História You Don't Own Me - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Liga da Justiça, Mulher Maravilha, Supergirl
Personagens Barry Allen (Flash), Canário Negro, Diana Prince (Mulher Maravilha), Kara Zor-El (Supergirl)
Tags Arlequina, Beolive, Dakara, Diana Prince, Kara Danvers, Nyssa Al Ghul, Nyssara, Sara Lance, Swan Queen
Exibições 13
Palavras 710
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Magia, Poesias, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - A Submissa 8 parte


 

Fizemos o caminho de volta,todos entraram e eu fui a última a sair do carro já que estava dirigindo.

 

-Podemos conversar agora?

 

-Não Kara ,meus pais estão ai,e outra não me atiça mais em lugares públicos por favor.

 

-Então não me provoque. 

 

Ela fala alterada.

 

-Que provocações te fiz? 

 

Ela encosta seu corpo no meu e puxa meus cabelos,dessa vez com força. 

 

-Não fique dando bola pra outras,você é minha puta entendeu?

 

Ela fala e logo uma lágrima escorre por meu rosto.

 

Ela entra em casa sem ao menos olhar pra trás. 

 

Burra... Como fui me apaixonar por essa idiota?

 

Entro em casa e vou até a cozinha tomar um copo de água. 

 

Eu não conhecia esse lado agressivo dela.

 

Subo para o meu quarto,mas paro ao ouvir a voz que tanto me causa medo.

 

Diana, não tente desmanchar o contrato,você ainda tem dois meses sendo minha entendeu?

 

O cheiro de álcool logo pode ser sentido.

 

-Não se preocupe!

 

-Boa noite linda...

 

Cínica.

 

Acordo no dia seguinte com uma bela dor de cabeça, tomo uma banho frio me troco e vou tomar café. 

 

Encontro todos na mesa,inclusiveKara que me olha cabisbaixa. 

 

Seu olhar agora parecia mais suave,diferente do olhar de ontem.

 

Ela parecia arrependida.

 

-Bom dia.

 

Todos respondem.

 

Termino o café e subo pro quarto com Mari pra uma pequena reunião para estudarmos algumas adversárias. 

 

-Vamos logo pro mar? Tô precisando relaxar.

 

-Eu vi o que ela fez ontem Di!

 

-Não quero falar sobre isso Sara. 

 

-Termine esse contrato,ela parece ter muito ciúmes de você. 

 

-Não posso até que o fim chegue Sara!

 

-Você está gostando dela?

 

-Mais do que queria e podia.

 

Vou pra praia,lá em tenho paz,Pego minha prancha e entro no mar.

 

Sentir o mar,suas ondas quebrando é uma das melhores sensações. 

 

No mar eu encontro a paz,a calma que o mundo me tira.

 

Treino algumas manobras e um novo giro que sem dúvida se de certo eu posso ganhar uma boa nota e passar pra tão sonhada final e é isso que eu mais quero. 

 

Volto pra areia e toda minha família está lá. 

 

-Foi ótima filha...

 

Minha mãe fala me abraçando. 

 

Minha paz logo acabou quando vi Kara chegar.

 

- Di, posso falar com você? 

 

Ela pergunta se aproximando. 

 

-Seja rápida! 

 

Respondo áspera. 

 

-Desculpa por ontem,eu fiz sem pensar.

 

-Não Kaa,você não fez sem pensar,você é exatamente assim. Vou cumprir o contrato até o fim ok? 

 

-Não!  Se quiser acabar pode acabar.

 

Ela fala cabisbaixa. 

 

-Eu cumpro com minha palavra Kara,agora por favor só me procure pra foder.

 

Falo virando as costas pra ela e saindo. 

 

Vou te dá uma lição gata!

 

Vou para casa e me tranco no quarto, quero concentração para a disputa de amanhã. 

 

O dia logo amanhece,a ansiedade toma conta de mim.

 

Hoje é um grande dia,hoje pode ser o caminho direto pra final.

 

Se eu passar hoje pode ter certeza que o prêmio de melhor surfista do mundo é meu.

 

Tomo um banho me visto e desço para tomar café. 

 

Quase não como nada de tão ansiosa. Combino com todos de nos encontrar na praia.

 

Preciso da uma volta pra tentar controlar essa ansiedade. 

 

Quando estava entrando no carro fui segura pelo braço,era Karaa.

 

Di,onde você vai?

 

-Não te devo satisfações!

 

-Poxa Diana, já te pedi desculpas, eu tinha bebido um pouco além do limite.

 

-Mais eu não desculpei Karaa,não sei nem se desculparei algum dia.

 

-Você está nervosa?

 

Ela pergunta encarando meus olhos.

 

-Não Kara,estou ansiosa apenas isso.

 

-Sei como tirar essa ansiedade.

 

Ela fala acariciando meu rosto e entrando no carro em seguida.

 

-O que pensa que está fazendo sua idiota?

 

-Vou acabar com sua ansiedade, entra logo no carro.

 

-Eu não vou a lugar algum com você! 

 

-Ah você vai sim!

 

Ela fala saindo do carro e me levando até o banco do passageiro e me jogando lá dentro.

 

-Você não falou que era pra te procurar apenas pra foder? Então vamos foder! 

 

Ela falou e fechou a porta entrando no carro logo em seguida e dirigindo até um motel.

 

A essa altura minha calcinha já estava encharcada, minha menina babava imaginando o que ia acontecer. 

 

Ela tinha um poder sobre mim inexplicável, até querendo eu não conseguia sentir raiva dela,eu não conseguia resistir a ela...

 

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...