História You Found Me - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kaguya Ootsutsuki, Kakashi Hatake, Mebuki Haruno, Menma Uzumaki, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Rin Nohara, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Drama, Naruhina, Naruto, Romance, Sasusaku
Visualizações 57
Palavras 2.386
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Demorou um pouco, mas em compensação o capítulo é grande. Espero que gostem :)

Capítulo 6 - Bêbado.


  - E você vai desistir de ir só por causa disso? -Ela diz com ironia.

 A Karin está certa, eu não estou acostumada com esse tipo de situação, mas eu nunca fui em uma balada, e não é o medo de que vejam minha calcinha que vai me impedir de ir.

  -Não, eu vou já que cheguei até aqui vou até o fim. -Digo animada.

 Primeiro Sasuke e Menma pulam o grande muro com uma facilidade incrível. Eu estou tão distraída que nem percebo que o Naruto ainda segura minha mão.

  - Vamos Rosinha eu prometo que não vou olhar por baixo do seu vestido. -Ele diz rindo e indo até o muro.

 Eu vou atrás dele, então Naruto junta suas mãos em um formato de concha e se abaixa, eu piso em suas mãos e ele dá um impulso para cima, assim eu consegui me agarrar ao topo do muro e subir, lá de cima vejo Sasuke e Menma nos esperando lá em baixo.

  -Sakura pode pular, eu seguro você. -Diz Sasuke um pouco alto.

 Eu me jogo de cima do muro, sinto muito vento bater no meu corpo, mas de repente sinto um braço envolvendo minhas pernas e outro minhas costas, eu estou no colo do Sasuke, ele tem um cheiro incrível, é confortável ficar no colo dele, mas logo ele me coloca chão enquanto Menma segura a Karin e logo Naruto está conosco.

  - Karin a gente tem dinheiro para um taxi? -Diz Menma.

  - Temos, mas isso está deserto quero ver a gente achar um taxi. -Ela diz com desanimo.

 Logo o celular da Karin começa a tocar, ela o pega e lê a mensagem, a cara dela não é nada boa, ela olha para o Sasuke e o Naruto parece com duvida de falar ou não com eles. Então Karin dá um suspiro.

  - Sasuke, Naruto então o Gaara conseguiu uma luta entre vocês dois na semana que a gente sair do reformatório, a grana vai ser bem alta. -Diz Karin com um olhar preocupado.

  - Pode confirmar a gente vai! -Diz Naruto se animando.

  - Eu não gosto quando vocês lutam, sempre vocês exageram e acabam se machucando mais do que deveria. -Karin diz tentando os convencer a recusar.

  - Karin nós vamos pegar leve dessa vez, não precisa se preocupar. -Diz Sasuke tentando confortar ela.

 Karin bufou e respondeu a mensagem, provavelmente confirmando a presença deles. Nós continuamos andando a espera de um milagre de um taxi aparecer, esse lugar é no fim do mundo só pode, mas depois de uns dez minutos o milagre chega, todos nós entramos no carro, ficou bem apertado Karin teve que ir no colo de Naruto, mas ela não reclamou.

  Logo chegamos ao tal lugar assim que eu saio do carro escuto uma forte musica vindo lá de dentro, Karin pagou o taxi então todos entramos. É bem diferente do que eu esperava, tem muita gente é escuro a música é ensurdecedora, eu olho para os lados e não vejo ninguém conhecido, cada um deve ter ido para um lado, eu vou até o bar que parece ser lugar mais vazio até agora, eu peço um refrigerante eu sei que sou fraca para bebida então nem vou me arriscar ficar bêbeda. Então vejo Naruto vindo até mim.

  - Vem dançar comigo Rosinha? Aproveita enquanto eu ainda estou sobreo. -Ele diz me pegando pela mão.

  - Não sei Naruto, eu nunca dancei assim.

  - Nem me venha com a desculpa de que você não sabe dançar, eu sei que você é uma bailarina. -Ele diz sorrindo.

 Eu vou mesmo tendo medo de não saber dançar isso, eu vou, Naruto é um bom amigo vai ser legal ir com ele, e sem contar que até agora isso aqui é um tedio.

  - Então vamos. -Digo animada.

 Ele me puxa pela mão e me leva até um lugar onde tem várias pessoas dançando, nós ficamos lá dançando, curtindo na verdade é muito bom dançar ao som de música eletrônica. Eu sinto Naruto me pegando pela cintura e me guiando, nós dançamos assim coladinhos por um tempo, de repente Naruto me vira de frente para ele e vem chegando perto, cada vez mais perto até que encosta seus lábios nos meus, logo ele pede passagem com a língua e eu correspondo, ele beija muito bem sua língua fica dançando pela minha boca até que a nós nos separamos.

