História You Smile! I Smile! - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook
Exibições 39
Palavras 1.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi meus amores, demorei?
Bom, não postei antes por culpa de semana de provas e tals.
QUE COMEBACK FOI ESSE DEUS? FOI MARAVILHOSOOOO.
O poema que o Kookie leu não foi eu que escrevi tá? Porem esqueci o nome do autor...
Obrigada mais uma vez por darem uma chance para YS! IS! <3

Capítulo 3 - Capítulo 3: Levo-te apenas dentro de mim...


Fanfic / Fanfiction You Smile! I Smile! - Capítulo 3 - Capítulo 3: Levo-te apenas dentro de mim...

You Smile! I Smile!

 

   Capitulo 3 - Levo-te apenas dentro de mim...

 

Jeon Jungkook On – Duas Semanas Depois...

 

   Na sexta-feira, eu havia acordado mais cedo que o normal. Era exatamente 05h45, faltava pouco mais de uma hora para Taehyung vir me buscar. Então resolvi preparar o café-da-manhã para minha família. Coei café, fritei algumas panquecas, peguei torradas no armário e arrumei a mesa.

   Antes de comer, fui me preparar para o colégio. Subi as escadas da grande casa indo em direção do meu quarto. Tomei um banho calmo, vesti a farda escolar  (N/A: uniformes da propaganda da SMART) e fiz minha higiene matinal. Era 06h29, sai do meu quarto indo diretamente para as escadas.

   - Jeon Kokie, o Sol acordou e eu também! – Hani abriu a porta de seu quarto, usava uma farda escolar parecida com a minha porém era saia. – Daqui a pouco ele se põe incomodado com meu brilho!

   - Só se for com sua pele oleosa né, noona?

   - Me respeita garoto! – gritava da escada enquanto me sentava pra me alimentar!

***  

   - Bom dia Kookie! – Jimin se sentou ao meu lado. Nessas últimas semanas, nos aproximamos muito. Ele é uma ótima pessoa, me sinto estranho toda vez que estamos juntos, digamos que eu não sei o que sinto pelo garoto dos cabelos alaranjados.

   - Só se for pra você! – dizia fechando a cara e transformando meus lábios em um enorme bico. O motivo de tudo isso tem nome e sobrenome, se você disse Kim Taehyung, você acertou. Ele não passou em minha casa, mas isso não é o pior de tudo. Eu tive que ir para o colégio de carona com a Hani, graças a Deus ninguém me viu naquela vespa cor-de-rosa.

   - Ah, me desculpe. – seu sorriso sumiu – Aconteceu alguma coisa?

   - Você acredita que o Taehyung não passou na minha casa? – riu – Não ri Jimin, eu quero que qualquer dia o Hobi se esqueça de passar na sua casa antes da baladinha pra você ver como dói.

   - Que bobeira Kookie, alguma coisa deve ter acontecido! – sorriu – O que acha de maratona de The Walking Dead em casa?

   - Vou aceitar só por causa do Glenn! – brinquei e ele riu.

   - Vou chamar os meninos!

Não demorou muito para o sinal tocar e termos que nos separarmos. Vi Taehyung sentado em sua mesa enquanto adentrava na sala de aula, ele abriu um belo sorriso ao me ver mas foi desfeito quando percebeu que eu não iria retribuir. Eu deveria me sentar no lado de Taehyung, mas caminhei ao lado oposto de sua mesa e me sentei perto de Minzy e Kai. Ele me encarava com aquela cara de desentendido – que cínico – e eu simplesmente o ignorava enquantoa aula passava.

   A senhora Jeong – professora de literatura – passou uma atividade em dupla e como meu plano de ignorar Taehyung estava dando certo, eu acabei me sentando com Kai, ele é adorável!

   Tínhamos que escrever um poema com nossos sentimentos e como eu, Jeon Junkook, estava inspirado demais ultimamente. Pedi para meu querido companheiro deixar eu escrever o nosso poema. Fui atrapalhado muitas vezes por bilhetes de papeis de um certo alien, eles sempre diziam a mesmas coisa: “eu te fiz alguma coisa Jeon?” “o que te fiz kook?.

   - Parece que Taehyung não gosta de ser ignorado Kookie! – Kim Jongin falou entre risos.

   - É, você não viu nada Kai! – bufei. – Terminei!

   Kai pegou a folha da minha mão e leu.

   - Você nasceu pra fazer isso Jeon Jungkook!

   - Bom, vamos começar a recitar os poemas – a professora dos cabelos ruivos falava enquanto procurava um alvo, até que – Sr. Jeon, o que acha de você e nosso querido Sr. Kim começarem a ler a obra de vocês?

   Me levantei, Kai logo me seguiu. Todos da sala nos olhávamos, eu já havia me acostumado em ler textos e poemas na frente da minha sala.

    - Amo-te como quem ama a rosa... Me aproximo... Sinto teu perfume – lia com um tom de voz calma e doce. - Rego-te... Te admiro... Mas não te tomo para mim... – eu realmente sentia tudo aquilo que dizia - Pois ao tomar-te para mim...

   - Eu veria tua beleza dissipando-se diante de mim... – Kai prosseguiu - Faço-me, portanto, beija-flor... E beijo-te apenas... Nunca te carrego comigo...

   - Levo-te apenas dentro de mim... – dizemos em um uníssono. Era tudo isso que estava mesmo acontecendo? Eu estava apaixonado?

   - Muito bem meninos, podem se sentar – caminhei até minha mesa – Kim Taehyung e Oh Sehun!

   - Banana com pão... Sovaco e requeijão...

Seria uma longa aula...

 

Park Jimin On

 

   - Jão Cú, você não vai mesmo me perdoar? – Tae ainda insistia em receber o perdão de Jungkook – Eu já disse que achei que você viria com o Jimin!

   - Ei, não me coloca no meio não! – Taehyung me mostrou o dedo do meio e como resposta mostrei língua!

   - Mesmo assim Tae, você deveria ter perguntado se ele iria com o Jiminie! – Jin omma resolveu se intrometer – E você Kookie, não acha que é muito grandinho pra ficar fazendo birra?

   - E você não acha melhor você cuidar da sua vida? – Caralho, o que deu em você Kookie?

   - Calma Jungkook, o Jin só queria te ajudar! – Namjoon protegeu seu namorado!

   - Sabe o que é isso? – Yoongi se pronunciou – É FALTA DE ROLA!

Jeon soltou um riso, mas logo viu sua mãe esperando na frente da escola.

   - Vai querer carona Jimin?

   - Se for a senhora Jeon, eu quero – Yoongi se levantou.

   - Se não for incomodo Kookie – respondi.

   - Tchau Kookie – Taehyung falou mas levou um belo de um vácuo, o que fez se sentar totalmente ao lado de seu namorado.

 *** 

   - Jimin, como vão seus pais? – a senhora Jeon perguntou já que descobrimos que ela e mamãe são amigas de trabalho.

   - Vai bem.

   - Jiminie por acaso você não tem um irmãozinho mais velho? – Hani se aproximava.

   - Hani ainda continua abusada – Yoongi resolveu se pronunciar mas logo Hani deu um tapa em seu braço.

   Jungkook ficou estranho o dia inteiro, no começo eu achei que era por culpa de Kim Taehyung, mas percebi que esse não era o verdadeiro motivo.

   ***

Já passava das 20h00 quando a companhia de casa resolveu tocar.

   - Quem será o louco que veio até em casa numa chuva dessas? – abri a porta e me deparei com um Jeon Jungkook todo ensopado com seus olhos cheios de lagrimas – Kookie?

   - Hyung...

 

 

Continua...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...