História You Make Me Begin. - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Bts, Jungkook, Lemon, Taehyung, Taekook, Vkook, Yaoi
Exibições 198
Palavras 2.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu prometi o capítulo de 4mil palavras e Ta dãããã! Está pronto!!
''Mas Anadaspaçoca-chan, esse só tem 2mil palavras.''
Siiim, eu dividi em dois pra não ficar cansativo, o próximo sai mais pra frente e.e
GENTE~~
Assunto sério, foca aqui.
~~ Muito obrigada por todos que favoritaram a fic até agora, e a todos que comentam também. eu sempre procuro interagir com vocês nos comentários e me deixam muito feliz quando vejo algum *-* ~~
Não desistam de mim~~ <3

Capítulo 17 - Parallel Lines.


Fanfic / Fanfiction You Make Me Begin. - Capítulo 17 - Parallel Lines.


Jungkook's POV

Durante o Jantar com a presença surpresa de Taehyung.

Ele veio e está sentado a minha frente agora. Estou sentindo a pior sensação do mundo ao olhar para o rosto do hyung e vê-lo com ''aquele'' sorriso no rosto. o sorriso que me dera antes de sermos separados. Me sinto um lixo. ainda posso lembrar do que o hyung me disse, e mesmo assim eu fui um idiota com ele.

''Eu nunca desistiria de você, Kookie. Me entendeu? NUNCA. porque você é tudo de mais precioso que eu tenho.. e quando se tem algo precioso, é necessário guardar, cuidar, proteger e jamais se desfazer dele. Então eu jamais, em hipótese alguma desistiria de você, certo?''

As palavras do hyung me machucavam por dentro. e a cada olhar que ele lançava quando Haru me beijava eu morria mais um pouco. 
Eu estou feliz com a minha namorada, mas porque me sinto assim? Tão sujo.. tão.. vazio? Talvez eu precise pensar um pouco.
*~~*

Assim que o jantar acabou, Tae hyung saiu.. queria ter ido atrás dele.. Mas agora estou levando Haruna de volta pra casa, está muito frio então dei meu casaco á ela.


- Kookie, quer entrar? tá muito frio.. - Haruna disse ao chegarmos.

-Ah.. não, Jagi, tá tarde, tenho que voltar. - Respondi deixando um leve selar nos lábios da menor.
- Ah, por favor, Jungkookie.. eu estou sozinha em casa esta noite.-

Haruna  insistiu, entramos, nos beijamos. O clima esquentou, já estávamos na cama, transamos. ''Foi bom pra você, Kookie?'' Eu até responderia que sim, se sentisse atração por garotas. Mas tive que dizer sim, onde eu me meti? - literalmente.- Como assim tenho uma namoradA? Jungkook, você é um idiota.
Fiquei na casa de Haru até ela dormir, assim me vesti, e logo saí dali, chequei meu celular para ver se havia mensagem da minha mãe pela demora, agora eram 2 horas da madrugada, puxa, como demorou.
Checando o celular, vi que o hyung havia mandado uma mensagem antes de sair aquela hora.


''Apenas idiotas se apaixonam por você.
Apenas idiotas fazem o que eu faço.
Nunca soube que amar poderia machucar tanto.
A dor, é determinada e exigente a doer.
Mas eu estou bem.
Eu não quero deixar você ir.
Eu só quero ver as estrelas com você.
Embora eu lhe disse pra não se preocupar.
Eu sou apenas um garoto idiota.
Achando que tinha tudo sob controle.
Eu vou deixar um último beijo em seu travesseiro.
Antes de voar para longe.
Eu sou apenas um garoto perdido.
Que não está pronto pra ser encontrado. ''





As palavras naquela mensagem me mataram da forma mais dolorida que se pode morrer : Ver quem você gosta sofrer,e além disso, o sofrimento ser sua culpa. Tae hyung amava escrever, ele sabia escrever muito bem e dessa vez me atingiu em cheio.
Finalmente cheguei em casa, finalmente minha cama. Droga, deitado aqui, o cheiro do hyung é forte no meu travesseiro, porque eu fico me machucando assim?! Ou melhor, machucando ele.. Não sei, eu não entendo meus sentimentos, eu não sei de nada. Apenas que eu sinto algo forte, mas não sei explicar.
Já li a mensagem mais de 15 vezes, já escrevi possíveis textos mas não consegui enviar. Preciso falar cara a cara com ele. Mas será que ele  vai querer me ver? a essa hora não.. deixo isso pra amanhã. melhor ir dormir.
.... 
Acordei e passei o dia pensando em oitocentas e sessenta e sete mil maneiras de pedir desculpas ao hyung. Não consegui pensar em nada mas resolvi ir atrás dele na casa de Jimin. Jimin deixa a chave debaixo do carpete de "bem vindo" na porta da casa dele. Entrei. Tae hyung deve estar no quarto com ele. Mas.. o que? Porque estão dormindo juntos?

