História You Still Got Me (Fic Sciles) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Isaac Lahey, Liam Dunbar, Melissa McCall, Peter Hale, Scott McCall, Stiles Stilinski
Tags Drama, Sciles, Scott, Stiles, Teen Wolf
Exibições 94
Palavras 3.432
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Não, eu não esqueci dessa fic, apenas fiquei muito ocupado para ter um bom tempo com ideias para encerrar a fic, e essa semana encontrei as ideias novamente e as coloquei em prática e o resultado vcs podem acompanhar agora.

Encerrando minha segunda história aqui e já tenho essa ótima recepção de vocês, 72 favoritos e mais de 1600 exibições, fico muito feliz em ser reconhecido por vocês e grato também.
Muito obrigado pelos comentários (mesmo que ainda não tenha respondido alguns kkkk, mas vou responder todos), pelo apoio de sempre e por me ajudarem em minha evolução na escrita.
Espero que gostem desse capítulo final, ele foi feito com muito amor pra vocês.

Bjs e ótima leitura a todos <3

Capítulo 7 - Âncora


Fanfic / Fanfiction You Still Got Me (Fic Sciles) - Capítulo 7 - Âncora

Três semanas se passaram desde então, nesse tempo Scott e Stiles aumentaram seus laços e tornaram-se mais unidos que nunca. Com o passar do tempo eles conseguiram ter uma conexão mais forte do que já era, e o relacionamento que durava pouco tempo parecia ser algo que viviam há anos.

            Scott nesse tempo mostrou ser mais amoroso e cuidadoso com Stiles do que era, sempre envolvendo o menino em sua energia, deixando ele mais confortável, preparando-o para tudo o que iriam enfrentar pela frente. Scott tornou-se o namorado dos sonhos ao ver de Stiles, e realmente demonstrava ser, o título não veio à toa.

            E a união dos dois fez com que o tempo não passasse tão sofrido para Stiles, até que então o dia do julgamento chegou.

            Logo pela manhã, Stiles é acordado por Scott com um beijo de bom dia.

- Bom dia. – Diz Stiles com a voz de sono e retribuindo o beijo do amado.

- Bom dia, dormiu bem? – Pergunta Scott.

- Junto a ti é um pouco difícil dormir mal. – Diz Stiles sorrindo.

- Olha que o casamento não pode ser agora. – Brinca Scott.

- Tem razão. Pode ser depois de amanhã. – Devolve a brincadeira Stiles.

- Seu bobo. Mas já sabe o que tem hoje, né? – Já toca no assunto sério Scott.

- Sim, e não vejo a hora de conseguir resolver tudo isso o quanto antes, poder enfim ser livre, morar com Isaac, mesmo amando estar aqui tenho que dar atenção ao meu irmão. – Diz Stiles com esperança no olhar.

- É só passar o dia todo aqui com ele. – Brinca Scott.

- Claro, mas também precisamos nos conhecer melhor, né.

- Concordo. – Scott sabia que Stiles teria que sair de sua casa para morar com Isaac, mas como eles eram vizinhos, isso não importava muito, não doeria nele, só sentiria falta do calor do amado em algumas noites. – Hoje tudo vai dar certo, e eu acredito nisso. – Disse isso e logo depois beijou a mão de Stiles.

            Após isso, os meninos fizeram suas higienes e foram tomar café com Melissa, que tirou o dia de folga para acompanhar o julgamento, que era algo muito importante na vida de alguém que entrou em sua vida e a ganhou em tão pouco tempo, com todo seu jeito especial, uma pessoa querida por ela, e que se fazia bem a seu filho, fazia bem a ela também.

            Enquanto isso, Peter estava crente que não tinha como o garoto ganhar a causa apenas com aquele áudio e mesmo se pegasse uma pena, cria que seria por pouco tempo. Mal sabia ele que eles tinham uma prova a mais além daqueles áudios e que poderiam o enquadrar por um tempo além do que ele imagina ter que cumprir.

            Ligou para seu advogado para garantir a certeza do julgamento.

- E aí, tudo pronto para hoje? – Peter pergunta.

- Não precisa se preocupar Peter, se o júri cair naquele áudio gravado o máximo que você pega é dois anos, mas nada que uma fiança de três a cinco mil reais apareça e tudo estará resolvido, você estará livre para fazer o que quiser, e deixar esse menino de lado para sempre. – Diz seu advogado ao telefone.

