História You Don't Own Me - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Liga da Justiça, Mulher Maravilha, Supergirl
Personagens Barry Allen (Flash), Canário Negro, Diana Prince (Mulher Maravilha), Kara Zor-El (Supergirl)
Tags Arlequina, Beolive, Dakara, Diana Prince, Kara Danvers, Nyssa Al Ghul, Nyssara, Sara Lance, Swan Queen
Exibições 3
Palavras 1.333
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Magia, Poesias, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - "O Café..." (Capítulo Único)!


Fanfic / Fanfiction You Don't Own Me - Capítulo 14 - "O Café..." (Capítulo Único)!

 

"O Café..."

 Kara - Em pleno sábado a noite e eu em casa morgada em uma deprê horrível...

O cansaço era notável pelos meus vestes.

Jogada no sofá da sala com uma camisa folgada,uma cueca box e aquela velha cerveja minha companheira diária...

Há um bom tempo perdi o ânimo para sair e farrear com minhas amigas.

Mais também minha vida agora é regada a estudos,estágios e trabalho,e isso cansa a vida de qualquer ser humano...

Já se somavam mais de 5 meses que eu estava sem sexo.

Na verdade era bem mais desde que comecei a faculdade de Ed.Física...

E eu que achava que depois que entrasse na facul minha vida seria regada a baladas,biritas e muito sexo.

Santa ingenuidade essa minha!

Faz tempo que não tenho uma boa foda...

Minha pele chega a arrepiar,a boca enche de saliva só em imaginar,uma boca na minha,mãos sobre minha bunda e língua pelo meu corpo.

Vou tocar uma é o jeito.
Ultimamente o único orgasmo que tenho tido é o causado por uma boa masturbação, mesmo que seja as pressas...

Já estou mega molhada,meus dedos deslizam fáceis sobre o meu clitóris.

Toc.toc...

Puta que pariu.
Quem será?
Quem ousa interromper a minha masturbação?

-Já vou...
Falo e em seguida corro até a porta sem trocar de roupa.

Olho no olho mágico e em seguida falo
Porra...Caralhoooo

Que mulher linda meu pai

O que a gostosa da minha vizinha veio fazer aqui?

A olhando já tava até vendo os sonhos que provavelmente eu teria com ela...

Abro a porta em um desespero absurdo.

-Oi!
Falou ela baixinho com um sorriso encantador.

 Diana -Talvez isso parecerá bem bizarro
Mais eu tenho que perguntar
Você tem Café?

Minha risada é inevitável...

-Entra, tenho café ja pronto se você preferir.

-Melhor ainda..

Diz ela ao entrar.

Put's o corpo dela rossou no meu
Ai senhor que cheiro.

-Desculpa a bagunça e o modo no qual estou vestida,é que acabei de chegar.

-Sem problemas 
diz ela com um sorriso de lado.

Que curvas ela tem senhor
Que sensualidade ao caminhar
Que delícia...

Estou encantada com tamanha beleza
Devo tá olhando pra ela com cara de idiota.

Bem que ela poderia me levar junto com o café.

-Bom eu me chamo Diana  você deve ser a  Kara.

Saí do transe...

-Prazer  Diana, como você sabe o meu nome?
Nunca nos apresentamos antes.

-Todos te conhece aqui no prédio,
Acho que devido as varias festas que você costumava dá.
E o sindico também me falou que que minha vizinha chamava-se Kara,e que você era um tanto bagunceira rsrsrs

-Síndico fofoqueiro...
Mais é verdade,até ano passado eu fazia muita bagunça aqui,dava minhas festinhas e tal
Mais agora cresci,minha mãe disse que estava na hora de amadurecer
Falei piscando o olho pra ela.

Ela se aproxima dá uma leve risada de canto de boca

Isso me arrepia.

O olhar dela pra mim era diferente dava pra perceber...

Tenho quase certeza que ela não veio atrás apenas do café.

Sabia meu nome,apartamento e a vida na qual levava antigamente.

Estranho...

Um estranho que eu estou amando!

-Então Diana que tal sermos diretas?

-Diretas como?
Perguntou ela.

-Vou ser bem sincera contigo
Falo enquanto passo a língua sobre os meus lábios

Ela acompanhava com o olhar todo o meu movimento...

Continuo o meu joguinho.

-Você é linda,gostosa,hoje é sábado vários nadas para fazer e eu adoraria brincar contigo.

Falo enquanto dou um gole na cerveja.

Ela se aproxima pega a cerveja da minha mão toma o restante,levanta uma das sobrancelhas, sorrir e fala.

-Brincar comigo?

-Sim Gata!

Me aproximo dela,ficamos cara a cara.

-A brincadeira é o seguinte
Quero te fuder até o amanhecer...

