História You Don't Own Me - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Liga da Justiça, Mulher Maravilha, Supergirl
Personagens Barry Allen (Flash), Canário Negro, Diana Prince (Mulher Maravilha), Kara Zor-El (Supergirl)
Tags Arlequina, Beolive, Dakara, Diana Prince, Kara Danvers, Nyssa Al Ghul, Nyssara, Sara Lance, Swan Queen
Exibições 9
Palavras 667
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Magia, Poesias, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 16 - "A lembrança "SWAN QUEEN "


Fanfic / Fanfiction You Don't Own Me - Capítulo 16 - "A lembrança "SWAN QUEEN "

 

Pôr Do Sol..
       


Regina  Pv*

 

- Eu juro que a intenção era apenas te levar pra ver o pôr do sol em frente ao mar.

O vinho foi junto pois como você mesma sabe ele é nosso aliado.

Sentei na areia e logo te coloquei entre as minhas pernas.

Abri o vinho beijei seu pescoço e te entreguei a taça.

Ficamos ali conversando e curtindo o pôr do sol.

Acariciava teus cabelos que insistiam em ficar bagunçados devido ao vento. 

Você apontava pro mar e dizia o quanto era lindo o pôr do sol.

Eu te respondia que realmente era lindo,mas não se comparava a beleza dos teus sorrisos.

Você sorria e dizia que eu era sua eterna romântica.

Na terceira taça de vinho te senti um pouco mais inquieta,se mexia muito com minhas carícias no seu pescoço.

É eu sei que o vinho te causa um efeito absurdo, a praia estava tranquila,sempre está no início da noite e nosso cantinho é o melhor de todos.

Aproveitei o fato de estarmos distante de tudo e do vinho já está te causando efeito.

Te puxei pela cintura te deixando mais encaixada nas minhas pernas.

Mesmo com o barulho do mar pude ouvir o seu suspiro ao sentir minha ppk nas suas costas.

Sorri comigo mesma e voltei a beijar seu pescoço, seus pêlos começaram a arrepiar e você a cravar as unhas nas próprias pernas.

Fui até a sua orelha e sussurei o quanto você ficava linda nervosa quando eu te excitava em locais não apropriados.

Você dizia que eu era uma baita de uma filha da puta.

Que sabia o quanto vinho te esquenta e eu ainda provoco.

Virei um pouco o seu pescoço e te beijei,um beijo cheio de segundas,terceiras, quartas e até quintas intenções.

Eu já te disse o quanto é gostoso chupar sua língua com gosto de vinho?

É eu sei,mas não custa nada repetir.

Você interrompeu o beijo pra tomar fôlego e falou pra gente parar,em casa continuaremos.

Você sabe que sempre te dei ouvidos mas dessa vez eu não iria dar.

Você sabe o quanto fico louca em saber que você está com tesão e medo ao mesmo tempo.

Sem pensar em mais nada voltei a beijar sua boca e apertei por cima da blusa fina seu peito que já estava durinho.

Meu beijo dessa vez era lento mais muito intenso,sei quando te provoco com meus beijos,você logo morde meu lábio e geme na minha boca.

Soltei sua boca e baixei um pouco a sua cabeça, tirei os cabelos da sua nuca e comecei da dar beijos leves nela.

Beijava e lambia sua nuca enquanto minha mão já estava dentro do seu sutiã.

Ao sentir seu peito arrepiado dei uma forte apertada junto de uma mordida na sua nuca,você não resistiu e soltou um gemido.

Se virou pra mim e pediu para irmos pra casa pois ali era perigoso, alguém poderia nos ver.

Sorri maliciosamente e disse para que você se entregasse pois sabia exatamente o que estava fazendo.

Tirei minha mão do seu peito e levei até sua ppk e logo comecei a 
massagea-la por cima da bermuda que você vestia.

Você apertou minhas coxas e começou a jogar o corpo pra trás.

E isso foi a deixa para o que eu tanto queria.

Chupei o seu pescoço e com as duas mãos abro sua bermuda levando logo dois dedos até o seu clitóris que estava encharcado.

-Molhadinha do jeito que eu gosto,pronta para me receber...

Sussurei ao te penetrar dois dedos de uma vez só. 

Senti suas unhas rasgarem minhas coxas e um gemido mais alto soar.

Comecei a movimentar meus dedos lentos e fortes dentro da sua ppk.

Estava tão molhada que entravam fáceis. 

Você mais uma vez cravou as unhas nas minhas coxas e começou a rebolar.

Intensifiquei minhas estocadas e penetrei o terceiro dedo te fazer arfar.

Em menos de cinco minutos te senti tremer e banhar meu dedos de gozo....

- com meu Amo  Emma SWAN 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...