História You Make Me Happy - Second Season - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Justin Bieber, Lily Collins
Exibições 120
Palavras 1.245
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Saga, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cheguei de novo, desculpe, está pequeno... Prometo de verdade que o próximo capítulo será maior. Sem mais delongas, boa leitura e leia as notas finais!

Capítulo 2 - Where are u?


Fanfic / Fanfiction You Make Me Happy - Second Season - Capítulo 2 - Where are u?

     Giovanna Parker POV

- Neels! - Gritei pela milésima vez - Abra isso aqui! -

E pela milésima vez não obtive resposta.

Eu não quero ficar aqui, não quero continuar presa dentro desse quarto sem sentir os pés no chão livremente.

Uma coisa era quando eu estava com Justin, eu o amo. Agora, Neels...

Honestamente? As coisas não estão nada boas e pelo que me parecem não vão melhorar.

Mas eu não posso me deixar levar, qual é!

Eu praticamente namoro Justin Bieber o maior mafioso da América, e além disso eu sou prima de Julious o segundo maior.

É óbvio que eu vou sair daqui, é óbvio que um dos dois vem até mim, eu sei, eu sinto.

Sentei-me no chão, eu estava completamente entedidada.

O que Neels quer, afinal? Nada do que ele diz faz sentido, excepcionalmente nada.

Ele é só um maníaco que não sabe o que fazer realmente.

Eu quero que ele me solte, que perceba a merda que está fazendo e me deixe ir.

Eu odeio Neels.

•••

- Olá, princesa. - Disse Neels entrando no quarto.

Senti meu corpo enrijecer.

Eu sentia apenas isso por Neels: Medo.

- Eu queria saber se você estaria disposta a sair daqui e ir ver o mar...? - Ele perguntou.

Eu posso tentar fugir, pedir por ajuda. Pelo menos eu teria uma chance.

- Giovanna. Giovana... - Ele começou a mudar de assunto - Eu sei o que você está pensando. -

- Sabe? - Perguntei irônica

- É, sei. Você pode tentar fugir daqui, você pode ir longe, mas sabe o que vai acontecer? - Ele exitou um pouco - Você vai voltar sozinha para mim. -

- Quem disse que irei voltar? - Perguntei dando de ombros.

- Eu. - Respondeu frio - Ninguém vai te ajudar, porque não tem mais ninguém aqui além da gente. -

Ok. Então se não tem ninguém aqui além de nós dois, não há porque eu ir até a maldita praia.

- Nós podemos ir? Logo vai escurecer e eu realmente não quero que... - Interrompi-o:

- Foda-se o que você quer... - Suspirei - Aliás, foda-se você! -

Neels ficou sem expressão, eu não sabia o que esperar, e eu não quero esperar.

- Como? - Perguntou ele.

- Eu já disse! - Respondi.

- O que você disse? - Perguntou ele.

- Você é além de trouxa, surdo? - Falei irônica.

Neels virou-se e saiu do quarto trancando-o.

Se eu fosse ficar no pequeno inferno de Neels, ele também iria conhecer o meu inferno.

Justin, mesmo sem saber, me ensinou.

Aquele mundinho maluco que é movido a raiva eu também tenho. EU TAMBÉM TENHO.

- Giovanna! - Gritou Neels de algum lugar fora do quarto.

Não respondi. Eu não preciso. Não o farei.

Neels não merece que eu o respeite, eu apenas cansei.

- Tudo bem... - Deixou a frase no ar - Quer que eu dê um sumiço na vovózinha? - Perguntou rindo.

Engraçado como ele apela. Eu não posso me deixar levar, Neels não fará nada.

Preciso me convencer disso.

- Faça o que quiser. - Sussurrei para mim tentando não surtar.

É que é tão difícil se desligar de certas coisas, e aí você perde tudo e o pouco que sobra vai sendo tirado aos poucos, realmente muito dolorido.

Neels está me maltrando, maltratando o que eu sinto e me matando aos poucos.

Talvez seja esse seu plano. Acabar com tudo o que sou e me refazer, me reinventar.

Mas, ele não vai conseguir. NEELS NÃO VAI CONSEGUIR.

Ele pode matar tudo dentro de mim, mas eu não serei uma bonequinha manipulada, eu não irei agir como ele quer.

EU NÃO QUERO MAIS SER ASSIM.

        Julious Parker POV

Só podia ser Neels, ele queria algo com Giovanna á todo custo.

No começo pensei que ele estava levando nosso plano apenas a sério, mas agora percebo, tem algo diferente por de trás disso.