- Não sei se pretendo deixá-lo em paz por agora, mas tenho que evitar mais problemas para mim, e quando me livrar disso eu posso pedir a alguém algum favor para acabar com esse menino de uma vez por todas, para que assim nem ele nem outros me deem problemas.

- Certo. Só não se arrisque muito, vamos focar no que está para acontecer daqui a pouco.

- Ok então, até mais. – Peter diz por fim.

            Naquele dia nenhum dos meninos foi à escola, todos estariam juntos com Stiles e nenhum queria ficar de fora desse momento da vida dele, afinal o menino era importante na vida de todos. E então, além de Stiles, Scott e Melissa, também foram ao tribunal com eles Liam, Isaac e John, este último já queria sair de lá para oficializar Stiles como seu filho, adotá-lo e livrá-lo desse sofrimento chamado Peter. Encontrariam Marcia apenas no tribunal de justiça.

            Ao chegarem ao tribunal, encontraram Peter já dentro do local com seu advogado conversando, provavelmente acertando os detalhes do que falar na hora. Apenas Stiles, John e Marcia foram para frente para testemunhar contra Peter e John para ser o responsável pelo menino, já que depois do caso ele já tentaria abrir o processo de adoção do mesmo.

            Algumas pessoas presentes no tribunal sentiram o medo que Stiles sentia daquele homem, só de vê-lo o menino ficou acuado, retraído, calado e quieto, na dele, parecia que se falasse algo poderia ser agredido, realmente o menino havia criado trauma de Peter, as maldades na vida dele foram tantas que ele precisaria de um tempo para conseguir viver sem que esse trauma o afete, como havia afetado com Scott naquele dia. Scott o enviou uma mensagem de texto dizendo que estava tudo bem e Stiles sorriu para ele de volta.

            Às nove da manhã iniciou-se a sessão. Marcia foi a primeira a começar a falar.

- Meritíssimo bom dia. Bom dia ao júri. Bom dia a todos. Estamos aqui nessa sessão com essas duas pessoas, uma que acusa o outro de agressões e o outro que se diz inocente das acusações. Antes de apresentar algumas evidências contra o réu, gostaria de chamá-lo para responder alguns questionamentos. Tenho a permissão, meritíssimo? – Pergunta Marcia.

- Senhor Peter Hale?! – O juiz pergunta a Peter se ele gostaria de responder aos questionamentos. Seu advogado pensou que não era nada demais, então Peter aceitou.

- Sim, meritíssimo. Eu aceito. – E foi até a cadeira ao lado do juiz, onde jurou dizer a verdade.

- Senhor Hale, o senhor está sendo acusado por um adolescente de maus tratos e abusos, mas pelo o que vi em seu histórico ele não foi o primeiro a te acusar de agressão, existem mais acusações contra o senhor em relatórios passados a seu respeito. – A advogada já começa mostrando-o que de pessoa boa ou certa ele não tinha nada.

- Isso é coisa do passado e já resolvida. – Retruca Peter.

- Então quer dizer que realmente o senhor agrediu aquelas outras pessoas no passado? – Questiona Marcia.

- Eu reivindico o meu direito de ficar calado. – Diz Peter por fim, sentira o peso da pergunta e ficar calado seria a melhor forma de não falar algo comprometedor na corte.

- Mais nada a questionar ao réu, meritíssimo. – Declara Marcia por fim.

- Agora a senhora pode apresentar o que nos tem a mostrar então, senhorita Clark. – Diz o juiz.

- Obrigada, meritíssimo. Nesse tempo em que Stiles nos procurou, conseguimos coletar algumas evidências que comprovam que Peter era sim agressor do menino. Primeiro irei apresentar um áudio que foi gravado por Scott, namorado dele, mas antes explicarei o que chegou até esse fato. Segundo Stiles, o senhor Hale o acusou seriamente de ser homossexual e o expulsou de casa, e ele chegou à casa de Scott todo ferido, e até então não queria voltar mais para a casa de Peter, então Scott e Liam que era amigo deles foram à casa de Peter tentar buscar as coisas dele já que o menino sentia-se ameaçado na casa do senhor Hale, foram com um gravador preso a suas roupas caso o encontrassem e algo acontecesse, e foi então que eles o encontraram e gravaram esse áudio, enquanto tentavam fugir de casa, inclusive foram ameaçados pelo réu e o júri poderá ouvir esse áudio agora. Peço a todos que escutem com atenção esse áudio.

