História You Know - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine Jimin, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Suga, Taehyung
Visualizações 37
Palavras 1.477
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo 1


   18 de fevereiro, 8:30 AM

O despertador tocou, não por uma ou duas vezes, mas sim pela décima vez. E por que eu não desliguei? Simples, eu não sabia aonde ele estava, eu até estiquei a mão para tentar alcançá-lo, mas eu toquei em algo e acabei voltando a dormir.

9:45 AM

- Por que você 'tá na minha casa? Por que a gente 'tá na mesma cama?

- Você não se lembra de nada?

É, eu não me lembrava de nada, mas pelo jeito da minha roupa eu tinha ido à uma festa...

- O que a gente fez?

- Não é meio óbvio?

- Tô falando sério! - Bati a mão na cama e me escorei na parede. - Que dor de cabeça...

- Vai tomar um banho e me deixa dormir!

- Bom dia pra você também Jeon Jungkook...

Bom, esse é Jungkook, meu melhor amigo, e metade da minha vida - se é que eu já cheguei na metade - eu passei ao lado dele.

Vou começar explicando alguns fatos...

Primeiro fato: Ele se irrita com praticamente tudo, então quando ele pedir 'pra você parar de fazer algo, você para. Ah não ser que você queira morrer, aí você pode continuar.

Segundo fato: Eu nunca tive interesse nele passando da amizade - ou talvez já - mas não que eu me lembre.

Terceiro fato: Ele passa mais tempo naquela porra de vídeo-game do que comigo, e sim isso é um problema, por que até quando a gente 'tá junto ele fica jogando.

E por último, o quarto fato: Nós somos totalmente opostos, enquanto ele passa a maior parte dormindo, eu passo a maior parte acordada. Inclusive - eu não sei como - eu já passei mais de 2 dias acordada - acho que eu nunca comi tanto açúcar e ingeri tanta cafeína como naquele dia - .

Acho que eu posso dizer que temos uma convivência civilizada, tirando o fato de que estamos sempre apostando um com o outro.

10:00 AM

- Você pretende ficar na minha cama até quando? - Tirei o travesseiro da sua cabeça o que fez com que ele abrisse os olhos, parecendo irritado. - Isso aqui tá tudo babado! - Esfreguei o travesseiro no rosto dele.

- Que horas são?

- 15:40...

- Sério? - Arregalou os olhos, pulando da cama.

- Não... - Ri do seu desespero e mostrei a hora para ele. - Era só 'pra você levantar... - Ele ignorou o fato de já ser 10 horas da manhã, e simplesmente se atirou na cama novamente.

Se ele pensa que vai ficar o dia todo deitado na MINHA cama, ele tá muito enganado.

Bom, e ele também não poderia ficar o dia todo por que a mãe dele ligou pedindo para que eu o mandasse para casa.

Irritá-lo não é uma boa opção, já que ele estava dormindo, e até mesmo eu, odeio ser incomodada enquanto estou com sono.

- Jungkook... - Sentei ao seu lado, o chamando com uma voz calma e puxando as cobertas. - Sua mãe ligou dizendo que seu irmão quebrou seu vídeo-game!

É claro que isso seria a única coisa que o faria levantar da minha cama, e por mais que seja uma mentira, ele vai acreditar. Um dos motivos 'pra essa mentira funcionar, é que, Jungkook estava irritado com seu irmão, e como eu havia dito: - quando ele pedir 'pra você parar de fazer algo, você para. Ah não ser que você queira morrer... - percebe-se que Jeon Jungkook ficou irritado com seu irmão o incomodando toda hora, então ele correu até o quarto do irmão, pegou o celular dele e, simplesmente, atirou da escada. Isso seria uma boa mentira por causa do ocorrido, então isso iria tirá-lo do meu quarto.

Definitivamente, eu sou a pior pessoa com quem você pode fazer amizade...

Seu irmão é bem mais velho, mas com a mentalidade mais baixa - isso era a única coisa em que Jungkook poderia ser melhor que seu irmão -.

Não demorou muito para que ele começasse a correr pelo quarto catando suas roupas e penteando seus cabelos com a ponta dos dedos. Isso até ele ser interromido por minha mãe que veio o dar "bom dia" e avisar que a sua mãe o queria em casa em questão de minutos para explicar aonde ele tinha ido ontem à noite.

Pelo jeito alguém havia saído de casa sem explicar aonde ia, eu até tentaria ajudá-lo, mas eu sequer sabia o que havia acontecido ontem à noite.

