História You want to play, babygirl? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hentai, Lolicon
Exibições 200
Palavras 1.487
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaaaaa genteee desculpa a demora e me desculpem pelos erros. Boa leitura❤❤❤.

Capítulo 5 - Não vá para a cama a menos que você vá comigo


-Você é o melhor, Nam oppa. -Dei um selinho nele arrancando um sorriso fofo-


......


Ficamos um tempinho deitados trocando carícias fofas curtindo a brisa que entrava pela janela levemente aberta. Namjoon me fazia sentir segura, seu abraço é quentinho e acolhedor, eu me sentia amada perto dele e de Jimin, agora meus sentimentos estavam dividos e confusos. 


-Eu te amo minha gatinha. -Ele sorriu fofinho e eu abaixei a cabeça- Eu sei que você não sente o mesmo, pode ficar tranquila, pode demorar um tempo pra você decidir seus sentimentos, está confusa. Mas saiba que eu te amo com todas as minhas forças e nunca te deixarei mesmo estando longe. - Me arrepiei com as palavras do mais velho sentindo uma pontada no coração.-


-Um dia eu saberei quem eu verdadeiramente amo de verdade. -Estemeci ao dizer -


-E eu te amarei idependente da sua escolha, lindinha. -Juntou nossos corpos calorosos e me deu um selinho demorado - Quer segundo round babygirl? -Aproximou sua boca do meu ouvido e mordeu meu lóbulo-


Seu hálito quente e seu corpo caloroso junto ao meu me causou um arrepio indescritível.


-Quero daddy, mas não seria injusto não chamar os oppas? -Fiz biquinho-


-Realmente seria muita injustiça gatinha. -Sorriu malicioso- Mas você é muito safadinha, não dá conta nem de um. Irá dar conta de três? -O tom provocativo era visível- Será que consegue me chupar enquanto Hoseok fode sua buceta e Jimin o cuzinho?


-Amor, eu consigo chupar dois enquanto três me fodem ao mesmo tempo. 


Subi em seu colo e rebolei vagarosamente em seu membro nú chupando forte a carne convidativa do pescoço do mais velho.


-Já estavam fazendo sem nós. -Disse Jimin entrando no quarto-


Sorrimos maliciosos e os dois foram se aproximando com os corpos nús e suados. 


Saí do colo do Namjoon e Hoseok me deitou lentamente na cama ficando por cima arrancando um beijo meu enquanto estimulava meu clitóris com dois dedos fazendo movimentos frenéticos. Jimin passou a beijar o meu pescoço e o colo dos meus seios, abocanhou o biquinho durinho enquanto massageava o outro de uma forma lenta e gostosa. Mordiscou todo o meu seio enquanto eu gemia abafada devido ao beijo de Hoseok. 


Quando eu menos esperei todos já estavam excitados novamente e eu nunca fiquei tão molhada na minha vida vendo meus três professores suados, com os cabelos grudados na testa, com o pau duro sedentos pra me foder em todas as posições possíveis. 


-(S/N) senta na boca do Hoseok, deixa ele te chupar enquanto você rebola. -Namjoon ordenou com a voz rouca-


P.O.V.S HOSEOK


 Me deitei na cama e a (S/n) me deu um beijo rápido, sentou no meu rosto com uma perna de cada lado, agarrei sua bunda redondinha com força abrindo mais. Ela empinou e rebolou pra frente e pra trás fazendo-me passar a língua na sua entradinha quase penetrando. Com um dedo estimulei o anus, colocando só a pontinha, e na bucetinha chupava o clitóris com vontade lambendo toda sua área vaginal.


-aaaahnn daddy, que língua-aahh. 


Ela levou suas mãos até os seios e os apertou, Jimin e Namjoon observavam se masturbando em um ritmo frenético, penetrei meu dedo do meio no anus dela e chupei aquela área ainda estocando fundo, acrescentei mais um dedo na bundinha gostosa dela e voltei a chupar a bucetinha, penetrei minha língua sem dó e fiz movimentos circulares e fundos me deliciando com o líquido transparente que lubrificação ela.


-Hmm, vai oppa, isso.


Ela rebolou gostoso e empinou, penetrei o terceiro dedo no anus dela pra não doer depois, e com a outra mão penetrei três dedos na intimidade, metia fundo simulando uma penetração enquanto eu mordia o clitóris dela soltando entredentes, mordisquei também seus lábios vaginais e ela gozou na minha boca.


P.O.V.S (S/N)


 Assim que explodi em um orgasmo maravilhoso, Jimin me deitou delicadamente na cama e me beijou envolvendo nossas línguas. Levei minhas mãos até sua nuca puxando os cabelos que ali haviam puxando devagar. Passei a mão por todo seu abdômen e apertei seu membro recebendo um gemido abafado do mais velho e ele nos separou me dando uma mordida nos lábios.


-Me chupa.


Ele sussurrou no meu ouvido me fazendo arrepiar, mordi meu lábio inferior arrancando um pouquinho de sangue e empurrei ele na cama, subi em seu colo e lhe dei um selinho rápido. Desci os beijos e chupões para o abdômen delicioso e deixei um chupão no local deixando roxo na hora. 