            Marcia então apresentou o áudio que fora gravado pelos meninos na casa de Peter. O júri ficou dividido entre acreditar ou não no áudio. Após apresentar o áudio, Marcia decidiu prosseguir em seus relatos.

- Claro que existem evidências de alteração de voz e outras coisas que fazem para trapacear em muitos casos, mas os garanto que só apresentamos áudios depois de um legista e o juiz liberá-lo, e só com esse áudio a gente não conseguiria provar muita coisa, por isso apresento a vocês mais uma prova do quão ruim esse homem foi para Stiles. Certo dia o senhor Hale seguiu Stiles e Isaac enquanto eles iam à padaria, e agrediu os dois, Isaac com um soco e Stiles enforcando, que só não foi sufocado por mais tempo porque Isaac conseguiu derrubar o homem e logo em seguida fugiram. Mostrarei a vocês nesse vídeo a seguir. Novamente eu peço a atenção do júri nesse vídeo.

            Marcia então apresentou o vídeo ao júri e após isso pôde notar que dos quinze presentes no júri, treze estavam revoltados com as atitudes de Peter. Peter por outro lado sentia-se perdido agora com essa prova, esquecera que havia câmeras naquela rua e cochichava com seu advogado se ainda tinha alguma forma de sair impune desse caso, mas agora parecia que seria o fim para ele.

- Meritíssimo, não tenho mais nada a declarar. – Marcia disse por fim e viu que nem Peter nem a defesa sabiam o que fazer.

- Obrigado, Marcia. Pelo visto a defesa do senhor Hale não tem mais nada a falar, então façamos um recesso para que o júri vote e retornaremos assim que eles estiverem com uma posição sobre o caso. – Determinou o juiz por fim.

            Peter ainda tentou relutar juntamente a sua defesa, mas viu que não tinha mais para onde correr, o caso estava perdido para ele.

            Após cerca de uma hora e meia, perto das onze da manhã, todos retornaram a sessão, o júri já havia terminado a votação.

            E após tudo apresentado, o júri decidiu por treze votos a dois, Peter Hale culpado das acusações que o foram feitas. O homem fora condenado a quinze anos de retenção, sem direito a fiança, devido aos casos passados, provavelmente ele responderia por todos novamente e aumentaria sua pena por mais alguns anos.

            Enfim agora era a hora da liberdade de Stiles, o mesmo já estava chorando de alegria, abraçou Marcia e John primeiramente, agradecendo aos dois por apoiarem-no nesse caso, depois foi em direção ao namorado, ao novo irmão, a Liam e a Melissa para comemorar com eles. Agradeceu a cada um por apoiá-lo quando ele mais precisou.

            Depois eles foram à outra parte do tribunal para conseguir viabilizar o processo de adoção de Stiles, que só precisava do término do julgamento contra Peter para saber se ele poderia ser adotado ou não, então John tratou de resolver logo isso. Chegando lá e na hora de assinar o nome de Stiles, o menino o disse para deixar o nome dele como Stiles Lahey Stilinski, Lahey da família nova e o Stilinski para lembrar-se de seu pai biológico, que também chamara John, coisa que o Lahey mais velho pensou ser bom, pois ele faria de tudo para ser um bom pai para o menino.

            Agora sim eles estavam livres de toda essa enrolação que viveram nos últimos meses, Stiles finalmente recomeçaria a sua vida junto a pessoas amadas, poderia enfim dar início novamente a algo importante na sua vida que é a família. Teria um pai para poder contar com ele e o proteger de tudo, um irmão mais velho que é realmente um irmão, amigo e companheiro, teria também um namorado que seria capaz de dar o mundo por ele, só para vê-lo sorrir e ser feliz novamente, sem contar com Liam e Melissa que seriam companhias para a vida toda também, pessoas que ele possui um amor muito grande, além da amizade que criara com Marcia, que foi outra pessoa que viu o quanto aquele menino precisava de alguém que o fizesse bem, e ela pôde ajudá-lo nesse processo, e viu esse lindo desfecho que aconteceu.

            Ao saírem do tribunal, todos foram a uma churrascaria almoçar e curtir um pouco mais a vitória de Stiles contra Peter (seu desfecho será contado mais a frente).

            Durante a tarde, Stiles começou a arrumar as coisas para enfim mudar-se para a nova casa, onde viveria agora com Isaac e John, e mesmo não morando mais com Scott, não veria algum problema nisso, pois estaria com ele grande parte do dia.

