História You don't know my heart - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Harry, Larry, Louis, Stylimson
Exibições 101
Palavras 2.003
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii, gente a maratona acabo, to triste 😪😪

Mas... Toda semana sai um capítulo novinho! E amanhã também sai, de acordo com a semana, então a partir de amanhã, sai só de sábado...

Talvez eu faça mais uma semana seguida, mas não sei quando, nas férias... Quem sabe!

Mas é isso, Boa leitura....💚💙

Capítulo 12 - 11 - Baile


P.V.O Harry

O resto da formatura ocorreu bem, depois que conversamos com os colegas de Louis, voltamos para o seu apartamento, a pequena confraternização durou até as 16:00 e o resto do dia foi tirado para os formandos se arrumarem para o baile, que era as 19:30.

Eu queria ir até o meu apartamento, me arrumar lá, e depois voltaria para pegar Louis, mas ele insistiu para que eu ficasse, e que não tinha necessidade disso, eu lembro do meu baile do ensino médio, foi a um anos atrás, minha acompanhante era Katharine, e como todo baile de ensino médio, tivemos uma limusine, e até mesmo, o rei e a rainha do baile. Os bailes de faculdade já são um pouco diferentes, apesar das pessoas estarem com ternos e vestidos, não estão lá para escolher uma rainha ou um rei, ou dançar uma valsa.

Eles querem se divertir, a maioria são adultos de 20 e 21 anos, ou seja, hormônios a flor da pele, mas estávamos indo até lá para se divertir, e era isso que eu e Louis pretendíamos, pelo menos, no seu baile de formatura ele tem que se soltar.

-- Finalmente livre dessa coisa! -- ele disse ao que o ajudei a tirar a beca -- Você não faz idéia do calor que isso faz

-- Eu já usei uma dessas, não faz tanto calor assim, depois o dramático, sou eu -- disse tirando o meu terno, ainda era cedo e não queria amassar.

Quando Louis ia me responder, foi interrompido pela voz de Jay.

-- Amor, nós vamos a casa de Liam e Zayn, tudo bem? -- ela gritou, aparentemente, da sala

-- Mas eles vão no baile depois? -- Louis gritou de volta

-- Não querido, estamos indo por isso mesmo, Zayn não está se sentindo muito bem -- ela respondeu.

-- Tudo bem, mandem melhoras para ele, depois vou a casa deles também...

-- Okay, até depois Lou -- disse por fim e escutamos a porta bater

-- Ele não parecia muito bem mesmo -- indaguei e Louis concordou com a cabeça

-- Depois eu vou ver oque aconteceu com ele -- disse se deitando ao meu lado só de boxer mesmo

-- Para quem estava com vergonha do corpo, até que está se dando bem agora -- disse subindo em cima de seu corpo e ele riu.

-- Você já me viu de boxer mesmo, e... Você disse que não se importava com as marcas -- senti um pouco de insegurança em sua voz e o beijei

-- Claro que não, você é perfeito de qualquer jeito pequeno -- sussurrei para ele

O beijei mais uma vez, e o deixei controlar o beijo, inverti as posições, colocando ele sobre meu peito, suas mãos foram para os meus cachos, eu reparei que ele tinha uma certa obsessão por eles, e eu gostava disso, nossos lábios se mexiam em sincronia, e sua língua explorava toda minha boca, eu nunca me cansaria de sentir o seu gosto, que era tão doce, e tão bom.

Nós estávamos os dois de boxer, oque aumentava o contato de nossas virilhas, Louis colocou uma perna de cada lado da minha cintura, e eu comecei a explorar o seu corpo, e para minha surpresa, Louis tomou coragem e fez o mesmo, essa era a primeira vez que ele passava as mãos pelo meu corpo, sem ser em meu braços e rosto, então parei oque fazia, colocando as mão em seu rosto para não lhe passar a impressão errada. Senti seus pequenos dedos percorrerem minhas coxas e logo subindo por meu abdômen, sua mão foi para minha bunda e a apertou um pouco, Louis tinha os toques leves e delicados, e isso estava me matando.

