História Lost my Way? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Bts, Jikook, Namjin, Vhope, Vkook, Yoonmin
Visualizações 5
Palavras 1.051
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus amores, tudo bem? Eu queria pedir mil desculpas, porque eu não atualizo minhas fanfics faz muito tempo.
Têm acontecido muitas coisas, e essa fic e Jikook Always. Eu estou reescrevendo, espero que gostem beijos.

Capítulo 1 - Recomeço


Fanfic / Fanfiction Lost my Way? - Capítulo 1 - Recomeço

Uma noite álgida e lúgubre, na qual havia perdido meu bem mais inestimável. Não havia qualquer coisa a se fazer.

Não havia como consertar, se eu tivesse escolhido outro caminho.

Depois disso tudo parecia tão fútil ao meus olhos, nada parecia ter a mesma importância que antes. Caminhava pelos arredores mais tétricos de Seul, em meio a aurora da madrugada.

Sentia geada a cair sobre mim, umidecendo meu rosto e corpo é eu sinceramente não me importava.

A madrugada pode parecer escura, mais depois que o sol nasce.

- Como eu sou burro! - disse após me assentar em um lugar coberto para me proteger da chuva.

*Como eu pude ter esquecido as chaves?*

Após alguns segundos me xingando mentalmente ouço meu celular vibrando, tinha certeza de quem era a ligação...porém não estava seguro se devia atender. Decidi atendê-lo já esperando um sermão por parte do mais velho, oque não aconteceu.

LIGAÇÃO ON

~ Jungkook, cadê você?

~ Oi Jimin, estou andando por aí.

~ Até agora? Vai pra sua casa...

~ Esqueci as chaves, não quero ir para lá.

~ Então vem pra cá.

~ Olha Jimin, eu sei que tá preocupado comigo. Mais não precisa não...

~ Jeon Jungkook, deixa de ser orgulhoso e vêm logo.

~ Não...você só se mete em encrenca por minha causa. Além do mais, eu já tenho dezoito anos. Posso me virar.

~ Mas...

Desligo o telefone antes que ele consiga falar mais alguma coisa, Jimin é muito especial para mim...não posso causar mais problemas a ele.

No final das contas tudo acabava como sempre! Jimin me ligava, não aceitava sua ajuda, e voltava pra aquele inferno mais conhecido por: "casa".

Não me entendam errado, eu não sou um adolescente revoltado e mimado.

Desde meus quinze anos sou agredido físicamente, pelo meu padrasto.

Não denunciei Seon Jung têm suas fontesa concerteza descobriria fácil, também nāo fugi por que não quero abandonar minha mãe aqui.

A porta de casa estava aberta! Entrei fazendo o mínimo de barulho possível, porém não adiantou nada. Após adentrar na sala dou de cara com Seon Jung sentado numa cadeira com olhar indiferente.

- Aonde estava Jeon Jungkook? - perguntou parecendo mais calmo que o normal, oque era muito estranho.

- Saí com meus amigos - invento uma desculpa qualquer.

- Seokjin, Yoongi, Nanjoom, Hoseok, Taehyung e Jimin?

- Sim - desvio o olhar do mesmo.

- Nāo gosto desses garotos, principalmente esse tal "Jimin"...

- Jimin hyung é meu melhor amigo...- digo alterado, como ele ousa falar assim dos meus amigos. Principalmente Jimin, que sempre esteve ao meu lado - Onde está minha mãe? - perguntou olhando em seus olhando deixando minha raiva visível.

- Lá em cima...- assim que ele termina a frase me viro até as escadas - Não me lembro de ter dito que você podia subir. - Me virei suspirando, não estava com paciência pra isso. Como minha māe aguenta ele todos os dias? Se não fosse por ela, talvez eu nem estivesse mais aqui.

- Posso ver minha mãe? - pergunto tentando ser o mais educado possível com esse filho da puta.

- Pode - subo as escadas correndo, e ouço o soluço dd minha mãe e me desespero.

- Mãe, onde está? - pergunto olhando envolta, a encontro na biblioteca toda machucada.

- Me desculpe por te deixar sozinha Omma, não devia ter demorado..sou um idiota - digo abaixando minha cabeça com vergonha.

- Você e muito inteligente filho, preste atenção: Quero que fique bem longe daqui, saia dessa casa e não volte nunca entendeu? - ela diz acariciando meu rosto.

- Não, não vou te deixar pra trás com esse monstro Omma. - digo desabando em lágrimas.

- Jeon, faça oque eu disse. E o melhor, vou dar um jeito nas coisas prometo. Mais para isso preciso que me promets que vai seguir com sua vida.

- Eu-eu...prometo - digo triste por ter que deixa-lá pra trás, a abraço. Se eu soubesse que seria a última vez que iria vê- la, teria agredecido por tudo que ela fez por mim.

Pra onde devo ir? Nanjoom e Jin hyung ficariam felizes em me receber, mas não contei pra eles oque acontece comigo. E eles comcerteza iriam perguntar, V e J-Hope hyung não têm condições de me aturar por tanto tempo e também não sabem de tudo. Suga hyung sustenta sua avó....então só sobra. Jimin hyung, odiava ter que envolvê-lo. Na última vez meu pai bateu nele, e uma cena não gostaria de fer nunca mais.

LIGAÇÃO ON

~ Alô?

~ ChimChim sou eu...

~ Kookie, como você está? Onde você está?

~ Calma, estou em casa. Estou bem.

~ Você me assustou, seu maknae malvado..

~ Desculpe Jiminie, eu queria saber...posso passar alguns dias na sua casa?

~ É claro, por que só resolveu aceitar agora? Aconteceu algo?

~ Te conto depois, obrigado hyung.

~ Sempre pode contar comigo.

LIGAÇÃO OFF

Deixo escapar um sorriso pelo que Jimin disse por último, minha mãe acaba sorrindo também.

- Quero um genro assim- minha mãe comenta me fazendo corar.

- Eu te amo omma - digo mudando de assunto.

- Eu também te amo, se cuide... viva sua vida e não olhe pra trás. - ela diz beijando minha testa, arrumo minhas roupas numa mochila.

Pulo uma das janelas do segundo andar, me machuco um pouco na queda mais  consigo correr.

Ando mais ou menos uns vinte e cinco minutos, logo chego no apartamento dele.

Mando uma menssagem avisando que já hsvia chegado, logo ele abre a porta.

- Kookie, oque aconteceu com você? Tá todo molhado e machucado!

- Longa história - digo me sentando em uma cadeira da sala.

- Oque pensa que tá fazendo? Vai tomar um banho, vai ficar doente assim - disse me empurrando pro banheiro, é me entregando uma toalha logo depois.

- Se estiver muito machucado posso até te dar banho - disse rindo e eu sinto meu rosto esquentar.

- Obrigado Omma, não preciso - digo tentando contornar com uma brincadeira, só eu que notei o duplo sentido disso? Entro no banheiro e tranco a porta logo em seguida.

- Eu vou cuidar de você todo dia, toda hora e todo momento. Porque eu te amo, Jungkook - Jimin diz baixo o suficiente para Jungkook não ouvir.

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado até o próximo capítulo beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...