História You fucked up my life - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 23
Palavras 1.835
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ooooi amores
Mais um cap espero que gostem
Boa leitura ;3

Capítulo 4 - A child who has not grown


Fanfic / Fanfiction You fucked up my life - Capítulo 4 - A child who has not grown

Jimin POVs ON)
Eu estava tentando, serio estava mesmo mais Min Yoongi é um completo babaca! Aquele garoto é um filha da puta por mais que eu chegasse cedo todos os dias no momento em que eu pisava naquela sala o palmito estava sentado no que era pra ser a minha mesa! O pior era que ele se divertia com a minha desgraça sempre sorrindo de um jeito irônico como se falasse - Toma filha da puta esse mesa é minha se eu quiser bater uma nela você não vai poder fazer nada! - e não eu não estou exagerando! Qual é. Hoje era sexta-feira ou seja faz duas semanas que aquela folha A4 estava no meu lugar, Mon falava pra mim esquecer e que eu não estava assim por causa da mesa e sim por outra coisa eu perguntava o porque dele falar aquilo mais ele sempre desconversava ou dizia - Uma hora você descobre sozinho - Aish aquele garoto me frustrava acredita que eu não pego ninguém desde que aquele branquelo entrou na minha sala, não pelas garotas não me darem bola muito pelo contrario elas me tratavam como um Deus porem o fato de no momento em que eu vejo aquele algodão doce (azedo) ambulante eu simplesmente ficava com raiva e a vontade de pegar alguem passava suspirei pesado já estava cançado daquela aula idiota de Estudos Literárias serio pra que que eu vou usar aquela merda no futuro? Me diz? o garoto ao meu lado dormia pesado (como sempre) não pude resistir peguei um papel descolando um chiclete embaixo da mesa e colei-o em sua mão pousada encima da coxa um tanto bonita......... QUE? balanceia a cabeça afastando aqueles pensamentos do demo de minha cabeça e esperei a aula acabar

\\ Quebra de tempo //

O verdinho acordou eu juro que estava tentando segurar a risada porem a hora em que ele olhou pro chiclete colado em seu cabelo devido ele coça-lo em quanto dormia foi a melhor de todas comecei a gargalhar alto pra caralho o mesmo me olhou puto da vida me fazendo gargalhar ainda mais - você ta fudido  - disse sem sair som de seus lábios mais não me causando medo algum (eu acho) ele levantou me chingando de filha da puta, desgraçado e milhares de nomes resultando uma briga verbal e nosso caminho até a diretoria devido a reação da professora acreditava eu que quando todos vissem iriam rir pra caralho a ponto de mijar nas calças porem as garotas me olharam totalmente revoltada e resmungava baixo e os meninos não ligaram muito me olhavam como se eu fosse uma criança com brincadeiras sem graças - Eu juro que eu vou matar você! - disse o palmito todo emburrado paramos em frente a sala da diretora que berrava comigo como um fazendeiro chamando o gado - Aish foi só uma briancadeira inofensiva - murmurei baixo essa mulher me causava um certo medo - Brincadeira? Brincadeira Park Jimin! Olha o que você fez no cabelo do pobre Min! - berrou encarei o mesmo que fingia uma cara triste de dó poderia eu acreditar se aquele filha da puta não tivesse me zoado quando saímos da diretoria - Uma semana lavando a quadra e os banheiros - imitou a voz fina da professora - Se fudeo Park - gargalhava - Cale a sua boca seu palmito idiota isso tudo é culpa sua! - berrei - Aah sim porque eu forcei você a pegar a porra de um chiclete mastigado e colar no MEU CABELO! - cara eu não pude deixar de rir vendo-o tentar tirar o grude de suas madeixas esverdeadas - Não foi minha culpa se você se meche  dormindo eu colei na sua mão - ri vendo sua careta indignada porem a mesma logo mudou dando lugar a um beicinho e olhos baixos como se fosse chorar senti uma certa dó do mesmo - Olha cara me descul- serio eu ia mesmo me desculpar se aquele filha da puta não tivessa mentido desgraçado! - Park Jimin como você pode fazer isso com essa coisinha linda - berrou uma garota atrás de mim mais umas cinco passaram a minha frente fazendo carinho na bochechas falsamente rosadas do branquelo - Aah tadinho do meu bebe - disse uma delas MinCha eu já havia ficado com a mesma que ficou puta depois de transarmos e levar um pé na bunda na mesma noite - Vem Branquinho vamos te ajudar a tirar isso do seu cabelo lindo - sorriu uma delas me olhando com um carranca igual as outras - Serio? Vocês vão ajudar esse A4? - resmunguei - Cale a boca Park Jimin seu insensível! - disse uma delas - Olha a carinha de anjo desse menino como pode? - berrou uma fazendo carinho em sua bochecha - Aish Park Jimin esta na hora de crescer não acha? - berrou a loirinha que tentou ficar comigo uma vez mais eu disse que a mesma não era boa o suficiente pra mim todas se viraram enroscadas nos braços do branquelo que tinha um rosto "inofensivo" grande filha da puta! Quando estavam prestes a dobrar o corredor o mesmo virou e sorriu de lado dizendo um - Se fudeo - mudo me fazendo arregalar os olhos. Filha da puta teatrinho de merda! Aah mais eu vou matar esse moleque bufei voltando a sala recebendo olhares feios e resmungos com bônus de uma lição de moral da professora devido ao meu "ato infantil" foi a primeira vez dm 8 anos naquela escola que ouvi as pessoas brigarem comigo porra! Eu sou o queridinho dessa merda. Aish Min Yoongi eu vou acabar com você! A aula terminou passei o recreio contando aos meus "amigos" o que ocorreu na diretoria meu castigo e a encenação do branquelo filha da puta e logico que como meus amigos eles me apoiaram dizendo coisas como vamos acabar com esse branquelo o ximgaram de inúmeras formas marcamos um plano de pega-lo na hora da saida. Bom isso seria o que amigos normais fariam mais não, aqueles filhas da puta só riram da minha cara e até defenderam ele. Taehyung disse que passou a conversar com o palmito quando o via passar pela padaria perto de sua casa, Namjoon disse que já o viu no parque treinando algumas letras de rap e acabou por ajuda-lo em suas letras virando "amigos" o resto disse que ele não parecia ser o desgraçado que eu descrevi e que ele era um Amorzinho menos jungkook que passou a odia-lo depois que Taehyung e o branquelo viraram amigos Jr e Yougy voltaram as aulas mais não andavam conosco como antes não que eu me importe eles não faziam tanta diferença Mark ainda não havia voltado acho que minha macumba funcionou alguma garotas diziam que ele estava doente outras que afirmou ver o mesmo fumando atrás do terminal mais ninguém sabia ao certo onde ele foi parar me causando uma enorme satisfação por não ver aquela cara de drogado dele. Já estava cansado de ouvir Taehyung elogiar Yoongi por sua beleza, Namjoon por o memso ser muito inteligête, Jin dizia que ele pareceu se um bom menino porem o mesmo estava distante das nossas conversas principalmente quando Namjoon era o que mais falava o que estranhei pois normalmente ele encarava descaradamente o Mon segundo ele observando a beleza exótica do moreno, Jungkook Havia saido da mesa a horas quando Taehyung começou a elogiar o branquelo, Hope dizia que trompou com o mesmo no caminho ao banheiro resultando nos dois na casa dele jogando video game.
Aish é oficial
Eu odeio Min Yoongi
Voltei para a sala o branquelo não havia voltado pra aula me deixando um tanto curioso relevei e dormi ate o final da aula

