História You know I make you wanna scream - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Avenged Sevenfold
Personagens Johnny Christ, M. Shadows, Personagens Originais, Synyster Gates, The Rev, Zacky Vengeance
Exibições 9
Palavras 2.120
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Hentai
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura <3

Capítulo 32 - Scream from the pleasure, unmask your desire


Fanfic / Fanfiction You know I make you wanna scream - Capítulo 32 - Scream from the pleasure, unmask your desire

oram até o quarto e Brian se surpreendeu com o luxo do local, Jess já tinha entrado naquele quarto antes para terminar de acertar os últimos detalhes antes do casamento.

- Foi essa a cara que eu fiz quando vi tudo isso,parabéns para os nossos pais - riu

- Nossa, eles são fodas, essa mansão é incrível, vamos encher de filhos aqui!

- Já está pensando em filhos ? -gargalhou e sentiu as mãos dele em sua cintura

- Claro, eu quero ter filhos, deve ser...legal

- Imagina mini cópias nossas correndo por essa mansão - sorriu e viu que ele não conseguia tirar aquela gravata - Deixa que eu te ajudo

Ela tirou a gravata dele com facilidade e abriu os primeiros botões da camisa deixando algumas tatuagens expostas.Entraram no banheiro e mais uma vez foram surpreendidos pelo local, a banheira já estava cheia e com um cheiro maravilhoso, velas iluminavam perto da banheira e duas taças e um champanhe estavam ao lado dela.

- Uau, que banheiro enorme! Nossos pais souberam como escolher uma bela mansão em! - Brian disse admirado pelo local.

- Realmente - riu -Aqui eu não tinha visto ainda, vamos aproveitar

- Vamos aproveitar todos os cômodos dessa mansão ruiva - Brian a olhou malicioso.

Ela riu e tirou a camisa social que ele estava apreciando as tatuagens com tanta devoção que Brian só conseguia sorrir, deu um beijo em seu peitoral e se agachou em sua frente puxando o zíper da calça que ele usava e a puxou para baixo vendo que ele usava uma cueca preta, ele riu da cara que ela fez.

-Pode me ajudar com esse vestido? - perguntou se virando pra ele

- Não precisa nem pedir amor.

As mãos do guitarrista tocaram o ombro dela e causaram arrepios como se uma corrente elétrica passasse em seu corpo, o vestido deslizou no corpo dela até ficar no chão e ele olhou pra ela que estava com uma lingerie totalmente branca.

- Nossa, que saudade desse corpo - Brian disse enquanto a abraçava por trás e cheirava o pescoço da ruiva. - Saudades de sentir esse cheiro que eu tanto amo.

Ela sorriu quando ele disse isso e se virou dando de cara com o sorriso malicioso dele.Brian viu o que ela iria fazer, ajoelhada em sua frente a ruiva desceu a cueca dele e mordeu os lábios quando viu seu membro, o pegou na mão e fez leves movimentos fazendo ele fechar os olhos com aquela sensação,logo ela parou e ele abriu os olhos pra ver mas foi surpreendido, a boca dela tocava cada parte dele, sua mãos continuavam em seu membro mas os beijos iam se espalhando em seu abdomen,peitoral,pescoço,orelha e finalmente em sua boca, a agarrou pela cintura e beijou-a da forma mais excitante possivel, se afastaram por conta do ar. Brian entra na banheira e olha pra ruiva, ela sorri de volta e tira sua lingerie com o olhar dele em seu corpo, entrou também e se sentou em seu colo de frente pra ele.Alcançou uma das taças e a encheu de champanhe, sorriu e levo até os lábios do marido que tomou um gole ainda olhando pra ela.

- Você sabe como provocar um homem em ruiva.

- O que eu fiz ?-perguntou tentando se fazer de inocente

- Ah não sei - Brian sorriu e a puxou para mais próximo de si - quero você agora - Brian a beijou e foi ficando mais excitado do que já estava.