4:20 PM

- Aonde você pretende me levar? - Apoiei meu braço em seu ombro enquanto caminhávamos para algum lugar. - Eu tô com dor de cabeça...

- Quando se 'tá com dor de cabeça, aonde se vai?

- A farmácia...

- Então, agora você sabe aonde estamos indo!

Quem escuta isso, até acha que é um doce de pessoa, o ser mais fofo da face da Terra, que faz de tudo pelos seus amigos. Bom, na verdade, às vezes ele é, e às vezes não. Ele tem dois humores, o humor pistola - que geralmente é o que ele mais tem - e o humor ursinhos carinhosos - que ele raramente tem, e normalmente só usa quando quer algo de mim -.

Eu tava com tanta dor de cabeça que poderia ver dois Jungkook, - o que era um saco, porquê se um já incomodava, imagina dois - e eu podia ver também vários carros na rua sabendo que na verdade só tinha dois deles, eu cheguei até pensar que eu estava chapada ou algo do tipo, mas eu perguntei ao Jungkook se eu usei algo e ele só disse que eu tinha bebido além da conta - e na verdade eu nem deveria ter bebido, eu ainda era menor de idade, e provavelmente quando eu melhorasse eu ia levar um esporro da minha mãe, mas eu posso culpar Jungkook, porquê ele já é maior de idade, e ele me deu bebida, então, sim, eu posso culpá-lo -.

Eu poderia vomitar ali no meio da calçada, estava tão tonta que eu tropeçava em meus próprios pés.

Bom, meu dia tinha tudo pra dar errado, tem como ficar pior? Tem, claro que tem. 

Jungkook me deixou esperando do lado de fora da farmácia, enquanto eu, fiquei parada ali no meio da calçada, e é claro que alguma hora eu ia me bater em alguém, era como um dejavu, eu podia sentir que isso iria acontecer.

E nem demorou tanto assim para que isso acontecesse...

Aí eu me pergunto, por quê? Por quê eu fui tentar mexer em meu celular, enquanto estava com dor de cabeça e parada no meio de uma calçada, onde pessoas passeiam?

- Oh, me desculpe! - Minha linda cara de morta bêbada, olhou para a pessoa em que eu havia batido, enquanto eu me abaixava para pegar meu celular que caiu.

Agora o que iria acontecer? Ele iria se abaixar e enquanto pegávamos o celular nossas mãos se tocariam?

Tão ultrapassado...

E não é que aconteceu!

A partir desse momento eu vou parar de pensar nas coisas que poderiam acontecer, porque eu estava sendo amaldiçoada por todos meus pecados, por quê, não é possível!

- Desculpe... - O garoto disse enquanto soltou meu celular deixando-o nas minhas mãos.

Ok! Que porra 'tá acontecendo? Não vou mais me questionar...

Sorri para o garoto, e simplesmente corri para dentro da farmácia, escondendo a cara nas costas do Jungkook e o abraçando, e ele me olhou com um olhar que dizia "me solta!".

Ok! Eu soltei ele, mas eu não deixei de esconder o rosto em suas costas.

- Por que você veio aqui dentro?

- Porque eu to morrendo de vergonha...

- O que 'cê fez?

- Eu me bati num garoto, e foi tipo aquelas cenas de filme onde a menina derruba os livros, e as mãos se tocam, só que o livro, era meu celular!

- Que nojento!

Err, nojento não era, mas era esquisito, porquê como assim, eu pensei e aconteceu, eu tenho poderes?

Tá, o álcool ainda tá fluindo no meu sangue, eu não tô bem...

- Por que você deixou eu beber?

- Você bebeu por conta própria...

- Afinal... aonde a gente foi?

- Na festa do Yoongi...

- Eu não fiz nada de errado, né?

- Você bebeu e acabou dormindo no meu colo, aí eu te levei 'pra casa...

Dessa vez, eu aceitaria levar sermão da minha mãe sobre eu não ter nenhuma responsabilidade, e eu até aceitaria as comparações que ela faz entre eu e Jungkook, dizendo como ele é um menino responsável, e eu sou desleixada.

Eu 'tava me sentindo muito culpada por fazer ele me cuidar, e eu ainda menti à ele...

Eu sou uma pessoa horrível!

Ok! Nunca... nunca, nunca, na sua vida, queira fazer amizade comigo! 


Notas Finais


oioi~
oq vcs acharam? tem algo q eu possa melhorar ou acrescentar no próximo cap?
favs ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...