 Eu sei que ele é meu amigo, e que é errado beijar meu amigo, mas eu não quero pensar nisso agora o que interessa é que eu queria e foi bom. Nós dançamos e nos beijamos por mais um tempo, até eu decidir ir até o bar para pegar mais um refrigerante, chegando lá eu vejo uma cena deplorável, Sasuke estava sentado em um dos bancos envolta do bar com duas garotas na frente dele, uma loira e outra morena, ele estava revezando entre beijar as duas, primeiro ele estava beijando a loira depois ele beijou a morena, e por fim voltou a loira, e depois ele parava para beber e repetia o processo. Karin estava certa ele é um galinha.

 Eu volto para pista de dança e Naruto não está mais lá, eu fico dançando sozinha, as músicas que estão tocando são incríveis, até que finalmente vejo Karin ela está vindo até mim.

  - Sakura nós já estamos indo embora, vamos? -Diz ela parecendo cansada. Não parece, mas já estamos aqui a horas.

  - Nossa Karin já? Vamos ficar mais um pouco. -Digo fazendo um pouco de birra.

  - Ainda bem que você gostou, mas eu acho que o Sasuke vai embora mais tarde, então depois você vai embora com ele. Eu vou avisar para ele te esperar, e se prepare Sakura que a partir de agora nós vamos vir em lugares assim sempre.

 Karin vai embora e eu fico aqui sozinha dançado, eu adorei quando Karin disse que nós vamos vir em mais lugares assim porque é incrível, eu adorei a música o ambiente, no começo assusta um pouco mas é incrível.

 Depois de dançar mais um tempo estou esgotada, decido ir atrás de Sasuke, quero ir embora. O Sasuke não tem cara de quem dança então deve estar no bar, e eu estou certa, mas felizmente dessa vez quando eu chego lá ele está sozinho.

  - Sasuke você já quer ir embora? É que eu estou super cansada. -Digo colocando a mão em seu ombro.

  - Eu não quero ir embora, eu quero beber.

 Não ele disse isso com a voz mais manhosa possível, ele está bêbedo, isso não poderia estar acontecendo e agora o que eu faço?

  - Vamos voltar Sasuke, você está bêbado.

  - Não eu quero ficar aqui. -Ele diz me encarando com os olhos enchendo de lagrimas.

  - Vamos Sasuke, eu vou cuidar de você. -Eu disse sorrindo.

 Eu pego Sasuke pela mão e o ajudo a levantar, ele quase cai do banco me levando junto, mas tudo bem, ele está apoiado com o braço em meus ombros pois mal consegue ficar em pé. Eu sincerante não sei o que o levou a beber assim hoje, isso é um exagero.

 Eu meio que fui o carregando até lá fora, felizmente assim que saímos já tinha um taxi parado em frente a balada. Deu muito trabalho, mas eu consegui fazer Sasuke entrar no taxi, dentro do carro ele se deita com a cabeça apoiada nas minhas pernas e dorme, dormindo assim ele até parece um anjo. Chegando no reformatório eu pego a carteira que está no bolso de trás do Sasuke e pago o motorista.

  -Não é fácil cuidar de namorado bêbado. -Diz o motorista sorrindo.

  -Realmente não é fácil. -Não vou perder meu tempo explicando que o Sasuke não é meu namorado.

  - Vamos Sasuke acorde.

 Eu digo o balançando levemente, ele acorda e fica me encarando, ele é realmente muito bonito, e quando ele fica bêbado seu olhar muda é como se não existisse mais nenhum problema no mundo. Nós saímos do carro com um pouco de dificuldades. Agora vem a parte difícil, como nós vamos entrar? Pular o muro está fora de cogitação com ele nesse estado, o jeito vai ser entrar pela porta da frente e torcer para ninguém nós ver.

 Nós seguimos até a frente do reformatório, eu estou muito cansada o Sasuke é pesado, quando começamos a subir as escadas ele diz:

  -Sakura, eu não estou bem.

 Ele encara o chão por alguns segundos e começa a vomitar, eu me sinto mal não gosto de ver as pessoas assim, eu vou até atrás de Sasuke e começo a passar a mão em suas costas tentando o confortar, quando ele finalmente para de vomitar nós voltamos a subir as escadas.

 Chegamos lá em cima, assim que entramos damos de cara com um homem da equipe de segurança, e por muita sorte ele está dormindo na recepção, nós passamos tentando fazer o mínimo de barulho possível até chegarmos ao campus.

 Agora o que eu faço? Eu não posso deixar o Sasuke sozinho e bêbado desse jeito, já sei eu vou dar nele um banho frio isso vai o ajudar a ficar sobreo, eu repeti isso nos meus pensamentos tentado colocar na minha cabeça que isso é normal e que vai dar tudo certo. Eu o levei até o banheiro dos meninos que está vazio por causa do horário, o coloquei dentro do box e o ajudei a tirar os tênis e as meias, agora eu tenho que tirar o resto, isso vai ser difícil, quando eu começo a desabotoar os botões de sua camisa ele segura as minhas mãos me impedindo.

