História You Rock My World - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Michael Jackson, Naomi Campbell
Personagens Michael Jackson, Naomi Campbell, Personagens Originais
Tags Adultério, Amor, Bissexualidade, Cassino, Comedia, Dinheiro, Guangues, Las Vegas, Michael Jackson, Naomi Campbell, New York, Nova Iorque, Nova York, Prostituição, Romance, Sadomasoquismo, San Francisco, São Francisco, Sexo, Tragedia
Exibições 106
Palavras 2.395
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


*PELO AMOR QUE VCS TEM AO MICHAEL, LEIAM ISSO*

Bem amorzinhos do meu corazon, eu vou começar a escrever uma nova fic (Eu não vou parar de escrever essa, okay?)Minha nova fic se chama Dangerous Woman, q é a Ariana Grande e o Mike.
Mas no momento meu foco é esta fanfic, então irei tentar postar um capitulo na Dangerous Woman, a cada 2 capitulos aqui (depende...)
Então deem uma conferida lá na fic e já favorite.
A capa q eu coloquei é a capa da minha mais nova fanfic. Entao comente este capitulo, pois eu nunca disse isso mas os comentarios realmente sao importantes.
E se vc ver na capa da fic Dangerous Woman, eu fiz uma ligação das duas musicas que me inspirarão a fazer isso. Então o titulo é Dangerous Woman, e a legenda que fica embaixo é um trecho de Dangerous, do Michael

