História You Only Live Once - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yuri!!! on Ice
Personagens Christophe Giacometti, Hiroko Katsuki, Jean-Jacques Leroy, Ji Guang-Hong, Kenjiro Minami, Lee Seung Gil, Leo de la Iglesia, Michele Crispino, Minako, Phichit Chulanont, Toshiya Katsuki, Victor Nikiforov, Yuko Nishigōri, Yuri Katsuki, Yuri Plisetsky
Tags Anime, Drama, Romance, Shounen, Yaoi, Yuri!! On Ice
Exibições 257
Palavras 661
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi Oi, eu to aqui sem dormir porque to cheia de ideia pra história e sabem como é né...
Bom lá vamos nós, esqueci de desejar boa leitura no capítulo anterior então sintam como se eu tivesse desejado kkk :)

Capítulo 2 - Me whithout you


Fanfic / Fanfiction You Only Live Once - Capítulo 2 - Me whithout you

Yurio POV 

Todos me perguntam como, onde e quando conheci o Viktor, em várias entrevistas joguei o microfone no chão quando me perguntaram. Sempre sou rude, é meu jeito de agir, assim as pessoas não invadem minha privacidade nem meu espaço. 

Ontem mesmo fiquei sabendo que Viktor não está nem um pouco afim de voltar para Rússia então resolvi utilizar a psicologia reversa. Postei uma foto minha com uma legenda que quando Viktor vê vai se sentir traído e aí é só eu tirar foto com um bonitão qualquer e vai parecer que ele foi trocado. 

Me pego rindo sozinho ao pensar em tal plano, mas no fundo me sinto idiota por querer provocar ciúmes... Que? Não, não é isso... Eu apenas quero que ele sinta na pele, quero trocá-lo por um Viktor 300 vezes melhor só assim ele poderá entender o que estou sentindo. O problema é que não existe ninguém melhor que ele, apesar de que o odeio por ser daquele jeito, ele faz as pessoas se apegarem a ele fácil demais com sua doçura, atenção e com aqueles olhos incrivelmente lindos... E o que eu estou falando? Que droga eu estou falando? Estou simplesmente parecendo uma dessas garotinhas apaixonadas e eca!

_Yuri! Faz tempo que você está amassando essa garrafa peti e sorrindo com os olhos estreitos. Está planejando alguma coisa? -perguntou Mila.

_Nada que seja da sua conta. - disse jogando a franja e levantando.

_Seu celular estava vibrando feito um louco... -gritou ela enquanto eu saia da sala.

Fui até o vestiário lá estava meu celular no bolso da minha mochila com mais de 30 chamadas e 49 mensagens da Yuuko, ela é legal, mas as vezes enche o saco demais.

_O que queria? -disse atendendo a ligação dela que quase fez o celular cair de minhas mãos.

_É... Eu... É que eu.... Estou com....

_Falo logo, nossa como odeio pessoas que enrolam. -disse bufando.

_Esquece Yuri, deixa...

_NÃO! -berrei. _Isso me irrita muito, você vai falar agora mesmo o que quer.

_Calma... Eu só... Estou com saudades de você.

_Ah é isso. -disse revirando os olhos e com tom de desânimo.

_Desculpa te incomodar com isso. -disse ela com voz de choro. 

Me senti culpado, mas no fundo não estava ligando porque ela é uma boa amiga não quero que seja nada além disso. 

_Yuuko? 

_Sim... -ela estava fungando, chorava baixinho pra que eu não ouvisse.

_Posso providenciar uma passagem pra você e...

_SÉRIO? -exclamou ela.

_Sim, não me interrompa. Tenho uma condição.

_Qual? 

_Vai ter que convencer o Viktor a viajar com você.

_Como farei isso? 

Pensei em gritar pra ela se virar, mas respirei fundo e tentei ser o mais carinhoso possível para convencê-la e motivá-la.

_Eu acredito que você tem potencial para isso minha... princesa. -não acredito que aquela palavra havia saído da minha boca.

_Yuri!! -exclamou ela em tom agudo de felicidade. 

Isso! Nem preciso mais do outro plano se esse ser certo... AHAHAHAHAHA 

***

_Então Yuri conte-nos como é trabalhar com o Viktor? 

_É ótimo. 

_Bom, ficamos sabendo que vocês fizeram uma promessa...

_O mundo inteiro sabe disso. 

_O que levou vocês a fazerem isso? 

_Acho que o nosso companherismo. 

_E como se conheceram?

_...

_Pode falar...

_Não é algo que eu queira responder.

_Por que não? O que há de errado? Deve ter sido maravilhoso.

_Eu nunca falo sobre isso tá. Desliga a câmera. 

_Calma, nós sabemos da tragédia. Achamos que conhecer o Viktor tenha sido algo bom.

_E foi. -os olhos dele estavam cheios de lágrima, ele estava prestes a chorar rios.

_Vamos parar a entrevista por aqui pessoal. Obrigada Yuri, isso foi um avanço. 

 Ele estava lá pra me confortar e me deixar forte toda vez que acontecia, mas dessa vez ele já tinha viajado para o Japão e eu me sentia mais frágil e indefeso com a pressão do Grand Prix chegando, quando soube do outro Yuuri enloqueci e quis retalha-lo com os meus próprios dentes, porém percebi o quão Viktor estava amarrado a ele e nem que eu ganhasse o troféu de melhor Yuri do mundo Viktor iria me enxergar como eu quero.


Notas Finais


E ai, nem revisei e postei gostaram? Eu sim, estou tentando desenvolver o drama kkj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...