, Supernatural
Exibições 205
Palavras 2.479
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá anjinhos 💙

😉😍😘😘😙😙😙😙😜😜😛😘😗

Capítulo 2 - ♡ 2 ~ Mal Começo



- Castiel é melhor você não ir ! - fala Sam , segurando o braço de Castiel com certa força . Castiel notava o olhar de nervosismo que corria a face de Sam , e a cada segundo que passava ele continuava a não entender . Castiel sabia muito bem que Dean não era uma boa influência , principalmente entre as garotas , mas ele não conseguia pensar em nada que Dean pudesse fazer que viesse a prejudicá-lo , até porque , Castiel mau conhecia o garoto , mas mesmo assim , ainda sentia que não deveria se aproximar , mas como era o último ano do ensino médio , e como tinha feito uma promessa de que esse ano não iria sair em branco , ele decidiu ir até ele . 

- Sam , está tudo bem - fala Castiel , dando um tapinha no ombro do moreno , tentando fazer ele se sentir bem , e logo começando a andar na direção do loiro , que o esperava encostado no carro , mas antes que pudesse chegar mais próximo de onde estava Dean , Meg o puxa de uma vez pele braço e fala , com uma expressão de preocupação nítida no rosto :

- Esculta aqui Cas ! - fala ela , o olhando fixamente - Aquele cara ali ... - Meg olha para Dean por um curto momento , Castiel nota que os olhos da amiga tremiam constantemente agora , e logo ela desviou o olhar ao receber outro olhar de Dean , que estava de braços cruzados , parecendo  mais sério agora - Não é somente uma má influência para as garotas ! . Ele não tem muitos amigos justamente pelo que ele é !  - fala Meg , segurando o braço de Castiel com mais força .  

- E ... O que ele é ?  - pergunta Castiel achando tudo aquilo muito estranho .  

No momento em que Meg ia começa a falar , ela solta do braço de Castiel de uma vez , logo se distanciando dele , e indo para mais perto de Sam , que parecia muito apreensivo . De repente , Castiel nota que todos estavam olhando para ele , e todos com a mesma expressão no rosto : medo . 

- É melhor nós conversamos em outro lugar - fala Dean , aparecendo de repente atrás de Castiel , que se assusta um pouco . Ele olha para o rosto de Dean , e acaba percebendo os olhos do loiro . Tão verdes . 

- O que você quer comigo Dean ? , eu tenho que ir para casa , e ... - mesmo antes que o moreno terminasse de falar , Dean o pega pelo braço esquerdo , e o leva rapidamente até o seu impala , abrindo a porta do carro ao lado do acento do motorista . 

- Quer se sentar logo ? - pergunta Dean , um pouco impaciente , com um sorriso estranho nos olhos . 

Castiel estava achando tudo aquilo muito estranho .  Mau conhecia Dean , e o cara já queria que Castiel entrasse no carro , sem mais nem menos , além de Castiel ficar cada vez mais apreensivo por causa dos inúmeros alunos , o olhando de olhos arregalados e amedrontados . 

- Aonde vamos ? -pergunta Castiel , temeroso , se sentando a contra gosto no banco . 

- Nos divertir !  - fala Dean , entrando no carro rapidamente , com um sorriso que iluminava todo o seu rosto , logo ligando a chave no carro . 

Antes que os dois saíssem do estacionamento , Dean avança o carro de modo inesperado em algumas pessoas , e logo Castiel pode escultar alguns gritos e murmúrios dos alunos , e quando já estavam quase saindo do estacionamento , Dean e Castiel escultam a suada das coisas que os alunos jogavam no impala , além dos inúmeros palavrões .  

- Você ficou louco ?  - pergunta Castiel , ainda se segurando firmemente no banco do carro , sentindo uma fina linha de suor descer de sua testa , e o coração voltar ao ritmo normal , por causa da adrenalina .  

- Só um pouquinho !  - fala Dean , dando uma risada um tanto cínica .

" No que eu me meti ! " pensa Castiel , passando as mãos pelo rosto de uma forma cansada , começando a ficar nervoso novamente .  

                  ☆☆☆ 

- Você me levou para um bar ? - pergunta Castiel exasperado , relutante em abrir a porta de entrada - O meu pai já me mataria sem motivo algum , imagina se descobrir que eu tô aqui ! - fala ele .

- Há ! , qual é Cas - fala Dean , pegando o moreno pelos braço - Você não vai morrer só porque vai entrar aqui .  E além do mais , você nem precisa beber .