-- Eu vou parar por aqui, antes que aconteça comigo, oque aconteceu com você hoje de manhã -- disse deitando a cabeça em meu peito.

-- Melhor mesmo pequeno, por que você estava me mantando aqui... -- ele riu e se sentou em meu peito, não sei oque ele ia fazer, mas desistiu e ficou ali olhado para mim.

-- Oque foi pequeno? -- perguntei me sentando mantendo ele em meu colo

-- Não, não é nada, só estava pensando em algumas coisas -- respondeu me bicando os lábios.

-- Você ainda está inseguro não é? -- perguntei e ele me olhou.

-- Sim Harry, é que... Eu acho que sexo já é uma coisa muito íntima, e eu não sei se eu to pronto para isso -- ele disse baixo, e eu também achava que não, em nenhuma vez em meio nossos "amassos" ele esteve excitado.

-- Eu já disse, tudo no seu tempo, e não adiantaria a gente transar, se você não está sentindo prazer... -- disse acariciando seu rosto.

-- Sério que você entende? É que, eu nem excitado fico, e... -- o interrompi antes dele terminar

-- Tudo bem Lou, um relacionamento não gira só em torno de sexo, acontece com o tempo, e se você não se sente preparado para transar, não tem problema, por que só de estar ao seu lado, já é o suficiente -- digo sincero e vejo os olhos de Louis marejarem.

Ele me abraçou apertado, e eu retribui o abraço, Louis já deve ter sofrido tanto, que merece todo carinho, que não recebeu no passado, agora.

-- Harry, você é bom demais pra mim obrigado! -- ele disse e lhe dei um beijinho na ponta de seu nariz.

-- Obrigado pelo que pequeno?

-- Por ter aparecido na minha vida, a cada dia mais você vem me mostrando que, não é, e nunca será igual ao Josh, você é especial, e me faz bem -- ele disse em meu ouvido

-- Eu só quero te dar todo o carinho que você merece -- disse baixinho, beijando seus cabelos.

-- Eu te amo! -- ele soltou em meu ouvido e eu sorri igual a um bobo, o primeiro eu te amo.

-- Eu também te amo meu pequeno -- segurei em seu queixo e lhe beijei, um beijo calmo, com carinho e paixão.

***


A noite chegou rápido, Louis colocou o terno que alugamos e eu o meu, estavamos combinado, oque era meio clichê, mas era uma regra do baile, os casais teriam que combinar, Jay e Mark ficaram com Liam e Zayn, pois o mesmo estava passando mal, e Louis fez questão de ligar para ele, dizendo que amanhã logo pela manhã ele iria visita-lo.


-- Coitado do Z, oque será que fez ela passar mal? -- falou Louis quando entramos no seu carro.


-- Alguma coisa que ele comeu talvez? -- disse dando meio que de ombros


-- Amanhã eu vejo isso, agora, vamos apenas aproveitar a noite -- ele disse beijando meus lábios.


-- Você tem razão, nunca te vi saindo pra lugar nenhum, só aquela boate que nos encontramos, e você nem dançou


-- Não sou muito de sair de casa, mas as vezes, tipo agora, me dá na cabeça e eu vou -- disse prestando atenção na estrada.


Louis era praticamente um mistério, ele podia ser frágil, e confiante ao mesmo tempo, e eu já tinha percebido que ele tinha dois lados, o lado grosseiro, que foi uma barreira que ele criou para não mostrar o seu lado frágil, que foi o que ele me mostrou, oque ele mostrava para os outros era um Louis que não liga para oque você pensa, mas o verdadeiro, que estava por trás dessa fachada, era uma pessoa doce e frágil, o meu pequeno.


Chegamos já eram 20:00, era um salão de festas bem decorado, um tapete vermelho decoraca a entrada, e dois seguranças quardavam e viam quem entrava, estendi a mão para Louis e ele pegou sem hesitar, sorrimos um para o outro e fomos até a entrada.


-- Qual os nomes e turma por favor -- perguntou um dos seguranças perguntou


-- Louis Tomlinson, último ano de publicidade, Harry Styles, meu acompanhante... -- ele disse ao segurança.


-- Louis Willian Tomlinson? -- ele assentiu -- Podem entrar, boa festa para os dois...


