História You make me strong ~TaeGi~ - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Namjin, Suga, Taegi, Taehyung
Exibições 148
Palavras 2.068
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Kodomo, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


PUTA QUE PARIU 100 FAVORITOS EU NEM CONSIGO ACREDITAR ❤
MANO EU SÓ TENHO QUE AGRADECER VCS POR TODO APOIO SÉRIO CARAMBA

Capítulo 21 - 21. Just One Day


Fanfic / Fanfiction You make me strong ~TaeGi~ - Capítulo 21 - 21. Just One Day

~ Sonho ON ~

E estava eu, Kim Taehyung no dia do meu casamento, me encarando uma última vez no espelho antes de sair da casa da minha Omma e entrar na limosine com a mesma.

Um breve filme de tudo que eu vivi nos últimos anos com Yoongi me passou na cabeça, nosso primeiro beijo, quando nós começamos a namorar, nossa primeira noite de amor juntos, nossa primeira viagem, tudo isso vinha na minha mente me fazendo sentir vontade de chorar.

- Não quero que você fique com a cara inchada no seu casamento - Jimin disse me dando um tapa me fazendo rir

- Ele tem razão, filho - Ela ri.

Alguns padrinhos já estavam na igreja, mas Jungkook, Jimin e Jin estavam comigo na limosine junto com a Omma. O dia tinha tudo pra ser perfeito.

Eu e Yoongi optamos por casar em um sítio, ele não curtia muito clichês e eu sempre quis casar em um lugar parecido com um jardim.

Ao chegar no local, os padrinhos se alinharam em uma fila no jardim, enquanto eu fui empurrado pra dentro da casa pra esperar tudo ficar em ordem. 

Eu estava nervoso, os padrinhos já tinham entrado, logo seria minha vez, e assim aconteceu.

A música começou anunciando a minha entrada, todos os convidados se levantaram de suas cadeiras virando ao meu encontro. Os padrinhos se emocionavam, e ali, em cima do altar, em meio a linda decoração com rosas brancas e salmão, estava ele.

Yoongi estava incrivelmente lindo, seu aspecto era o melhor possivel, a felicidade no seu rosto era nítida, e assim como na primeira vez que nos beijamos eu senti meu coração acelerar.

* Settle down with me

Cover me up 

Cuddle me in Lie down with me 

And hold me in your arms *

Ao ouvir aquela música, um sorriso sincero surgiu nos meus lábios. Ed Sheeran sempre foi parte da trilha sonora da nossa vida, protagonista de milhares de apresentações nossas no Clube da música.

*And your heart's against my chest 

Your lips pressed in my neck 

I'm falling for your eyes 

But they don't know me yet 

And with a feeling I'll forget 

I'm in love now*

A cada sorriso, mordiscada na boca de nervoso e desviada de olhar, eu sentia que meu coração ia saltar pra fora do peito, e mais lembranças vinham em minha mente, me causando uma sensação que nem eu mesmo sei explicar.

*Kiss me like you wanna be loved 

You wanna be loved 

You wanna be loved 

This feels like falling in love 

Falling in love 

We're falling in love*

Nesse verso da canção, me lembrei de um dos nossos primeiros beijos, dentro da sala de música, aquele lugar que foi responsável por nos unir.

*Settle down with me 

And I'll be your safety 

You'll be my lady I was made to keep your body warm 

But I'm cold as the wind blows so hold me in your arms*

A Omma apertou forte na minha mão nessa hora, olhei pra ela e vi que as lágrimas rolavam livremente em seu rosto, junto com um sorriso lindo e iluminado, e nessa hora eu não me contive, e comecei a chorar. Estar indo ao altar, ao lado da mulher que sempre esteve comigo me apoiando, é a coisa mais incrível do mundo. Eu amo tanto essa mulher, que porra, seria capaz de qualquer coisa por ela.

Yoongi também chorava, e a medida que eu e a Omma andávamos bem vagarosamente sob o grande tapete, eu reparava em tudo na minha volta.

Jungkook segurava a mão do Jimin, que sorria como uma criança dócil. Já Jin chorava como se fosse uma criança birrenta, enquanto Namjoon tentava acalma-lo, confesso que ri da cena. Hoseok estava acompanhado do JongSoo, estava feliz e animado como sempre. Cada um daqueles garotos me trazia uma lembrança, e aquilo me matava de tanta alegria por dentro.

*Kiss me like you wanna be loved 

You wanna be loved 

You wanna be loved 

This feels like falling in love 

Falling in love We're falling in love*

A música acabou assim que eu subi no altar em perfeita sincronia, assim como ensaiado. Meus olhos se encontraram com o do meu noivo, e ele estava tão lindo que me fazia ter mais vontade de chorar, ele então estendeu as mãos e pegou as mesmas, enquanto o pastor começou a falar o grande discurso, e eu só conseguia prestar atenção no sorriso bobo dele.