- H-hyung? - Pigarreei vendo Tae hyung se sentar na cama e me olhar. 
- Hmm.. o que está fazendo aqui? - Ele perguntou se espreguiçando. 
-Porque você está dormindo com o Jimin hyung?  - Perguntei sem expressão alguma.
- Porque eu estava com sono, ora.  - Tae hyung se levantou devagar deixando Jimin hyung dormindo na cama.
- Vocês... - comecei a falar insinuando algo logo sendo interrompido.
- Não!  - Taehyung me cortou saindo do quarto e descendo as escadas indo pra sala e eu o segui
- Então...porque estavam abraçados daquele jeito? - Perguntei ainda de pé na frente do hyung o vendo coçar os olhos sentado no sofá. 
- Porque eu estava triste, Jungkook. Porque você partiu a porra do meu coração, eu estava triste e  precisava dormir, coisa que não tenho feito há dias por SUA causa. Você sabe que eu odeio dormir sozinho. - Taehyung falou num tom tão calmo que as palavras dele pareciam congelar.
- Hyung.. Não foi a minha intenção... - Disse me sentando no braço de um sofá. 
- Não foi mas aconteceu,  Jungkook. Como você pôde fazer isso comigo? será que ela te ama como eu te amei? Aish.. eu sou um idiota. Porque eu te amo mesmo sabendo que vou me machucar? Eu odeio amar você!
- Eu te amo, hyung! - Me exaltei deixando uma lágrima escapar.