Brian passou os beijos em seu pescoço o que resultaria em marcas no dia seguinte mas ele não ligava até porque queria deixa-la marcada pra todos saberem que ela era somente dele, a ruiva se levantou um pouco colocando o membro dele dentro de si e desceu lentamente sentindo que poderia se perder ali que não se importaria, uma das mãos dele segurou sua cintura e a outra estava em suas costas, ela se movimentava devagar em cima dele afim de que aquilo não acabasse mas logo o prazer começou a aumentar e aquele ritmo não estava satisfazendo os dois então ficaram mais rápidos e os gemidos mais altos,agradeçeram por estarem sozinhos naquela mansão, em meio aos movimentos ela pega a taça e leva até a boca, dá um gole e se agarra nos ombros dele e em questão de segundos eles chegam ao ápice, ela sorri e encosta seu rosto na curvatura do pescoço dele.

- Isso cansa - ela disse logo após controlar sua respiração - E deve queimar algumas calorias - riu

Depois de mais alguns minutos ali ,Brian se levanta e a pega seu colo, pouco se importavam se estavam molhados ou não, ele a jogou na cama a fazendo rir e logo cobriu o corpo dela com o seu.

- Amo você - Jess disse olhando nos olhos dele - Muito, nunca se esqueça disso

- Também amo você - Brian a beijou - amo infinitamente!

Brian saiu de cima dela e a colocou de barriga pra baixo, beijou sua nuca e depois suas costas, ele parou com os beijos e pegou o oléo de fazer massagem.

- O que está fazendo ? -perguntou confusa

- Te deixando relaxada, sou um marido adorável que faz massagem em sua bela esposa - Brian riu.

Ela sorriu e se sentiu relaxada quando sentia as mãos dele trabalharem em seu corpo,fechou os olhos e aproveitou até que sentiu as duas mãos fortes pararem em sua bunda.

- Me deixar relaxada né ? - gargalhou

- Desculpa, é o óleo que fez minhas mãos escorregarem aqui - Brian riu e continuou com a mão ali.

Continuou a massagem nela mas parou e ficou olhando pra ela, decidiu que aquilo era digno de uma foto e novamente ele se levantou e pegou a câmera que havia trazido,ele sabia que ia precisar dela e voltou pra cama ,quando ela ia se levantar ele a impede.

- Fica nessa posição, preciso registrar isso. - Brian falava enquanto apontava a câmera para a ruiva.

- Ahh não,olha o estado que eu to Brian - suspirou

Depois de Brian insistir tanto ela acabou cedendo e ele tirou a foto que queria, a ruiva se enrolou nos lençois e ele se deitou ao seu lado.

- Deixa eu ver como ficou - pegou a câmera - Hum, nossa como sou gostosa -riu

- E muito - Brian riu - Vou fazer um álbum, só com suas fotos nuas.

- Você não é tão louco de fazer isso - o encarou e viu que ele estava sério - Vai fazer isso mesmo?

- Claro que vou, por que não faria?

- Ótimo ,vou virar modelo de nú artistico - riu

- Minha modelo, somente minha - Brian foi até a ruiva e a beijou.

- Chega de fotos - colocou a camera ao lado - Não vai colocar a cueca? Olha eu amo ver você pelado mas não vai dar muito certo... - gargalhou

- Vou por sim - Brian sorriu e foi vestir a cueca - Vamos ficar deitados conversando um pouco?

-Vamos sim, espera ai - se levantou e colocou a camisola que tinha ali - Pronto, vem cá

Brian se deitou na cama e colocou sua cabeça nos peitos dela que riu e começou a mexer em seus cabelos.

-Sobre o que quer falar ?

- Ah sei lá...com quem foi sua primeira vez? - Brian riu com a própria pergunta - Foi a primeira coisa que veio a mente.

- Quer mesmo saber ? - riu e ele assentiu - George

- O QUE?! - Brian olhou para a ruiva na hora assustado - COMO ASSIM?

- Você que quis saber - tentou acalmá-lo

- Mas eu não imaginava ser com alguém que é meu amigo! - Brian falava nervoso e sem acreditar - Puta que pariu, justo o George?

- Eu tinha 17 anos, nos conhecemos em um barzinho porque a vaca da Laura me deixou sozinha enquanto se agarrava com qualquer um ai ele veio com um papo de " já sei qual vai ser a cor do cabelo dos nossos filhos " no inicio achei que ele fosse um babaca qualquer mas fomos criando uma amizade então eu confiei nele e deu nisso ,tinha que ser com um cara que não fosse tirar a porra da virgindade e no dia seguinte eu acordasse sozinha na cama - explicou - Mas a gente sempre soube separar as coisas e não atrapalhou nossa amizade - o encarou -Ainda ta bravo ?

