História You don't know me - Capítulo 12


Escrita por: ~ e ~JuhRA

Postado
Categorias Cameron Dallas, Crystal Reed, Daniel Sharman, Elizabeth Gillies, Nash Grier, Shawn Mendes, Teen Wolf, The Vamps
Personagens Bradley Simpson, Connor Ball, Crystal Reed, Daniel Sharman, Elizabeth Gillies, James McVey, Nash Grier, Shawn Mendes, Tristan Evans
Tags Elizabeth Gillies, Teen Wolf
Exibições 89
Palavras 1.510
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Festa, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiie💜
Capítulo escrito todinho hoje por isso demorou.
Não esqueçam de ler as notas finais.
Boa leitura meus amores💜

Capítulo 12 - Forgive me


Fanfic / Fanfiction You don't know me - Capítulo 12 - Forgive me

Chego na sala e me sento ao lado de Shawn, que por sinal ainda parecia chateado comigo

— Shawn...– o chamo.

— Oi... – Ele responde em um tom seco

—Podemos fazer o trabalho hoje? Pode ser depois das aulas eu te dou uma carona

—Não vai esquecer de novo?– ele pergunta irônico.

—Para! Sério me desculpa, eu tive um problema muito sério Shawn.

—Qual seria? – Ele pergunta desconfiado.

—Eu não posso falar, por favor confia em mim.– peço.

—Tá bom...–Ele se rende.

—Obrigada!— dou um beijo em seu rosto, recebendo olhares de Crystal e Daniel mas não os olho de volta.. — Então pode ser hoje?

—Sim, mas vai ser na sua casa! — ele ordena.

—Combinado!

[...]

Às aulas passam normalmente, e eu dormi na maioria delas – grande novidade –. Bate o sinal da hora do almoço e eu vou em direção ao refeitório, mesmo não suportando a gritaria que estava lá. Vou em direção a mesa, e vejo Cameron e Nash sentados ali conversando com a Crystal, "Ok" penso "ela precisa fazer amizades, mas logo com esses dois?"

—Oi gente !– cumprimento me sentando entre Nash e Tristan.

—Oi! – eles falam em coro.

—Iai?Como está? – Nash pergunta .

—Com sono...— Encosto a cabeça no Tristan.

—Sono!? Você dormiu quase todas as aulas, menos a de história. — Ele fala rindo.

—Fica quieto, eu não dormi nada noite passada.

—Ah não? — Um garoto pergunta com cara maliciosa.

—Não é isso idiota.— respondo rindo.

—Acho bom. — Tristan se intromete.

—Pode parar bonitinho, e o nosso trato?— Refresco sua mente.

—Sem ciúmes madame.— ele repete e sela nossos lábios.

[...]

O resto das aulas passam l-e-n-t-a-m-e-n-t-e, e finalmente o último sinal bate. Mando mensagem para Shawn me encontrar no carro, passo por Tristan e nem me despeço mas o mesmo corre até mim e me dá um selinho

—Tchau gata!! – Ele respode e já se afasta, mas sem antes me dar outro selinho

—Tchau fofo.

Chego no carro e Shawn já esta lá com seu violão na mão, vou em direção à porta do motorista, entro e Shawn faz o mesmo.

Coloco as chaves no carro e dou a partida. Manobro o carro para sair da vaga e saio do estacionamento.

—Põe o cinto! – Ordeno como da outra vez.

—Eu sei que tem que colocar o cinto por que você é tão neurótica com isso.— Ele retruca.

—Já sofreu um acidente de carro?— pergunto.

—Não.

—Então põe essa porra logo!

—Tá, tá bom. — Ele aperta a fivela do cinto. —Pronto!

—Obrigado pela compreensão. — agradeço irônica.

Continuamos metade do caminho em silêncio até que me manifesto:

—Aah que silêncio! Liga esse rádio aí !

Ele então obedece apertando o botão de ligar do rádio, e para nossa surpresa "Stitches" começa a tocar, percebo seu rosto corar e me animo cantando junto com a música.

—You watch me bleed until I can't breathe

Shaking, falling onto my knees

And now that I'm without your kisses

I'll be needing stitches.