Não posso provar ainda, mas é quase certeza que ele está jogando ou melhor, brincando comigo ou com Drew.

A questão é: O que ele quer com Giovanna?

É algum tipo de vingança? Ódio? Decepção?

Eu devia ter agredido mais aquele resto de aborto. Talvez até deveria tê-lo matado.

Eu precisava descobrir, precisava dar um jeito de descobrir se Giovanna está bem e precisava dar um jeito em Neels antes que fizesse algo.

Pego meu celular e disco o número de Drew.

         *Ligação On*

- Drew, aqui é Julious.

- Eu sei que é você... Giovanna está bem?

- Pensei que ela estivesse com você...

- Onde ela está?

- Eu não sei.

- Você está brincando comigo?

- Não. Não dessa vez...

           *Ligação Off*

Ele desligou na minha cara. Babaca.

E agora o que farei? Não sei onde está Giovanna, não tenho a ajuda de meus comparsas, não sei por onde começar.

Quase nada faz sentido quando se trata de Neels.

Eu preciso falar com Hailey, preciso falar com Drew e preciso encontrar Giovanna.

Se ela não está com Drew, só pode estar com Neels!

Ai, meu Deus! Ela está correndo perigo, ele não é bem certo.

Aquele mini psicopata... O que ele tramou para atrair Giovanna? O que ele está pensando em fazer?

Eu tenho que descobrir seu plano antes que se efetue, eu tenho que buscar Giovanna.

E quando digo buscar, ela precisa inescutívelmente estar viva.

É necessário eu me unir á Drew. 

Agora não é por mim, e sim por Giovanna.

E querendo ou não, Drew é o único que vai ajudar sem exitar.

         Justin Bieber POV

Estava sentado esperando por notícias de Giovanna, eu não tinha nenhuma pista de onde ela estava e não conseguia de jeito nenhum falar com Julious.

Eu não acredito em " É para ser assim " ou " Tem que ser assim. ".

Eu faço meu caminho, meu destino e quero poder ajudar Giovanna a fazer o dela.

Independentemente do que ela esteja pensando agora, eu quero ser o cara que vai fazê-la feliz, eu quero ser o cara que vai fazê-la suspirar, quero ser - literalmente - o homem de sua vida.

Quero que ela me conte seus problemas, suas inseguranças, seus problemas.

Preciso ouví-la reclamando de alguma coisa ou apenas ouvir sua respiração pesada e funda.

Meu celular vibrou, o peguei, era número desconhecido, atendi do mesmo jeito.

            *Ligação On*

- Drew, aqui é Julious.

- Eu sei que é você... Giovanna está bem?

- Pensei que ela estivesse com você...

- Onde ela está?

- Eu não sei.

- Você está brincando comigo?

- Não. Não dessa vez...

           *Ligação Off*

Desliguei na cara dele.

Realmente? Giovanna precisa de mim e eu dela.

Onde ela está? Onde se esconde? Por que está fazendo isso? Por que do nada está agindo como louca?

Giovanna não entende nada. Nem eu. E somos perfeitos por não sermos perfeitos.

Eu a vejo perfeita, mesmo sabendo que seu maior defeito é ser uma boba ambulante.

E eu... Eu sou um monstro, mas, mudei ou estou mudando, é notável.

Quero minha garota de volta.

•••

- Você tem visita, senhor. - Disse Edward.

- Mande entrar. - Falei tirando meus pés de cima da mesa.

Quando a porta abriu novamente, me assustei. Eu realmente não esperava por isso.

- Drew. - Julious disse se sentando a minha frente.

- Diga logo e saia. - Falei dando de ombros.

- Eu tenho uma proposta. - Falou me encarando.

- Não estou interessado. - Dei de ombros novamente.

- É importante! - Quase gritou.

- Já respondi. - Falei me girando na cadeira.

- E se for sobre Giovanna? -

Parei de me girar na cadeira e o avaliei. Ele não estava brincando.

- Drew... - A porta abriu e Hailey entrou - Desculpe, volto outra hora. - Avisou virando-se assim que viu Julious.

- Não. - Bradei - Fique. -

Ela voltou e sentou-se na poltrona no canto da sala.

- Pois bem, continue. - Ordenei.

Para ele vir aqui, deveria ser importante mesmo. Muito importante.

Julious pigarreou e disse tentando manter a calma, era visível o medo em seus olhos:

- Neels está com Giovanna. -

        ...Continua...


Notas Finais


Juro que será maior o próximo capítulo!
Comentem, babies! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...