História You Only Cause Me Problem - (Imagine Baekhyun) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Exibições 141
Palavras 1.021
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIE, Gente é minha primeira fanfic, e eu espero que vocês gostem, kissus <3

Capítulo 1 - To Begin


- ____ POV -

Eu havia acabado de me mudar, já eram 21:34 eu havia terminado tudo agora. Queria ter alguém pra me ajudar, admito... Estava tão cansada, e sabia que seria assim na maioria dos dias.

Estava animada para conhecer meus vizinhos, mas já estava tarde, resolvi deixar para amanhã, que é a reunião de condomínio.

[...]

Fiquei assistindo TV, depois tomei banho para me deitar, coloquei meu pijama de girafa e agora me encontrava debaixo do edredom, eu gostei do meu novo apartamento, era grande e espaçoso... 

Com o tempo o sono foi chegando e eu adormeci...

---

06:45 AM

Eu acordei num pulo da cama, a reunião de condomínio era as 07:00 eu fui tomar um banho rápido, escovei os dentes, troquei de roupa(todas as roupas ficaram a seu gosto) e desci, eram 06:55.

[...]

A síndica falou sobre algumas melhoras no prédio, e a reunião acabou, como hoje era sábado, eu não iria ter aula. no final, quando todos já haviam saído, a síndica chamou eu e um garoto lá que eu não escutei muito bem o nome.

"Baekhyun, mostre o condomínio para ela." Disse a mais velha autoritária e ele assim obedeceu, acenando com a cabeça para que eu fosse junto com ele e assim eu fiz.

[...]

O último lugar que fomos foi a quadra, e ele ficou sentado na arquibancada e... Eu pude perceber durante esse "tour" que ele era bem bonito, e também muito GROSSO.

---

Já era domingo, tudo havia se passado tão rápido, mas eu não conseguia esquecer o rosto de Baekhyun, ele era tão lindo e... Ah, não sei explicar, ele mexeu comigo... Eu já não prestava atenção em mais nada, não estava sentindo fome nem sede, eu não podia estar gostando dele, eu só sabia seu nome, e sua idade, não é possível...

---

Já era quarta-feira, e o resto da semana não iria ter aula, mas isso não me importava, eu precisava ver ele de novo e resolvi que iria até seu apartamento.

Desci as escadas rapidamente, procurando o apartamento de número 405, quando achei, toquei a campainha com os dedos trêmulos, estava com medo, sabia que iria levar um fora, mas o que eu realmente queria era: Vê-lo de novo, apenas isso... Sei que estava errada, isso já estava virando uma obsessão, eu nem sabia se ele tinha namorada, e realmente, se ele tivesse, eu acho que teria uma depressão, Ah não ____, o que você está pensando da sua vida ? Você nem o conhece... Depois disso Baekhyun abriu a porta com força, me tirando desses pensamentos.

Eu não conseguia fazer nada, além de encará-lo, eu não falava nada e ele também não, ficamos nisso por uns 2 minutos, até ele se pronunciar... :

"Oi, o que você quer ?!" Eu gelei, eu não tinha motivos para ter vindo até aqui, eu não sabia o que fazer nem o que falar...

"Bem, é... Eu não tinha aula hoje e... Eu queria saber se você tava bem." MEU DEUS O QUE É ISSO ____ ? ESSA FOI A PIOR DESCULPA DO MUNDO, Pior que é a verdade...

"Sim, eu estou muito bem, obrigado pela sua preocupação, mas agora eu estou ocupado demais para suas besteiras." Ele disse isso fechando a porta, eu fiquei um pouco triste quando ele fechou mas... Pelo menos eu consegui o que eu queria, que era vê-lo de novo.

---

O fim do ano havia chegado, junto com ele, meu boletim, eu estava nervosa para abrir aquele papel, então fechei os olhos e abri rapidamente, e quando vi... Eu havia passado eu não me conseguia me conter de tanta felicidade eu gritava e gritava de alegria, até perceber que pessoas moravam em cima e em baixo de mim, e comecei a rir de mim mesma, eu parecia uma criança com down, como eu não tinha amigos, eu resolvi dar uma volta no parque que era perto aqui de casa.

[...]

Eu comprei sorvete e fiquei sentada no banco, olhando as crianças brincarem, até que eu vi uma mulher, ela estava com alguma dificuldades para andar, fui até a mesma e ajudei ela a andar, ela parecia nervosa perguntei se queria ir para um lugar mais calmo, ela assentiu então levei ela para uma cafeteria perto dali.

"Moça, tá tudo bem com você ?" Eu falei um pouco preocupada com a situação da mais velha a minha frente.

"Eu estou sim, não se preocupe, eu só fui visitar o meu filho, mas acho que ele me odeia agora..."

"Nossa... Qual o nome do seu filho ? Você quer desabafar comigo ?" Eu disse surpreendida me perguntando "Como um filho odeia a própria mãe ?"

"Sim, eu preciso me abrir com alguém, e você me passou confiança, bem o nome dele é Baekhyun... " BAEKHYUN ? BYUN BAEKHYUN ? Minha boca estava em um verdadeiro "O" gigante.

"S-Sério ? B-Byun Baekhyun ?" Eu estava CHOCADA

"Como você sabe o nome dele ? Vocês se conhecem ?" Ela disse enquanto abria um sorriso largo no rosto.

"Bem... Nós moramos no mesmo prédio..." Eu disse meio tímida.

"Ele é grosso com você ?" Ela disse desmanchando o sorriso e ficando mais séria.

"..." Eu apenas fiz que sim com a cabeça e... Ela começou a me abraçar, eu fiquei sem entender mas retribui seu abraço.

---

A mãe de Baekhyun iria dormir na casa do filho hoje, e voltou pra casa comigo, enquanto ela entrava na casa de Baekhyun, passou pela minha cabeça chamar Baekhyun para sair, mas desisti...

Eu só continuei subindo as escadas, quando cheguei, abri meu apartamento, fui despindo e entrando no chuveiro, quando sai coloquei uma roupa qualquer e fiquei no sofá assistindo TV... Quando aquela ideia me vem a cabeça de novo... Troquei de roupa e desci as escadas indo até o apartamento 405 novamente, bati na porta e esperei, e a mãe de Baekhyun veio me atender...

"Olá senhora, posso falar com seu filho ?" Ela assentiu e foi chamar o mesmo.

Baekhyun ficou na porta com um olhar de "O que foi ?" Então eu perguntei calmamente:

"Vamos sair ?"

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...