            À noite, quando terminaram tudo e organizaram na casa, Stiles pediu para dormir ainda na casa de Scott pela última vez, e falou a John que Scott dormiria sempre em sua casa quando Melissa estivesse trabalhando, John não viu problema algum nisso e o permitiu dormir com seu amado.

            Na verdade, a intenção maior de Stiles era conversar com Scott, e como Melissa ia trabalhar numa hemodiálise a noite, já que fora chamada de última hora e estaria por fora durante três a cinco horas, era o tempo perfeito para Stiles conversar com Scott a noite, a sós.

            E quando enfim eles tiveram seu momento a sós, Stiles começou a falar. Aconchegou-se no peito de Scott, e deitado mesmo começou a conversar com ele.

- Sabe Scott, quando eu esbarrei em você naquele dia e depois vi o quanto você era amigável, eu pensei que seríamos ótimos amigos se não fosse aquela pedra no meu caminho. Até que depois você foi descobrindo tudo sobre mim, eu gerei uma confiança por ti como se te conhecesse há anos, e quando mal percebi havia criado realmente sentimentos por ti, você foi a primeira pessoa por quem me apaixonei na vida, e quando vi que isso era recíproco eu nem sabia aonde pular de felicidade. Estar apaixonado por alguém que sente o mesmo por mim foi a melhor coisa que me aconteceu. Você fez tantas coisas por mim, provou tantas vezes o quão incrível você é e me ajudou a sair das garras dele, me amou, cuidou de mim, simplesmente me fez ver o sentido da felicidade novamente em minha vida. Eu sou grato a ti por cada momento de alegria, de apoio, tudo o que você fez por mim eu espero te retribuir um dia. – Stiles disse por fim abraçando muito Scott, sentindo-se seguro nele, agora estava mais leve e tinha dito tudo o que queria dizer.

- Então agora é minha vez de dizer. Desde aquele momento que você esbarrou em mim na escola, que eu ‘forcei’ a amizade contigo, e quando enfim você confiou em mim naquele momento na biblioteca, a partir dali eu senti que você era diferente de todos. Você chegou de mansinho e conquistou um enorme espaço em mim, e realmente depois eu enxerguei que era amor e no momento em que percebi que era retribuído esse sentimento foi o momento mais feliz da minha vida. Eu sempre em minha vida vou querer estar ao seu lado, e você já me retribui tudo sendo grato pela minha presença, me dando esses seus sorrisos, me mostrando seu lado simples que é o de mais belo existe em você. Você é a minha âncora. – Disse Scott por fim, e após um beijo caloroso, eles ficaram deitados abraçados, ouvindo a respiração um do outro, até enfim pegarem no sono.

            Melissa ao chegar a casa não poderia ver uma cena mais linda que a dos dois abraçados e dormindo, e dessa vez ela pegou a câmera digital e tirou uma foto deles, para guardar de lembrança, a última cena daquele dia em que Stiles se viu livre de tudo. Mais tarde Melissa deu um quadro para cada um com essa foto de presente.

            Stiles foi morar com Isaac no dia seguinte e a relação dos dois era ótima, sorrisos, brincadeiras, abraços, filmes, guloseimas era tudo o que precisavam para ficar mais unidos, serem irmãos de verdade. À noite eles conversaram um pouco mais.

- Sabe Sti, sempre quis ter um irmão mais novo para cuidar, dar carinho e atenção, e aí você me aparece. Fico muito feliz em poder dividir um tempo contigo, em estarmos mais próximos que éramos, em termos essa conexão que temos, quero te dizer que realmente estou muito feliz em ter você aqui comigo. – Diz Isaac.

- Eu digo o mesmo, você já me ajudou tanto que sou grato a você e a John por me darem uma nova vida, família, uma nova oportunidade de ser feliz. – Stiles diz e abraça seu novo irmão.

            Essa foi uma noite apenas dos dois, sem Scott ou Liam por perto, puderam conversar sobre diversas coisas, contar suas aspirações e medos na vida e puderam enfim se conhecer de verdade, se unirem. Ao fim de tudo ainda dormiram abraçados, e Stiles sentia que era tão bom quanto dormir junto a Scott, então agora estaria tudo bem para ele.

            Com o passar dos dias, tudo agora seguira normalmente, a vida deles estava bem tranquila, e Scott ainda preparara mais uma grande surpresa para Stiles, e ele aproveitou o dia em que comemoraram mais um mês de namoro para mostrar a surpresa ao amado.