—Ai meu Deus!— ele fala e logo troca de música.

—Ei! Por que trocou?— pergunto brava.

—Acredite em mim, foi para o nosso bem, você ia bater esse carro.— ele responde entre risos.

—É... Agora eu vou bater em você!— ameaçou também rindo.

Depois dessa palhaçada nem nos demos conta de que já havíamos chego. Abro a porta do carro e saio, e Shawn faz o mesmo.

—Vem.— o chamo entrando na casa após destrancar a mesma.— já sabe, sobe as escadas.

Fomos para o segundo andar, mais especificamente meu quarto.

Após entrar no mesmo me jogo na cama.

—Ei! Levanta!— Shawn me chacoalha.

—Aah eu sei, eu sei, TRABALHO...— murmuro.— Fica aí eu voi trocar de roupa e já venho.— falo me levantando e pegando uma roupa mais fresca no armário.

—Ok.

Shawn Mendes Point of View

Liz passa por mim indo em direção ao banheiro que ficava dentro de seu quarto. Ela não fecha a porta direito, deixando uma fresta na mesma e eu acabo me desconcentrado observando a costa nu da garota que se trocava. Até que pelo espelho no banheiro ela acaba vendo que eu estava olhando, e corresponde com um olhar meio engraçado ou malicioso,eu não soube identificar apenas corei, "Pronto agora ela deve achar que sou tarado".

Ela sai ainda com uma expressão indecifrável no rosto, e começamos a terminar o trabalho. Havia folhas espalhadas pelo quarto todo,

estavamos quase terminando quando falo:

— Tô com fome e você??

— Também estou, vamos terminar isso e passamos no Starbucks antes de te deixar em casa.

— Beleza.—Concordo com a idéia.

Elizabeth Point Of View

Terminamos o trabalho (finalmente), pegamos as coisas e saímos da casa e entramos no carro em seguida.

—Ei põe o...

—O cinto! põe o cinto, já sei mamãe.— ele completa minha frase debochando de mim.

—Fica quieto!— respondo rindo

Começo a dirigir e falo:

—Primeira parada: Starbucks!

—Uuhuu —Ouço Shawn festejar como se não comesse a dias.

Chegamos no estabelecimento, e adentramos no mesmo, Shawn senta em uma mesinha no canto e eu vou ao balcão fazer os nossos pedidos.

—Um capuccino de chocolate. — falo a mocinha que me atendia.— E... Shawn! Oque vai querer?— pergunto alto para que ele ouça.

—Um capuccino de canela!— ouço ele gritar.

—E um capuccino de canela.— repito para moça.

—Eu também quero um brownie!— ouço ele gritar de novo.

—Um brownie de chocolate meio amargo e um muffin de blueberry.— termino nossos pedidos.

—Ok é só aguardar. — a mocinha simpática fala e eu me dirigo a mesa em que no Shawn estava.

— Era brownie de chocolate né— pergunto, mas independente da resposta eu não ia trocar.

—Sim! — ele responde me tranquilizando.

Jogamos um pouco de conversa fora e percebo um clima estranho, será que ele ainda estava bravo comigo?.

—Shawn...

—Que foi?— ele pergunta.

—Você ainda está bravo né?— chego logo ao ponto que eu queria.

—Não — ele responde encarando a mesa.

—Está sim! — retruquei teimosa.

—Talvez um pouquinho.—ele assume.

—Vamos! Me desculpa, aconteceu uma coisa assim MUITO séria mesmo, juro pela vida do meu irmão.—tento convence-lo.

—Tá bom eu te perdou-o. — ele se rende.

—Eeeeh!— comemoro dando um abraço de lado nele e beijando sua bochecha, e vejo um sorrisinho bobo se formar em seus lábios.

Até que a moça chega com nossos pedidos.

Comemos tudo bem rápido e voltamos pro carro.

[...]

Estávamos indo para casa dele, e quando chegamos para minha surpresa ele me convidou pra entrar:

—Quer entrar?— ele pergunta tirando seu violão do banco de trás.

—Não, não. — recuso.

—Entra vai!— ele insiste oque eu achei bem estranho já que no começo do dia nós ainda estavamos brigados.