Capítulo 20 - Um Convite Surpresa


Fanfic / Fanfiction You Rock My World - Capítulo 20 - Um Convite Surpresa

Acordei com os sorrateiros raios de sol, que invadiam o quarto, olhei no relógio, e ele marcava dez e quinze. Estava aninhada no peito de Michael, e ele dormia segurando minha cintura com pocessão. As coisas acontecem tão rápido comigo e Michael, estávamos brigando, mas acabamos tranzando! Ele também não entrou no meu quarto para nada, desde o primeiro dia que nos vimos eu estou brigando com ele, e no final sempre nos beijamos. Tenho que adimitir, não resisto a beleza de Michael e me entrego. E agora, vai ser bem mais difícil resistir algo, já que descobri o quão bom de cama ele é.
- Bom dia meu anjo.- Mike despertou, me tirando de meus devaneios. Quando iria responde-lo, ele me interrompe, me beijando, e apertando minha cintura.- Me desculpa por não fazer o mesmo que nos filmes.- Desgrudamos nossas bocas, e ele disse sorrindo.
- Ah, como assim ? Eu não entendi.- Ri também, mesmo não entendendo o seu lado.
- Eu não trouxe uma bandeja de café da manhã na cama pra você...- Michael arqueou a sombrancelha, e sorriu divertido.
- Você sabe que não precisa dessas coisas.- Me sentei na cama, trazendo o cobertor junto a mim, para tampar o meu corpo pelado.
- Mas está com fome?
- Sim, estou. Ontem voltamos do cassino e não comemos nada.- ele me olhou de uma maneira estranha e divertida, como se dissesse "você não comeu nada ontem".- Se você está pensando no que eu estou pensando, acho melhor você parar com isso, antes que eu arranque suas bolas com a unha.- O ameaçei, e ele gargalhou.
- Então vamos lá em baixo,comer algo. Mas antes vem aqui.- Ele estava se referindo ao restaurante. Me aproximei dele assim como ele pediu, e o beijei novamente. Como estava sentada e Michael deitado, fiquei de quatro para poder beijá-lo, deixando assim minha bunda erguida, que logo recebeu um forte tapa seguido de um aperto.
- Vou vestir uma roupa.- Me levantei totalmente pelada e fui até o armário, pois já tinha tirado todas minhas coisas da mala.
   Vesti um short e uma blusa amarela. As roupas que Michael me deu são lindas, mas mesmo assim preciso comprar mais algumas peças, então quando receber meu dinheiro, irei pegar uma parte e gastar em roupas. Michael vestiu sua calça e foi para seu quarto, se arrumar. Depois de todos prontos, descemos para o restaurante e lá ficamos como um casal de namorados. O sexo realmente muda as coisas, ontem mesmo Michael e eu éramos apenas amigos, já hoje, quebramos a barreira que nos impedia de aproximar um do outro e estamos mais íntimos do que nunca. Subimos o elevador e adentramos desta vez, o quarto de Michael. Ele se sentou na cama e eu ao seu lado, para podermos conversar.
- Oh Mike, olhe isso.- Coloquei a mão em seu pescoço. Ele se levantou indo para a frente do espelho. O chupão que eu dei em seu pescoço, ficou a marca, assim como eu imaginei.
- É melhor eu nem dizer quem foi o culpado por isso.- Ele voltou a ficar do meu lado. Colocou a mão em minha cintura e me beijou fortemente.- Você ainda vai pagar por isso.
   Parei nosso beijo e me levantei, para que eu podesse montar no colo de Michael, e assim o fiz. Suas mãos que estavam em minha cintura, pararam nos meus peitos, por cima do sutiã. Já estava sentindo a excitação de Michael, em sua calça, então eu mesma tirei minha blusa e meu sutiã, enquanto ele desabotoava sua camisa. Mike se deitou na cama e eu fiquei em cima dele, beijando seu peitoral nu.
   Me levantei mais uma vez, para poder tirar meu short e minha calcinha, Michael ficou observando deitado na cama. O ajudei a tirar a calça e sua cueca, estamos sedentos por sexo, e por isso fazemos as coisas o mais rápido possível. Subi na cama e de quatro, começei a me arrastar pela mesma. Ele abriu as pernas, me deixando no meio delas. Eu já estava frente a frente com seu membro rigído. Mordi os lábios e senti meu sexo pulsar, por causa daquela visão, eu já sabia o quão grosso e extenso ele é, mas agora estando com meus olhos tão perto...
  Dei um sorriso e me coloquei a chupar o pênis de Michael. Começei colocando a mão em sua base, e puxando a pele fina, revelando sua glande molhada. Dei leves lambidas por todo seu comprimento, fazendo Michael suspirar. Abocanho sua glande, deixando Michael ainda mais duro. Começei a chupá-lo e lambuzá-lo até onde minha boca alcançava, já que seu pau era  muito grande. Mike colocou a mão em meus cabelos, me ajudando com os movimentos, eu poderia gozar fazendo aquilo, pois estou tão excitada, ao ponto de explodir. Michael estava literalmente fodendo a minha boca!
