História You need to survive ;; TaeGi - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Suga, Taegi, Taehyung, Vsuga, Yoongi
Visualizações 22
Palavras 978
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


voltei jesus amém

Capítulo 3 - Protection ;;


Fanfic / Fanfiction You need to survive ;; TaeGi - Capítulo 3 - Protection ;;

Os dois dormiam tão tranquilamente, Taehyung estava abraçando a cintura de Yoongi, isso lembrava de quando ele ainda dormia com sua mãe, sentia-se seguro ao abraçar seu corpo, assim como abraçara seu amigo agora.

Yoongi abriu lentamente os olhos, eram 05:00 da matina ainda, o sol nem havia nascido por inteiro. O mais velho levantou-se e sacudiu Taehyung para que o mesmo levantasse, o mais novo coçou os olhos e indagou para acordar, já que era tão cedo ainda.

ㅡ Eu preciso te levar para um lugar, por favor acorde e coloque uma roupa.

O pequeno Yoongi praticamente sussurrou suas falas para o mais novo, que logo levantou e espreguiçou enquanto andava até seu banheiro, levou uma toalha consigo e tomou um banho rápido, já que a água era fria e isso o deixava irritado, não sei qual o motivo de ele se irritar com água fria, então nem pergunte. Voltou para seu quarto com a toalha enrolada em sua cintura, pegou uma camiseta preta, calça jeans azul claro, rasgada nos joelhos e um tênis preto, nada que chamasse muita atenção. Vestiu-se e voltou para a sala, encontrando Yoongi sentado no sofá esperando por ele.

ㅡ Pronto? Vamos.

O mais velho olhou para Taehyung deslumbrado, como alguém poderia ficar tão bonito com coisa tão simples? E ainda por cima doente. Abriu a porta e esperou que o mais novo saísse, logo fechando a porta atrás de si, desceram no pelo elevador, Taehyung ainda não estava bem o bastante para descer escadas, apesar de já apresentar uma melhora naquele dia.

Saíram do prédio às 05:30, andando para uma direção que apenas o mais velho sabia aonde daria. Os dois andavam um ao lado do outro, na mesma velocidade dos passos.

ㅡ Para onde estamos indo?

Questionou o curioso Kim Taehyung, enquanto andava junto a Yoongi, sentindo o vento gélido e úmido contra sua face.

ㅡ Verá quando nós chegarmos, não falta muito.

Disse Min Yoongi, virando a próxima esquina, avistando um parque, onde havia uma ponte que dava na frente de um lago, rente ao horizonte. Os dois andaram até a ponte, sentando-se na ponta da mesma, observando o nascer do sol.

ㅡ É aqui.

O sol nascia lentamente, e os dois observavam cada momento, Taehyung e Yoongi estavam assistindo uma das coisas mais bonitas que a natureza poderia oferecer, e os dois particularmente, preferiam o nascer do sol ao pôr do mesmo, era mais emocionante e até mais bonito assistir ele nascer e brilhar do que se pôr e apagar-se, deixando a escuridão tomar conta do mundo.

De repente as mãos de Taehyung procuravam pelas de Yoongi, assim encaixando-se perfeitamente, as mãos do mais novo eram um pouco maiores do que as do mais velho, ao se encontrarem, era como se Kim estivesse protegendo as mãos de seu hyung do frio ou de algo mais, as mãos de Yoongi eram tão macias e bonitinhas que o maior poderia segurá-las para sempre. Entrelaçados os dedos, eles trocavam energias enquanto o sol saía por inteiro, iluminando tudo mais uma vez.

ㅡ Obrigado, hyung. Eu estava precisando disso.

Taehyung acariciava as costas da mão de Yoongi, que eram tão preciosas quanto o próprio dono que as possuía. Se ali fosse o fim do mais novo, seria o fim mais feliz e agradável do mundo, o mais novo agradeceu mais uma vez, por ter o precioso e inigualável Yoongi perto de si.

ㅡ Taehyung? Seu nariz, seu nariz tá sangrando.

O mais velho soltou sua mão da do mais novo e passou levemente o dedo indicador embaixo do nariz de Taehyung, com o cenho franzido por estranhar o nariz de seu amigo sangrar tão repentinamente. Kim levantou-se cuidadosamente, enquanto passava as costas de sua mão em seu nariz, afim de limpar o sangue que por sinal, não iria parar de sair por tão cedo.

ㅡ Vem, Taehyung. Vamos voltar para sua casa, rápido!

Yoongi segurou Taehyung pelo braço, enquanto ele ainda passava a mão pelo nariz. Andaram até chegar novamente ao apartamento do mais novo, que foi rapidamente até o banheiro, lavando o sangue das mãos e do rosto, assim voltando até a sala, onde estava Min Yoongi, novamente.

ㅡ Tá melhor? Precisa ir para o hospital?

Yoongi levantou-se, acompanhando com os olhos o garoto sentar no sofá. Taehyung não entendia, agora ele tinha certeza de que não sabia o que tinha, apenas achava que sabia, e odiava-se muito por deixar seu precioso Min tão preocupado, não se achava merecedor de tudo aquilo, mas também não queria perder, então cuidava o máximo que podia. Ele amava tanto o pequeno Yoongi, que mesmo que lhe custasse a vida, não sairia de perto dele. Só se a morte o levasse, apenas se a morte o levasse.

ㅡ Eu não preciso ir pro hospital, preciso de você aqui. Por favor, não me deixe sozinho, hyung.

Yoon sentou-se novamente ao lado do mais novo, abraçando o mesmo e encostando sua cabeça em seu ombro, acariciando seus fios castanhos como sempre fazia.

ㅡ Eu não vou te deixar sozinho, Tae. Estou aqui, com você.

Sussurrou Yoongi, perguntando-se o que havia de errado com Taehyung, e onde estava o agitado e escandaloso amigo, e porquê ele estava tão quieto e fraco. Eram tantos porquês que Min sentia sua cabeça doer, então parou de se perguntar por um momento, concentrando sua atenção apenas em Taehyung, que agora estava em seus braços, cansado e carente. Yoongi iria proteger Taehyung, até onde pudesse, com todas as suas forças, iria proteger ele de tudo.

Kim Taehyung pensava em uma maneira de proteger Min Yoongi daquela preocupação, culpava-se tanto por tudo aquilo, e tudo que desejava era sumir, sumir pra sempre. Desejou à todo o universo que aquilo acabasse logo, ignorante Kim Taehyung, não sabia a força que seus desejos tinham, e nem de como aquilo acabaria. O universo é justo, mas a verdade dói, dói como uma facada ou como a morte.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...