Eu estava ali, naquele momento em que todos convidados sentem vontade de pular e ir direto pra festa, e aquele pareceu ser o momento mais rápido da minha vida, tanto que quando eu me dei conta já estávamos no final da cerimônia.

- Min Yoongi, você aceita Kim Taehyung como seu legítimo esposo? - Aquela pergunta decisiva que o padre sempre faz

- Eu aceito! - Disse sentindo que me emocionaria.

- Kim Taehyung, você aceita Seung Kwan como seu legítimo esposo?

Espera... Seung Kwan? O que ele estava fazendo ali no altar no lugar do meu noivo? 

Eu apenas fiquei desesperado e comecei a olhar em volta. Não era a família do Yoongi que estava nos bancos, e sim a de Kwan. Hoseok e Namjoon não estavam lá. Jungkook é Jin me olhavam com uma expressão terrível, e ali, ao lado do altar Yoongi estava sentado no chão aos prantos, com Jimin sentado ao seu lado balançando a cabeça negativamente.

- Seu monstro... Eu pedi pra que você cuidasse dele, você me prometeu que não o deixaria.

Então eu saí correndo daquele lugar, sem direção, deixando Kwan no altar. Como aquilo era possível? Eu tinha certeza que era com Yoongi que eu estava casando mais cedo, como era possível aquilo estar acontecendo?

Eu estava a um bom tempo correndo, e quando me dei conta estava em um corredor branco, e aquele lugar eu conhecia muito bem. Até que senti uma mão tocar meu ombro.

- Taehyung, ele acordou. - Era Chul, e pro meu espanto eu já conhecia aquela conversa - Mas não se espante, ele pode ficar com algumas sequelas.

Então eu comecei a me sentir realmente mal, minha respiração falhava e eu sentia que estava soando frio, até qua uma voz desesperada me chamou.

~ Sonho OF ~

- Taehyung! Acorda! - Era Yoongi que me balançava forte.

Minha respiração tava acelerada e eu estava eufórico, aquele tinha sido um dos piores sonhos da minha vida.

- Foi só um sonho, fica calmo. - Ele disse me aconchegando nos seus braços, me passando toda tranquilidade do mundo de volta pra mim. E naquele momento, eu me senti melhor do que nunca.

Acordei com o barulho do despertador é um Yoongi completamente elétrico e agitado do meu lado. 

Ele nunca acordava disposto, mas hoje era o primeiro jogo do grande campeonato, ele estava muito ancioso pra saber se passaria pra próxima fase, já que sua bolsa pra faculdade dependia do mesmo.

Ele beijou a ponta do meu nariz e levantou como um raio e entrou no banheiro, enquanto eu fui até a cozinha preparar um café da manhã já que Jin não estava lá ainda.

Jimin tinha dormido no apartamento naquele dia, ele Jungkook pareciam noivo e noiva, mantinham uma conexão de casal incrível. Confesso que eu tenho vontade de namorar Yoongi, apesar da gente estar dando passos lentos, eu já até tinha sonhos com o grande dia.

Nós quatro tomamos o café e fomos pra escola de carro, assim como todos os dias.

Chegando lá, nós entramos e fomos direto pra quadra, não passei pelo meu armário, sem dar atenção ao meu admirador naquele dia.

Chegando lá nós encontramos Namjoon e Jin, que pareciam nervosos e agitados. 

Estava tudo certo, os meninos iam entrar na quadra naquele momento.

- Boa sorte, Yonnie Hyung - Sussurei no ouvido dele vendo um sorriso bobo despertar no seu rosto.

Então eles correram pra quadra e logo o jogo iniciou.

O time adversário era muito bom, eu apesar de ser uma grande negação em basquete via que os meninos eram bloqueados com frequência nas tentativas de fazer cesta.

Um dos melhores jogadores da equipe do Yoongi era Mark, impecável nas cestas e um ótimo driblador, o mesmo estava sendo friamente por um adversário do outro time, que de todo jeito tentava tira-lo de campo.

Ele o empurrou uma vez, fazendo ele cambalear até quase cair no chão, levando assim uma falta.

O time do Yoongi permanecia campeão, por pouquíssimos pontos e o outro time passava, o que fez os meninos ficarem pouco preocupados.

O jogo prosseguiu sem mais empurrões, até chegar no segundo tempo. Os meninos correram de volta pra quadra. O jogo voltou e de cara o mesmo menino que empurrou Mark dá primeira vez, descaradamente deu uma espécie de rasteira, fazendo Mark cair no chão e torcer violentamente o tornozelo.