- Ama coisa nenhuma, Jungkook. você nunca me amou ou sequer soube o que é amar alguém! se me amasse não teria feito isso comigo. Você desistiu de nós, Desistiu de mim, pra ficar com outra pessoa na minha cara enquanto eu dei tudo de mim pra você. me esforcei pra te amar e esperar até que pudessemos ficar juntos mas você foi rápido demais, me ignorou, ignorou o que eu sentia pra ficar com qualquer puta. Meu amor por você era á prova de balas, mas foi você quem atirou em mim. - Tae hyung me encarava enquanto podia ver seus olhos marejados.
- Eu nunca quis ser tão ruim assim.. Me perdoe hyung.. eu sinto muito, eu sinto tanto, sinto a sua falta, sinto falta do seu beijo, sei abraço. Eu sou como a metade de uma música sem começo sem você aqui comigo.. por favor volte pra mim.. eu estou implorando. - Implorei, estava deseperado.
- Você tem uma namorada agora, Jungkook. - Tae hyung disse.
- Você disse que seríamos para sempre. - Murmurei.
- Seríamos pra sempre se você tivesse me esperado e  confiado que eu voltaria, Jungkook. - Tae hyung disse imediatamente.
- Então acabou? - Perguntei o encarando nos olhos.
- Somos como retas paralelas, Kookie. Elas só se encontram uma vez na vida, e acho que a nossa já foi.. - Tae hyung simplesmente disse, fazendo meu coração martelar no peito.
Dito isso vi Jimin hyung descer pelas escadas cambaleando pelas escadas até se juntar a nós no sofá.
- O que está acontecendo aqui? - Jimin perguntou tendo silêncio como resposta. - O que está acontecendo aqui?! - Perguntou mais uma vez e nada. - Taehyungie, saia. quero conversar com o Jungkook.
- Mas - Taehyung tentou dizer algo.
- Sem ''mas''. Saia, vá tomar um banho. - Jimin  disse e logo Tae hyung se  retirou. - Senta aí, Jungkok. Que merda houve aqui?
- Acabou, hyung. - Respondi cabisbaixo.
- Você ama o Taehyung? - Jimin perguntou.
- Claro que amo! - Respondi imediatamente.
- Então porque está agindo como um bebê e desistindo agora? Hm? Se realmente ama ele porque resolveu esfregar seu namoro na cara dele? - Jimin disse se apoiando nos joelhos enquanto se sentava.
- Não foi intencional! Eu nem sabia que o Tae hyung viria para aquela droga de jantar! - Esbravejei.
- Você disse que ama o Tae.. Se o ama porque ainda não terminou com a sua namoradinha? - Jimin hyung disse me encarando.
- Ela... ela gosta realmente de mim. - Justifiquei. - Não é justo com ela.
- Ah, e você acha que é justo com alguém que te amou a vida toda? - Jimin disse.
- Eu não sei! Está tudo muito confuso!! Eu não sei ao certo o que estou sentindo. - Respondi. - Eu sou só um garoto.
- Você não acha que se for pra ser, será? Não acha que as coisas vão funcionar uma hora? Aguente.. Faça isso pelo Taehyungie. Ele está passando um momento difícil agora. Eu vou conversar com ele, Ok? - Jimin sorriu para mim.
- Eu o amo.. hyung.. - Disse cabisbaixo.
-Ele também ama você, saeng. Tudo vai se resolver, tenha um pouco de calma. Converse com a sua namorada e resolva isso, já que ama mesmo o Taehyungie. - O hyung me encorajou.
- Eu vou pra casa.. Converso com o Hyung amanhã depois de falar com a Haruna.
Dito isso saí da casa do Jimin hyung fazendo meu caminho de volta pra casa. Não posso evitar desejar estar lá com ele.  De volta ao lugar onde eu amo estar, os braços do hyung.  Todos nós precisamos daquela pessoa que é verdadeira com você, mas eu a deixei quando encontrei, E agora eu queria ter ficado, pois estou solitário  e cansado, Estou sentindo sua falta de novo. Não há nada aqui pra mim e não há ninguem quando a cidade dorme. Se você não quiser voltar, eu entendo. Fotografias e algumas lembranças me ajudarão a passar por isso. Eu encontrei você e algo me disse pra ficar, mas eu cedi aos caminhos egoístas e como eu  sinto falta de alguém pra abraçar quando a esperança começa a desaparecer, eu encontrei ela mas não é dela que eu preciso pra fazer a dor ir embora.  ah.. - Olhei para os céus. - Querido Deus, a única coisa que te peço é para abraçá-lo quando eu não estiver por perto. Bem, eu estive aguentando firme esta noite, qual é a pior coisa que eu posso dizer? as coisas seriam melhores se eu tivesse ficado.
*****
Haruna's POV
Jungkook esteve aqui nessa cama onde estou deitada essa noite, cabelo sexy, sorriso lindo. ele é o cara mais perfeito. Doce de verdade, Eu conversei com meus melhores amigos, disse que ele é único. acho que estou realmente apaixonada.
******
Jungkook's POV
O que eu vou dizer para o hyung amanhã? o que ele dirá? Não o que está conversando agora com Jimin hyung? Aish! Há tantas coisas que eu poderia dizer, Mas eu tenho certeza que elas sairiam totalmente erradas. Não consigo falar, ainda que eu tente e você saiba.Eu poderia ter tentado ser mais forte por você e por mim. Certo.. vou resolver isso de uma vez. Passei reto pela minha casa indo até a casa de Haruna e batendo na porta logo a vendo ser aberta pela própria.
- Kookie! - Haru sorriu e me abraçou.
- o -oi Jagi.. - Sorri fraco e retribuí o abraço.
- Algum problema, amor? - Haruna desfez o abraço.
- Eu vim pra conversar com você.. - Respondi.
-Ah , claro.. entra - Ele me puxou pra dentro e me sentei no sofá.
- O que tem pra falar? -  Haruna se sentou na minha frente no outro sofá.
- Eu quero terminar. - Simplesmente cuspi. as palavras saíram de qualquer jeito. 
- Oque?! como assim terminar? Jungkook, estávamos indo tão bem e teve ontem também..e - Haruna se levantou imediatamente.
-Shh.. O problema sou eu, Haru. eu não poderia ter ficado com você porque eu não a amo. Honestamente, existe uma pessoa. - Disse a olhando nos olhos e a vendo ficar sem reação.
- O que? Quem é a garota? - Haru perguntou esfregando os olhos.
- Não é uma garota, Na verdade.. é o Tae hyung. eu realmente o amo, o amo mesmo, não como irmão e  nem como amigo, mas como meu futuro relacionamento. - A respondi.
- M-m-mas você não pode, ele é seu irmão. - Haruna disse.
- Eu sou adotado, Tae hyung não é meu irmão de sangue.. e.. ele foi meu primeiro amor, não é algo que se troque do dia pra noite. - Justifiquei.
Haruna's POV
Ele gosta de rapazes.. meu mundo caiu, finalmente agora tudo faz sentido. Ele gosta de garotos. eu gosto dele mas ele está em cima do muro, não acredito que  isso aconteceu.
 


Notas Finais


Mereço comentários? <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...