O bar era amplo e tinha várias mesas e cadeiras de madeira espalhadas por todos os lugares ,  e mais para o lado da esquerda , tinha um pequeno palco , com alguns instrumentos esperando alguém para tocalos .  Algumas pessoas estavam sentadas nas mesas , algumas bebendo , outras comendo ,  e algumas até mesmo namorando . Algumas garçonetes passavam de vez em quando , com bandejas nas mãos e um caderno de notas na mão , e mais para o centro do bar , havia um balcão , onde atrás tinha várias prateleiras com inúmeras garrafas de bebidas , as mais diversas possíveis , e algumas pessoas estavam sentadas nos bancos perto do balcão , e uma música de rock dos anos 90 tocava no ambiente , com o tom leve e baixo . 

- Eu volto logo - fala Dean , esperando Castiel se sentar em alguma das cadeiras perto do balcão , logo dando duas batidinhas na mesa e pedindo uma bebida para Castiel .  

Castiel olha ao seu redor , o lugar realmente não parecia um dos piores , mas ainda sim , ele sentia uma pontada de insegurança crescer dentro de si . O moreno da um pequeno gole na bebida , fazendo uma careta , e logo deixando o copo de lado . 

- Você por acaso veio com Dean Winchester aqui ? - pergunta uma mulher de cabelos negros , curtos , sentada atrás de Castiel , dando um gole rápido em uma bebida , e logo ageitando gola da blusa azul listrada , que estava vestida por cima de uma camiseta branca - Há , e a propósito , meu nome é Jody - fala ela , balançando o copo perto de Castiel , dando um sorrisinho pra ele . 

- Castiel , prazer - fala o moreno , meio que sem geito - Mas ... Como você sabe que eu vim com o Dean ? - pergunta ele .  

- Bem , vejamos ... O impala só Dean está lá fora .  Você é novo por aqui - fala ela , deixando o copo de lado , e se virando para ver Castiel melhor . 

- O Dean sempre vem muito aqui ? -  pergunta Castiel , querendo saber mais com quem andava . 

Jody da uma gargalhada com tanta vontade , que algumas lágrimas começam a sair de seus olhos . 

- Você não conhece Dean a muito tempo não é ?  - pergunta ela . 

- Bem ... - fala Castiel exitante , levantando uma das suas sobrancelhas  - ... Eu conheço ele desde ... Hoje ? - fala Castiel , vendo a expressão alegre de Jody logo se transformar em uma expressão de ... Medo . 

Medo . Castiel não sabia o porquê , mas aonde quer que fosse , e falasse , ou ouvisse falar de Dean , essa era sempre a primeira reação .  Aquilo estava começando a deixar Castiel com certas suspeitas das quais não queria ter sobre Dean , afinal , mal o conhecia . 

- Precisamos tirar você daqui AGORA ! - Jody pega Castiel pelo braço , e o leva até a saída ,  mas o moreno consegue desprender a sua mão da dela . 

- Qual o seu problema ? - pergunta ele , tentando entender tudo o que estava acontecendo ali . 

- Você não entende ... É que ... Ele ... Ele ... - Mas logo Jody para de falar , pois assim que seus olhos avistam a figura de Dean vindo dos fundo do bar , ela logo sai dali , mas antes , entrega um papel na mão de Castiel , e fala : 

-É o meu número .  Se precisar , ligue para mim ! - e sai do bar , deixando Castiel sozinho , até que Dean viesse até ele . 

- Você estava indo embora ?  - pergunta Dean . 

- Não , Não eu ... - fala Castiel , tentando encontrar uma desculpa para estar em frente à porta de entrada do bar . 

Ele vê Dean baixar ligeiramente o olhar , mas logo esculta Dean falando , com o tom de voz calmo : 

- Olha , eu sei que você deve estar um pouco assustado e tudo mais , mas ... Olha , eu só trouxe você aqui pra se divertir .  Eu vi que você tem uma certa dificuldade em ter amigos , então eu pensei que seria legal te convidar para jogar beliche - fala o loiro , com o tom de voz meio encabulado .  

Foi aí que Castiel percebeu , que tudo o que Dean queria era ajudalo . Então ele deixou que o ajudasse . 

- Bom , então se é só isso , vamos então .  Mas por que demorou tanto ? - pergunta Castiel .  

- Eu estava tentando ganhar as entradas para nós entramos para jogar .  Quem tem essas entradas pode ter direito a alguns privilégios - fala ele , mostrando dois engressos laranjas , e os balançando no ar com uma cara de sabi tudo .  