Louis agradeceu e foi na frente, antes de entrar senti um arrepiu me passar pelas costas, e como se estivesse sendo observado, olhei para trás e não vi ninguém, talvez eu tivesse imaginando coisas, ou talvez não...


Entrei no lugar e Louis me esperava na porta, peguei em sua mão e fomos andando mais para dentro do grande salão, a turma de Louis estava mais para o fundo, e quando nos viu, acenaram para nós irmos até lá.


-- Hey casal! -- disse Jennifer, acho que era esse seu nome.


-- Louis, você destruiu minhas fantasias! -- disse a garota ao lado.


-- Keith! Pensei que gostasse de mim -- falou o garoto atrás, provavelmente, o acompanhante dela.


-- E eu gosto Ector, mas olha o corpo desse ser! Até você teria alucinações! -- disse cruzando os braços fazendo todos rirem.


-- Nada contra Ector, mas acho que não sou seu tipo... -- Louis disse fazendo o garoto rir.


-- Mas seria o meu, com todo respeito Harry -- disse Nick atrás de Louis.


-- Nick, já falamos sobre isso! -- respondeu o de olhos azuis.


-- Loueh! Você veio! -- a louca, quero dizer, Louise apareceu com Arthur do nada.


-- Oi Louise -- falou chegando mais perto de mim, eu achei graça disso, era como se ele estisse fugindo dela e realmente estava.


A noite continuou, os amigos de Louis foram se dispersando pelo salão, e fomos pegar alguma coisa para beber, não tinha muitas opções, por isso pegamos uma cerveja mesmo, e o resto da noite foi até que boa, Louis não quis dançar, e confesso que também não estava muito pra isso, ficamos mais em canto reservado, conversando e nos brijando, mas, mais a segunda parte.


Depois de um tempo, mesmo Louis não querendo o arrastei para dançar um pouco, afinal, era seu baile de formatura.

-- Harry, eu não sei dançar direito... -- ele disse rindo

-- É só se soltar baby! -- falo um pouco alto por causa da música.

Começamos a dançar, Louis foi se soltando aos poucos, e logo estavamos dançando junto com mais algumas pessoas, e assim foi o resto da noite, dançamos e rimos juntos até que ficamos cansados e resolvemos ir para casa, pedi para Louis que me deixasse em casa, e assim ele fez.

-- Obrigado por me acompanhar Harry -- ele disse e o beijei

-- Sem problemas pequeno, amei ficar com você essa noite -- respondi segurando o seu rosto.

Ele sorriu mostrando as ruguinhas de baixo dos seus olhos, o beijei mais uma vez e segurei em meus braços, Louis era tão especial, tão lindo, tão incrível, que a minha vontade era de ficar com ele sempre e nunca tira-lo de meus braços.

-- Eu tenho que ir, mas eu amei ficar com você -- disse e ele assentiu

-- Te ligo amanhã -- ele disse me dando mais um beijo.

Desci do carro e o vi indo embora, cheguei no meu apartamento e me deparei com uma pequena cena incomoda, assim que entrei na sala vi Gemma com o noivo no sofá, praticamente se agarrando.

-- Ow! Desculpa ai noivos, mas eu ainda moro aqui Gemma! -- disse fazendo Gemma me olhar assustada

-- Harry! Me poupe garoto -- ela disse rindo

-- Eai Harry -- disse Stan

-- Eai -- disse revirando os olhos -- Vo pro meu quarto, deixar os dois em paz

Assim que eu sai ouvi Stan rir, e Gemma gritar

-- Mas que irmão ciumento eu tenho!

-- Não sou ciumento! -- gritei de volta e tranquei a porta.

Ta, talvez eu seja ciumento, mas era minha irmã, ela iria se casar, e isso me pegou de surpresa, não que eu não goste do Stan, mas talvez, só talvez eu esteja tendo um pequeno ataque de ciúmes, e foi com esse lindo pensamento que eu tomei um lingo banho e me deitei, pegando no sono


Notas Finais


Capítulo curtinho, mas bunitinho vai...

Beijo amoras até amanhã...

😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...