  - Você está tirando minha roupa, você não pode me ver pelado eu sou menino e você é menina.

  Ele diz isso de um jeito tão inocente que chega a ser lindo, me dá vontade de embeda-lo as vezes só para ver esse olhar inocente outra vez, o Sasuke tem o comportamento de uma criança quando está bêbedo, isso é fofo.

  - É só para te dar banho Sasuke, depois eu vou colocar outras roupas em você estas estão sujas. -Digo sorrindo.

 - Então está tudo bem. -Ele diz soltando as minhas mãos para mim continuar tirando sua camisa.

 Eu consigo tirar rapidamente sua camisa e pôr fim a calça, a cueca é melhor deixar onde está. O Sasuke é realmente muito bonito ainda mais de cueca, acho que nunca mais vou conseguir parar de admirá-lo. Pare de ser tarada Sakura. Eu ligo o chuveiro com uma agua bem fria, mas entro em desespero com o que acontece depois.

  - Desliga isso porra! Eu quero sair daqui, está muito frio. -Sasuke diz gritando desesperado.

 Ele está gritando, ninguém pode nós escutar ou estaremos encrencados, eu tenho que o fazer ficar quieto, ele continua gritando até que eu tomo uma atitude impensada. Eu entro dentro do box de roupa e tudo e abraço o Sasuke, ele não faz nada e eu fico fazendo carinho em suas costas enquanto ele se acalma, nós ficamos alguns minutos abraçados sentindo a agua fria caindo sobre nós, aqui abraçada com ele posso sentir melhor o forte cheiro de bebida vindo dele.

 Eu separo o abraço, e o faço ficar ajoelhado embaixo de chuveiro, pego um shampoo que provavelmente alguém esqueceu ali, e começo a passar nos cabelos de Sasuke ele tem os cabelos muito macios, termino de lavar seus cabelos e percebo que não tem sabonete, então termino de dar banho nele com shampoo. Assim que o banho acabou peguei sua camisa e com ela mesmo sequei seus braços e suas costas.

 Nós saímos do bainheiro com o Sasuke só de cueca mesmo e fomos para o seu quarto, chegando lá eu procuro na cômoda uma cueca, acho facilmente e o pergunto.

  -Você consegue trocar de cueca sozinho? -Digo um pouco sem graça.

  - Claro que sim. - Ele diz sorrindo, ainda está muito bêbado.

 Eu me virei de costas, se bem que eu fiquei curiosa e queria dar uma espiadinha, mas não vou fazer isso, eu escuto um barulho alto e por reflexo me viro. Ele está caído no chão, mas pelo menos está de cueca, eu o ajudo a levantar e o coloco na cama, cubro Sasuke com um cobertor até o pescoço.

  -Boa noite Sasuke.

 Eu digo e vou sair do quarto, mas ele segura minha mão me impedindo de sair quando eu me viro vejo Sasuke me olhando com aquele olhar lindo de criança.

  - Não por favor dorme aqui, eu tenho medo do escuro. -O que a bebida não faz com as pessoas.

  - Sasuke não vai acontecer nada, o escuro não vai fazer nada com você. -Digo me segurando para não rir.

  - Vai sim os monstros vão me pegar. -Ele diz quase chorando.

 Eu não vou ter como sair de aqui se pensar bem é até bom eu ficar se ele passar mal a noite pelo menos não vai estar sozinho. Eu vou até a sua cômoda e pego uma camiseta, tiro meu vestido molhado na frente dele, amanhã ele não vai lembrar de nada mesmo, coloco a camiseta que fica quase que como um vestido para mim, e me deito com ele tivemos que ficar encolhidos pois a cama é de solteiro.

  - Sakura porque você beijou um menino hoje? -Ele diz de um modo inocente.

  - Não foi nada sério, só um beijo. -Não acredito que ele me viu com o Naruto.

  - Então você poderia ter me beijado. -Ele diz deitado de lado me encarando.

  - Você já tinha companhia. -Digo me virando de frente para ele.

  - Mas teria sido legal, boa noite Sakura.

 Ele diz e me dá um selinho, ainda bem que amanhã ele não vai lembrar de nada disso, mas esse selinho agora me pegou de surpresa, ele está muito bêbado mesmo com o banho frio, logo escuto alguns roncos vindo dele, eu também durmo estou muito cansada.

 Eu acordo com um peso em cima de mim, Sasuke está me abraçando e dormindo com a cabeça em cima dos meus seios eu estou toda dolorida por dormir encolhida aqui. Com o movimento ele acorda e me encara confuso.

  - O que você está fazendo aqui? -Ele diz confuso.

 E agora como eu vou explicar a noite passada para ele?


Notas Finais


Espero que tenham gostado, e desculpe por qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...