Passei a fazer movimentos pra cima e pra baixo no seu pau, bem devagar torturando com um sorriso malicioso estampando no rosto. 


Passei a língua em movimentos circulares devagarinho na cabecinha ouvindo suspiros e palavras desconectadas do Jimin. Sem aguentar as provocações abocanhei com vontade seu membro e descia e subia minha boca naquele mastro, fazendo uma punheta aonde eu não conseguia por a boca. Ele segurou em meus cabelos de uma forma desajeitada e mexia seu quadril pra frente e pra trás estocando minha boca de maneira rápida e bruta fazendo seu membro encostar na minha garganta.


Enquanto isso, Hoseok veio por trás, segurou minha cintura e levantou bruscamente fazendo-me empinar involuntariamente. Namjoon começou a distribuir beijos molhados nas minhas costas até chegar na minha bunda e dar um tapa ardente. 


Jimin estava suando feito louco, os cabelos grudados na testa e a boca entreaberta com a cabeça tombada pra trás ,me fazia ficar molhadinha a cada movimento que fazia com a boca. Soltei seu pau recebendo um olhar repleto de reprovação, suspendi o tronco e levei meus seios até seu membro duro e cheio de veias, rocei meu biquinho durinho em sua fenda e o passei pelo vale dos meus seios, sorri devassa e o mais velho me olha com um olhar de pegar fogo, lambeu os lábios de uma forma sexy e eu dei um chupão forte na sua glande enquanto segurava os testículos massageando-os e quando menos esperava ele gozou na minha cara e na minha boca. Engoli o que tinha na boquinha e limpei meu rosto com o dedo indicador chupando provocativa.


Namjoon e Hoseok continuavam a me provocar, eles passavam o pau na minha bundinha e no meu clitóris, encostei o rosto no travesseiro e soltei um suspiro alto, os dois levaram minhas mãos pras costas e algemaram. Jimin pegou um chicote e eu tremi e arrepiei com medo do que ele faria.


Namjoon soltou um sorriso maldoso e Hoseok já se encontrava debaixo de mim roçando seu membro duro na minha intimidade. 


-Hoseok oppa, não me tortura. -falei com a voz falha-


-Oque você quer, hein babygirl? -Namjoon veio por trás e sussurrou no meu ouvido-


-Que os dois daddys me fodam com força. -Gemi manhosa-


Namjoon começou a empurrar com força seu pau no meu cuzinho segurando minha cintura com força enquanto Hoseok me estocava lentamente, eu sentia um pouquinho de dor pois eles dois são muito grandes, fechei os olhinhos e me contraí de dor quando os dois já estavam completamente dentro de mim. Começaram com movimentos lentos, porém fundos e com sicronia. Cada estocada eu sentia um prazer imenso. Ambos seguraram em minha cintura bem forte, que mais tarde deixaria marcas vermelhas.


-Podem ir rápido... Hmm..


Namjoon segurou em meu cabelo dando um puxão forte, meteu forte e fundo no meu cuzinho me fazendo sentir uma dor imensa e Hoseok também metia com força me arregaçando todinha. 


-Hmm oppas.


-Geme pra gente, vai gostosa. -Namjoon sussurrou rouco-


Os gemidos dos dois eram altos mas não tanto quanto meu, eu estava extasiada sentindo um misto de dor e prazer com aqueles dois me fodendo. Pesei meu corpo no do Jung por estar algemada e chupei seu pescoço gemendo baixinho no ouvido dele. Ele escorregou sua mão pra minha bunda e apertou as duas bandas abrindo e dando mais espaço pro Nam, rebolei em movimentos circulares e contraí ouvindo os dois gemerem em satisfação, recebi um tapa seguida de uma chicotada na bunda e rebolei de novo morrendo de tesão pelos dois. Namjoon gozou em meu interior e Jimin já o substituia com todo o seu volume, ainda com o gozo do Namjoon escorrendo, ele encaixou seu membro e foi sem dó. Um gemido agudo saiu da minha boca mas foi abafado pelo pau do Daddy Nam na minha boca, chupei da cabecinha até os testículos colocando toda aquela coisa na minha boca fazendo garganta profunda roçando meus peitinhos durinhos no abdômen do Hoseok enquanto Jimin estapeava minha bunda, gemendo meu nome louco de tesão. Segurei no pau do Namjoon com vontade e masturbei rápido chupando só a cabecinha deixando-o duro novamente, acariciei seu abdômen e ele levou e mão até minha cabeça ditando os movimentos que não eram rápidos nem lentos. Hoseok acariciou meus seios prendendo o biquinho entre dedos e gemeu no meu ouvido que ia gozar.


-Vai daddy, goza na minha bucetinha, vai. -Gemi alto-


Rebolei de encontro ao pau do Jimin e os dois gozaram junto comigo, saíram de dentro de mim exaustos e suados assim como eu.


-Vocês até que são bons no que fazem. -Brinquei-


[.......]



 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...