   Ele gemia por meu nome, resmungava coisas e se contorcia, me passando a mensagem que ele estava prestes a explodir na minha boca. Então acelerei ainda mais meus movimentos com a cabeça e boca, fazendo com que o barulho das chupadas ecoacem por todo o quarto. Ele gozou, soltando três jatos do seu líquido quente, rumo ao meu rosto. Me prontifiquei para chupar e engolir tudo aquilo. Tenho que admitir, o gosto não é bom, mas eu não me importo.
- Isso Annie, toma toda a minha porra.- Mike sussurrou, seus olhos estão fixados em mim e ele está um pouco suado. Merda, como ele consegue ser lindo sempre !?
- Michael...- Depois que tomei todo o seu líquido, começei a subir meus beijos, desde sua virilha até seus mamilos. Quando ele colocou a mão em minha cintura e me trouxe para sentar em cima dele, escutamos batidas na porta.- Droga!
   Me levanto rapidamente e visto minha blusa e short, sem minha lingerie por baixo. Michael veste sua calça e vai atender a porta sem camisa. Escuto uma voz masculina, e logo após os passos de Michael vindo em minha direção. Sua expressão não era a melhor, estava revirando os olhos e fazendo careta com a boca em sinal de reprovação.
- Steve quer conversar com você.- Mike se sentou na cama e nada disse. Eu fui até a porta e vi meu chefe ali.
- Oi Steve...- Fechei a porta do quarto de Michael.
- Annie, bem, hoje eu não queria que você fosse trabalhar.- Ele coçava a cabeça e encarava o chão.- Que tal você sair pra jantar comigo?
- Ah...- Sorri sem jeito, não sabia o que responder logo agora que estou tendo relações com Michael.- Vamos fazer assim, hoje eu vou no cassino, e te dou a resposta.- Pisquei para ele e sorri novamente.
- Annie. Uma pergunta, você e Michael...
- Não!- O interrompi.- Ele é apenas, um amigo meu!- Steve sorriu aliviado e se despediu.
  Caralho. Eu não sei o que está rolando entre mim e Michael, eu tenho um grande afeto por ele e sou imensamente grata por tudo que ele fez à mim. Ele me faz bem. Mas por outro lado, eu não o amo, ou ainda não, é apenas um afeto e pura atração física, sei que ele se sente assim também, é o que eu acho.
- O que ele queria?- Ele estava olhando para a tela do seu celular. Quero comprar um celular pra mim o quanto antes.
- Você acredita que ele me chamou pra sair essa noite ?
- Acredito. Você vai ?- Ele me olhou arqueando a sombrancelha.
- Acha que eu deveria ir ?- Que idiota eu sou, que merda deu na minha cabeça para que eu falasse isso ? Tudo bem, talvez seja porque eu não queira perder este contato mais íntimo que estou tendo com Michael, por causa de Steve.
- Não sei, decida você.- Ele disse seco, se levantando e vestindo uma camisa.
- Eu também não sei, e se eu dizer não, e ele nos mandar embora ?- Michael me fitou com um olhar estranho, com o cenho franzido.
- Diga para Steve que você irá amanhã, mas lembre de uma coisa, chegue o mais cedo possível, eu vou precisar de você.- Mike segurou meu tronco rumo ao seio, com uma das mãos. Mordeu o lábio e fez uma cara safada seguido de um suspiro, enquanto olhava para sua mão me apertando.- Agora vai lá no seu quarto, mais tarde eu te chamo para irmos no cassino. Eu estou cansado agora.
   Fiz o que ele pediu. Dei um beijo em sua boca e fui para meu quarto. Fiquei dentro do mesmo à tarde inteira, pensando e planejando coisas para o futuro. Desde quanto tempo eu iria demorar para juntar dinheiro suficiente para comprar um apartamento, até qual seria a cor de um vestido de noiva perfeito para meu estilo. Às vezes tenho esse tipo de pensamentos bobos, eu e Mary ficávamos horas conversando sobre sonhos, e eu sempre dizia que não queria casar de branco, é muito clichê pra mim, talvez um vermelho seria legal.
   Olhei no relógio e já estava quase na hora de ir para o cassino, fui tomar um banho e depois me arrumar. Coloquei um vestido verde curto, como sempre, com um grande decote. Arrumei meu cabelo e estava pronta para ir. Eu e Michael fomos até a porta do hotel juntos, ele estava com a mão em minha cintura. Como o combinado, o carro estava lá, para nos levar até o cassino.
- Annie...- Steve assim que me viu adentrar o cassino com Michael ao meu lado, veio em minha direção.