Não espero a sua resposta,já coloco uma mão na sua nuca enquanto a outra envolve a sua cintura
A beijo sem rodeios...

Puxo com força os seus cabelos negros,mordo seus lábios
Encosto-a na parede pressionando o seu corpo contra o meu.

Ela me olha nos olhos me chama de gostosa geme na minha boca,e me encara arranhando minhas costas...

Minha boceta pulsa,minha vontade em fode-la aumenta cada instante mais.

Levo-a até a mesa,entre tropeços consigo encostar sua bunda na mesma...

Me afasto um pouco e a olho nos lhos,sua respiração ofegante
Seus seios excitados destacavam na blusa de seda branca sem sutiã.

Aperto-os lentamente, porém com bastante força.
Ela morde o lábio e diz entre gemidos. Que delícia Kara ....

Afasto suas pernas com a minha, e coloco uma de minhas mãos por baixo da sua saia.

Caralho ela estava sem calcinha.

Filha da puta.

Meus dedos enxarcaram ao tocar seu clitóris...

-Sem calcinha delícia?
Tu é gostosa pra caralho Bruninha
Falo enquanto mordo o seu queixo.

Penetro um dedo ela geme e logo começa a rebolar...

Faço movimentos de vai e vem lento e forte ao mesmo tempo.

Quero ela gozando na minha mão, quero minha mão recebendo todo o seu gozo...

Ela preciona minha mão cada vez mais enquanto rebola.

Penetro o segundo dedo e escuto um gemido grosso seguido de um vai delícia fode gostoso vai...

Acelero minhas estocadas
Ela geme cada vez mais alto

Me olha nos olhos
Vejo o desejo estampado nas caras e bocas que ela fazia...

-Goza pra mim vai

Quanto mais eu falo mais ela geme

-Porra Sophia...Que delícia.

Quero te chupar todinha
Falo enquanto chupo os seus deliciosos seios redondos.

Penetro meus dedos na sua boceta cada vez mais forte...

Ela faz movimentos loucos contra minha mão.

Suas unhas nas minhas costas já me marcavam.

Ela começou a tremer o corpo,
Percebo que ela está perto do orgasmo.

-Gozadianinha ,
Agora vai
Goza na minha mão gostosa...

Ela aumenta a velocidade das reboladas,e começa a gritar cravando suas unhas cada vez mais nas minhas costas.

Aperto o pescoço dela enquanto com o meu corpo preciono mais meus dedos dentro dela.

Não demora muito e ela explode em um gozo alucinador
Escorrendo por toda minha mão...

Ela me abraça ofegante,seu corpo estava trêmulo, batimentos acelerados.

Faço carícias no seu rosto,beijo sua boca e falo no seu ouvido
-Acho que falei que queria te chupar todinha...

Ela solta um gemido abafado.

Deito-a na mesa abro bem as suas pernas e ja começo a chupa-la
Faço movimentos giratórios sobre seu clitóris
Penetro minha língua rígida no seu buraquinho...

Ela rebola na minha boca fazendo carinho na minha cabeça.

Quanto mais eu chupo sua boceta mais vontade de chupar me dá.

Seus gemidos me enlouquecem...

Minutos depois ela prende minha cabeça contra sua boceta e começa a contrair na minha língua...

Ela aumenta o seu ritmo e grita que vai gozar...

Ela goza deliciosamente e eu bebo cada gota daquele mel que escorria por toda  minha boca.

Ela me olha e sorri

Tiro a camisa e a box que eu vestia
E sem muita cerimônia subo na mesa já encaixando minha boceta em sua boca...

Começo um movimento de vai e vem ela passa suas mãos sobre a minha bunda

Rebolo na sua boca cada vez mais
Aquilo estava muito gostoso

Ela tinha uma língua divina...

Rebolo,esfrego e dou uma leve quicada em sua língua

Ela aperta meus seios eu a olho nos olhos enquanto rebolo gostoso

Não demoro muito e gozo deliciosamente como há tempos não gozava,gemendo feito uma puta e pedindo mais...

Ela estava satisfeita mais eu não.

Saio da boca dela e já encaixo nossos sexos.

Beijo seu pescoço e começo a esfregar minha boceta na sua

Ela acompanha meus movimentos com suas mãos na minha cintura

Rebolo,esfrego,dou uma leve tremidinha e volto a rebolar

Nossos gemidos viram gritos...

Ela aperta minha bunda e eu os seus seios.

Então ela solta um gemido seguido de um esfrega com mais força que vou gozar porra...

Gozamos as duas ao mesmo tempo.

Caio ofegante e bamba a seu lado
Puxo sua cabeça para o meu peito.

Ela sussurra no meu ouvido que foi o melhor café da sua vida.

E quer saber?

Foi o melhor café da minha vida também...

Ou melhor esse foi ....

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...