\\//

Juntei minhas coisas joguei os presentes das garotas no lixo e me dirigi a saída estava falando com os meninos sobre sairmos no final de semana até alguem trompar em mim - Desculpe - disse por trombar no garoto porem logo me arrependi  notando o A4 - se soubesse que era você não teria falado nada - o palmito a minha frente juntou seu material revirando os olhos, os meus "amigos" o ajudaram menos jungkook
que estava com uma cara de cú apos Tae começar a conversar com o A4 decidiu ir embora com o mesmo fazendo o moreno ficar puto porem em silencio tae se despediu de nos sorrindo e tocando nossas mãos o A4 fez o mesmo menos comigo obvio soltando um sorrisinho malicioso a mim que revirei os olhos jungkook já havia vazado sozinho todos nos despedimos e fomos pra casa deixei todos em suas devidas casas sobrando apenas eu e Mon o moreno se despediu em frente ao meu portão - Park - gritou ao longe - Que? - berrei - Sua mochila esta aberta! - gritou acenei em agradecimento pelo mesmo me avisar voltando pra casa agradeci por minha mae não estar e meu pai ter viajado (novidade) deitei na cama jogando a mochila no chão vendo uma carta cair de dentro da mesma igual a de semana passada envolepe preto e papel dorado de letras pretas a mesma letra mesmo contorno porem com uma frase diferente estava começando achar aquilo estranho seria uma carta por semana? Bom semana passada foi a primeira, suspirei jogue a mesma encima da cama e fui tomar banho.
Retirie minhas roupas observando meu corpo por alguns segundos - estou precisando fazer academia olha o tamanho dessas bochechas - suspirei pesado entrando no box evitava usar a banheira enorme que tinha em meu banheiro eu não sei ao certo mais nunca tive vontade de usa-la igual as pessoas normais sabe de deitar na agua e relaxar comigo era diferente um jato de agua gelada sobre meu corpo era muito mais relaxante pra mim meu corpo estava quente devido eu estar de casaco pelo frio entrei na duxa me arrepiando inteiro pelo choque quente e agua fria tomei meu banho em uns dez minutos ficando mais uns vinte de olhos fechados aproveitando a agua fechei o chuveiro sequei meu corpo enrolando a toalha em minha cintura deitei na cama assim mesmo e fechei os olhos e tentei dormir falhando miseravelmente eu não sei ao certo mais não ler aquela carta estava me incomodando peguei a mesma que estava jogada ao meu lado coloquei o  envelope do lado tendo o papel dorado em minhas mãos.

- Não é o que você diz ou acredita, desejo ou intenção, mas apenas o que você faz que conta. Suas escolhas mostraram quem você realmente é.
                                         - Brian Trust

Esse é você realmente? Uma criança que não cresceu?

Pensamentos viram ações
Ações viram hábitos
Hábitos viram caráter
E o caráter vira seu destino.

                                 - James C. Hunten

Agora me diga Park Jimin esse é o seu caráter? O de uma criança que gosta de brincar? Seu futuro sera um jardim de infância cheia de escolhas idiotas? Repense suas ações boa sorte Park.
- Suga


Notas Finais


Voltei espero que tenham gostado
Continua? :/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...