- Steve, sobre aquilo...- Fingi que Michael não sabia de nada, enquanto ele fazia seu papel, andando mais à frente e nos deixando sozinhos.- Poderia ser amanhã ?.- Ele sorriu e confirmou.
- Amanhã as oito estarei em meu hotel para te buscar.- Sorri e começei a andar.
   Hoje o cassino está cheio, o lado bom disso é que eu consegui seduzir cinco homens, já que entramos no cassino às oito e meia e saímos às duas da madrugada,  e eu também tive ajuda dos meus dedos espertos que adentram o bolso de qualquer um. Michael além de cantar, estava dançando um pouco, interagindo com os apostadores, trazendo alguns para dançar também, eu estava amando sua performace e a maneira que ele se entrega de corpo e alma para a música. Cada batida, letra... Cada segundo da melodia parecia fazer parte de Michael. Eu via em seus olhares e sorrisos para os apostadores que era aquilo que ele gostava de fazer. Após sua grande performace ele se aproximou de uma mulher e começou a conversar com a mesma... Depois de entregármos o dinheiro à Steve, o mesmo me ofereceu uma carona.
-…Vamos, eu te levo em casa Annie. Sei que está cansada.- Ele estava quase me arrastando entre as mesas de jogos rumo à saída. Michael estava mais atrás, também caminhando para o mesmo rumo.
- Tudo bem Steve, ir andando é melhor.- Sorri sem graça enquanto ainda estava sendo puxada.
- Mas você não pode ficar andando assim na rua, está muito bonita com essa roupa, e pode cair com o seu salto.- Ele deu uma leve gargalhada, parando na frente de um carro, já na rua do hotel. Michael parecia nada satisfeito de Steve querer me dar uma carona, então se pôs encostado na parede da faixada do cassino.- Ou o problema é ir comigo ?
- Não, Steve.- Ri sem graça.- É que eu vim com Michael, e eu não quero deixar ele sozinho agora.
- É...- Steve suspirou. Ele parecia não querer desistir tão fácil da idéia da carona.- Michael, vamos conosco.
   Steve destrancou seu carro e abriu a porta do passageiro para mim, eu entrei e ele se sentou ao meu lado, no banco do motorista. Michael não disse nada, apenas entrou no banco de trás e seguiu aquele pequeno percurso, mechendo em uma mecha do meu cabelo, e às vezes cheirando a madeixa, ele fazia questão que Steve percebesse seus atos. Michael era um cara de pau, além de ter pego uma carona com Steve sem dizer nenhuma palavra, ele gostava de provocá-lo.
- Chegamos!- Steve parou o carro. Michael imediatamente abriu a porta.
- Valeu cara pela carona.- Em um salto ele saiu do carro, Steve disse meia dúzia de palavras com Michael, e quando ele estava me esperando para írmos embora, Steve me pede para fícarmos mais um pouco.
-…Tudo bem, eu fico. Mike, se já quiser subir.- Pisquei para ele, e Michael sorriu mordendo o lábio. Ele se virou e rumou para dentro da nossa mais nova casa.
- Bem, você está gostando de morar aqui ?-
- Sim, mas pretendo juntar um dinheiro e comprar um apartamento só pra mim, sabe ?- Coloquei minha cabeça para fora do carro e observei o tamanho do prédio.- Estou reconstruindo a minha vida.
- Sabe Annie, quando eu conheci o Michael e ele me falou sobre você, ele me disse que você era linda, educada a maior parte do tempo, doce... Ele me falou muito sobre você ontem. E você realmente é tudo isso.- Steve tocou meu queixo me fazendo fitá-lo.
- Mas você não acha que é muito cedo para você ter certeza do que acha sobre mim?- Ele negou com a cabeça.
- Agora me diga, você e Michael são um casal ?- Meu olhar desceu para minhas mãos.
- Eu já te disse, nós não somos. É apenas amizade. Ele abandonou tudo por mim... Acho melhor eu ir.- Eu não queria contar sobre meu passado para ele. Dei um beijo em sua bochecha e desci do carro me despedindo.
   Subi para o andar de meu quarto, e adentrei o mesmo, me deparando com uma cena linda, sexy e que me fez ficar extremamente excitada. Michael estava deitado em minha cama, apenas de cueca, com sua bunda empinada. Me prontifiquei em tirar toda a minha roupa e sentar em cima da sua bela bunda. Ele sorriu e resmungou que estava muito cansado.
- Você precisa relaxar um pouquinho.- Beijei sua nuca, encostando meus peitos em sua costas.- Você estava dançando e cantando... Estava lindo, adorei sua performace.
- Talvez eu esteja precisando de uma massagem...- Sorri e começei a passar a mão desde a nuca de Michael, até sua bunda.


Notas Finais


até o proximo, bjos amorecos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...