            Era de tarde e eles estavam no parque como sempre, fazia um belo dia com um sol tímido na rua, crianças brincando e tudo bem agradável, e além deles, Isaac e Liam também estavam no parque andando, agora Isaac e Liam enfim assumiram o namoro há cerca de duas semanas, ambos passaram muito tempo negando a si mesmos, até que viram que eles eram tão próximos quanto Scott e Stiles.

            Scott então disse a Stiles que iria ao banheiro e nesse tempo ele ligou para a surpresa de Stiles e logo em seguida retornou ao local onde estavam sentados, e disse ao mais novo.

- Sti, tenho uma surpresa para você. – Disse ele todo animado a Stiles.

- Mais uma? São tantas. – Brincou Stiles.

- Depois do que você me deu hoje de manhã eu não deixaria passar em branco essa data especial. – Disse Scott que pela manhã havia realizado o sonho de fazer uma tatuagem, tudo graças a Stiles que a deu de presente para ele, e claro que passou pela permissão de Melissa primeiramente. A tatuagem foi algo que significava muito na vida de Scott, e Stiles sabia disso, que é uma âncora, representava firmeza, segurança, convicção tanto física quanto ideológica, e também para Scott significava que ele tinha duas âncoras em sua vida, sua mãe e Stiles, e em cada ponta da âncora tinha uma pequena letra ‘M’ e na outra o ‘S’ representando os amores de sua vida.

            Scott então fechou os olhos de Stiles e o levou para andar um pouco, e quando pediu para Stiles abrir os olhos, ele não pôde acreditar na visão que teve. Não sabia se era real ou não, mas lá na frente dele estava Charlie, seu grande amigo de alguns anos que estava ali, com os olhos cheios de lágrimas, feliz em rever seu melhor amigo, e então a ficha de Stiles caiu, e ele logo abraçou Charlie.

- Charlie. É você mesmo? Não estou acreditando. – Dizia Stiles abraçando o amigo e sorrindo e chorando de emoção ao mesmo tempo, se isso era possível.

- Stiles, que saudades de você. Quanto tempo. – Diz Charlie abraçando ao amigo.

            Após conversarem um pouco, Stiles virou-se para Scott, o agradeceu e o perguntou como encontrou o menino.

- Nada que uma rede social não resolva. Você me mostrou fotos, falou as características e eu o procurei e entrei em contato, e por incrível que pareça ele mora aqui perto de Beacon Hills.

- Tenho nem o que dizer, que presente Scott.

            Stiles aproveitou o amigo o resto do dia e do fim de semana, e agora poderia visitá-lo sempre, e isso o alegrava ainda mais.

            Dali para frente era só alegria a vida dos dois, que com o tempo tiveram mais união e o sentimento entre eles só crescia mais, e demonstravam a si mesmo que afeto e simplicidade eram o que os tornavam bem.

            Enquanto Peter, após um ano preso ele começou a responder pelos outros processos que o foram entregues, com os anos sua pena na cadeia só aumentava, os presidiários queriam matá-lo, e ele conseguiu ficar em cela separada por cerca de cinco anos, até que depois provou do próprio remédio que havia feito, e em sua terceira sessão de agressão e abuso que sofreu dos presidiários, ele foi internado num hospital onde agonizou até sua morte, cerca de dois meses depois.

            Peter abusou do poder do ódio e o espalhou por onde passava, e colheu o que plantou no fim das contas, enquanto Stiles descobriu o amor em meio a tanto sofrimento que viveu, e só pôde colher alegrias por sua vida, ao lado de quem o amava de uma ótima família e amigos, soube fazer o bem e recebê-lo também, soube espalhar a palavra amor.

 

Fim.


Notas Finais


Mais uma vez muito obrigado por tudo.

Fiquem bem e espero voltar em breve com mais uma história contada a todos, bjs no coração.

Ps: a tattoo do Scott é essa aqui https://www.instagram.com/p/BJAvRJFhssQ/

ps2: LOGAN SUA RAINHA, CLARO QUE SEM VC ME ENCHENDO O SACO ESSA FIC NÃO SAIRIA DOS PLANOS E AGORA TÁ AQUI ESSE PROJETO FINALIZADO. DEDICO A TI ESSA FIC COM MUITO AMOR E SEM POOTARIAS KKKKKKK <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...