História You Excite Me ( Imagine Park Jimin ) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 40
Palavras 960
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Three


Fanfic / Fanfiction You Excite Me ( Imagine Park Jimin ) - Capítulo 3 - Three

S/N

Dia Seguinte

Todo mundo iria sair cedo hoje, os preparativos da festa estava a mil e o dia estava corrido. Estava organizando alguns papéis que teria que levar até a sala de Jimin, então teria que ir logo para ele resolver isso, peguei minha pasta e fui até seu andar.

Enquanto estava no elevador meu coração acelerava e minhas mãos entavam suando, cheguei em seu andar e fui em direção a sua sala, dei algumas batidas na porta e escultei um ~ entre ~ abafado de Jimin, e entrei. Fiquei uns segundos parada vendo ele, que ofegou recostando-se na cadeira de couro preta e colocando seus cabelos para trás, de forma um pouco excitante.

- Sr. Park... - fui interrompida por ele.

- Jimin, por favor.

- Ok - dei uma pausa - Então Jimin, trouxe esses papéis para você ver e assinar - disse e entreguei a ele que de prontidão já estava lendo.

- Sente-se S/N. - Ele pediu a assim fiz, sentei em sua frente. Ele estava focado, fiquei olhando para ele durante esse tempo, até que seu olhar encontrou o meu, um olhar de controle, desejo e luxúria. Ele faz com que sua cadeira de afastasse da mesa, ficando cerca de um metro de distância dela.

- Venha aqui. - ele disse com voz tensa e profunda, apenas obedeci e fui até ele, ficando em sua lateral. Ele se levantou e ficou em minha frente me olhando, seu olhar passeava pelo meu corpo, em minhas curvas por cima da roupa, como se quisesse gravar em sua memória cada uma delas, seus olhos voltaram aos meus, agora de puro desejo, um brilho diferente e com pupilas dilatadas, e se aproximou de mim ainda cravado em meu olhar, meu corpo aqueceu com seu toque afastando meus cabelos para o lado afundando seu rosto no vão do meu pescoço, inalando meu cheiro adocicado.

- Você não sabe como esperei para sentir seu cheiro. - disse em meu ouvido depositando um mordida leve no meu lúbulo, o que me fez arrepiar, e desceu novamente para meu pescoço dando chupões leves e subiu para minha boca. Um beijo calmo e saboroso, um sentindo o gosto do outro, sem pressa e com muito desejo, logo a falta de ar se fez presente e desci para seu pescoço dando secções leves o fazendo arrepiar descendo uma de suas mãos até minha bunda e a outra me apertando contra ele, me fazendo sentir sua ereção em sua calça. Já estava excitada e úmida, sentindo meu clitóris pulsar com seus apertoes em minha bunda descendo para  coxa encontrando meus lábios novamente com um beijo necessitado e excitante.

Entrelacei minhas pernas em sua cintura, e ele me guiou até a mesa, jogando alguns papéis no chão e me sentando sobre ela, Jimin estava me segurando pelas minhas nadegas, e me apertou mais ainda contra sua pélvis fazendo nossas intimidades se chocarem. Meu vestido subiu dando mais visão para minhas pernas brancas, que foram apalpadas por Jimin de forma precisa e gostosa, me excitando cada vez mais, me fazendo querer ele mais ainda dentro de mim. Tirei minhas mãos de sua nuca e desci até seu abdômen, sentindo seus músculos definidos, indo até seu cinto desatando o mesmo e apertando sua ereção o fazendo gemer rouco contra minha boca.

- Ahhh S/N... - ele disse e desceu sua mao até meu clitóris, o estimulando por cima da calcinha, descendo até meu pescoço com chupões fortes, joguei minha cabeça para trás e me apoiei na mesa com uma das mãos agarrando seu pescoço, suspirando em seu ouvido.

 - Jimin.... hmm - gemi baixo em seu ouvido sentindo ele afastando minha calcinha para o lado voltando para seus movimentos em minha intimidade.

- Tão molhada! - disse intensificando os movimentos em meu clitóris enquando ainda massageava seu membro por cima da calça, o sentindo crescer mais ainda com meus toques. Estava quase gozando quando escultamos batidas na porta, Jimin parou seus movimentos seguido de suspiros frustrados, apanhando seu conto no chão e o colocando de volta, desci da mesa e arrumei minha roupa e cabelos, estava suada e ofegante, ele não estava diferente de mim. Ele me pegou pela cintura e me beijou novamente.

- Quando estiver saindo me espere no estacionamento, por favor. - ele disse olhando em meus olhos.

- Espero sim! - disse e ele me deu um beijo no meu pescoço, novamente inalando meu perfume. Se sentou, afim de voltar ao normal, estava perceptível sua ereção. E daí ele mandou a tal pessoa entrar, me entregando os papéis novamente. 

- Boa tarde Park Jimin! - Yang-mi entrou. Sua voz abusada me dava tédio.E daí voltei para minha sala, ainda cambaleando e ofegante. Cheguei em minha sala, me sentando em minha cadeira tentando entender alguma coisa. Não me arrependo de nada, mas estava com medo de me apegar a ele. 

    Park Jimin

Aquela garota me excitou de uma maneira maravilhosa, queria está dentro dela agora, me afundando nela bem forte, fazendo ela gozar em meu pau,  mas tinha que vir Yang-mi interromper, ela so pode está de sacanagem.

- O que você quer? - perguntei seco.

- Quero você, não é óbvio? - ela perguntou.

- Você sabe que não quero mais nada com você! - disse.

- Não quero saber! - ela disse. - E porque você demorou tanto para me mandar entrar? Estava fazendo o que com aquela la? - ela perguntou com uma cara de nojo.

- Isso não te interessa. Agora me dá licença que eu preciso trabalhar. - disse apontando para porta. Ela saiu batendo forte a porta.

- Já não basta me interromper, ela ainda tem que saber da minha vida?! - disse voltando ao meu trabalho.

       Yang-mi

~Tenho certeza que vou reconquistar Jimin novamente, nem que isso seja preciso fazer coisas absurdas. 

   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...