Hist√≥ria You Don't Own Me ūüíô‚̧ - Cap√≠tulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Esquadrão Suicida
Personagens Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Personagens Originais
Exibi√ß√Ķes 134
Palavras 883
Terminada N√£o
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
G√™neros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Pensamentos


Fanfic / Fanfiction You Don't Own Me 💙‚̧ - Cap√≠tulo 11 - Pensamentos

              ~JOCKER♤~


     Fiquei lá com os meus pensamentos em harley, nunca tinha imaginado ela indo embora, ter uma vida sem mim. Não sei porque estou assim, se harley for embora, primeiro eu posso te a mulher que eu quiser, qual mulher não vai querer se a rainha de Gotham City e segundo se harley for embora, eu vou acha ela nem que seja no inverno e trazê pelos cabelos

    Harley não é louca de ir embora, ela saber que eu sempre vou acha ela, só a morte pode leva ela embora. Harley deveria leva uma boa lição em so de pensar em ir embora.

    Não consegui me consentra em meu trabalho, harley não sair da minha cabeça, parece que estou com medo de perder minha palhaçinha, de ficar sem a sua voz irritante, de suas brincadeiras, sem o seu sorriso, sem o seu corpo no meu.

     Que para com esse pensamento bobo jocker, ela é o seu brinquedo e mas nada, você não pode estar gostando dela, você é o rei de Gotham, não seja mole homem. Merda já vir que não vou mas consigi trabalho, maldita hora que o duas-cara véi aqui fala da harley

         - MERDA -jogo o copo na porta e na mesma hora harley ia abrindo

         - aaaaaaaaaa -ela fecha a porta na hora mas um pouco o copo ia acertar o rosto dela

      Ela abrir a porta devagar com uma cara de assustada e fica me olhando com medo de perguntar alguma coisa

      - está tudo bem Sr.J? - ela pergunta me olhando com medo da resposta

      - não harley, não está nada bem e a culpa é sua, você só atrapalha - ela me olha com os olhos cheios de lágrimas

      - Desculpa Sr.J, não vou mas atrapalha o senhor -  Ela abaixar a cabeça para esconder o choro - Vou ficar no meu quarto para deixa o senhor em paz

       Ela sai correndo e escuto o barulho da porta fechando com força. Mais uma vez eu descondei minha raiva nela, como sempre

     - merda, merda, merda, MERDAAAAA - só que me faltava estou arrependido

     Vou até o seu quarto e vejo ela encolhida em um canto ta cama abraçanda com um travesseiro chorando baixinho, isso me fez sentir um pouco mal por de falado com ela daquele jeito

      - Harley - chamo ela e ela limpar o rosto rápido tentando esconder que tava chorando

     - sim Sr.J? - ela fala com um sorrindo para esconder que tava chorando

     - Desculpa por de falado daquele jeito com você -  agora to pedido desculpa para ela, eu falo do jeito que eu quiser com ela

      - não tem problema Sr.J, eu tinha que pate na porta andes de entrar e atrapalha o senhor -  a como é tão boa

    - ok - falo fazendo carinho em seu rosto - vamos sair, não demore se não vai andando

     - sim pudim - Ela fala e me dá um beijo - Vou começar a me arrumar agora

           ~HARLEY♡~


      Vou tomar um banho para pode começar a me arrumar. Vou até o closet e vejo oque vou vestir, pego um short preto de sintura alta, uma camisa social branca com os 3 primeiros botões aberto, fiz uma maquiagem destacando os meus olhos, passei um batom roxo, deixei o meu cabelo solto é coloquei um salto alto cor de ouro e coloquei uma jaqueta de couro preta

        - VAMOS HARLEY - o pudim me chama

      - Já estou indo pudim - saio correndo até as escadas - como estou?

     - Linda, como sempre - ele fala me beijando, por min ia passa o resto do dia assim, beijando ele - vamos monstrinha

    Chegamos no gangsta Kiss foi a mesma coisa de sempre, muito gente veio fala com o pudim mas ele não tava nem ai para elas, fomos para o camarote vip e no caminho vir que uma mulher ficou olhando muito para o pudim, se ela não para de olha para ele eu vou arrancar o olho dessa puta 

    A quela mulher veio até o nosso camarote, ela só pode estar brincando com a minha cara, oque aquela vaca que aqui?

      - olá jocker - ela fala sorrindo para o pudim, eu vou acertar ela com o meu taco na cabeça dessa vaca - você nunca mas veio aqui e sempre que vem e com essa aí

    " Essa ai" ela que morre? Olho para o pudim que ver a minha cara de raiva e soltar uma risada.

    - E Michelly eu tenho muito trabalho para por é essa cidade em ordem - Ele fala bebendo um copo de Wisnik

     - então por que não vem se divertir um pouco um dia desses - agora chega, minha paciência tem limites e ela já ultrapassou quando ela me chamou de " Essa ai"

   - AGORA CHORAR- fala grito e pegando ela pelo cabelo - SAIA ANDES QUE EU ACABE COM A SUA CARA DE PUTA VELHA

  Jogo ela para sai do camarote, sento no colo do pudim e começo a beija ele com muito desejo, ele já tava abrindo a minha camisa e ele falou

    - ciumenta - ele beija o meu pescoço e passa a mão por dentro da minha camisa -  vamos para casa monstrinha, hoje a noite vai se longa



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usu√°rios deixam de postar por falta de coment√°rios, estimule o trabalho deles, deixando um coment√°rio.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...