O juíz expulsou o adversário do campo, porém Mark estava impossibilitado de jogar.

- Eu escolho o Foguete pra entrar no lugar dele! - Namjoon na sua pose de capitão falou

-  O QUE? VOCÊ TA BRINCANDO? - Yoongi se irritou.

Foguete não era de todo mal no basquete, porém era o típico jogador reserva que sempre fica nos bancos, o menos relevante no time, e por qual razão Namjoon escolheu ele? Ninguém sabe!

O jogo prosseguiu, agora com um Yoongi furioso por ter que dar muito mais de si, já que perderá um grande jogador na equipe.

O jogo continuou com o time do Yoongi na frente, os meninos estavam jogando muito bem, porém no último minuto, o time adversário conseguiu ultrapassar os meninos na pontuação.

Faltavam apenas dezessete segundos pro final do jogo, a bola estava nas mãos do Namjoon, mas o mesmo não conseguiria acertar a cesta dá onde estava. Ele olhou ao redor dá quadra e lá estava foguete parado, em uma posição perfeita para o que Namjoon queria fazer. A bola foi arremessada, e assim como em um filme, ela caiu em câmera lenta nas mãos do Foguete. Os jogadores da equipe ficaram estáticos, olhando a derrota vindo aos poucos. Quando a bola finalmente acertou as mãos do Foguete, ele a encarou, hesitando por alguns instantes com medo de errar a cesta, porém não aconteceu. Ele arremessou a bola com perfeição, fazendo uma cesta incrível de três pontos.

- FIM DE JOGO, OS BULLETPROOF BOYS CONSEGUIRAM VIRAR NO ÚLTIMO SEGUNDO DE JOGO GRAÇAS AO FOGUETE! O PLACAR É DE 109 X 108. POR UM PONTO!

A arquibancada inteira fazia uma festa junto com o time dos meninos. Eu, Jin, Jimin, Jungkook, Jhope e JongSoo adentramos a quadra correndo. 

Yoongi veio correndo ao meu encontro me pegando no colo e me beijando na frente de todo mundo. Por um instante meu coração parou, ele estava mostrando ali pra todos que estava comigo.

Porém, a antenção foi completamente desviada de nós dois uma vez que encontrava Namjoon ajoelhado em frente ao Jin com uma caixinha de alianças na mão.

- Kim Seokjin, eu não sou bom com as palavras, mas sou bom com os sentimentos. Você aceita namorar comigo? - Ele perguntou com um semblante tanto quanto fofo.

- E-eu aceito, é claro! - Jin disse já se emocionando.

Os dois então se beijaram ali, no meio de toda a festa da quadra que parou pra aplaudir a cena. Assim, mais uma vez como nos filmes americanos.

O dia estava sendo perfeito, nós tínhamos mais um casal no grupo, os meninos tinham passado pra próxima etapa do campeonato, e tudo parecia dar certo. Nós fomos até um restaurante Tailandês onde comemos e nos divertimos muito, como adolescentes de 15 anos saindo pela primeira vez juntos.

Depois da nossa comemoração, nós voltamos pra casa com Jin, já que no dia seguinte a rotina voltaria, e nós precisaríamos arrumar tudo nos seus conformes.

Nós chegamos em casa e cada um foi fazer o que julgava importante.

Jin foi resolver alguns problemas do seu trabalho, Jungkook foi jogar vídeo game e eu fui acompanha-lo.

Nós passamos a tarde jogando juntos, até que o interfone toca, provavelmente indicando a chegada do Jimin, que vinha me ajudar com umas tarefas da escola, levantei e fui atender.

- Senhor Taehyung? Tem um moço aqui na portaria, o nome dele é...

- Vem logo Hyung! - Jungkook gritou impossibilitando eu ouvir o nome de quem quer que estivesse na portaria.

- Pode mandar subir - Disse ao porteiro, achando que quem viria até a porta seria Jimin.

Alguns minutos se passaram, e eu ouvi batidas na porta do apartamento, me levantei e fui até a mesma abrir.

Quando empurrei a porta, encarei o homem que estava do outro lado. Meu coração gelou no mesmo instante, me fazendo esquecer de qualquer instinto que não fosse travar, senti minhas mãos começarem a soar.

- P-pai? - Perguntei gaguejando sem esconder meu nervosismo.






Notas Finais


CHEGUEI AÍ GALERA DO AVIÃO, DEMOREI PRA POSTAR PQ TORCI O TORNOZELO E TIVE QUE IR NO HOSPITAL BOTAR GESSO E OS KRL A 4


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...