- Bravo não, ciúme sim - Brian ainda a encarava - como vou conseguir olhar pra ele agora? Depois de saber que ele tirou sua virgindade?!

- Foi apenas uma vez Brian, não precisar ficar assim - passou as mãos nos braços dele

- Tá bom...- Brian se levantou - vou comer algo.

-Amor volta aqui...

Ela se levantou também e o seguiu até a cozinha,eles não tinham conhecido a mansão inteira mas dava pra saber onde era.

- Quer algo pra comer? - Brian falava num tô meio enciumado ainda - vou fazer sanduíche...

-Não, não quero que você fique com ciumes de uma coisa que aconteceu a anos atrás -disse enquanto ele abria a geladeira

- Não estou com ciúme meu amor, estou normal, só com fome - Brian disse num tom nada convincente.

- Acabamos de casar e já estamos assim - suspirou - Olha, eu vou me deitar - ele percebeu que ela tinha ficado chateada, deu de costas e voltou para o quarto

- Jess, espera, me desculpe... - Brian foi até a ruiva - Não queria ser assim, sério, eu te amo, não quero te ver chateada ou triste comigo.

Ela sorriu e deu um beijo em sua bochecha como um sinal silencioso de que estava tudo bem,ele se sentiu mais aliviado então comeu e foi para o quarto onde viu que ela estava acordada mexendo no celular e rindo,provavelmente estava falando com Jimmy.

- Ele não bate bem da cabeça ,olha isso - deu o celular para ele onde Jimmy tinha mandado " O lobo mal já terminou de comer a chapeuzinho vermelho ?Queeeeee rápidooooo ", Brian gargalhou.

- Esse Jimmy parece que vive chapado, olha as coisas que ele fala - Brian falava ainda rindo

- Ta com sono ? -pergunto e deixou o celular no criado-mudo

- Não - Brian logo deu um riso sacana para ruiva que logo entendeu.

Ele a puxou pra cima de si e colocou suas mãos nas pernas dela logo subindo até a bunda.

- O que está procurando ai ?- sorriu maliciosa

- Só estou pegando no que é meu - Brian riu.

A ruiva se sentou bem em cima do membro dele e tirou a camisola, sorrindo quando encontrou o olhar dele perdido em seu corpo, se abaixou até ficar na altura de seu rosto e o beijou como se fosse a primeira vez que o beijava sentindo ele apertar sua cintura de modo que possessivo e riu, tirou a cueca dele e voltou para a posição inicial intercalando alguns beijos no pescoço do moreno,seus seios estavam contra o peitoral dele e aquilo estava o torturando então Brian se sentou na cama com ela em seu colo.

- Que foi ?

- Você...me deixa louco - Brian dizia enquanto passava a mão naquele belo corpo.

- É bom saber disso, me faz pensar que as outras mulheres não podem fazer isso - riu

- Só você tem esse poder sobre mim ruiva.

- Então vamos testar esse poder - disse no ouvido dele e o guiou para dentro de si ,o corpo de ambos se arrepiaram com aquele contato e ela rebolou em cima do membro dele, Brian largou um palavrão e perguntou a si mesmo se aguentaria aquilo sentado, a ruiva fazia todo o trabalho com os movimentos e arranhava seu abdomen o que fazia doer um pouco mas ele nem ligava, não conseguiu ficar sentado e se jogou para trás fazendo ela rir e continuar até que eles chegaram ao ápice, ela se inclinou e o beijou sentindo o coração dele que estava acelerada e sua respiração ofegante.

- Você é incrível, sabia? - Brian dizia ofegante e sorrindo para a ruiva

- Nós somos incríveis - riu - Vamos tomar um banho e dormir porque amanhã quer dizer hoje vamos pra Suiça lembra ?

- Claro que lembro, vamos lá tomar banho e descansar.

Se levantaram e tomaram um banho rápido e logo cairam na cama, na manhã seguinte Brian acordou primeiro e viu que ela estava dormindo tão tranquilamente mas tinham que acordar pois Matt já tinha trazido as malas que eles fizeram pra levar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...