                   ☆☆☆ 

O resto do dia foi inesperadamente bom . Castiel nunca tinha tido uma tarde tão boa como tinha tido com Dean .  Agora pelo tempo que haviam passado juntos , Castiel não conseguia entender o porquê das pessoas falarem tão mal de Dean . Ele não conseguia ver esse mal qual todos falavam . Ao contrário .  Ele via um cara legal , introvertido e de boa companhia .  Depois de terem ido jogar boliche e fazer um lanche , Dean levou Castiel em um dos lugares que o moreno jamais imaginara que Dean frequentava .  Um grupo de Música .  Dean tinha se mostrado um ótimo cantor , e dominava totalmente o violão .  O resto do dia foi seguido das mais diversas atividades .  

Agora , já estava anoitecendo , e Dean já estava levando Castiel para a sua casa . Com todos os divertimentos da tarde , Castiel nem se quer se lembrou de seu pai , e da bronca que ele iria levar . Mas pelo menos tudo aquilo não sido em vão .  

Os dois já estavam no meio do caminho , quando Dean decide parar o carro em uma rua da qual não tinha muita iluminação , e que estava completamente livre de pessoas andando nas ruas . Castiel não estava entendendo ,  por que Dean havia  parado ali ? .

- Houve algum problema ?  - pergunta Castiel , olhando para Dean , e vendo o loiro olhar ainda na direção do volante .  

- Não - fala Dean , com a voz quase que em um sussurro - Eu ... posso fazer uma pergunta ?  . 

- Pode - responde Dean , dando um gole na Coca-Cola .  

- Cas - Castiel já tinha se acostumando com esse apelido que Dean tinha posto a ele , e de tanto ouvir , nem ligava mais - Você se divertiu hoje ? - pergunta Dean , agora olhando para Castiel . 

- Sim - fala Castiel , em um tom de entusiasmo - Acho que posso até falar que hoje foi um dos melhores dias da minha vida até agora ! . Acho que seremos bons amigos Dean - fala o moreno , com um pequeno sorriso na boca . 

Dean contorcer a boca por um istante , e senti um leve calafrio passar por suas costas . A cada segundo que passava , Dean se sentia cada vez mais apreensivo . Mas teria que fazer isso . De qualquer forma .  

- Fecha os olhos - fala Dean , vendo a expressão de espanto no rosto de Castiel .  

- Por que ? - pergunta Castiel em dúvida .  

- Tenho uma surpresa para você - responde Dean por fim . 

De início , Castiel achando aquele pedido um pouco estranho , mas decide atendê-lo . O que de ruim poderia acontecer ? . 

Foi aí , que Castiel ... sentiu . Castiel sentiu os lábios finos de Dean encontrarem com os seus . O calor crecia cada vez mais entre os dois  . Castiel podia sentir a mão de Dean em suas costas , e logo Dean estava quase que sentando no em seu colo . 

- NÃO !  - grita Castiel , empurrando Dean para longe , tentando se distanciar de Dean o máximo possível .  Castiel olha por relance para Dean , e se assustassem com o que vê .  

A expressão no rosto de Dean está quase que selvagem . Seus olhos estão de um verde escuro e intenso .  E parecia que todos os músculos de Dean estavam cada vez mais contraídos .  

- Dean ... É melhor eu ... Eu ir pra casa - fala Castiel , abrindo discretamente a porta do carro . 

- Desculpe Castiel - fala Dean , o tom de voz ríspido - Eu ... Eu não queria ,  eu ... - Mas antes que Dean pudesse terminar de falar , Castiel abre a porta do carro e começa a correr em meio a chuva que caia com toda a força . 

Castiel não podia creditar no que tinha acontecido .  Não queria acreditar .  

- EI ! - grita Dean , saindo do impala e correndo até Castiel no meio da chuva - EU POSSO EXPLICAR !  . POR FAVOR , ESPERA ! . 

- SAI DE PERTO DE MIM ! - grita Castiel de volta , sentindo repulsa só de olhar para Dean .  

- CAS ... EU ...

- MEU NOME É CASTIEL !  - grita o moreno , correndo mais rápido que podia ,  deixa Dean para trás , mas ainda sim , ouvindo o loiro falar , com a voz pesada : 

- Se VOCÊ NÃO QUER ME OUVIR POR BEM ... VAI SER POR MAL ! . 


           ... CONTINUA ... 




    

   




Notas Finais


Espero que tenham gostado anjinhos . Tentei caprichar . Esperem altas tensões para o próximo Capítulo .

😛😜😚😚😘😘😙😗😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...