—Tá bom.— acabo por aceitar.

Entro e subimos para o seu quarto.

Chegando lá seu quarto estava bem bagunçado.

—Uou!— falo impressionada.— Rolou uma festa aqui e não me chamaram?

—Mais ou menos, Cameron e Nash vieram aqui ontem.— ele fala rindo e dando uma arrumada nas coisas, e continua assim até que o quarto pareça aceitável.

—Falando nisso...— Shawn começou — Cameron falou sobre aquela sua amiga.

—A Crystal? Não que eu tenha muitas outras. —pergunto curiosa.

—Ela mesma... Mas como assim não tem muitos amigos?— ele pergunta confuso.

—Eu tenho muitos AMIGOS não AMIGAS. — explico.

—Ah sim.

—Então sobre oque ele falou?—pergunto ainda curiosa.

—Que ele achou ela bonita, e talz, não que isso seja muito raro vindo do Cameron, mas o tom dele era diferente.— ele ri— De início ele havia gostado de você mas desistiu quando viu você com o Tristan e o outro lá.

—O Daniel?— pergunto.

—É esse daí. — ele fala e percebo um tom de desânimo em sua voz.

—Bom... Já vou avisando que se seu amigo vacilar com a Crystal eu bato nele.

— O Cam é meio galinha mas é uma boa pessoa.

—Acho bom.— falo fingindo estar séria.—Uou ! Deixa eu tocar? — peço após ver uma guitarra linda pendurada em um suporte.

—Você toca?— ele pergunta surpreso.

—Toco e se duvidar melhor que você.—o desafio.

—Quero ver!— ele pega a guitarra amplifica a mesma e me entrega, em seguida me dando uma palheta.

Pego no braço da guitarra então penso em um solo, "Já sei!", penso em um solo que eu não tocava a tempos, e as notas e posições começaram a surgir na Ninha cabeça "47➡ 412 310 312/ 110⬆ " equando me dou conta já estou no final do solo de "Smoke on the Water" que termina com as palmas de Shawn.

—Ok... Você manda bem.— ele diz com um sorriso estampado no rosto.

Shawn point of view

Ela me entrega a guitarra e eu penduro a mesma no suporte, começamos a nos aproximar, nossas respirações estavam pesadas e meu coração estava acelerado, fomos nos aproximando cada vez mais, eu estava quase beijando ela quando a mesma hesitou e recuou após seu celular vibrar, me deixando sem graça.

Elizabeth Poit of View

Droga !! Não era pra isso acontecer - PS da autora :Ou talvez fosse né linda - me afastei de Shawn peguei meu celular sai do quarto e atendi.

Ligação ON

— Oii Liz.

—Oi Daniel

—Liz você disse que ia me explicar o que aconteceu no dia do sequestro.

— Verdade havia me esquecido, chego na sua casa em 15 min

— Ok te espero !

Ligação OFF

— Tenho que ir — falo para Shawn pegando minhas coisas.

—Já?— ele pergunta como se não quisesse que eu fosse.

—É meu pai me ligou, acho que estou encrencada.

—Vish... Tudo bem.

—Foi ótimo terminar o trabalho com você — falo rindo

— Foi mesmo.— ele concorda e descemos as escadas.—Tchau — Shawn diz me levando até a porta principal.

—Tchau cantor.

Entro no carro e vou para a casa de Daniel


Notas Finais


Primeiro de tudo, vocês devem estar se perguntando "Dois capítulos seguidos?Autora você está bem?"
Sim estou ótima😂
Eu entrei de férias antes e consegui uma parceira para escrever, estamos escrevendo toda madrugada, haverá de 1 a 3 capa por semana DURANTE AS FÉRIAS, depois é mais complicado.
Estamos com projetos bem legais em mente, e sobre ilusões do amor CALMA que eu estou resolvendo umas *
para postar, até sábado tem capítulo novo, e vão ser 3 capítulos para compensar.

Ok

Espero que tenham gostado, deixem um comentário com alguma sugestão ou crítica que iremos ficar muito felizes.
Obrigado por ler e boa noite💜🌙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...